História Dumb dumb for you - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Red Velvet
Personagens Irene, Joy, Seulgi, Wendy, Yeri
Tags Joy, Joyri, Red Velvet, Yeri
Exibições 177
Palavras 887
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu andei esses dias pensando tanto

" Joyri ainda eh real? '' E olha, alguém me mostrou que pode ser.

Então que seja, e seja pra sempre. E seja mais uma vez aqui para vocês. Venho aqui mais uma vez compartilhar pedaços da minha alma, intimidade, criatividade e sentimentos através disso que aquece tanto o coração de vocês seus anjinhos.

Capítulo 14 - Come Back Home


Fanfic / Fanfiction Dumb dumb for you - Capítulo 14 - Come Back Home

O medo de tomar o primeiro passo assombra até a mais calma das almas.
Quebra contra as pedras como uma onda sem fé, proposito e ideia de para onde poderíamos realmente ir.

Quando caímos em tentação somos filhos do desejo, simpatizantes do impulso e culpados por não terem outra escolha se não simplesmente viver o agora. O agora é um apartamento pequeno, em uma ruazinha pouco movimentada no subúrbio de Seul, apartamento esse onde a brisa gelada da manhã contamina e chama para acordar. Vem brega mas trás sentimentos puros, o cheiro das pétalas de rosas e o barulho do saco plástico onde as mesmas estavam quando foram compradas o ocupavam então. O mistério ali era entender como Park Sooyoung conseguirá acordar as 5 horas da manhã por vontade própria, só para fazer café e espalhar rosas pela casa para sua namorada. O gosto da palavra na boca dava sabor ao café amargo, Namorada.

Sorrisos eram tão comuns quanto respirar, e de acompanhamento uma bela bandeja.
Um kimchi feito as preces e pacotes de doritos e outras porcarias que pode encontrar na loja de conveniência ao lado.

- Ei, Yerim.

A voz escorria como uma brisa.
A vista pedia foto, mas poderia doer pensar que jamais poderia publica-la. A menina dormia, os fios de cabelo espalhados pelos pequenos olhos fechados, os lábios fechados inspiravam movimentos sutis em meio ao sonhar. Caso Sooyoung precisasse entrar em um assunto profundo e serio com sua namorada seria difícil, o seu TDAH atacaria com certeza a medida que tentasse se manter na linha de pensamento com a menina e fitasse sua boca.
O que a levará a lembrar da vez que tentou explicar a Yerim que apesar dos pesares Heechul não é um sujeito tão legal assim, foram no mínimo quatorze minutos perdendo o fio da meada até soltar um fodasse e beijar a menina sessando sua vontade latente. Crescente, ardente.

O sorriso crescia a medida que esses pensamentos cruzavam sua mente, já até esquecerá que estava tentando a acordar e só fitava-a ali, como um anjo dormindo. Maldito TDAH. Pensou para si.

- Amor é serio acorda, essa bandeja ta pesada. – Recitou Joy no ouvido da menina acariciando sua testa.

- A-ahm, mais cinco minutos. – Resmungará Yeri virando para o outro lado.

- YERI ACORDA.

- EU QUERO DORMIR AA. – Se ergueu Yerim enfurecida e logo se calando no meio ao ver Joy posta a sua frente, com um vestido amarelo forte, bandeja de café da manhã na mão e uma quantidade absurda de pétalas espalhadas pelo chão, cama e até mesmo sobre si.

- Desculpa desculpa, sei que não gosta que gritem, mas eu tinha uma surpresinha né. SURPRESA. – Riu Joy sentando ao seu lado entregando-a bandeja. – Bom dia pequena, o que achou da surpresa?

A essência limão do perfume de Joy acariciava o olfato de Yeri tão perto, já os olhos se acariciavam com as pequenas lagrimas tímidas que ali surgiam, a sensação de acolhimento e choque, um misto curioso, causará uma reação química interessante na menina. Viver uma cena tirada no mínimo de filme, ainda mais ali, ainda mais com ela. A chance de ainda estar dormindo e aquilo ser um sonho não poderia ser descartada.

A pequena ignorará o Kimchi e fora logo abrir um pacote de biscoitos e comer encarando Sooyoung tímida. – Desculpa ter gritado com você também, não gosto que me acordem você sabe. Mas isso... Por que você fez isso? – O som da voz se misturava com uma tentativa falha de esconder o choro. – Ugh, eu amo você.

Joy sorrirá carinhosamente e beijará os lábios da menina somente com a ponta dos seus ao longo de um dos mais longos dois segundos de toda historia da humanidade. – Te amo Yeri. Come tudo. – Fitará a menina pegando um biscoito do pacote também. – Eu vou só arrumar nossas roupas e a gente pode enrolar na cama mais um pouco até ir para SM.

E de fato seria o que Sooyoung iria fazer, mas Yeri logo pôs a bandeja de lado e agarrou as coxas de Joy a puxando-a para cama, beijando-a sem parar. – Volta aqui, você é meu café da manhã também.



Um paraíso no inferno, um lugar para não julgar ou ser julgado, vivendo em paz amando e sendo amado. Fruto de uma escolha de duas garotas, e um lugar muito hostil para se escolher ser feliz. Fruto da decisão de tentar, ciente dos riscos de se errar, de que talvez muito ainda vá ter que se perdoar, mas não importa. Ambas querem apenas ali naquela cama ficar, eternamente a se amar.
Então em caso você se preocupe com o futuro delas, caso a ideia de Joyri morrer te assombre se lembre da manhã de 18 de outubro, em um pequeno apartamento escondido nos subúrbios de Seul, onde elas não tinham medo. Ficar junto de quem você gosta é uma escolha, uma difícil, mas elas fizeram a delas. Então não tenha medo, tenha orgulho.






- Pequena vamos, a Irene ta ligando já.

- Calma, to procurando meu sapato, onde foi parar isso meu deus. Alias. – Yeri caminhava em um pé só pelo apartamento arrumando a roupa intrigada. – O que vamos fazer na SM hoje mesmo?

- Tem umas coisas para organizar com os produtores e as meninas, hoje é o dia do nosso comeback. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...