História Dupla Identidade ( Yoonmin ) - Capítulo 24


Escrita por: ~ e ~BTSHunt

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 269
Palavras 1.517
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Dcp a demora gente.


Saiuuuu.

Já Fiz o grupo no whats , quem quiser entrar o link é esse aqui ó:

https://chat.whatsapp.com/DpQSKb4VLLQ7Gr6x8Cq2RT


Entrem vou ficar mt Feliz em ter vcs lá ❤


Então. .. Será que o Yoongi se fudeu? Será? Ser ou não ser és a questão, WTF?


SEM MAIS DELONGAS , APROVEITEM ❤

Capítulo 24 - Blood Sweat e Tears


Fanfic / Fanfiction Dupla Identidade ( Yoonmin ) - Capítulo 24 - Blood Sweat e Tears

POV Narradora

Tudo parecia estar em câmera lenta, seu coração poderia ser ouvido com o silêncio que a sala se tornou após a frase de Jimin, “Nam, esse é o meu namorado, uma das novidades que eu ia te contar. ”.

Yoongi pensou em correr, pensou em chorar, pensou em milhares de coisas, em vez de fazer isso, ele fez o que ele faz de melhor: mentir.

- Prazer Nam, Agust D. - disse estendendo a mão direita a qual o rapaz pegou para apertar em um comprimento.

- Prazer... - disse com um sorriso amigável.

- Vamos almoçar todos juntos? Queria muito que você conhecesse o Nam, Agust. – disse Minie de uma maneira fofa até. -.

Pense rápido, pense rápido

- Não vai dar Minie, vim até aqui para te avisar que não vou poder almoçar com você hoje, uma cliente está precisando muito conversar e bom... não posso deixar meus pacientes, me desculpe.

- Tudo bem... - disse um pouco chateado – marcamos outra hora.

- É pode ser... Foi um prazer conhecer você Nam, até, mas Minie -disse abraçando o namorado e logo saindo da empresa.

Seu coração estava em pedaços, não importa quanto tempo passe ele nunca vai se esquecer daquele rosto, sentiu raiva de Nam por um momento, mas logo depois sentiu mais raiva de si mesmo, como ele pode ser tão. ...cruel ao ponto de não contar ao Minie? Covarde, isso que Min Yoongi é, um completo covarde.

Entrou em seu apartamento soltando fogo pelas ventas, primeiro foi o vaso de flor que voou em direção a parede, logo depois era a mesinha de centro a qual o caso ficava apoiado, depois um quadro, uma porta retrato, outro vaso de flor, um abajur e por último, um espelho a qual -obviamente – refletia sua imagem, a imagem que todos viam, mas poucos - ou ninguém – sabia o que guardava. Poucos sabem o que aqueles olhos escuros viram, o que aquela mão macia tocou, as palavras sujas que saíram de sua boca, e as expressões de nojo que fazia toda vez que terminava de violentar uma menina. Ele estava se sentindo o pior ser humano do mundo, e com razão, Min Yoongi era um monstro, ou não? Ou ele era apenas uma vítima feita pela ignorância de sua família e sociedade? Talvez se alguém tivesse conversado com ele, e descoberto o real motivo pela qual ele havia se envolvido com drogas, as coisas não teriam chegado aonde chegou não é mesmo? Tanta gente morreu, por causa da ignorância de algumas pessoas.

A raiva ainda estava em seu coração, será mesmo que era raiva? Aquilo estava mais com cara de culpa do que com raiva, desta vez não satisfeito de ter acabado com a sala resolveu acabar com o seu quarto também, seu braço passou por cima da penteadeira de madeira fina que tinha em uma da parede levando tudo que estava em cima dela para o chão, se encarou no espelho e deu um grito, um grito agudo, para tirar toda a dor e raiva que estava sentindo de si mesmo, mas não adiantava, aquilo não iria sair tão cedo.

Tomou alguns comprimidos sem receita médica e se jogou na cama, deixou seu corpo se entregar ao cansado, até que dormiu.

Acordou com o seu corpo molhado, ele estava suando frio, se levantou e foi até o banheiro, tomou um banho e vestiu uma calça preta, uma camiseta da mesma cor e um Allstar de couro, pegou um boné preto que tinha duas argolas na aba e colocou preso ao cinto, à espera do cabelo estar completamente seco.

Pegou o celular em suas mãos e foi até o apartamento de Minie, já era tarde, ele já deveria estar em casa, e ele estava.

Jimin pensou em abrir a boca para dizer algo mas foi surpreendido por um beijo, um beijo extremamente necessário, por ambas as partes.

O coração de Yoongi disparava cada vez mais que aprofundava o beijo, sua mente estava bagunçada ele não sabia o que fazer, mas naquele momento nada importava, Minie estava ali, entregue aos seus braços, beijos e carícias, ele pensaria no que fazer depois.

Sua mão estava depositada na nuca do rapaz o puxando para mais perto, a outra estava na cintura, fazendo os dois corpos estarem quase colados, uma das mãos de Jimin estavam depositadas no ombro do rapaz por enquanto que a outra acariciava seu cabelo.

Sincronia, química, paixão, desejo, sangue, suor e lágrima, era o que tinha naquele beijo. Sincronia pois os dois estavam em perfeita harmonia, química que era evidente em seus olhos que também transmitiam desejo, paixão era o que os dois sentiam acompanhado do sentimento amor, segue pois os dois estavam dando tudo de si para o outro , suor pelo nervosismo e lágrima pelas que escaparam do rosto de Agust ao se sentir culpado, mas não parou o beijo, pelo contrário, deu um impulso para que o rapaz subisse em seu colo prendo as pernas ao redor de sua cintura sem quebrar o contato do beijo. Yoon entrou no apartamento e fechou a porta atrás de si, se conduzindo até o quarto, se aquela fosse a última noite que teria de amor e prazer com o rapaz, que fosse a melhor de todas as outras.

Jogou o menor na cama, que por reflexo mordeu o lábio inferior, seus olhos clamavam por mais contato com o mais velho, que fez o que o rapaz tanto queria, contato.

Agust se pôs por cima de Jimin e levou uma de suas em sua nuca o trazendo para mais um beijo, por enquanto que a sua outra mão entrava por de baixo da camiseta branca do rapaz, arranhando com uma certa urgência, mordeu levemente o lábio do rapaz e depois desceu seus beijos para o pescoço do rapaz.

Minie tirou sua própria camiseta e depois fez o mesmo com a de Yoon, suas mãos pequenas e gordinhas deslizavam pelas costas do rapaz, arranhando com suas unhas pequenas, suspiros e mais suspiros saiam da boca de Min que podiam ser confundidos com os de Park.

Jimin trocou as posições ficando por cima do seu Hyung, arranhou seu abdômen, e aonde ele não arranhava, ele mordia. Tirou a calça jeans do rapaz juntamente com a box preta que ele usava. As pequenas mãos de e Minie rodearam o membro do mais velho, fazendo movimentos lentos e torturante, mas é mais contato. No lugar de sua mão a boca tomou conta da situação, a coluna de Yoongi arqueou com um gemido alto, suas unhas tentavam arranhar e descontar tudo que estava sentido nos lençóis da cama.

De lentos e torturante os movimentos foram para rápidos e mais prazerosos, por fim Yoongi se deu por vencido e se desfez na boca do menor, que sorriu vitorioso.

Seus lábios sumiram pelo mesmo caminho que desceram voltando para a boca do mais velho, e selou seus lábios, um beijo doce, Yoon pode sentir seu gosto na boca do rapaz, mas não teve certeza, na verdade ele não tinha mais certeza de nada depois daquele beijo, ele estava com a mente nas nuvens, era assim que ele ficava depois de ver Jimin, nas nuvens.

Com um sorriso extremamente provocante e pervertido Yoongi selou seus lábios com o pescoço do rapaz, deixando alguns selares molhados naquele local, chupões e mordidas de brinde.

- Eu não... aguento mais Jiminie... eu preciso de ter – cochichou no ouvido do mais novo, com uma voz rouca sexy, muito pornográfica por sinal.

- Mata seu desejo, Agust... de me ter juntamente com o meu te ter você. – cochichou no mesmo tom –

Aquilo foi um basta para Agust, voltou a ficar em cima do rapaz e conduziu dois de seus dedos para a boca quente do menor, ele intendeu o recado e é fechou a boca ao redor de seus dedos, até que Yoongi os tiram do local sem nem um aviso e deposita na entrada dele, agora foi a vez de Jiminie de arquear a coluna.

Agust deixou um sorriso pervertido escapar de seus lábios, logo seu membro se pôs no lugar de seus dedos, movimentos lentos para que o rapaz se acostumar se, alguns minutos depois as estocadas ficaram mais fundas, o quarto abafado, suspiros e gemidos por todo lado, sangue, suor e lágrima.

Foi questão de tempo para que Agust atingisse o ponto sensível do rapaz, que soltou um gemido alto logo depois, sentiu as mãos de Yoon ao redor de seu membro e gemeu alto novamente, era muita informação para pouco tempo, mesmo não conseguindo processar tudo que estava acontecendo, ele apenas aproveitou cada segundo, como deveria ser feito.

Jimin chegou ao seu limite e Yoongi logo depois pela segunda vez na noite.

Sem muitas forças, Agust levou Minie para o banheiro, ligou o chuveiro na água morna e entrou debaixo com o rapaz, seus lábios se encontraram com os do rapaz de novo.

- Eu te amo - sussurrou perante ao beijo.

- Eu também. - Respondeu Minie sem muito fôlego.

Não importa o que vai acontecer no futuro, aquela noite nunca mais será esquecida.


Notas Finais


Gostaram ? Escrevi correndo então dcp qualquer erro ♡♡♡


Apareçam fantasmas ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...