História E aí, eu conheci você. - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Red Velvet
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Seulgi, Suga, V
Tags J-hope, Seulgi, Suga, Yaoi, Yoonseok
Exibições 65
Palavras 977
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura, leiam as notas finais, desculpe qualquer erro~~
Seulgi bem amorzinho como capa <3

Capítulo 13 - O Plano


Fanfic / Fanfiction E aí, eu conheci você. - Capítulo 13 - O Plano

Três dias se passaram e Yoongi só sabia pensar naquilo que Hoseok lhe disse; Hobi contou toda a história para seus amigos, estes que lhe apoiaram e deram um enorme sermão em Yoongi e pediram para que concertasse tudo isso. Yoongi se sentia mal por isso, se sentia mal por ter feito Hoseok chorar, seu coração doía de uma forma tão intensa que ele mal conseguia aguentar. Queria dicas, conselhos, opções... mas só duas pessoas podiam lhe ajudar e, bom, digamos que essas duas pessoas se chamam Kim Seulgi e Kim Taehyung.

Yoongi encarava o celular, se perguntava se valia mesmo a pena ligar para eles apenas para pedir uma pequena - grande - ajuda; as palavras de "encorajamento" de Jin percorriam sua mente; "Deixe esse seu orgulho de merda e peça desculpas o mais rápido possível, antes que seja tarde demais", por mais que seja bruto, não deixava de ser verdade. 

"Ah, caguei, se alguma coisa der errado, pelo menos eu tentei" pensou enquanto pegava seu celular e discava o número da casa de sua irmã, esta que atendeu no segundo toque.

-Alô? -a voz de sua irmã ecoou -Quem gostaria?

-Hum... Oi, Seulgi. -disse meio receoso.

-Yoongi, quanto tempo! -a garota disse animada por estar ouvindo a voz do irmão depois de tantos meses -Por que ligou?

-Seulgi, eu meio que preciso de um conselho seu.

-É uma longa história, certo? -assentiu -Venha aqui em casa, estarei esperando.

E assim fez; terminaram a chamada e Yoongi foi para a casa de sua irmã caminhando, o que resultou quase 15 minutos de demora. Tocou a campainha e em poucos segundos a porta foi aberta, revelando uma Seulgi alegre e animada; abraçou seu irmão mais velho e o mesmo retribuiu - apesar de ter tido raiva dela quando se ela se apaixonou por Taehyung, ainda eram irmãos e isso nunca iria mudar -.

-Pintou o cabelo e nem me falou né, seu arbusto! 

-Há, olha quem fala, a pessoa que agora está loira! -disse de forma brincalhona, às vezes Yoongi sentia falta de toda sua áurea feliz, mas nunca conseguia voltar a ser o que era antes.

-Entra logo, viado -e assim fez, entrou em sua casa e se sentaram no sofá, colocando "o papo em dia". Conversaram e riram - sim, RIRAM - por cerca de uma hora e meia, até Seulgi lembrar o verdadeiro motivo de seu irmão lhe visitar

-Hey, você disse que precisava de ajuda, não? Então, o que é? -Yoongi fechou a cara e respirou fundo 

-Então, é uma longa história... -olhou para Seulgi, que estava com cara de "prossiga" -lembra de quando pedi o número do Hoseok? -fez que "sim" com a cabeça -Então, ele acabou entrando no nosso grupo, e se apegou demais à mim... você dizia que ele era hétero, mas ele está mais para um bissexual do que hétero -Seulgi ficou de boca aberta -então... ele meio que agia como criança, e isso me irritava muito e ele sabia, e tenho certeza de que fazia só pra me irritar, então... tinha vezes que eu perdia a cabeça e falava muitas merdas, coisas horríveis, que me arrependo muito de dizer... esses dias ele disse que havia cansado, e se confessou pra mim, disse que me amava mas estava cansado de ser tratado daquele jeito, e, hum, creio que ele não queira me ver nunca mais, nem pintado de ouro -no momento, Yoongi estava com lágrimas nos olhos e Seulgi estava pasma, não demorou muito e Seulgi deu um tapa na cabeça de Yoongi -Aiii, por que fez isso louca?! -falou enquanto massageava o lugar que ela estapeou

-Como pôde magoar o meu Hoseokinho, seu babaca?! 

-Eu já falei que estou arrependido, caramba! Além disso, eu não fiz por mal, nem era minha intenção!

-Você tem que pensar nos sentimentos dos outros também, seu merda! 

-Eu sei, Seulgi, eu sei! -soltou um suspiro sôfrego -eu fico tão mal ao perceber que eu apaguei toda aquela alegria e todo aquele brilho dele... se eu tivesse outra chance, eu trataria ele melhor que antes, ajudaria em tudo, nunca deixaria ele chateado ou... ou daquele jeito... -suspirou novamente e deixou uma lágrima cair; Seulgi sabia que seu irmão estava muito mal com isso, mas não sabia como ajudá-lo, de todas as burradas que ele já fez, essa foi a pior de todas.

Até ouvirem a voz da pessoa que poderia resolver os problemas de Yoongi.

-Amor, quem é esse? -olhou para Yoongi, desconfiado. Havia acabado de acordar e agora encontra sua mulher com um homem na sua sala, no mínimo suspeito; Taehyung não sabia que era Yoongi, por causa de sua coloração de cabelo e também porque ele estava de costas, Yoongi também não fez questão de se virar, não queria ver o rosto de seu ex-melhor amigo e antigo amor

-Taehyung! Que bom que acordou, assim poderá... pera, como assim "quem é esse?" -olhou para seu amado, que caminhava até o sofá e se sentava ao lado de Seulgi -é o Yoongi, claro! -Taehyung olhou para ela surpreso, e depois para o garoto de cabelo esverdeado, este estava limpando suas lágrimas com a manga de seu suéter 

-Mas... o que aconteceu? Por que ele está chorando? -foi para o lado de Yoongi, preocupado, e apertou um de seus ombros, em forma de carinho e apoio; Seulgi explicou toda a situação para Taehyung e o mesmo prestava atenção, sem interromper; já Yoongi, só sabia chorar silenciosamente -bom... de fato, é uma situação muito complicada, mas... está pronto pra fazer o que puder e o que não puder por ele, né? - Yoongi assentiu fungando, o olhando curioso -então vamos colocar meu plano em prática - Tae disse dando seu famoso sorriso retangular

Yoongi não fazia ideia do que seu plano se tratava, mas irá fazer o possível e o impossível para reconquistar Hoseok.


Notas Finais


Cheguei cedo né :v
Era pra eu ter postado ontem, mas estava com mto sono e n queria revisar
hj n postei mais cedo pq eu praticamente hibernei, acordei faz pouquíssimo tempo mas de boa
Espero q nao tenha ficado pequeno, de vdd
No próximo capítulo outra pessoa vai se confessar, pq essa pessoa n pode ficar desaparecida assim nao ( ͡° ͜ʖ ͡°)
Até o próximo capitulo galeris, comentem pfvr <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...