História E As Cores do Preto e Branco? - Long Fic - Sope. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga
Tags Drama, Romance
Exibições 25
Palavras 1.091
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Lemon, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi ^^
Bom então, espero que gostem da fic, eu ainda não tenho certeza se vai ter lemon, mas, vai ficar com essa restrição de idade caso eu resolva fazer. Bom, aproveitem, beijos com gosto de leite.
/Abacaxi-caxi/

Capítulo 1 - B And W


Fanfic / Fanfiction E As Cores do Preto e Branco? - Long Fic - Sope. - Capítulo 1 - B And W

•Cade você?•

Sinto uma luz quente contra meu rosto, sim era a luz do sol que vinha da janela que eu não me importava em deixar fechada, mas um dia... Mas um dia que ele se foi... Fas se três longos anos... Três longos anos que vivo sem suas brincadeiras, risadas, sorrisos, meu coração aperta... É pedir muito pedir para não estar vivo? Estar longe dele é a mesma coisa que a morte.... Mas estando vivo eu tenho a esperança que ele ira voltar... Apenas para ser meu...

Abro os olhos e sinto minhas pupilas se contraírem pela forte luz, fico pouco tempo quieto até sentir a coragem de me espreguiçar, as juntas de meus ossos estralavam e eu suspirava, inalo um pouco do ar da cidade grande e abro meus olhos inchados por dormir demais.... Desde que ele se foi... Tudo está errado.

- Mais um belo dia...

Tento dizer a pequena frase que mas sai como um sussurro baixo... Já era cedo e os carros faziam um barulho certamente insuportável o que me fazia revirar meus olhos doloridos... Levanto andando em passos lentos em direção ao banheiro.

Ele era a luz do meu dia, a alegria da minha alma a pessoa mais pequena e mais importante, sem ele meu mundo desaba eu não tenho mais o porque de viver e tentar ser feliz, ele apenas se foi, ele tambem se cansou de mim, assim como as outras pessoas, todas elas se foram, mas ele era o mais importante entre todos, ele vivia sempre tão alegre, nada o deixava triste, eu gostava de olhar em seus olhos e enxergar tudo oque ele me transmitia, mas, isso acabou, ele se foi, apenas se foi...

Sinto a água molhar meu corpo de repente, me fazendo arrepiar...

- Eu o amava tanto,... Porque ele se foi então?.

Continuo com meus resmungos, eu não tenho forças nem sequer para falar....

Os pequenos traços do mais novo vinham a minha mente, tão delicado, tão perfeito, tão fofo, poderia se desmanchar em meus braços se eu o apertasse com tamanha força, Hoseok, era assim que ele se chamava, ele gostava que o chamassem de Hope...

Realmente ele era a esperança da minha vida... Eu nunca tive muito pra fazer... E então ele apareceu.... Ele era tão amável... Ele era o dono dos meus sorrisos... Ele sabia... Então porque ele se foi?.

Usou as asas que tinha para voar, para ir pra longe de mim, meu anjo se foi, foi para longe de quem deveria proteger, longe de quem deveria amar... Mas ele não amava só a mim ele amava outras almas, amava a outras coisas, então ele não é só pra mim...

Abro os olhos olhando para o teto coberto pelo vapor da água quente que pouco queimava minha pele branca como açucar.... Desligo o chuveiro e saio do banheiro, o único lugar que me faz bem, o único lugar que me faz lembrar perfeitamente da pessoa que eu quero para mim...

Me seco olhando a mim mesmo pelo espelho.

Tão acabado, agora que ele não está aqui para cuidar de mim.

Visto minha roupa de sempre... Sim aquela preta.... Que inclui uma touca e uma máscara cirúrgica da mesma cor... Eu não queria que ninguem me visse... É horrível sofrer por amor é horrível querer alguém e não te-la ao seu lado...

Hoje é o meu primeiro dia com o psicólogo, eu fui obrigado a aceitar ajuda, depois que tentei me matar pela decima vez esse mês... Ninguém entende, só ele pode fazer a felicidade da minha vida... E agora sou obrigado a dizer sobre minha vida para os outros...

Suspiro já dentro do meu carro.... Aquele carro... O cheiro dele ainda está aqui... Desde que ele se foi eu não o uso... Mas quando estávamos juntos... Vivíamos viajando

Os detalhes das suas asas são magníficos, banhados pelo mais puro amor recebido, seria esse o meu amor? Me diga porque sofro tanto? Queria eu estar contigo, ao seu lado, você não me disse que era errado amar, você não me disse que era errado eu tentar, você sabia oque iria acontecer eu via em seus olhos tudo oque você queria me dizer, então porque você foi embora? E não levou meus sentimentos...

Estaciono o carro saindo do mesmo, havia muitas pessoas lá, meu olhar era baixo ninguém poderia me ver, ninguém, espero longos minutos até ouvir meu nome de uma moça que poderia ser chamada de secretária provavelmente, né Yoongi?.

Ando em direção ao mesmo local em que ela me guiou agora mesmo. Bato a porta ouvindo o típico 'entre' e logo entro obedecendo o chamado.

- Boa tarde senhor Min. Disse um homem velho com um sorriso no rosto. Sente-se por favor.

Apontou a uma cadeira a qual me deitei.

- Bom e então, porque está tentando se suicidar?. Ele pega o caderninho fazendo que a famosa cena de filme se tornar realidade.

- Ele não esta aqui. Respondo simplista.

- Quem?. Diz o mesmo curioso.

- ...

​•Flashback on•

​Eu estava bêbado em um típico bar onde ia todo dia usar alguma droga ou algo do tipo, eu estava de pé segurando um copo rindo e fazendo uma dança completamente estranha enquanto trombava em outras pessoas bêbadas.

Garotas se jogavam pra cima de mim e eu apenas me desviava. Eu não queria me 'pegar' com alguém, só queria beber e fazer de minha vida um lugar bom e feliz... Olho meu celular com dificuldade eram quatro da manhã, resolvo ir embora, saio tropicando pela rua com os olhos vermelhos pelas drogas e bebidas que tomei.

Começo a dançar no meio da rua.

As borboletas podem beber seu sangue, suor e lagrimas se elas tiverem oportunidade, mas e se você não tiver esses elementos? Então você não está vivo... E se eu não tiver alma? Então você está morto por dentro.

Sinto uma tontura forte e começo a cambalear na rua.... Um barulho alto e irritante ecoa por minha cabeça e eu tapo os ouvidos girando em volta de mim mesmo.

- Você é louco?. Ouço um grito.

Ouço a voz de alguém que nunca ouvi, olho para a direção que vem a voz... E tinha um carro parado ao meu lado, franzo o cenho erguendo uma sobrancelha.

- Quem.... é você....?. Eu mesmo digo com pouco de dificuldade.

O homem que estava ao lado da porta se aproxima de mim com um sorriso. Acho meio estranho alguém ser tão fácil de se conquistar assim.

​•Flashback off•

- Jung Hoseok. Falo ao psicólogo.

 

 

Continua....


Notas Finais


Bom, espero que tenham gostado da minha primeira fic aqui, até sexta-feira que vem. Sim eu pretendo postar toda sexta.
/Abacaxi-caxi/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...