História E não importa - Long Shot - Park Jimin - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Best Friend, Jimin, Love, Park Jimin, Romance Hetero
Exibições 350
Palavras 1.633
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HELLLLLLLLLO
~CHU

Capítulo 3 - Capítulo Três


Fanfic / Fanfiction E não importa - Long Shot - Park Jimin - Capítulo 3 - Capítulo Três

NARRADOR ON

YunHee acordara cedo como sempre. Segue a passos sonolentos até o banheiro onde fez sua higiene matinal, tomou um banho não muito demorado e vestiu seu uniforme. Arrumou os cabelos castanhos em duas tranças laterais em seguida fazendo uma leve maquiagem. Rumou para a cozinha para tomar seu café da manhã meio tristonha.

Senta-se a mesa sentindo falta de alguém. Lembrou-se que seu irmão havia casado e agora estava viajando com sua esposa para comemorar a lua de mel deles. Isso a fez sorrir. Seu irmão realmente estava feliz, ao contrário dela.

 

YUNHEE POV

-Bom dia filha. –minha mãe põe a mesa delicadamente.

-Bom dia Omma. –falo no automático.

-YunHee eu sei que é cedo pra isso, mas que show foi aquele que você fez no casamento de seu irmão querida? –falou com a voz calma que só ela tinha. Minha mãe é carinhosa até na hora de brigar.

-Eu só fiz o que achava ser certo Omma. Aquelas pessoas estavam sendo muito indelicadas com o Jimin e a senhora Park. –falei comendo um pedaço do bolo de laranja.

-Eu sei, mas precisava agir daquele jeito? E pior, você está namorando o Park? –Pior? Pior por quê? Juro que nunca vou entender...

-Eu só os defendi. Não fiz nada de errado. Além do mais, qual o problema de eu estar namorando um garoto que eu conheço desde os dois anos? –tomei a xicara de café terminando assim meu lanche.

-Filha ele é...

-Pobre? –a interrompi e a vi assentir.

-Não é bom que você namore um rapaz assim. –falou e eu estremeci de raiva, porém me contive.

-Prefere que eu namore um rico que acabei de conhecer do que um garoto que é praticamente parte da família? –perguntei e a vi engolir em seco.

-Não disse isso. –começou a retirar a mesa e eu a ajudei. Como sempre meu pai não toma café conosco por estar trabalhando de mais. –Você não conheceu o JungKook ontem...

-JungKook está em Daegu.

-Mas prometeu voltar. Não te prometeu? Ele é de uma boa família e...

-Tudo bem mãe. –a cortei. –Não se preocupe. Depois da cara que meu pai fez pro Jimin ontem duvido muito que ele volte a falar comigo. –dei-lhe um selar na bochecha e me despedi.

Como meu irmão está viajando hoje terei que ir a pé para a escola. No caminho lembrei-me do ocorrido ontem e fiquei muito triste. Peguei o ônibus e sentei-me a janela com os fones no ouvido. Encostei minha cabeça no vidro e deixei meus pensamentos voarem para longe daquele local.

 

NARRADOR ON

YunHee estava tão submersa em pensamentos que nem viu quando o ônibus parou e seu amigo Park entrou no mesmo.

Park paga a passagem e assim que passa a roleta vê sua amiga sentada no final do ônibus olhando para a paisagem através da janela, ela nem ao menos havia o visto ali. Estranhou o fato de YunHee estar pegando ônibus a essa hora, mas logo lembrou-se que era porque seu irmão não estava na cidade para leva-la.

Foi a passos lentos até a cadeira que a mesma havia sentado e cuidadosamente sentou-se ao seu lado. A mesma nem se importou com a presença de alguém ali até Park retirar um de seus fones.

 

YUNHEE POV

Estava concentrada na música enquanto via a desigualdade de Busan. Passando por bairros maravilhosamente cuidados em seguida passando por alguns nem tão cuidados assim. Reconheci o bairro de Jimin e assim o ônibus parou, mas nem me importei. Continuei encarando o nada pela janela rezando para que chegasse logo na escola.

Alguém sentou-se ao meu lado e eu resolvi apenas ignorar sua presença até essa pessoa retirar um de meus fones. Viro-me quase de imediato para a pessoa e dou de cara com um Jimin com um sorrisinho prepotente me encarando.

-Bom dia Hee. –falou baixo. Retirei o outro fone para ouvi-lo melhor.

-Bom dia Jimin. –falei e senti o clima pesar entre nós. Pela primeira vez na minha vida me sentia desconfortável ao seu lado. Para tentar quebrar o clima abri minha mochila e lhe entreguei um sanduíche embrulhado. –Sei que não tomou café. –falei e voltei minha atenção para a janela.

-Obrigado. –falou. –Ei. –chamou-me, mas eu nem me virei para si. –Ah, não faz isso. Não me ignora. –virei-me para si e o encarei. –Me desculpa por ontem eu te falei coisas horríveis. Você não é igual sua família. –falou e eu sorri.

-Tudo bem, eu te desculpo gorducho. –falei e vi-o apertando um botão avisando ao motorista que iríamos descer ali.

-Vamos? –falou e eu desci do ônibus junto com ele.

Chegamos ao portão da escola juntos e logo um garoto idiota veio fazer piadinhas.

-Vi você descendo do ônibus Hee. O Jimin passou a pobreza dele pra você? –falou e fez com que seus amiguinhos idiotas rissem também. Jimin já ia se pronunciar, mas eu o interrompi.

-Primeiramente não te dei o direito de me chamar Hee. Meu nome é MIN YUNHEE. –enfatizei. –Segundo, você sendo idiota... Seus amigos te contaminaram com a idiotice? –falei e vi-os ficarem sérios e o Jimin dar uma risadinha. –Terceiro, se vai mesmo exibir para todo mundo que comprou um tênis que provavelmente custou a sua casa pelo menos use uma blusa que combine porque você está parecendo um palhaço. Beijo Linda. –falei irônica puxando o Jimin comigo. Deixando o menino constrangido.

-Isso foi incrível! Você viu a cara dele quando você o chamou de “linda”? –falou Jimin rindo enquanto íamos em direção aos nossos armários. –Cara você é mesmo muito louca. –continuou rindo. Eu fechei meu armário e o encarei carinhosamente enquanto via um sorriso fofo em seus lábios. Fiquei assim por um tempo até que ele percebeu e me encarou de volta. –Por que está me olhando assim?

-Está muito bonito hoje Park. –falei. –Nos vemos na aula de ciências. –sai em direção a sala em seguida o sinal toca e me virei o vendo entrar na sala de química.

 

~*~

Vi um alvoroço na hora da saída e como uma boa curiosa que sou fui logo ver o que estava havendo. Dirigi-me a multidão rapidamente encontrando ali os cabelos alaranjados que eu reconheceria até do outro lado do mundo. Parecia briga, mas antes fosse.

Na verdade Jimin estava beijando uma menina.

Algumas pessoas falavam fazendo piadinhas do tipo “o pobrezinho perdeu o bv” e outros diziam tipo “mais um que caiu nos encantos da Hyuna” e eu simplesmente saio de lá.

 

JIMIN POV

Eu estava saindo quando uma menina me puxou e me prensou numa árvore.

-Olá Jiminzinho. –falou de forma fofa.

-Oi Hyuna. –falei sem dar-lhe muita atenção. Só que ela estava jogada em mim chamando a atenção de muita gente ali. Que começaram a se aproximar pra ver o que estava acontecendo, quando dei por mim já tinha uma multidão de curiosos ali.

-Sabe o que eu queria fazer a um tempo? –falou e eu dei de ombros tentado sair dali sem sucesso. –Isso. –se aproximou e me beijou. Ouvi um monte de gritos ao nosso redor. Ela pressionou seus lábios ainda mais contra os meus tentando me fazer retribuir, mas eu não retribuo. Juntei minhas forças e a empurrei. Não muito forte a ponto de fazê-la cair, apenas para fazê-la se afastar. –Está me rejeitando Park? –ela fala com um pouco de raiva.

-Estou. –falo pego minha mochila no chão e sumo no meio da multidão a deixando ali.

Vou em direção à saída fico esperado Hee. Que por sinal estava demorando muito.

 

YUNHEE POV

Não sei se foi a decisão certa ir embora sem o Jimin, mas ele estava fazendo coisas bem mais importantes então resolvi ir embora. Fui a pé mesmo pra pensar na vida.

Estava passando por um bairro nobre quando vi um carro importado me seguir. Óbvio que eu fiquei com medo né?!

Então comecei a andar mais rápido, porém a Z4 preta continuava a me seguir. Resolvi parar e encarar o motorista. Na verdade era um chofer então olhei para os vidros de trás.

-Oi linda. –ouvi enquanto o vidro se abaixava.

-Quem...? –Não pude terminar de falar porque dou de cara com JungKook. –JungKook?

-O próprio. –falou sorrindo. Abriu a porta do carro e saiu. Ele estava alto e muito bonito também. –Não vai dar um abraço no seu amigo Hee? –falou divertido e eu corri o abraçando apertado. –Você continua tão lindinha quanto antes. Ainda é a minha pequenininha. –falou e eu ri de encontro ao seu peito.

Eu sempre fui menor que ele o Jimin. Que na época tinham a mesma altura. Mas agora acho que Jungkook está maior que ele...

-Você... Quando foi que...? –me perdi nas minhas palavras.

-Cheguei ontem. Eu não viria, mas lembrei de que tinha uma promessa firmada com uma anã. –falou e sorriu ao ver minha cara emburrada.

-Aish... –soquei de leve seu braço.

-Quer carona? –falou.

-Quero. –falei e entramos no carro. –Ainda mora no mesmo lugar? –perguntou prestes a dar o endereço ao seu motorista.

-Sim. –assentiu e deu o endereço ao motorista. –Ainda lembra? –perguntei sorrindo.

-Óbvio. Do Jimin também. –falou.

-O Jimin não mora mais lá. –falei e ele franziu o cenho.

-Sério? Por que?

-É que aconteceram umas coisas... –comecei a explicar para ele toda a situação do Jimin e nossa amizade mal vista pelos outros.

-Nossa e você ainda anda com ele? –perguntou surpreso.

-Lógico! Jimin é meu amigo independente da situação. –confessei.

-Sei que acabei de chegar, mas acho melhor você se afastar dele ou ficará mal vista Hee. –falou e bebeu um líquido estranho de uma garrafa. Estranhei JungKook dizer aquilo, já que Jimin também era seu amigo.

-Ele também é seu amigo Kook. –falei.

-Depois disso... não mais. –o encarei incrédula. No que JungKook havia se tornado?!

 


Notas Finais


HUN ENTÃO É ISSO AMORES <3
perdoem-me por qualquer erro
Obrigada por lerem
Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...