História E não importa - Long Shot - Park Jimin - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Best Friend, Jimin, Love, Park Jimin, Romance Hetero
Exibições 478
Palavras 1.589
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


ooooie
atrasei né?
mais foi só um dia relevem
~chu

Capítulo 4 - Capítulo Quatro


Fanfic / Fanfiction E não importa - Long Shot - Park Jimin - Capítulo 4 - Capítulo Quatro

-Senhor, por favor, pare o carro. –falei para o motorista que prontamente parou o carro a duas ruas da minha casa. JungKook me encarou com o cenho franzido, porém nem deu tempo dele se pronunciar e em poucos minutos eu já estava fora do carro.

Não acredito que um dos meus melhores amigos havia se tornado fútil e medíocre igual minha família. JungKook costumava ser muito doce e carinhoso comigo e com o Jimin e agora eu mal reconheço esse ser a minha frente. Seria melhor se ele não tivesse voltado.

Fui andando com toma de decepção. O carro continuava me seguindo.

-Hee, não sinta a dor dos outros. Não deveria se martirizar por causa do Park. –falou tranquilo.

-DEVERIA SIM. PORQUE É ISSO QUE OS AMIGOS FAZEM! E SE VOCÊ VAI TRATA-LO COM UM INDIGENTE A PARTIR DE HOJE, ME TRATE TAMBÉM E FINJA QUE NUNCA NOS CONHECEU JEON JUNGKOOK! –cuspi as palavras em sua direção já chorando muito. Chorava tanto que senti a gola da minha camiseta encharcar.

-YunHee calma...

-CALMA O CARALHO. VOCÊ NÃO SABE O QUANTO QUE O JIMIN SOFRE TODOS OS DIAS POR CAUSA DE JULGAMENTOS ALHEIOS. VOCÊ É UM IDIOTA IGUAL TODO MUNDO. –gritei. Em poucos minutos já estava na porta da minha casa. Estava me preparando para entrar quando JungKook desce do carro e segura meu braço.

 

NARRADOR ON

Jimin fica preocupado com YunHee e resolve ir até sua casa para ver se a mesma já havia chegado, ele pegou um atalho e quando chegou na esquina da casa de sua amiga ouve gritos vindos da mesma.

-CALMA O CARALHO. VOCÊ NÃO SABE O QUANTO QUE O JIMIN SOFRE TODOS OS DIAS POR CAUSA DE JULGAMENTOS ALHEIOS. VOCÊ É UM IDIOTA IGUAL TODO MUNDO. –ele paralisa. Com quem será que ela está falando com tanta raiva? Pergunta-se o jovem Park. Ele nunca tinha a visto tão alterada.

-YunHee pelo amor Deus para de gritar. –Jimin se assusta ao ver JungKook segurando os braços de YunHee com força. –Eu não disse nada de mais, apenas que você não deveria ser vista andando com pessoas inferiores. –falou e Jimin franziu o cenho.

-O JIMIN NÃO É INFERIOR A NINGUÉM. –a mesma grita. –INCLUSIVE ELE É MELHOR QUE VOCÊ. –falava enquanto chorava. Jimin começa a se aproximar dos dois a passos lentos ouvindo toda a conversa.

-Melhor? Tá bom. –riu. –Olha o carro e as roupas que visto. Eu sou melhor que ele em tudo cara YunHee. –soltou os braços da mesma.

-Você pode até ser JungKook, mas pare de confronta-la assim. Por acaso esqueceu que ela é teimosa? –Jimin aparece perto dos dois com voz calma.

JungKook o encara surpreso.

-O que esperava? Um mendigo? –Jimin pergunta.

-Sinceramente? Sim. –JungKook fala com prepotência na voz.

-Resolveu aparecer? –Jimin pergunta sério. Ele não estava gostando nada de ver YunHee tão abalada. Ele estava com raiva por saber que o garoto que ela tanto falava havia a feito chorar. Fecha os punhos e os coloca dentro dos bolsos da calça.

-Pois é. –deu de ombros. –Vim visitar meus queridos amigos. –olhou para YunHee que continuava chorando. –Outros nem tão queridos assim. –encarou novamente o jovem Park e Jimin sorriu.

-Legal. Hee? –Jimin a chama com uma voz calma. –Está tudo bem com você? –pergunta.

-Claro que está. Ela está comigo. –JungKook responde.

-Eu perguntei para ela. –YunHee encara os dois garotos que agora estavam se enfrentando como nos velhos tempos.

Ela se lembrara da infância deles, na qual Jimin e Jungkook sempre brigavam pela atenção dela. Ela achava até fofo, mas agora não parece tão fofo quando são dois homens formados se encarando mortalmente.

A senhora Min, mãe de YunHee parece no portão chamando a atenção dos três.

-O que está havendo aqui... JungKook? –pergunta a mais velha e fica espantada por ver o moreno ali em sua frente. –E Jimin? –encara o ruivo. –YunHee pode me explicar? –a senhora Min abre o portão. A menina apenas nega com a cabeça cabisbaixa. –Tudo bem então... Então vamos JungKook entre para o jantar. –Min fala. E JungKook assente. –Entre YunHee. –falou autoritária. Já era de se esperar que a mais velha não convidasse Jimin. O que fez JungKook sorrir vitorioso.

-Não. –a menina respondeu surpreendendo a todos.

-Como é? –sua mãe fala com um tom raivoso.

-Entrem vocês. –falou encarando séria sua mãe. Pela primeira vez em anos YunHee confrontara a mais velha.

-Está me afrontando? Quer ser expul...

-ENTÃO EXPULSE-ME! –interrompeu a mãe. –EXPULSE-ME DE CASA! FAÇA O QUE QUISER! EU NÃO AGUENTO MAIS ISSO. –falou chorando e se dirigiu a Jimin. JungKook a encarava incrédulo. –QUE SEJA FEITA A TUA VONTADE. –disse fria para a mãe e saiu andando nas ruas escuras com Jimin atrás.

 

JIMIN POV

-YUNHEE ESPERA! –gritei e a fiz parar. –Pense bem no que está fazendo. –falei. –Não quero que estrague sua vida por minha causa. –segurei seu rosto entre minhas mãos. –Volte para lá. –falei e a mesma virou um pouco o rosto encarando sua mãe e JungKook ainda no portão de sua casa.

-Mas Jimin você...

-Eu vou ficar bem pequena. Eu sempre fico. –selei sua testa. –Volte pra casa e peça desculpa a sua mãe. Mais tarde entre no kakao e me comunique como está. Não fique com medo Hee, eu prometi nunca te deixar. –sorri tentando reconforta-la e ela sorriu minimamente, em seguida assentiu. Afastou-se de mim e foi em direção à sua mãe.

No meio do caminho se virou pra mim e disse:

-Não importa o que aconteça Jimin eu é que nunca vou te deixar. –meu coração bateu forte com tais palavras e não pude deixar de sorrir.

-Obrigado. –respondi singelo e segui meu caminho para casa.

 

YUNHEE POV

Teria que encarar meus pais, mas duvido muito que viesse um sermão enquanto JungKook estivesse conosco. Então simplesmente passei pelos dois pelo portão e fui em direção ao meu quarto me arrumar para o jantar. Optei por um vestido preto com um espartilho embutido e meus cabelos longos soltos.

Retirei toda a maquiagem no banho e desci com a cara lavada mesmo.

Sentei-me ao lado de meu pai a mesa ficando de frente para JungKook que estava ao lado de minha mãe. Ele passou a me encarar e eu simplesmente desviava meu olhar do seu toda vez que os mesmos se encontravam.

-Então JungKook soube que se formou mais cedo? –meu pai perguntou.

-Sim senhor. Fui o melhor da classe então me passaram mais cedo. –falou singelo todo orgulhoso de si. JungKook sempre fora um rapaz muito esforçado nos estudos.

-E está fazendo faculdade agora? –foi a vez de minha mãe perguntar.

-Não senhor. Estou esperando o resultado do concurso que fiz para me alistar a policia. –disse. Confesso que fiquei surpreso. Jamais imaginaria JungKook sendo policial.

-Hum. –meu pai falou. –Está tudo bem YunHee? Está tão calada... –ressaltou.

-Tudo meu pai. Só estou um pouco cansada. –falei sem animação alguma.

-Verdade. Minha filha anda estudando muito ultimamente não é? –sorriu e eu o acompanhei. –Desde pequena tem o sonho de ser enfermeira. –falou em tom de orgulho.

-E vai conseguir. Sei que vai. –JungKook falou doce. Havia me esquecido o quão fofo ele pode ser. Mais sei lá, com o incidente de cedo já não o vejo com os mesmos olhos... Forcei um sorriso em sua direção apenas porque minha mãe me encarava mortalmente.

 

~*~

Minha mãe insistiu para que eu JungKook fossemos para o quarto para conversarmos sobre a viagem dele e eu apenas assenti para não causar mais confusão. Enquanto subia as escadas pensava se Jimin havia chegado bem em casa e se havia arrumado algo para comer já que hoje não irei levar comida para ele jantar...

-Hee. –alguém me tirou de meus devaneios.

-Oi. –falei friamente e ele me encarou.

-Desculpe. Eu não deveria ter falado daquele jeito. –disse calmo. –Havia me esquecido o quanto você e Jimin eram unidos. –falou com desgosto. Ciúmes?

-Nós três éramos. –falei.

-Não. Você e ele eram e eu e você. Não nós três. Sinceramente eu e Jimin só andávamos juntos por sua causa. Por que ambos tínhamos e temos muito carinho por você. –falou e eu analisei os fatos, realmente o que ele disse é verdade.

-Hun... –disse ainda chateada com ele.

-Ah qual é? –se aproximou e me abraçou. –Eu senti muito a sua falta pra você me ignorar agora. –falou perto do meu ouvido. Ele apertou minha cintura por cima do vestido e apoiou a cabeça no meu ombro escondendo seu rosto ali.

JungKook costumava me abraçar assim sempre. Ele e Jimin têm a mesma mania de apoiar a cabeça em meu ombro quando vão me abraçar.

Lembre-me no dia que Kook havia tirado “nota baixa” em uma prova e ele começou a chorar. Tive que afagar seus cabelos para fazê-lo parar e ele apertou minha cintura por cima da blusa e escondeu seu rosto na curvatura do meu pescoço como agora. Aos poucos ele foi se acalmando e logo depois estava sorrindo.

-Lembro que me sentia protegido quando te abraçava assim. –falou e eu involuntariamente sorri.

-Lembro que gostava quando eu fazia isso. –disse me referindo a um cafuné. Passei a mão em seus cabelos pretos.

-Ainda gosto. –confessou.

-Não se acostuma. Não somos mais crianças. –falei e ele se afastou um pouco olhando no fundo dos meus olhos.

-Algumas coisas da infância nunca mudam Hee. –disse convicto. Senti que ele fala sobre outra coisa ainda mais profunda que um simples abraço.

Mas fiquei com medo de perguntar o que era.


Notas Finais


então é isso
Me perdoem pelos erros
#TEAMJIMIN #TEAMKOOK


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...