História "E se...?" - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo
Personagens Frank Zhang, Hazel Levesque, Jason Grace, Leo Valdez, Nico di Angelo, Percy Jackson, Piper Mclean, Will Solace
Tags Drama, Hazel, Hdo, Hentai, Lazel, Leo, Lezel, Pjo, Romance
Exibições 59
Palavras 1.095
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ola amores!!!
sim eu não consegui me segurar e tive que começar a postar JA!
eu estou pra fazer e postar essa fic a meses e estava enrolando por causa de uma crise de criatividade mesmo, mas ela passou e agora estou a todo vapor.

deixando claro que eu shippo SIM Frazel, MAS.... Lazel pra mim é aquele shipp impossivel qu você sabe que não vai acontecer, mas ainda assim shippa freneticamente com todas as forças kkkk
bom, essa fui eu em HDO e sou até hoje. até porque eu simplesmente amo o Leo e a Hazel e simplesmente ODEIO A CALIPSO. (só para vocês saberem).

esse primeiro cap está pequeno, e vocês podem achar confuso, mas tudo vai ser explicado ok!?

ps: relevem que eu simplesmente esqueci que eles tem cerca de 14 anos só então finjam que eles tem mais kkkk obg de nada ;x

espero que gostem e me digam o que acharam porque estou depositando muita coisa de mim nessa fic. <3

Boa Leitura <33

PS CAPA: AMO ESSA IMAGEM/CENA DE SURTAAAR!!!!

Capítulo 1 - (Eu acho...)


Fanfic / Fanfiction "E se...?" - Capítulo 1 - (Eu acho...)

Pov. Hazel

 

Você acha que já passou por tudo quando morreu, voltou a vida, lutou contra Gaia duas vezes e ainda mora em um acampamento romano com centenas de semideuses.

Com isso eu apenas achava que já tinha passado por tudo, até me deparar com a figura élfica e familiar de Léo Valdez naquele holograma.

Tudo começou ai, quando eu o vi pela primeira vez e achei que fosse o Sammy. 

Oh Sammy... Como eu sentia sua falta... Mas Léo Valdez não é o Sammy Valdez.

Apesar do mesmo senso de humor inabalável e da aparência, eles eram bastante diferentes. Sammy tendia a mesmo fazendo suas palhaçadas ser mais sério que Leo, não que o garoto não soubesse falar sério, mas isso era muito raro.

Porém Leo apesar de desleixado era extremamente charmoso. Eu não sei dizer se o via assim por sua semelhança a Sammy, mas aquilo me perturbava sem igual.

O problema era: Eu ainda amava o Frank. 

Foi ai que me peguei pensando: E se fosse possível amar duas pessoas ao mesmo tempo? O quanto cruel Eros/cupido podia ser?

Tudo piorou naquela noite no Argo II quando mostrei a Leo sobre nossa ligação.

Senti-lo tão próximo a mim, quase como parte da minha alma, dividindo lembranças e emoções, tudo isso fez com que eu me sentisse ligada aquele garoto que tanto me intrigava.

Eu lutei contra isso. Com todas as minhas forças, eu lutei. Mas nada parecia adiantar, na verdade parecia que quanto mais eu lutava para me afastar mais tinha a necessidade de me manter perto de Leo Valdez.

Então em uma das nossas últimas noites no Argo II antes de chegarmos a Atenas Leo bate em minha porta pela madrugada.

Atendo sonolenta e forço um sorriso a ele que entra tímido e fecha a porta atrás de si.

- desculpa te acordar. - Disse ele sem me olhar. Parecia nervoso.

- está tudo bem Leo? - Pergunto com receio.

Ele parece ficar ainda mais nervoso e aquilo já estava me preocupando.

- sim. Na verdade... - ele me olha fixamente nos olhos me fazendo arrepiar com aquele olhar decidido. - vamos chegar a Atenas pela manhã e talvez Gaia desperte e como não sabemos se continuaremos vivos eu queria... - ele engole seco.- falar com você.

O analiso com cautela.

- certo. Pode falar. - Incentivo, mas estava ansiosa. Parecia que todo meu corpo ia entrar em combustão e explodir.

Leo ficou me olhando por um tempo até dar um passo à frente e pegar minha mão o que me surpreendeu. Ele era incrivelmente quente como já esperado, mas mesmo com calos suas mãos eram macias. 

- eu gosto de você Hazel. - Disse firme como se tivesse juntado toda sua coragem para dizer aquilo. Meu coração parou e eu abri a boca para falar, mas ele me cortou levantando um dedo. - Eu sei que você namora o Frank. Eu sei que você ama ele e sei que qualquer sentimento que você tenha por mim é ligado ao Sammy, mas eu queria te dizer isso. Dizer caso o mundo acabe amanhã que eu gosto de você.

Leo disse tudo isso com os olhos castanhos fixos nos meus. Eu nunca tinha visto ele tão sério e sincero, tentei me decidir se ficava triste ou feliz com aquilo. Triste porque talvez o mundo acabaria e eu não teria a chance de entender o que sentia por aquele garoto e feliz porque pelo menos agora eu sabia que ele sentia algo também, mesmo que não fosse a mesma coisa ainda assim era algo.

Fiquei estática o olhando sem saber o que fazer ou dizer até me recuperar do choque.

- Leo.... Eu.... Eu não sei o que dizer. - Admiti e ele sorriu como sempre travesso.

- Não diga nada. - Ele se aproximou mais de mim e colocou sua outra mão em meu rosto. Eu paralisei com sua proximidade. - Apenas me deixe fazer isso pelo menos uma vez. - Sussurrou docemente e a partir daí tudo pareceu desacelerar me permitindo ingerir cada sensação e detalhe.

Com os olhos castanho-escuro nos meus, firmes e decididos, Leo se aproximou até quebrar a distância entre nós e selou nossos lábios. O vi fechar os olhos e sem perceber tinha feito o mesmo. A primeira sensação que tive foi da maciez e o calor de seus lábios nos meus, depois uma explosão louca e confusa de sentimentos me percorreu.

Eu jamais saberia definir aquilo, mas posso garantir que nunca havia sentido nada igual, nem com Frank ou até mesmo Sammy.

Naquele momento eu não conseguia pensar se era certo ou errado, se o mundo ia acabar ou não, onde estávamos ou com quem estávamos. Minha mente foi tomada pelas sensações que Leo Valdez me proporcionava.

Leo pediu passagem com sua língua que eu dei sem conseguir resistir, quando percebi já estava retribuindo seu beijo com minhas mãos em seu peitoral magro e quente.

Ele parecia degustar tanto daquele momento quanto eu. Sua língua passava lenta e deliciosa pela minha, ele parecia querer prolongar aquilo, fazer durar, o que eu não reclamei.

Quando nos separamos pela falta do ar ele me deu mais um selinho demorado. Abri os olhos encontrando os seus em expectativa em mim.

- acho que agora posso morrer em paz. - Disse com seu sorriso travesso típico o que fez meu coração ter uma mistura de frio e calor.

- Leo.... Eu... - minha voz não saia direito e eu estava querendo me matar por isso.

- tudo bem Hazel. Apenas finja que isso não aconteceu. - Ele disse tranquilamente e se virou para sair.

Em um impulso involuntário eu peguei seu pulso o impedindo de sair. Leo me olhou confuso e curioso, abaixei os olhos me sentindo corar.

- eu.... Também gosto de você. - Falei constrangida. Minha voz saiu como um sussurro quase inaudível.

Senti ele enrijecer em minha frente e depois voltar a se virar para mim. 

- mas e Frank? - Perguntou baixo, porém totalmente incrédulo.

Apertei os olhos tentando respirar novamente.

- eu sei, eu sei! É horrível... - murmurei culpada.

Depois de um momento Leo pegou meu queixo o puxando para olhá-lo. Ele tinha um sorriso ainda incrédulo, mas também sonhador como se aquilo não pudesse ser real.

- você está falando isso para me agradar? - Perguntou intrigado e eu tentei não sorrir negando com a cabeça. Ele suspirou aliviado e sorriu abertamente. - Então, eu acho que te amo Hazel Levesque.

Dito isso ele me puxou para outro beijo que aceitei sem hesitar.
 


Notas Finais


"E se fosse possível amar duas pessoas ao mesmo tempo? O quanto cruel Eros/cupido podia ser?"
o quanto minha gente!?
vocês ja passaram por isso? amar duas pessoas ao mesmo tempo? me contem! \o/

pequeno eu sei, mas melhora acreditem ;)

eae o que acharam!? rápido demais!?
não se esqueçam que eles achavam que poderiam morrer e o mundo acabar no dia seguinte, então sejam compreensíveis.

espero que tenham gostado e continuem gostando porque tem muita treta louca e romance dos bons por ai.
sim, sou uma romântica incurável! ;x kkkkk

beijoooos ;*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...