História E se? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Suga, V
Tags Comedia, Filme, Jikook, Kookmin, Romance, Taegi, What If
Visualizações 25
Palavras 2.876
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


IAI GALERO
demorei para atualizar mas aqui estou eu bbs.
Leiam devagar e aproveitem o capitulo <3
Ah, se encontrarem um errinho ( porque a gente sempre corrige mas toda vida tem um erro teimoso que passa despercebido ) desconsiderem, meu pc tá com umn probleminha na tela ai pra corrigir fica dificil :/
Até as notas finais

Capítulo 2 - Contos de Fadas


Fanfic / Fanfiction E se? - Capítulo 2 - Contos de Fadas

Contos de Fadas




 

Após mais um dia exacerbado de tédio e vontade de me jogar na frente de um caminhão, ou qualquer outro veículo que me cause uma morte instantânea, chego em casa e me deparo com Renjun jantando na mesa da cozinha. Uma voz feminina circula no cômodo e logo Sooyoung, que aparentemente procurava um brinco que caiu no chão, levanta-se e pega sua bolsa na mesa enquanto deposita um beijo suave na testa do menor.

 

- Vou precisar que fique com ele hoje. - diz vindo em minha direção e depositando também em mim aquele mesmo beijo suave.


 

- Que horas você volta? - pergunto indo até a sala e me sentando no sofá


 

- Se o encontro for bom volto meia noite, se for ruim as oito. - responde sorridente

 

Renjun vem em minha direção e senta ao meu lado no sofá. Eu definitivamente era bastante apegado ao Renjun, mas não o via como um sobrinho ou um filho, mas sim como um irmão mais novo, já que durante toda minha infância foi Sooyoung que supriu a falta que eu sentia de minha mãe enquanto esta se encontrava trabalhando no hospital.

 

- Ok meninos, eu vou indo. Jungkook sem sorvetes ou guloseimas, e nada de assistirem filmes de terror até tarde. Se eu não voltar às oito você não deve me esperar para mandá-lo dormir. Comportem-se. - diz autoritária e presta.

 

[ 20h40 ]


 

Eu e Ren estamos passando todo esseo tempo fazendo tudo aquilo que não nos foi permitido, não pense vivenciamos grandes aventuras como naqueles filmes infanto-juvenil onde crianças entram em guarda roupas ou recebem cartas mágicas, apenas estamos tomando muito sorvete e comendo guloseimas enquanto assistimos filmes de terror antigos proibidos para menores.

 

- É melhor fechar os olhos - comento pegando um punhado de pipoca e levando até minha boca, aguardando mais uma cena de carnificina pesada.

 

De relance observo que o menor não me dá ouvidos e mantém-se atento ao filme.

 

- Pronto já pode abrir.

 

Repentinamente ouvimos o som rude da porta sendo destrancada, e como dois meliantes prestes a serem pegos, nossa  reação é nos livrar o mais rápido possível das provas. Rapidamente mudo para o canal infantil enquanto o moreno ao meu lado esconde as nossas gordices embaixo da mesa de centro.

 

- Soo? É você? Já está de volta? - pergunto tentando ganhar tempo


 

Com um semblante desesperançoso a mulher da casa surge na porta da sala, distribuindo suspiros pesados ao ambiente, joga-se de forma enfastiada entre mim e Renjun, por alguns segundos ela permite-se apenas descansar, seu olhar marejado indicava de forma clara o resultado negativo daquele encontro. Como uma mãe e irmã mais velha experiente, ela pega o controle e volta para o filme de terror, com seus pés já descalços puxa a toalha da pequena mesa de centro e pega o pote de sorvete, logo proferindo uma enorme colherada na boca enquanto ajeita-se de forma confortável ao sofá apoiando-se em meu ombro e novamente suspirando. Seus suspiros soavam para mim como um apelo, um pedido de consolo, eu entendia bem aquela sensação. O mais novo entrelaça seus dedos aos dela enquanto eu a deito em meu colo… Eu não sei quando a vida ficou tão fria conosco, mas diferente dos demais da família, nós sempre éramos fiéis uns aos outros e de fato Ren, Soo e Taehyung são os únicos a quem posso chamar de minha família.

 




 




 

 

As pessoas vem ao cinema com seus namorados e amigos, ou com seus pretendentes e boa parte das vezes não vem para assistir o filme, mas eu me sinto fascinado pelo universo do cinema e sempre que posso frequento o cinema sozinho, aproveito o filme de forma tranquila e procuro vir nos dias em que poucas pessoas vão.

Essa é a penúltima semana de cartaz do filme A Bela ea Fera, eu não sou muito fã da Disney como estúdio, mas os contos de fadas, em especial os antigos, produzidos pela Disney me deslumbram e é por isso que eu vim ao cinema numa quarta à noite assistir a adaptação desse classico, o movimento está pouco e o clima agradável. Eu definitivamente concordo que a história é de longe a melhor e que eu mais gosto dentre todos os contos de fadas, e pela excelente adaptação do filme ele também passará a ser meu favorito, Emma Watson numa atuação impecável e as cenas que mostram como o amor entre a bela ea fera surgiu de forma verdadeira e gradativa. Em algum momento, talvez na cena do beijo, lembro-me da sensação de um beijo e lembro-me do quanto essa sensação me faz falta, lembro-me de Mingyu e por uma fração de segundo o rosto do Jimin passa pela minha mente acompanhado do seu incrível estado civil, que me faz sentir vontade levar um tiro por ter o conhecido a apenas uma semana e já sentir sua falta, sendo que nem amigos nós somos, ele não passa de alguém que eu conheci numa festa qualquer em um dia qualquer, mas mesmo assim eu tenho sonhos com o sua pele tom de mel e com seu sorriso doce e com todas as suas características que grudaram na minha mente mesmo com o nosso curto período de conversa, tenho sonhos com um garoto  que conheci num dia qualquer… Eu definitivamente odeio a sensação de parecer uma menina de 17 anos que tem paixonite por alguém aleatório  num ônibus aleatório, e passa meses pensando nesse alguém cujo ela não sabe o nome… Eu me odeio bastante.

 

 

Após o término do filme eu me dirijo ao banheiro, cinemas são meu lugar favorito mas não posso deixar o fato de que todo mundo vem aqui passar direto, então sim, eu vou no banheiro apenas lavar minhas mãos.

Saio pela porta do cinema e sinto uma vibração na coxa esquerda, vinha do meu celular e era mensagem de ninguém mais ninguém  menos que Kim Taehyung.

 

Mensagens

 

Taehyungore: Eu tô muito assustado me ajuda sério mesmo

 

Eu: O que foi????¿?

 

Taehyungore: Yoongi tá dormindo aqui, a gente transou de novo, ok, e foi muito bom mas estranho porque quando terminamos ele me pediu pra ser sempre verdadeiro com ele porque ele tava fazendo sacrifícios aí eu tô meio bêbado ainda e na hora respondi ok e depois fomos assistir um filme eu escolhi aí coloquei Iron Man ai ele olha na minha cara e diz “ Você não ia colocar um filme? “ E eu falei ue eu coloquei ai ele disse aquilo que ele não podia dizer jamais “ Esse negócio aí não é filme é uma porcaria dentro de uma embalagem de plástico “ aí eu falei ''poxa é mesmo confundi com Star Wars'' - ele me disse que é Star warsbosta fã - e falei que o filme era seu e que eu detestava ai eu coloquei Star warslixo e fingi entender tudo mas eu nao gosto de star wars e nao entendi nada o que eu faço??? Isso conta como ser falso com ele? Não estava na minha lista namorar alguem com os gostos diferentes dos meus eu posso até respeitar qualquer outro gosto eu respeito até alguem que gostou do final de Lost... MAS STAR WARS????

 

Eu: Então primeiro você aprende a usar uma vírgula. Esse seu texto parece um rap. Segundo: Eu no seu lugar já teria ateado fogo na cama com ele em cima. Não basta gostar de Star Wars, tem que não gostar de Iron Man junto? Decadência. Terceiro: Tô no meio da rua e quarto: Você tem 23 anos e é um adulto de bosta, se vira meu irmão.

 

Taehyungore: Você tem 22 e é um amigo de bosta, espero que tropece na rua e sua cara bata na merda de um cachorro.

 

[Offline]

 

Bloqueio o celular e guardo-o no bolso, as conversas com Taehyung, apesar de estranhas para caramba, me faziam melhorar já que ele é a única pessoa com quem eu consigo ser eu mesmo.

Eu não caí de cara na rua, como Tae havia desejado, mas meu olhar bateu no lugar errado e eu penso: Eu devo ter sido um puta cara de merda na vida anterior, eu devo ter matado crianças e me masturbado pensando em animais, ou me banhado com sangue humano, porque eu sou um grande azarado de merda. Uma semana inteira aproveitando a chance que a vida tá me dando de esquecer Park Em Relacionamento Sério Jimin e me livrar do peso de apaixonar-me pela pessoa errada, mas não né, a vida me apronta uma dessas e olha só quem está parado na porta do cinema a apenas alguns metros de distância usando o celular, e provavelmente falando com seu lindo e maravilhoso namorado?

Isso mesmo o Park Jimin, o que namor, aquele lá, o unico cara no mundo que eu não posso ter.

Pego novamente o celular do meu bolso e vou fazer qualquer coisa aleatória, tipo ficar passando a barra de aplicativos, só pra não ter o desprazer, ou o prazer, de o olhar novamente.

Mas como a minha vida é um mar de azar, um motorista de táxi para o carro entre nós e buzina, “ Vocês vão querer uma corrida? “ ele pergunta fazendo Jimin levantar o rosto e olhar inicialmente para o táxi e logo voltar o olhar para o meu.

 

- Não, a gente tá bem. Obrigada - digo ao taxista enquanto guardo o celular no bolso novamente.


 

- Oi - o loiro diz aproximando-se

 

- Oi, eu não te vi aqui, parado na minha frente. - digo sem ânimo

 

- Eu também não. - responde sorridente.

 

- Vim assistir a Bela ea Fera.

 

- Desculpa Jungkook, eu não vi você lá dentro, eu vim sozinho.

 

- É eu também.

 

- Meu namorado ia vir comigo, mas ele ficou trabalhando então eu vim sozinho, eu gosto de vir no cinema sozinho. Acho legal que também tenha vindo sozinho. - comenta

 

- É, super legal  - concordo irônico.

 

Você pode pensar, pelas minhas palavras curtas, que a gente acabou dizendo um simples “ até logo “ e cada um ter seguido seu caminho, mas Jimin é amigável, admiro isso nele, ele me puxou pelo braço para conversar sobre o filme enquanto andávamos sem rumo.

 

- Sério? - Jimin pergunta num tom curioso e meio… indignado?

 

- Sim, sério.

 

- Ah Jungkook,, Não dá pra ter A Bela ea Fera como seu filme favorito se você achar que o amor te faz uma pessoa ruim. - responde sincero

 

- Não, isso é bobagem. A Bela ea Fera é um conto de fadas, nos contos o amor te inspira a ser nobre e corajoso, mas na vida real o amor é só uma desculpa pra um comportamento egoísta. Você pode mentir, trair e ferir outra pessoa que tá tudo bem, porque está apaixonado. - observo o semblante de Jimin ficar mais indignado ainda, sua expressão perplexa é muito engraçada.

 

Ele fica em silêncio por alguns segundos, olhando para mim e tentando processar o que eu acabei de dizer, numa mania comum das pessoas quando recebem uma opinião oposta e meio absurda, ele respira fundo e morde o lábios inferior jogando no ar de seus pulmões paa fora uma risada sarcástica. Uma ação totalmente sexy.


          - Eu não sei se você é só um idiota desiludido bem cínico ou um sonso romântico e meio maluco. Você veio ver A Bela ea Fera, sozinho no meio da semana, que nem um sonso. - diz e faz um gesto de questionamento com os braços, com a expressão claramente indiferente.

 

- Bom é… Seu namorado te abandonou e você veio no cinema sozinho, quem é o sonso aqui? - assim que digo isso ele sorri sarcástico e soca meu braço com um pouquinho de força.

 

- Tá com fome? - desvia do assunto me fazendo rir

 

Vamos a lanchonete mais próxima e fazemos nossos pedidos, ele pede um macarrão com legumes bem saudável enquanto eu peço picles frito.

 

- Eu não acredito que você pediu picles frito. - comenta enojado assim que a garçonete traz os pedidos - Picles é nojento, fazer picles é tipo embalsamar, um pote de picles é uma tumba só que de pepinos.

 

- Eu violei uma quantidade imensa de corpos na faculdade de Medicina, então eu sei que picles não é uma múmia.

 

- Nossa, você é médico? - Jimin  comenta me olhando com um sorrisinho sapeca que me faz querer morrer de tanta fofura.

 

- Hahaha, não, desisti da faculdade.

 

- Ah entendi. - diz decepcionado enquanto leva uma garfada de macarrão até a boca.

 

- A ideia de fritar é deixar tudo mais gostoso.

 

- Não gosto de nada frito.

 

QUE?!

 

- QUE?! Não gosta de batata frita?

 

- Não.

 

- Onion Rings?

 

- Eãr.

 

- Frango a passarinha?

 

- Eca.

 

- Banana a milanesa? Não gosta de Bacon frito?

 

- Não, mas os americanos gostam. - responde sorridente

 

- Eles comem um troço chamado Sundae de Bacon, desse ser nojento mas eles gostam muito.

 

- Ecaaaa - Jimin faz uma expressão muito engraçada de criança quando prova limão, um amorzinho.

 

- Imagina, eles comem muito disso mesmo e todo esse sorvete e bacon vira fezes. Eu li na internet que uma ONG pagou 35 mil dólares para pessoas doarem seu cocô.

 

- Nossa Jungkook, muito legal você falar isso no meio do jantar, olha só na próxima garfada você pode dizer diarreia. - diz mais uma vez levando o garfo até a boca.

 

- Diarreia.

 

- É isso que se aprende na faculdade de Medicina? A falar muita merda?

 

- Não, mas a gente aprende sobre como morreram as celebridades e quanto de cocô tinha dentro delas. O Elvis morreu com mais ou menos 18 kg de fezes no intestino.

 

- E a Maria Antonieta?

 

- Um monte, cortaram o intestino dela na guilhotina, bem nojento

 

- Quem será que pesava as fezes?

 

- No caso do rei acho que as pessoas deviam brigar por isso, “ se não posso toca-lo, não posso deixá-lo bonito para o caixão, será que posso ao menos tocar o coco? “ - digo fazendo o Jimin começar a gargalhar alto,

Aquilo me deixou com um sentimento aceso, eu não sei bem explicar, faze-lo rir me deixou alegre.

 

- Será que a pessoa guardava o cocô? - tenta, sem sucesso, parar de rir e normalizar a respiração.

 

- Ou então numa caixinha de fósforo, ela guardava como presente pessoal e colocava na estante.

 

- Ou colocava naqueles pingentes de colar que dá pra por coisas dentro - diz um pouco mais calmo, ainda recuperando o fôlego.

 

- É, a pessoa tinha um pingente de merda.


 

Mais uma vez Jimin gargalha alto, e isso me faz rir junto a ele, a gente parecia dois adolescentes retardados do ensino fundamental que riam de qualquer besteira. Se nos importávamos com as pessoas nos julgando ao redor? Definitivamente não.

 

Contudo, como tudo na vida em um fim, aquela noite estava acabando e eu estava agora na porta do prédio de Jimin, me despedindo dele, que estava aparentemente nervoso.


 

- Olha, eu to com o Hobi há uns cinco anos e eu entendo as pessoas que não querem fazer amizade com alguém que namora, mas é um saco sabe. Parece que a única coisa que interessa em mim é como eu fico sem roupa, eu já estou acostumado com isso por ser um dançarino, os meninos e também algumas meninas reparam isso em mim, mas é horrível. É sério, devia ser mais fácil fazer amigos quando namora. - confessa

 

- Ah… É isso? É esse é seu discurso para virar meu amigo?


           - Bom…

 

- Foi horrível - proferi rindo de sua cara preocupada enquanto depósito um pequeno soco em seu ombro

 

- Eu sei, eu sei. Eu tentei ensaiar na frente do espelho...

 

- Enfim...

 

- Amigos? - o loiro estica sua não

 

- Claro, porque não? 

Bom talvez porque eu não vá me contentar em ser só amigo não é Jeon idiota jungkook. - Amigos. - retribuo a ação iniciando um aperto de mãos amigáveis, até que este me puxa abraçando-me de forma calorosa, permito-me sentir seu cheiro e… nossa… Jimin tem um cheiro de leve baunilha e ao mesmo tempo um perfume cítrico, os dois juntos formam uma mistura muito agradável.

 

- Você faz amigos assim? Como um acordo de negócios?

 

- Sim, esse é o meu estilo. - diz orgulhoso

 

- Meio irritante, mas fazer o que né?

 

- Você é um bastardo Jungkook. - sorri. - Eu vou indo, até mais.

 

- Até.



 

[ 02h08 ]


 

O silêncio que ressoa no mundo chega em meus ouvidos como uma carícia que a solidão me traz, olhando aquela paisagem cheia de luzes em contraste com a escuridão da noite que tanto me acalma, eu me permito refletir o quanto eu sou um idiota.

Amigos?

Apenas amigos…

Então sim, vamos ser amigos.

Eu gosto do Jimin, eu gosto cada vez mais do Jimin, mas eu prometo para mim e para o silêncio que eu vou nutrir sentimentos apenas na nossa amizade e não passará disso.

Afinal nós somos apenas amigos.

Então essa é a minha missão... Eu não vou me apaixonar por Park Jimin.

 


Notas Finais


como ja diria Park Jiminho in Brazil, 2017
IAI VO6 GOSTARU?
Muito que bem,
Respondendo a algumas perguntinhas sobre a historia:
ela se passa de uma forma bem ''lentinha'' eu diria, e nos primeiros capitulos tem muito
MAS MUITO dialogo, mais dialogo que narração, pois é a peculiaridade de como Jungkook e Jimin conversam que vai nutrir uma amizade verdadeira entre os dois.
ja sobre a pergunta polemica vulgo '' quem dá e quem come ''
estamos em 2017 menines, e eu escrevo a historia baseado não só no filme como nas experiencias sexuais e amorosas do meu melhor amigo, então assim, é bem realista se tratando de sexo, ou seje... É FLEX
até porque ninguem nunca apenas dá, ou apenas come
um dia todo mundo quer martelar o prego no buraquinho de alguem né mores
assim como um dia todo mundo quer ter seu buraquinho martelado *-*
Bom bbs, eh isto...
e SIM, americanos gostam de sundae de bacon, é nojentinho, mas eu comeria rsrs
Então é isso manas e manos e monetes e moanas, até a proxima atualização :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...