História E se acontecer? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Fred Weasley, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Jorge Weasley, Lilá Brown, Ronald Weasley
Tags Fred Weasley, Harry Potter
Exibições 51
Palavras 616
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OK galera, esqueci de avisar que a foto do ser que está no primeiro capítulo era a Mikaelly, a Sam, amiga dela é loira de olhos escuros, e tem a pele um pouco escura deu pra entender???
Boa Leitura coisinhas

Capítulo 2 - Droga de garota fraca


Após duas semanas do acidente, já estava conseguindo voltar a minha rotina, tentando não morrer de tédio resolvi ler meus livros favoritos: Harry Potter

Reviver tudo aquilo me fazia bem, ler me fazia bem (apesar de odiar português), poderia dizer que eu era uma traça de livros humana

Por um pequeno descuido, me deixei destrair, saindo totalmente do universo bruxo, lembrei-me de que o atestado que o médico gato me dera venceria naquela sexta-feira

Ou seja, escola de novo.

Aquele inferno disfarçado de colégio, me dava nos nervos, mas era obrigada a ir

Só de pensar em rever as plastificadas*, subia um arrepio na minha nuca nada legal

Resumindo minha vida escolar: As plastificadas mandavam na porra toda, e quem quer que fosse ao contrario delas era cruelmente "cagado" (digamos assim) diante de toda a escola, sua vida social acabava pra sempre e você se tornava um peso morto na escola. E como eu sou muito brilhante pra aceitar as pessoas mandarem em mim, arrumei uma das piores brigas que a escola já teve com aquelas coisas

--*--

Segunda chegou trazendo toda a desgraça possível

Como Sam morava apenas um quarteirão da minha casa, fui de encontro dela pra irmos a porta do inferno juntas

Como sempre, nem os professores notaram minha ilustre presença (elas exerciam grande poder na escola), mas eu até gostava disso, eu não era uma pessoa muito sociável, apenas Sam me entendia, apenas ela precisava entender...

--*--

Pov_Sam

_Mika, dá pra me esperar?

_Não, não dá, tenho que sair desse projeto de inferno antes que eu vire um demônio

Ela olhou pra mim e riu, eu entendia ela, ela me entendia, era só o que precisávamos no nosso mundo, amava aquele mundinho, o nosso... Não sei o que faria sem aquela doente mental, retardada e ridícula, provavelmente... Morreria

_Vamos na minha casa hoje - disse finalmente, ela concordou e então saímos correndo

Chegamos em casa, almoçamos e subimos pra conversar

_Mika, tenho que te contar algo...

_O quê?

_Sabe o Marcelo do segundo ano? Pediu pra namorar comigo, no dia que você estava no hospital

_Por que não me disse?

_Porque eu não aceitei ainda. Dã, se toca, minha melhor e única amiga estava no hospital em estado grave, acha que eu tina cabeça pra isso?

_Amiga, por que não aceitou? Ele é um gatinho e além do mais, vocês se gostam

...

--*--

Pov_Mika

Depois de muito tempo falando de coisas clichês de garotas, resolvi vir em bora, apesar de que queria ficar mais com a minha amiga

Mas precisava por os meus deveres em dia

O tempo estava escuro, a chuva ameaçando vir com muita força, adorava chuvas, então peguei meu livro do Harry Potter e fui ler lá na varanda de frente pro quintal de trás (adorava aquele lugar), quando a chuva começou, veio um vento a levou a chuva até mim, molhando a mim e meu livro, fiquei muito puta, AFINAL ERA HARRY POTTER, sai correndo na chuva pra gritar de raiva, mas a raiva se foi com a mesma rapidez que veio

Me vi naquele mesmo lugar só que mais nova, rodando na chuva, lembrei-me do quanto era bom fazer aquilo

Esqueci completamente, do que estava com raiva e imitei a mim mesma quando menor, a sensação era a melhor de todas, por um momento, voltei a ter 7 anos, esqueci dos meus problemas, a leveza tomou conta de mim.

Rodei por minutos talvez, não me lembro, só sei que alguns pequenos choques tomaram conta da mão que estava com o livro, e rapidamente do corpo todo, quando abri os olhos não estava mais no meu jardim, não era a minha casa e nem a minha árvore, me senti muito tonta, só me lembro de ver duas cabeças ruivas me olhando de longe, assustados, e caí, o bac foi tão forte que desmaiei

Droga de garota fraca!


Notas Finais


Plastificadas*= Um grupo de garotas, muito popular na escola, pelos motivos mais fúteis, tais como: pele perfeita, voz perfeita, namorado perfeito, etc. Elas "mandavam" na escola


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...