História E se por acaso... Eu estivesse, me apaixonando? - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, F(x), TWICE
Personagens Baekhyun, Chen, D.O, Jungkook, Kris Wu, Lu Han, Nayeon, Sana, Suga, Sulli Choi, Tao, Tzuyu, V, Xiumin
Tags Baekhyun, Byun Baekhyun, Chen, Do Kyungsoo, Exo, Heterossexual, Incesto, Jungkook, Kim Jongdae, Kris, Lu Han, Naychen, Sanbaek, Sulli, Twexo, Twice, Tzuyu, Xiuhan, Xiumin, Xiuyu
Visualizações 132
Palavras 1.679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá :3

Como eu tinha dito, esse capítulo tá BEM mais grande que o outro.
Antes de você começar a ler leve a frase que vou dizer para o resto fanfic: Nada é o que parece ser.

Pronto, agora você já foi avisado ^^

Tenha uma ótima leitura ^U^
(Perdão se houver erros)

Capítulo 4 - Capítulo 4 - Imaginação fértil


Fanfic / Fanfiction E se por acaso... Eu estivesse, me apaixonando? - Capítulo 4 - Capítulo 4 - Imaginação fértil

Me aproximei e vi que lá tinha um urso que eu desejava muito ter quando criança. Lembro que meus pais não deram porque escolheram só presentear Xiumin.

Nessa época, todas as meninas do bairro tinham, sendo assim eu não consegui participar da rodinhas e brincadeiras junto delas; foi terrível.

Tzuyu - E-Esse é-é o-o...

Xiumin - Sim. É aquele urso que você não ganhou quando era criança - Sorriu - Me lembro que era teu sonho ter um desse - Segurava o urso - Tome, é seu.

Meus olhos começaram a brilhar de forma magnífica, aqueles sentimentos de amor que possuía pelo urso voltaram. Sem pensar muito agarrei o brinquedo e abracei muito forte; Xiumin apenas observava a cena sorrindo.

Xiumin - Espero que tenha me perdoado pelo que aconteceu aquele tempo - Cruzou os braços - Você merecia mais do que eu, sem falar que sofreu muito depois - Ouvia tudo abraçando o Urso - Agora você pode ir, tome - Mostrou as chaves insinuando para que eu pegasse.

Fiquei um tempo olhando para as chaves, mas no fim, nem a peguei, não importava mais sair de casa.

Tzuyu - Não precisa, não tenho nada de interessante para fazer lá - Sorri.

Xiumin - Então... Você pode me ajudar a arrumar minha bagagem? - Sorriu envergonhado.

Fiquei um tempo olhando o encarando com rosto de Precisa perguntar, acho que ele não percebeu.

Tzuyu - Vamos logo - Bati em seu braço e o mesmo sorriu.

Pegamos umas coisas que estavam que em cima da mesa e subimos as escadas chegando no meu quarto.

Tzuyu - Bom, é aqui - Abri a porta e liguei a luz.

Xiumin - Nossa... Seu quarto é bem... é... Rosa - Entrava nele enquanto observava minhas pelúcias e enfeites.

Tzuyu - Esse é o jeito que sempre quis enfeita-lo - Coloquei uma das suas bolsas na cama - Você vai dormir com que colchão hein? Aqui no quarto não um tem um.

Xiumin - Não faço idéia, nossos pais não possuem algo reserva? - Perguntou.

Tzuyu - Sabe que eu nunca reparei - Cocei a cabeça - Quando eles chegaram a gente pergunta, não acha melhor? 

Xiumin - Sem problemas então - Sorriu - Vamos arrumar as coisas - Abriu uma de suas malas; eu fiz o mesmo.

Ficamos um tempo em silêncio mas, arrumando as coisas dele. Sem que eu percebesse, encontrei preservativos em uma de suas mochilas, o mesmo viu e tirou-as da minha mão rapidamente.

Tzuyu - Ei! - Reclamei - Mas o que é isso Minseok? 

Xiumin - Nada - Disse rápido e voltou arrumar umas camisas.

Tzuyu - Como nada, olha isso nas suas mãos - Apontei - Que pouca vergonha Minseok!

Xiumin - Olha Tzuyu, eu tenho 23 anos, acha que eu não relaciono com outras mulheres? - Levantou uma sobrancelha - Só não conta pros nossos pais, é outra história - Deixou os preservativos no chão, eu muito curiosa fiz com que ele saísse e peguei um para mim.

Xiumin - Terminamos, finalmente - Esticou os braços - Que horas são?

Me levantei e peguei meu celular no bolso, sem querer deixei a camisinha cair no chão. Minseok começou a olhar de canto pra mim.

Xiumin - Isso aqui - Pegou a camisinha - É meu?

Comecei a ficar nervosa, não consegui responder de tanta vergonha; eu só faço merda mesmo.

Xiumin - Aí Tzuyu - Sorriu e se levantou - Se quisesse alguma era só me falar, não tinha necessidade de pegar escondido. 

Tzuyu - Eu não queria! Só queria ver como é porque eu nunca toquei em uma - Me desesperei - Era só isso, eu juro mesmo, não pretendia usar com alguém - Disse rápido; meu rosto ficava mais vermelho que um tomate. 

Xiumin - Calma ai maninha, não precisa se desesperar - Levantou as mãos - Tome, abra e descubra.

Inocentemente peguei o preservativo de volta e o abri. Era estranhamente nojento, meu dedos ficaram melados e eu senti que aquele cheiro nunca mais sairia da minha pele.

Xiumin - Tzuyu, você por acaso ainda é virgem? - Passou a língua nos lábios enquanto me fitava de forma maliciosa.

Tzuyu - S-Sou, P-Por que? - Encarei ele vermelha - Não vejo problema nisso, então não me julgue! - Fechei a cara.

Xiumin - Meu deus hein, para de julgar meus pensamentos, eu nem disse nada - Cruzou os braços - Era só curiosidade, puff!

Me virei e fui jogar aquela merda no lixo, já tinha visto coisa demais. Lavei minhas mãos e quando me virei, meu irmão estava literalmente colado em mim.


Tzuyu - O-Oque você está f-fazendo? - Gaguejei.

Xiumin - Eu? - Se afastou - Nada não - Colocou suas mãos atrás do corpo - Só vim ver como era o banheiro - Coçou a nuca com uma das mãos - Vamos descer então? 

Tzuyu - Eu vou ficar aqui no quarto mesmo.

Xiumin - Então, acho que vou assistir um pouco de televisão, se precisar de mim, grita - Piscou e saiu.


Sai do banheiro e fechei a porta, deitei na cama e fiquei olhando para o nada. Que tipos de situações podem ocorrer entre um irmão e uma irmã? Quem sabe brigas ou discussões, hum... Não pensa nisso Tzuyu! Olha só a minha pessoa imaginando uns beijos, só posso estar blefando. 

Minseok mudou muito, quando éramos crianças, ele era bem gordinho e um de se jogar fora, e de repente ele volta um homão desses, mal consigo imaginar o que guarda atrás de tanta roupa. Fechei meus olhos por conta desses pensamentos.


(...) Por impulso começo a me estimular massageando meu sexo, tiro suspiros de mim mesma fazendo tal ato; pensar em Minseok começou a me deixar excitada.
Sem perceber comecei a aumentar o ritmo e cada vez ficava mais rápido, meus gemidos aumentaram e senti que estava próxima do meu ápice, quando duas mãos me pararam. 

Deitada na minha cama avistei Minseok me olhando malicioso e vendo quase todo meu interior.

Xiumin - Parece que te peguei em um momento meio, sensível não é? Sua safada.

Arregalei meus olhos e fiquei sem reação. Meus dedos estavam todos melados e não conseguia evitar de mostrar como minha intimidade estava; completamente aberta e molhada implorando por um tipo de alívio.

Xiumin - Quer ajuda com isso? - Sorriu - Tenho uma coisa que vai te ajudar... E muito - Subiu encima de mim, se aproximou do meu ouvido e sussurrou  - Só que primeiro, você terá que pedir por ela.

Automaticamente senti algo roçando nas minhas partes íntimas; aquele fudido queria me torturar! Tentei o máximo possível não pedir, mordi tanto o lábio que senti gosto de sangue, porém no fim, não consegui aguentar.

Tzuyu - Me fode Minseok - Disse baixo. 

Xiumin - Como? Eu não te ouvi - Disse na ponta do meu ouvido e continuou insinuando uma penetração - Quero ouvir mais alto - Sussurrou.

Tzuyu - ME FODE LOGO MINSEOK - Gritei e senti uma forte forte dor em minha vagina; foi sem dó e piedade - AH MINSEOK - Gemi de dor - Filha da puta... 

Xiumin - Não xinga nossa mãe não, ela não te pariu pra isso, maninha - Estocou mais una vez me fazendo gritar de prazer - Tão apertada... Quero te abrir mais e mais.

Ele começou a fazer movimentos rápidos e frenéticos. No momento não acreditei, dava pra imaginar eu transando com meu próprio irmão?

Tzuyu - Isso Minseok... - Sorri - Vai cada vez mais rápido... - Pedi - Faça com que minha buceta te engula cada vez mais.

Senti o próprio sorrir e gemer meu nome ao mesmo tempo; não é só porque sou passiva que não devo provocá-lo.

Xiumin - Você não presta - Sussurrou e parou os movimentos, se sentou e ordenou: - Cavalga no colo do maninho.

Sedenta pelo seu pau, acabei sentando forte demais; senti até o próprio gemer alto pelo ato.

Tzuyu - Awn Minseok... - Gemia em meio a situação - Eu vou gozar awnn!

Xiumin - Isso maninha, goza gemendo meu nome (...)

Xiumin - TZUYU! - Gritou próximo ao meu ouvido me acordando e fazendo com que eu me assustasse - Você tá bem? - Olhou meio confuso - Está toda suada e fazia uns barulhos estranhos...

Tzuyu - Eu? Estou super bem.

Só tem algo que não está Minseok, bem que você poderia me ajudar.

Xiumin - Hum... - Disse baixo - Bom, o pai e a mãe já chegaram, ambos estão lá embaixo e querem mostrar o esquemas pra gente - Voltou a me olhar estranho - Você está bem mesmo? 

Tzuyu - EU ESTOU QUE SACO XIUMIN, SAI DAQUI - Gritei e dei um tapa em sua barriga, consegui sentir seu abdômen definido. 

Xiumin - Nossa nervosinha, mudou do nada, ninguém merece conviver com você - Fez uma careta. Me levantei e sai do quarto, desci as escadas e fui direto me sentando no sofá.


Posso ser considerada o flash feminino.


Pai - Meu deus filha, precisa chegar desse jeito? Parece até uma louca.

Mãe - Qual a pressa?

Tzuyu - Nada... Nada... - Peguei uma almofada e coloquei por cima das minhas coxas.

Xiumin chegou logo em seguida e sentou ao meu lado; se segura Tzuyu!

Mãe - Então crianças - Começou a falar - Vou explicar a vocês como funcionará os esquemas.

Basicamente é: Xiumin dormirá comigo até eles comprarem um beliche; me revoltei mas acabei sendo ignorada, como sempre. Minha mãe irá viajar NO DIA SEGUINTE, ocorreu alguns problemas e ela terá que ir mais cedo; resultado de tudo: irei ficar o dia todo sozinha com Minseok, sem exceção de horários.

Eu juro que tentei dar uma reviravolta neles mas, não deu certo; como implorar para que ela ficasse ou que não me deixassem com o Minseok; nem preciso dizer que falhei certo?

Tzuyu - É só isso? - Perguntei triste.

Pai - Sim - Respondeu.

Me levantei e subi em direção ao meu quarto. Percebi que o clima ficou tenso na sala; ficar com ele seria tão ruim e errado, ficaria tudo fora do controle, sem falar que o tipo dele é de certa forma meu tipo.

Confusa e sem saber o que fazer, já no meu quarto, deitei na minha cama e fechei os olhos forte, quando menos vi, já tinha adormecido


Continua...


Notas Finais


Foi isso aí 💜💜

Espero que tenham gostado \O/
Os próximos capítulos ficaram bem maiores, eu particularmente acho meio chato ler capítulos enormes, mas preciso fazer a fic anda então... Aguardo o apoio de vocês :3

Nos vemos no próximo capítulo, amo todos vocês ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...