História É Simplesmente Amor ♡ - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Christa, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Reiji Sakamaki, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yui Komori
Tags Escolar, Romance, Yaoi
Exibições 88
Palavras 910
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu sei, podem me matar, eu estou demorando muito, desculpas, mas eu juro que amanhã vai ter outro.
Boa leitura!!!

Capítulo 12 - Lembranças e Apresentações


Fanfic / Fanfiction É Simplesmente Amor ♡ - Capítulo 12 - Lembranças e Apresentações

Ayato

Após tudo aquilo (♡) fui para minha casa (mentira, Shū me levou), e ao chegar lá, coloquei apenas um short e fui dormir (feliz da vida).
Tive um pesadelo, não muito horrível, só tinha Shū de um lado e Yui de outro, se eu fosse com um o outro morria, então puxei os dois e acabou todo mundo morto...
Acordei em um só pulo, levei mó susto, e outra, já era NATAL, \o/ !!!!
Esqueci de avisar, mas dia 25 não comemoramos só o natal, também é meu aniversário...

Christa - Filho, pode chamar seus amigos, você já ta grandinho, e queremos dar uma festa de presente para você! - disse a bela mulher com um lindo sorriso.

Subaru - É filho, não se preocupe, iremos bancar tudo, mas não exploda nossa casa - diz o homem com risadas - aproveita bem, mas se proteja em relação à sua amiguinha - riu mais ainda.

Seus bestas - deu um abraço nos pais com muita felicidade.

Com isso meus pais se despedem saindo de casa e eu já começo à ligar...
Ligo para Shū, Yui, prof Reiji (ele é legal, então não custa nada) e sua mulher (vou chamando, não custa nada conhecer novas pessoas), Laito e sua parceria de quarto (eles pareciam estar se gostando, ele só fala dela, toda, toda hora), a, e a parceira de quarto do Shū também.
Pedi muitas pizzas e lanches, algumas bebidas como cerveja, energético, um vinho (para o final, eu iria fazer dia 24 para quando chegar meia-noite soltar fogos que eu também peguei), e para sobremesa 3 sabores de sorvete em pote, também um bolo (boca foi feita pá cumê).

Tomei um banho bem gostoso (limpei cada parte de meu corpo), me arrumei (uma calça jeans branca, uma camisa pólo preta com umas letras bem bonitas brancas e um all star preto e branco, estava estilo xadrez hoje).

Esqueci de avisar, pedi para eles trazerem um vídeo ou fotos de quando eram pequenos e pedi para Shū trazer seu violino para tocar no final para todos (falei para não trazerem presentes, só isso, por isso avisei no dia mesmo, para não dar tempo de comprar presentes)

Todos foram chegando, um à um, com cinco minutos de diferença...

Shū - Como você está tão... perfeito - ele sussurrou no meu ouvido enquanto me abraçava e dava uma lambidinha no lóbulo de minha orelha (ele foi o primeiro, ninguém viu)

Yui chegou pulando em mim, me enchendo de beijos, e disse, só que alto:

Yui - Você está tão... perfeito môr - foi a mesma coisa que Shū me disse, fiquei surpreendido, até fiquei corado (Não só por causa de Yui e sim pelos dois que me amavam e que eu sentia o mesmo, mas não podia escolher entre um e outro).

A festa foi ótima, as parceiras de quarto de Shū e Laito, a mulher do prof Reiji eram muito legais, alguns trouxeram fotos e outros vídeos, até que chegou na minha vez (eu fui o último). Coloquei um vídeo e deixei tocar ...

Christa - Filhinho, você aprendeu à nadar - fiquei com um pouco de vergonha, mas superei, todos passam pelas mesmas coisas.

De repente, olho na tela e vejo que comecei à afogar, e antes que minha mãe ou pai fossem me ajudar, um menino de cabelos loiros e olhos azuis pulou e me salvou. Neste momento olho para os outros, eles estavam emocionados com a cena, mas apenas Shū começou à chorar silenciosamente, e foi aí que percebi que quem me ajudava era Shū, vi que ele disse a verdade de me amar desde que me viu pela primeira vez.
Já que todos estavam vidrados na TV, chamei Shū discretamente e fui até meu quarto. Ao chegar lá, lhe dei um empurrão para o mesmo cair na cama fofa.

Por que Shū? Por que torna minha vida tão difícil? Yui me ama e eu à amo, mas com você, com você é diferente, é uma coisa mais bonita e romântica - disse isso com lágrimas escorrendo pelo meu rosto e caindo sobre o corpo de Shū - Shū, não me abandone, EU TE AMO MAIS DO QUE TUDO - digo isso e laço um beijo em sua boca, sem dúvidas, devido ao amor, ao calor, à todos os sentimentos do momento, o beijo foi o melhor de todos, tanto para mim quanto para ele.

Ele não só me beijou como me abraçou tão forte, deixando nossos corpos colados, e quando nós nos separamos, nos encaramos com a respiração ofegante, a bochecha vermelha e cada um com um leve sorriso (nossos rostos estavam quase colados, então imaginem tipo aquela cena que a pessoa cai em cima de outra e quase se beijam).
Dei um selinho em sua bochecha, o abracei bem forte (o mesmo repetiu) e lavamos os rostos para descer para onde todos estavam.

Desculpe a demora, é que fomos pegar o violino de Shū e uma letra que compus para vocês.

Pegamos dois banquinhos e sentamos na frente do povo.
Shū mal começa à tocar e quase choro, mas com isso, pego a letra e começo à cantar.

Todos nos aplaudiram.

Comemos, bebemos e fomos ver os fogos à meia-noite, e enquanto Yui estava com sua cabeça em meu ombro e meu braço esquerdo em volta de seu corpo, eu estava com a outra mão grudada com as mãos de Shū que estava logo atrás de mim...


Notas Finais


Se Deus quiser, amanhã tem, então... até amanhã!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...