História E-Story: The Road So Far | Overwatch - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Overwatch
Personagens Personagens Originais
Tags Blizzard, E-sport, Overwatch, Yaoi
Visualizações 58
Palavras 2.895
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Hentai, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


· Todos os participantes são reais e aceitaram fazer parte da fic.
· Espero que gostem desse segundo capítulo! 💛

Capítulo 2 - E-Story: "Underdogs"


Fanfic / Fanfiction E-Story: The Road So Far | Overwatch - Capítulo 2 - E-Story: "Underdogs"

Já haviam passado duas horas de viagem, estamos todos ansiosos nesse exato momento, Brenda e Emilly estavam conversando bem animadas sobre como seria estar lá, como deve ser um lugar lindo e eu estava apenas com meus fones ouvindo Rise Against. Victor e Leeh estavam dormindo dividindo o fone, provavelmente ouvindo Kansas, eles têm um bom gosto enorme.

 

– Já tá na hora da gente chegar, eu tô morrendo! Aaah! - disse Madu completamente eufórica.

– Eu também! Parece que tá tendo a porra de um trânsito no céu, era pra gente ter chego. - falou Ícaro, obviamente sem paciência, ansioso, fazendo Madu rir um pouco.

– Não exagera, Hilbert. - Haru falou ainda rindo, mencionando Ícaro pelo seu "nickname".

– Mas tá realmente demorando, já são que horas agora? - perguntou Ícaro.

– Hm... Deixa eu ver aqui... - disse Madu pegando seu celular. – Olha, onze e meia no nosso horário, aqui eu não sei que horas são... Parece estar de tarde já. - completou.

– Devem ser umas cinco e meia. - Ícaro sugeriu.

– Seus "lindjos", são quatro e meia aqui em Zurique. Eu mudei o fuso horário no meu celular. - disse Brenda olhando para trás querendo ajudar.

– Ah, sim. Obrigado! - agradeceu Ícaro.

– Espera aí... - Madu saiu da poltrona do meio e foi para a do canto do avião. – UAU... GALERA, OLHA ISSO! - gritou animada, me fazendo tirar o fone imediatamente.

– O quê? - me levantei e fui até o seu lado, olhando pela janela do avião. – Uau... - completei falando impressionado, era lindo.

– WELCOME TO SWITZERLAND, BITCHES! - gritou Ícaro em inglês.

– Os Alpes Suíços! Que perfeitos... - exclamou Brenda, se levantando e indo acordar o casal do lado, Victor e Letícia. – Acordem, queridos, vocês tem que ver isso. - falou baixinho enquanto empurrava levemente um contra o outro.

– Espera aí... - falo olhando para o outro lado do avião. – A Brenda tá sendo fofa? - pergunto extremamente perplexo.

– É, exatamente isso que eu tô percebendo. - disse Emilly, me olhando indignada.

– TÁ POUSANDO! Isso! - gritou Madu, empolgada.

 

Todos nós ficamos olhando pelas janelas, maravilhados, impressionados, era tão lindo. Os Alpes estavam um pouco longe de nós, mas não deixavam de serem verdadeiras obras de arte, toda aquela neve, aquele pôr do sol... "Uau mil vezes". O avião finalmente começa a pousar e ouvimos a voz do copiloto pedindo para que sentássemos e colocássemos nossos cintos. E fizemos isso. Logo depois o avião pousa e o copiloto anuncia nossa chegada em Zurique, fazendo nossos corações dispararem, enfim teríamos nosso primeiro encontro com todos os pro-players de todas as equipes de Overwatch que estavam participando desse maravilhoso Mundial.

Fomos avisados pela aeromoça que todos nós sairíamos do avião em trinta minutos, dessa vez a demora foi por conta de uma simples confirmação de passageiros, quais perderam o vôo, quais são jornalistas, quais são jogadores de e-Sports, verificação de equipamentos, malas sendo retiradas, etc. Só depois de tudo isso ser checado nós poderíamos sair. Coloquei minha moletom da Tracer por conta do frio suíço e esperei que a verificação fosse feita. Arthur fez o mesmo, colocou sua moletom do Genji. Os demais usaram a moletom oficial da NeXus e uma camiseta de seus respectivos heróis. A moletom do time era preta com detalhes amarelos e brancos, com o logotipo do time dividido pelo zíper e atrás tínhamos um sombreado mais escuro com o número de cada player do time, um sombreado difícil de ver, ressaltando o número como se fosse uma sombra. Era lindo.

Foi feita a verificação de passageiros e saímos exatamente em trinta minutos. Chegamos no desembarque do aeroporto, observando tudo ao nosso redor. Para nossa surpresa haviam muitas pessoas, algumas pediram autógrafos, outras tiraram fotos, nós nunca imaginávamos que isso iria acontecer, se bem que era um Mundial, todos os participantes são importantes. Passamos alguns minutos tirando fotos e fomos levados em direção ao nosso hotel por alguns seguranças.

 

– Gente, eu tô tremendo. - disse Emilly, sem acreditar no que acabou de acontecer.

– Eu também, caralho, mano! - falou Brenda. – Não são totalmente nossos fãs mas aposto que vão ser. - sorriu, aparentemente muito confiante.

– Vamos mostrar como se faz! - Arthur falou, aumentando nosso "hype".

– Com certeza! - falei animado.

 

Continuamos até o nosso hotel, era do lado do aeroporto, andamos por apenas cinco minutos e ficamos no saguão enquanto o nosso acompanhante da Blizzard resolvia as opções de quartos. Nos perguntando em inglês se queríamos quatro quartos com camas de casal, quatro quartos com duas camas de solteiros ou dois quartos para casal e dois quartos para colegas, apenas. Todos eles tem dois banheiros. O único problema é que a última opção não teria como ser no mesmo andar pois as reservas foram feitas antes e nós deixamos para escolher na hora.

 

– Então, pessoal, qual opção vocês preferem? - perguntou Ícaro, traduzindo o que ele disse para o pessoal que não entendeu.

– Bem, acho que por enquanto a gente pega os com camas de solteiros, não acham melhor? - dei minha opinião.

– Olha, uma cama de casal tem mais espaço. - Brenda falou.

– Mas a gente vai ficar nesse hotel só até o sorteio, não é? - perguntei estando certo de que ficaríamos em outro hotel após o início do Mundial.

 

Ícaro perguntou ao homem e ele confirmou que esse seria o hotel temporário, dizendo que estavam já trazendo nossos ônibus para irmos até o sorteio dos grupos no evento da Blizzcon 2018 e após o torneio iríamos para o nosso hotel fixo.

Decidimos então escolher logo os quartos de casais para podermos deitar um pouco, já eram quase seis da noite aqui em Zurique, havíamos ficado quase quarenta minutos no aeroporto. Também fomos informados que a viajem de ônibus duraria apenas uma hora porém deveríamos sair mais cedo por conta do risco de trânsito. O nosso acompanhante escolheu os quartos e disse que poderíamos escolher em qual cada um de nós iríamos ficar, uma tarefa bem fácil... Ou que deveria ser.

 

– Quais vão ser as duplas, pessoal? - perguntou Letícia.

– Eu posso dividir o quarto com o Paulo ou com a Madu. - disse Arthur.

– É difícil fazer isso, socorro. - Letícia falou puxando o Victor pra falar por ela.

– Então, eu vou com a Leeh, Paulo com o Arthur, Brenda com a Emilly-... - Victor disse antes de ser interrompido.

– E eu com o Ícaro. Por mim tudo okay. - disse Madu.

– Ok, então. Vamos lá? - perguntou Victor querendo ir logo para os quartos.

 

Fomos todos para os nossos respectivos quartos, absolutamente todos nós fomos em direção aos chuveiros e tomamos um banho bem demorado. Acredito que se nós demorássemos mais, teríamos acabado com a água do hotel. Saí do banheiro com a toalha enrolada na cintura pois eu fui trouxa de esquecer de pegar a minha roupa, aproveitei que o Arthur estava no banho, peguei minha roupa e coloquei ela rapidamente. Acredito que o meu coração nunca ficou tão acelerado por conta do medo dele me ver assim.

Deixei minha moletom da Tracer ao lado do abajur do quarto e fui descansar um pouco. Em seguida Arthur sai do banho e deita ao meu lado, virado para o lado oposto ao meu. Já eram seis horas, tínhamos uma hora para descansar mas era impossível, estávamos completamente nervosos, ansiosos e o sono já não existia.

 

– Tá dormindo? - me pergunta Arthur.

– Eu não tô conseguindo, e você? - pergunto de volta, me sentando na cama.

– É impossível, cara. Eu não paro de pensar na Blizzcon. - Arthur falou rápido, sem se dar conta do quão elétrico ele estava.

– Vai ter muita coisa da Blizzard lá além de Overwatch, eu também tô super ansioso. - digo. – Fora que vão ter vários mundiais. - completo estando bem animado para assistir os outros jogos ao vivo.

– É, vai ter Rocket League também, a Blizzard tá com uma parceria com os criadores do jogo e deram apoio pro Mundial de Rocket League desse ano. - falou Arthur, animado.

– Verdade! Caraca, eu tinha esquecido isso. - falei surtando por não ter lembrado disso.

 

Após uma longa conversa sobre a Blizzcon 2018, nós decidimos ir fazer alguma coisa, Arthur vai assistir séries na TV e eu aproveito para responder as mensagens que tinham me enviado e jogar um pouco de "Neko Atsume", um jogo bem amorzinho que a Emmy me apresentou. Após longos cinquenta minutos, um dos agentes da Blizzard bate na porta do nosso quarto e acorda a nós dois, avisando que deveríamos nos arrumar logo e irmos até o ônibus para que pudéssemos chegar ao Centro de Convenções daqui de Zurique.

Nos arrumamos e decidimos ir até o saguão do hotel, esperando pelo restante dos membros do time. Após dez minutos todos aparecem juntos e vão até nós um pouco alterados, provavelmente bravos com alguma coisa até que Brenda imediatamente anda até nós dois, emburrada, eu realmente não sabia porquê.

 

– A gente tava batendo na porta do quarto de vocês dois por uns dez minutos! O segurança avisou que vocês estavam esperando a gente! - falou Brenda, brava conosco.

– Mas... - Arthur tentou falar.

– Mas nada! Vocês poderiam ter avisado. - Brenda continuou dando sermão.

– A gente tava esperando vocês AQUI. - falei com um tom mais alto no "aqui".

– Poderiam ter AVISADO. - retrucou Brenda.

– Tá, tá... - resmunguei.

 

Passam alguns segundos com nós oito nos olhando sem dizer nada e um dos agentes chega pedindo para que seguíssemos ele para o ônibus da Blizzard. Rumo à Blizzcon, quem poderia imaginar? Nesse exato momento todos nós sorrimos e deixamos a discussão de lado. Éramos uma família, um só. Fomos até o ônibus com nossas malas, entramos e vimos vários pro-players dentro dele, não eram todos os times do Mundial, mas sim todos os que estavam no mesmo hotel que nós.

De longe pude avistar o melhor Main Tracer que eu já vi jogar, "EscA", eu não sabia seu nome real mas ele era incrível de Tracer, ele é sul-coreano, sua equipe é a "Lunatic-Hai", também da Coréia. Ele também é o capitão do time. Ao seu lado estava o seu time, eu conhecia outros três deles. "zunba", um Main Zarya excepcional, EscA e zunba são jogadores da Seleção Sul-Coreana de Overwatch, isso me deixou lisonjeado e... Extremamente preocupado. Nesse exato momento o medo caiu sobre mim, ou melhor dizendo, sobre nós. Vimos o "Miro", um tanque incrível, Main Winston e Reinhardt. Ao seu lado estava "ryujehong", seu nome: Ryu Je Hong, o único que eu sabia o nome real, ele é o suporte da seleção, Main Ana e Zenyatta. Todos eles são do mesmo time e também da seleção, motivo pelo qual eu reconheci eles.

Por fim não conhecíamos mais ninguém que estava ali naquele ônibus ou pelo menos não conseguimos ver mais ninguém conhecido. Escolhemos nossos lugares para sentar e o ônibus partiu rumo à Blizzcon. Uma hora de viagem, uma hora completamente apreensivos.

Com o passar do tempo todos nós começamos a conversar sobre coisas aleatórias, bocejando, às sete e meia a noite finalmente havia caído na Suíça. Zurique estava completamente na mais bela das noites, apenas as lojas, os carros e os postes iluminavam a cidade. Era uma visão bela demais. De repente o ônibus para no farol e após uns segundos desce para o estacionamento de algum lugar. O ônibus estaciona e logo em seguida um agente da Blizzard sobe e nos avisa que acabamos de chegar no "Samsung Hall", o local da Blizzcon 2018 e que teríamos uma hora para aproveitar antes do sorteio dos grupos do Mundial de Overwatch. Nesse exato momento todos nos comemoramos, todos mesmo. O ônibus inteiro explodiu em alegria, todos haviam um objetivo em comum, um sonho.

Descemos após dez minutos de verificação, todos juntos e novamente: "uau". Parte da Blizzcon estava montada no estacionamento, cada entrada havia um detalhe especial para cada jogo da Blizzard. Não perdemos tempo e fomos pelo portal da Overwatch, no fim não importava pois todos davam no mesmo lugar. Entramos no Hall e era lindo, vários lugares com objetos e pelúcias de World Of Warcraft, Overwatch, Hearthstone, etc. Começamos a comentar entre nós sobre o que comprar e como a Blizzcon estava genial, fomos nos divertindo um pouco indo de loja em loja mas sem comprar nada, apenas admirando e achando as pelúcias de Overwatch muito fofas. Uma diversão que logo foi interrompida para a nossa surpresa.

 

So, you are the rookies? (Então, vocês são os novatos?) - ouvimos uma voz falando em inglês atrás de nós.

 

Olhamos para trás e era o "Talespin", jogador da "Team EnVyUs". Main Pharah e um jogador da Seleção Estadunidense de Overwatch. Achávamos ele um máximo, bem, eu achava.

 

Talespin! Hi, how are you dude? (Oi, como você tá, cara?) - perguntei um pouco surpreso e animado.

I'm very surprised that they bring here a lot of amateur players. (Eu tô bem surpreso que eles trouxeram pra cá um monte de amadores.) - falou não dando a mínima para a minha empolgação, nos provocando.

– Olha lá o babaca. - disse Emilly rindo da cara dele.

What the fuck she said? (Que porra ela disse?) - perguntou indignado.

– Ela disse que você é um babaca, "migo". - respondeu Brenda, se aproximando dele.

What?! (O quê?!) - Talespin perdeu a paciência.

– Vamos deixar ele aqui, gente, alguém quer um pouco de "ice cream"? - perguntei passando do lado dele e olhando ele nos olhos enquanto falei "sorvete", provocando e indo com a galera para outro lugar.

 

Deixamos ele falando sozinho e todo o respeito que tínhamos por ele havia desaparecido, fiquei um pouco magoado por ser tratado assim estando na maior animação mas tentei esconder isso indo tomar sorvete com o time, é claro.

Exatamente às oito e cinquenta escutamos os auto falantes do lugar falando que o sorteio dos grupos iria acontecer em breve, nos fazendo ir rapidamente até a sala de teatro que foi especialmente reservada e customizada para aquele momento. Achamos nossas poltronas com nossos nomes nelas, foi muito bem organizado. Sentamos e esperamos que a mágica começasse. Em cinco minutos o palestrante oficial da Blizzard diz que os sorteios já aconteceram pelo sistema e que ele iria apenas anunciar cada grupo, começando pelo Grupo "A". Ele aperta um botão e surgiu um efeito na tela atrás dele mostrando os quarto times presentes: "Lunatic-Hai" (Coréia do Sul), "Epiphany Bolt" (Suécia), "NRG e-Sports" (Estados Unidos) e "Misfits" (Suécia). Ele fala o nome de todasas equipes e aperta novamente o botão, causando esse mesmo efeito ao lado do Grupo "A", fazendo surgir o Grupo "B", formado por: "Movistar Riders" (Espanha), "Rogue" (Suécia), "NeXuS e-Sports" (Brasil) e "Bonjour" (França). Éramos nós! Nesse momento ficamos bem animados, já estávamos entre os primeiros grupos, sabemos que não significa muito mas nos sentimos importantes ao estarmos entre os primeiros grupos. Não prestamos nem atenção direito nele anunciando os times do nosso grupo, logo vendo os participantes do Grupo "C": "EnVyUs" (Estados Unidos), "Owly Six" (França), "ANOX" (Rússia) e "Ninjas in Pyjamas" (Finlândia). Foram três grupos, falta apenas mais um, quatro grupos, os dois melhores de cada um se classificam, só poderíamos esperar jogar contra o time do Talespin, mostrar que não somos amadores. Logo foi anunciado o Grupo "D", composto por: "Stone Templars" (Espanha), "Dignitas" (Reino Unido), "GoldenGlory" (Brasil) e "Libalent Supreme" (Japão). Foi um sorteio bem animador. Após o fim dele fomos informados sobre toda a estipulação do Mundial, regras importantes, avisos, aquela coisa padrão em todos os torneios de Overwatch.

Enfim saímos do local e fomos informados por um agente que o nosso hotel está exatamente ao lado da Blizzcon e que nossas malas foram deixadas em frente aos nossos quartos, presas com um dispositivo que nós poderíamos tirar com a senha que recebemos em nossos celulares. Algo genial. E também que todos o quartos eram com camas de casais por conta do hotel estar com todas as equipes participantes, não só as de Overwatch. Fomos até o hotel, perguntamos na recepção qual era o nosso andar e fomos até ele. Décimo terceiro andar.

 

– Gente, vamos madrugar no mesmo quarto? Tipo uma festinha. - perguntou Madu no elevador.

– Olha... Por mim tudo bem, não tenho nem sono mais. - respondi bocejando.

– Bora! - disse Brenda.

– São quatro quartos, né? - perguntou Emilly. – A gente pode tentar madrugar e se não der, a gente vai cada um pro seu quarto.

– Isso. Gostei. - Ícaro falou.

 

O elevador abre e vamos todos até nossas malas, pegando elas com a senha e levando até o mesmo quarto. Victor, Letícia e Emilly sentaram na lateral da cama e deitaram nela, descansando. Ícaro, Madu, Arhur e eu fomos até o sofá, ligar a TV e assistir algo. Brenda foi até a cozinha pegar um refrigerante para todos nós, abrindo a geladeira.

 

– Gente, olha isso aqui! - gritou Brenda, fazendo todos nós irmos até a cozinha. – Tem uma coisa pra gente aqui. - falou.

– O quê??? - perguntou Letícia, animada.

– Isso aqui! - Brenda nos mostra o bolo que ela havia pego da geladeira.

 

No bolo estava um papelzinho cheio de detalhes com a frase: "Bem-vindos ao Mundial de Overwatch, heróis. Boa sorte nessa jornada e lembrem-se: dêem o seu melhor, acreditamos no potencial de cada um de vocês. Ganhando ou perdendo, heróis nunca realmente morrem. Com amor... Blizzard. Que a paz esteja ao seu lado."

 

 

(Continua...)


Notas Finais


· Críticas e dicas são extremamente aceitas. A opinião de cada um importa e acredito que possa me ajudar a melhorar a fic e também continuar com ela.
· Obrigado por lerem mais um capítulo! 💛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...