História É você! - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Brigas, Drama, Garoto Popular, Romance, Shoujo
Exibições 13
Palavras 1.017
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 21 - Aceita?


Fanfic / Fanfiction É você! - Capítulo 21 - Aceita?

As aulas já haviam começando novamente, só mais dois anos e aqueles adolescente mimados virariam grandes empresários. O Colégio Sehyo era um colégio de classe alto onde 95% dos alunos se preparam para tomar o lugar de seus pais, Yu era uma garota simples, porém sua mãe deixou uma boa (muitooo boa) quantia de dinheiro pois seus avós falecidos tinham condições boas, ela começara a se preparar para virar uma das mais conceituadas arquitetas de Tokyo, era muito inteligente e alcançaria seus objetivos. Hiy, por outro lado, já tinha seu futuro traçado desde o nascimento, o primogênito dos Akihikos assumiria as empresas, os hotéis luxuosos, resorts ... Ele ligava bem com isso, além do mais, tinha a mulher que ama ao seu lado e a partir de hoje, seria possívelmente para sempre.


Sala de aula (2-9) 

Sakura: -E começa o inferno novamente... ainda bem que tenho vocês -falou com voz manhosa.

Yu: -OOOOOWN KURA-SAN. -deu-lhe um abraço apertado. 

Hanna: -Ta muito alegre.

Mai: -Daqui a pouco ela está nos matando.

Yu: -Oooh, já tá na hora de ir... Vou jantar com o Hiy.

Ken: -UUUUUUUHM, tinha que ser.

Yuumi povs on 

Cheguei em casa correndo, havia passado no salão, meu cabelo estava ondulado nas pontas e preso em cima, coloquei uma saia lápis um pouco a cima do joelho branca, um cropped estilo lingerie de renda beje com um tecido da mesma cor por dentro e meu salto alto rosa bebê. 

Eu estava pronto e ouço a campainha tocar, fui atender e me deparei com Hiy de terno preto gravata vermelha e aquele perfume que me tirava do chão, ainda bem que me precavi, havia visto o terno e pensei ser um lugar chique, aceitei em cheio!

Yu: -Você está... um... gato. -falei desviando o olhar, sentia minha pele quente.

Hiy: -Está maravilhosa, tanto com ou sem roupa. -sorriu e me deu a mão.

Yu: -Baka!

Ele tinha vindo me buscar de BMW M4.

-Meu deus -falei branca -POR QUE A GENTE TA TÃO CHIQUE HOJE? Você de terno, carro mais caro que meu corpo e seu juntos... ainda tem mais coisa? To pensando que vai me agradar e depois me dar um chute, me deixando.

Hiy: -Hahahaha, eu vi isso em filmes e o Ken me disse para fazer isso.

-Por que? 

Hiy: -É legal sair. -ele pegou minha mão e sem demora me colocou no carro, em poucos minutos chegamos ao restaurante.

-É um dos restaurantes mais chiques de Tokyo... Aragawa... ARAGAWA. 

Hiy: -Deixe eu te mimar okay? Fala sério, eu quero bancar um de senhor empresário e você a minha dama, quero passear com você nesse meio, aliás, terá que se acostumar... fará sucesso na arquitetura.

-Tudo bem, me mime.

Hiy: -Vamos ficar na cobertura, uma área reservada para nós dois baby. -entramos no restaurante com os braços dados, pegamos o elevador chegando assim na cobertura. Eu estava envergonhada pois todos me olhavam e comentavam "A namorada do Senhor Hiyuu" .

A porta do elevador se abriu, era lindo, as paredes do lugar era madeira envernizada até o teto, havia uma mesa farta de comida e bedida de todos os tipos, o piso tinha carpete vinho com alguns detalhes e a vista, aaaaaaah aquela vista, dava para ver Tokyo toda, meus olhos brilhavam.

-Incrível! Olha quando eu tiver dinheiro vou te levar para Paris e vamos comer em Le Meurice. Eu vou te mimar!!!!!

Hiy: -Isso quer dizer que pretende ficar comigo por mais de dois anos?

-É claro! A não ser... que não queira. -meu coração parou e fiquei cabisbaixa.

Hiy: -Olha, eu pensei em falar isso quando tivéssemos terminado o jantar e passasse das sete  (eram seis e quinze, ainda havia raios de sol que entravam pelo vidro enorme) mas eu não aguento mais... -poxa, ele vai terminar comigo?  O que eu fiz?-                        Você salvou minha vida, em todos os sentidos, até me trouxe de volta uma família e eu quero, eu preciso que faça parte dela oficialmente, para que o mundo todo saiba que eu amo essa mulher bipolar, extremamente sexy na cama; na verdade eles não precisam saber disso! Uma mulher doce, que sabe o que quer e mesmo quando colocaram-na em prova ela saiu com a cabeça erguida pois no fundo sempre soube quem era. Eu, Akihiko Hiyuu, te peço as seis e vinte e um, para que acorde todos os dias do meu lado, em uma casa nossa e daqui a um tempo crianças brigando para brincar com o Alu... Yuumi Aiko, aceita se casar comigo? 

Ele estava na minha frente com um anel (ANEL DE NOIVADO UNI PRINCESS II -diamante) em uma caixinha, seus olhos cinza estavam mais claros e havia um sorriso calma em seus lábios, os raios solares batendo em seus cabelos loiros e lisos me fazia entrar em completa paz.

-Eu... e-eu... vou chorar. Que LINDOOOOOO, eu aceito, aceito, aceito, aaaaceeeitoooo. -me joguei em seus braços o beijando gentilmente, ele colocou o anel em meu dedo da mão direito e o beijou igualmente ao de sua mãe, na esquerda. Me entregou um lindo buquê de rosas cor rosa.

Hiy: -Você não gosta de coisa muito extravagante então escolhi esse que significa amor verdadeiro. Quer dançar? 

-Quero! Eu te amo sabia.

Hiy: -Eu te amo mais.

(...)

Chegamos em casa e fomos para o quarto, ainda havia mais um jeito de comerar. ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Ele retirou meu vestido e o empurrei para a cama.

-Não, não, não. Eu vou fazer isso.                  Subi em cima dele já de lingerie branca com decote nos seios, retirei sua blusa e chupei seu pescoço, o mesmo segurava forte na minha cintura e bagunçava meus cabelos enquanto nos beijavamos intensamente. Cheguei na barra da sua calça e nós dois ja estávamos bem excitados, ele sentou e eu ajoelhei na cama, enquanto o mesmo beijava cada pedacinho do meu corpo entre mordidas eu gemia baixo bagunçado seus cabelos, ele voltou a se deitar e sentei em seu membro já ereto e ... (páh páh páh 🌚)

Acordei e o vi dormindo tranquilamente ao meu lado, comecei a fazer carinho delicadamente em seus cabelos e pude ver o brilho do anel tornar-se ainda mais forte com alguns raios de sol. Eu estava extremamente feliz, não conseguia parar de sorrir.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...