História EarlyTale - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Gerson, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Alphyne, Alphys, Alphys X Undyne, Asgore, Asgore X Torie, Asgoriel, Gaster, Toriel, Undertale, Undyne
Exibições 15
Palavras 1.133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem,me desculpem pela demoro,é que eu tive alguns probleminhas recentes,e a escola e a internet não colaboraram,mas enfim,chegou,como só tenho mais uma prova segunda e depois um ou talvez dois dias de aula,eu vou voltar a postar normalmente.
E já estou quase terminando as oneshots LGBT,mas ainda tem tempo de fazer algum pedido,caso queira.
Enfim,aproveitem o capítulo,até mais.

Capítulo 9 - Capítulo 9 Lado humano


Fanfic / Fanfiction EarlyTale - Capítulo 9 - Capítulo 9 Lado humano

Após o final da guerra,houve um breve periodo de paz,onde humanos conviviam em total harmonia.

 

  Mas com o tempo,isso foi se desmachando,com todos os monstros selados no subsolo,havia poucas pessoas que tinham a habilidade de usar magia,a qual era constantemente associada aos monstros,devido a isso,os usuarios de magia,passaram a ser descriminados e com o tempo passaram a ser perseguidos.

 

   Os magos,que haviam sido grande aliados dos humanos durante a guerra,passaram a serem perseguidos e mortos.

   Eles eram chamados de demonios,algo abaixo de humanos ou monstros,aqueles que antes haviam garantido a vitoria certa,agora eram queimados aos montes em praças publicas.

 

  E os sete mais poderosos,os mesmo que haviam criado a barreira no subsolo,não tiveram outra opção,a não ser fugir e se esconder.

 

  Cada um deles se isolou em um local do mundo,mas com o tempo,cada um deles foi caindo.

  Alguns eram levados por doenças,outros acabavam sendo descobertos e executados,enquanto outros,já sem escolhas,acabavam por cometer suícidio.

 

  - Então,o que você pretende fazer,agora que você é o ultimo que restou ? – A garota de cabelos castanhos falou.

 

  - É perigoso de mais para você aqui,com toda certeza,eles já devem saber onde eu estou,e devem estar vindo para cá,você deve ir,antes que eles cheguem. – O velho mago falou,enquanto observava a lua e as estrelas.

 

  - Mas e quanto ao senhor ? – A mulher perguntou.

 

  - Eles não vão parar enquanto eu estiver vivo,e se eles chegarem aqui e encontrarem você e seu marido,junto de mim,eles vão matar vocês imediatamente,eles nem vão se importar se você está grávida ou não. – O mago disse.

 

  - Seu pai está certo. – O marido da mulher falou.

 

  - Mas ainda há tempo de ele fugir conosco,ele não precisa morrer aqui. – A mulher respondeu.

 

  - Acho que você ainda não entendeu,que eles não vão parar até que eu esteja morto,e se para isso for necessário massacrar uma vila inteira de humanos,não é problemas,e para eles,seria incrivelmente prazeroso matar minha filha grávida e seu marido. – O mago disse,se virando e revelando seus olhos escarlates,em meio a densa e escura noite.

 

  A mulher enxugou uma lágrima e disse:

 

  - Me prometa,que você vai ficar bem,que nada de mal vai acontecer com o senhor.

 

  - Você se esqueceu que as pessoas que estão me caçando,são humanas ? – O mago perguntou.

 

    A mulher apenas ficou em silêncio,perante a resposta do mago.

 

  - Mas não se preocupe,eu não vou apenas ficar parado esperando a morte,eu vou lutar até meu ultimo suspiro. – O mago disse.

 

  - Ótimo,nós podemos ajudar. – A mulher disse.

 

  - Não,você e seu marido devem ir embora,eu não quero que a pobre e jovem Chara tenha de viver em um mundo sem familia. – O mago respondeu.

 

  - Mas,nós podemos te ajudar a lutar,mesmo não dominando a magia como o senhor,nós podemos ser utéis. – A mulher respondeu.

 

  - Escute,minha filha,este é um mundo extremamente cruel,se vocês ficarem,vocês seram mortos,e caso descubram que você está grávida,eles não vão hesitar em matar a pobre bebe que vive dentro de seu corpo.

  Ou caso,eles decidam nós mostrar um pouco de piedade,eles vão garantir que a pobre menina vivera o mais completo inferno,vão torturar ela,vão garantir que ela ira desejar morte e exterminio todo dia,assim que ela abrir os olhos.

  E eu sei,que ela não passa de apenas um anjo em repouso.

  Eu não quero que ela tenha que sofrer,portanto vão embora,tenham sua filha em um local seguro,deixem que ela viva e cresça de forma feliz,digam que seu avô morreu de uma doença,nunca a deixem saber a verdade,sobre monstros e magos.

 

  A mulher apenas ficou em silêncio e enxugou as lágrimas que escorriam pelo seu rosto.

 

 - Acho que já era de vocês irem,eles já estão se aproximando. – O mago disse.

 

  Então,o marido da mulher a puxou para longe,e enquanto ela lutava e chorava para se libertar,eles desceram a montanha e correram,o para o mais longe que puderam.

 

  Eles estavam a muito tempo escondidos em um local bem isolado e escondido de qualquer contato humano possível.

  Portanto,foi necessário eles andarem noite adentro por horas,até que os primeiros raios de sol do dia apareceram,por trás do grandioso Monte Eboth.

 

  Eles viram de longe,os raios de sol circulando o monte,e iluminando o pequeno vilarejo aos seus pés.

  Com belas flores douradas ao redor,o amarelo intenso das flores,parecia brilhar em contato com os raios de sol que iradiavam do céu.

 

  Aquele parecia ser um belo local para se morar,próximo ao grande monte Eboth,e afastado de qualquer outra forma de contato humano.

 

  Mas naquele dia,o vilarejo estava muito movimentado,pessoas falavam de uma garotinha que havia dessaparecido próxima a montanha.

  Supostamente ela estava escalando a montanha,com uma pequena faca de brinquedo e uma fita vermelha no cabelo,quando foi vista pela ultíma vez.

  Muitos diziam que ela havia atravessado a barreira,outros diziam que ela havia atravessado a montanha e estava do outro lado,e outros diziam que ela havia se perdido na imensidão da montanha.

 

  Um garoto moreno de cabelos pretos e longo se aproximou e disse:

 

  - Não se preocupem,se ela realmente estiver presa lá dentro,eu mesmo vou resgata-lá,esses malditos monstros não sabem que o melhor boxeador e o mais bravo lutador está indo direto de encontro com eles,eu mesmo vou por fim a vida mizerável deles lá dentro.

 

  Ao falar isso,uma enorme quantidade de pessoas gritaram e aplaudiram o garoto em apoio.

 

  Ele então colocou em suas mãos um par de luvas de boxe e amarrou uma bandana laranja em sua testa e disse:

 

  - Eu vou traze-lá de volta,não se preocupem,e assim que eu voltar,todos vocês vão se lembrar de mim.

 

  Ele aparentava ter 15 anos,e após isso,ele saiu correndo em direção a montanha.

 

  Aquela foi a ultima vez que alguém na vila viu o garoto,ninguém sabia ao certo,qual era o seu verdadeiro nome.

 

  De qualquer forma,a mulher e seu marido procuraram um local para se hospedar,eles acabaram por comprar uma casa ali perto.

  O tempo passou,dias se tornaram semanas,semanas se tornaram messes.

  Ninguém mais havia ouvido falar das duas crianças que escalaram o Monte Eboth.

  Ninguém mais se atrevia a chegar perto da montanha,lendas começaram a se formar,diziam que aqueles que escalavam a montanha,nunca retornavam.

  Porém,o tempo passou e em um belo dia,a mulher sentiu uma enorme dor.

  Ela havia entrado em trabalho de parto,ela ficou durante horas sentido uma enorme dor,enquanto paria a criança.

 

 

   Mas após um tempo,a dor finalmente teve fim,uma bela menina havia nascido.

 

  A mãe a tomou em seus braços,e enquanto chacoalva levemente a criança disse:

 

  - Acalme-se pequenina,não chore agora,está tudo bem,mamãe está aqui,você está segura,vai ficar tudo bem,não tem com o que se preocupar.

  Não precisa mais chorar,Chara.

 

 

  Ao falar isso,a criança parou de chorar,e enquanto abria um sorriso,abriu seus olhos.

 

  Lindos e belos olhos,do qual nenhuma criança na vila inteira tinha a sorte de ter igual.

 

  Uma coloração unica de olhos.

 

Lindos e belos olhos escarlates brilhantes.


Notas Finais


Enfim,o próximo capítulo vai contar a historia do humano da alma laranja,podem sugerir nomes,se quiserem :v
Me desculpem pela demora,mas vou tentar postar bastante coisa essa semana,e ainda mais depois da Comic Con EXP.
By the way,eu vou estar indo na Comic Con no dia 3(sábado),se alguém aqui for,eu ia querer muito encontrar,pra trocar uma ideia e talz,se alguém for,pode comentar aqui pra gente tentar se encontrar.
Abraços.
Page:https://www.facebook.com/DudsLao/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...