História Earned It - Merecer - YoonMin - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Suga
Tags Lemon, Yoonmin
Exibições 199
Palavras 3.298
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá! Então aqui está minha primeira one-shot.
Espero que goste e que não apareça aquele errinho traiçoeiro por aí!
Revisei várias vezes, mas né?
Demorei um pouco para escreve-lo, eu realmente me dediquei nele.
Boa leitura!
Ps: Vai lá nas notas finais <3
- Música tema: https://www.youtube.com/watch?v=xe_iCkFsQKE

Capítulo 1 - Single Chapter - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Earned It - Merecer - YoonMin - Capítulo 1 - Single Chapter - Capítulo Único

Park Jimin é um universitário que está cursando psicologia, já em seu último ano. Mora nos dormitórios e seu parceiro é Min YoonGi, que cursa fisioterapia. YoonGi sempre fora um cara sério e frio, porém, com Jimin era diferente e Park se sentia agradecido pela amizade de ambos.

Ele se dedica muito à sua faculdade, sendo que gosta mesmo é de cantar e dançar. Ele faz aula de dança e hoje não foi diferente. Estava ele no estúdio em frente ao espelho dançando os passos aprendidos mais cedo. Deu uma pequena pausa e foi tomar um gole d’água indo, também, verificar se tinha alguma mensagem de seu parceiro de dormitório, que disse que o buscaria assim que acabasse de fazer o trabalho em grupo.

[ via mensagem de texto]

Min YoonGi: Jimin, estou indo agora para aí.

                        Esteja pronto.

(Enviado ás 23:46)

Você: Estou te esperando :)

(Enviado ás 23:55)

Era tarde sim, pois o garoto Park se prendia nos passos de dança e como tinha uma grande paixão se deixava levar e sempre voltava tarde. Principalmente nos sábados quando Min YoonGi vinha ao estúdio e dançava junto dele. Jimin adora quando isso acontece, ele se sente mais íntimo á seu amigo e se diverte com tal. Apesar de ser uma mistura de sentimentos, Jimin se mantem amigo de YoonGi e não quer expor a atração que tem por ele. Mas mal sabia ele que Min sabia disso (o que Park se esforçava pra esconder) quando os dois compartilhavam danças ou até mesmo dormiam na mesma cama - acontecia quando chovia, Park tinha pavor de trovões e gostava de se encolher e se sentir seguro com o outro.

Jimin voltou a dançar a música que fora escolhida pra ele por sua professora. Earned it – The Weeknd, uma música estrangeira que transparecia a sensualidade. E nesse caso a de Park, que era muito maior do que ele achava. Os passos eram lentos e muitas vez eróticos, mas se sua professora dissera que seu ponto forte era este, assim ele faria.

Ele suava sob as circunstâncias. Além de ser verão a ventilação do estúdio não ajuda muito.

Algumas das janelas estavam abertas, mas nem isso era suficiente. Suas vestes eram propícias e marcavam/ exibiam parte do seu corpo, que até agora é definido devido a suas malhações e caminhadas. Uma regata branca lisa, uma calça de couro preta, um all-star clássico e um cordão que YoonGi havia lhe dado no seu aniversário de quinze anos, quando ainda eram jovens e sem preocupações.

Na entrada do prédio Min adentrava o local – de dois andares e muito bem arrumado- e chegando na recepção conversou com seu amigo Jung Hoseok, que trabalhava ali.

- Boa noite, Hoseok. – cumprimentou-o tirando a concentração que tinha na tela do computador que estava na bancada.

- Ah, quanto tempo Suga! - disse eufórico saindo de trás do balcão e dando um breve e apertado abraço em YoonGi que riu e correspondeu.

- Quanto tempo não me chamam assim. – brincou.

- Yah, e como está?

- Estou bem, e você?

- Ótimo, as coisas vem dando certo aqui no estúdio.

- Que bom, Hoseok.

- Sim, muitas pessoas estão se inscrevendo e vamos participar de um concurso nacional.

- Woa, sério? – perguntou Min que estava boquiaberto.

- É sim, fiz a mesma cara quando recebi a notícia.

- Meus parabéns cara.

- Obrigado, mas acho que os agradecimentos deviam ser para o Park e o Seokjin.

- Hum, por que? – perguntou sem entender.

- Eles postaram um vídeo que alcançou muitos views e fomos indicados para participar.

- Ho, o Jimin é realmente um prodígio.

- Sim, e você veio aqui só pra me cumprimentar mesmo? – disse Hoseok com os olhos semicerrados o que fez o mais velho rir abafado.

- Vim busca-lo.

- Certamente. Ele está naquele estúdio menor, onde ele sempre pratica.

- Hum, vou lá chama-lo e meus parabéns de novo. – disse ele e depositou um beijo na testa de Hoseok.

- Obrigado, Suguinha. – brincou e YoonGi fingiu estar indignado com o apelido de baixa qualidade.

Subiu as escadas e não demorou pra ouvir o som da música ecoando no corredor. Iria interromper batendo na porta, mas pensou duas vezes quando viu Park daquele jeito e naquelas roupas – que marcavam bastante as partes de baixo. Jimin se concentrava em dançar perfeitamente virado de costas para a porta, e YoonGi encostado no batente da mesma, fitando os movimentos de Jimin que eram precisos e sensuais.

A música acabou e Park pulou de susto quando viu a figura pálida pelo reflexo do espelho, o que fez YoonGi gargalhar.

- YoonGi, você está louco? Quer me matar de susto? – disse em tom de pergunta que claramente era retórica e tudo que obteve foi a risada do maior junto de sua aproximação.

Cessou as gargalhadas e as caretas e reclamações que Jimin fazia parecendo chateado.

- Está de parabéns pela dança, conseguiu me seduzir. – disse YoonGi, brincando e sorrindo do jeito dele.

- M-muito obrigado. – respondeu Park colocando alguns fios de cabelo atrás da orelha.

- Aprendeu rápido, semana passada estava dançando outra. – elogiou, o que surpreendeu Jimin, que quase nunca recebia elogios vindo dele.

- Sim, espero que esteja boa. – sorriu envergonhado e Min percebeu e apostou em tentativas de deixar o clima mais leve.

- Me mostra como é?

- Com prazer. - Jimin falou um pouco rouco o que deixou os batimentos de YoonGi acelerados. Essa simples, e ao mesmo tempo provocante, palavra ressoou na mente dele, nem percebendo que Jimin já estava mostrando os passos.

- Hey, YoonGi, presta atenção. – balançou as mãos em expectativa de atenção que foi concedida.

Passaram alguns minutos ali rindo e brincando conforme os passos eram aprendidos. Teve um momento quando YoonGi já estava aprontando as coisas para irem embora – o estúdio era para estar fechado á muito tempo-  e quando se virou a imagem que viu foi puramente sexy e tentadora que ele teve que se controlar. Estava em uma parte da música qual não tinha aprendido a coreografia, o que parecia ser difícil mas facilmente reproduzido por Jimin. Na posição de quatro, empinando a bunda bem demarcada na calça e um olhar felino que só o garoto Park obtinha. YoonGi queria ataca-lo e tê-lo pra si só, o que parecia que nunca iria acontecer.

Desde o colegial, quando tinham seus dezessete anos, YoonGi começou a pensar em Jimin de outro jeito, mas optou ignorar aquilo. Só que ignorar virou uma missão impossível quando foram pra mesma universidade, dividiam o quarto e estavam mais íntimos que antes.

- YoonGi, vamos? – perguntou Jimin tirando YoonGi de seus devaneios que viajavam longe da pequena sala.

- V-vamos. – disse.

Conversaram durante todo o trajeto e vez ou outra Park lançava seus olhares provocando cada vez mais YoonGi. Não era diferente com tal, que na mesma intensidade mordia o lábio inferior ou olhava feroz para Park. Talvez esse sábado fosse diferente dos outros, onde uma tensão vagava pelo ar.

Entraram no quarto 146, que chamavam de lar, e cada um foi tomar uma ducha rápida para tirar o suor impregnado no corpo. Apesar de ser um pouco tarde, não se sentiam cansados.  

YoonGi estava sentado na poltrona bege clara com um dos livros da biblioteca universitária e Jimin colocando uma roupa arrumadinha de mais o que fez YoonGi perguntar a causa.

- Vou treinar mais, hyung. – falou sonoro e YoonGi suspirou ao ouvir ser chamado de modo que não era há muito tempo.

Jimin foi até uma parte do ‘’ apartamento’’ – na frente da poltrona que YoonGi citava-se - onde tinha um espelho na parede e ligou a música no smartphone. Porém, agora ele estava com um short e uma camisa grande e preta.

Min YoonGi assistia atento dando nenhum pouco de atenção ao livro, aos estudos e sem perceber mordia o lábio de forma sensual aos olhos de Park.

- Posso tentar algo, YoonGi? – perguntou se virando para ele, com os olhos castanhos no tom perfeito sendo iluminado apenas pelo abajur amarelado da ‘’sala’’.

- Pode. – falou sem pensar duas vezes.

O livro já estava no chão, mas a cabeça de YoonGi nas nuvens.

Jimin colocou a música no início e se voltou para o mais velho. Conteve um sorriso no canto da boca, não sabia se o que estava prestes a fazer era o apropriado, mas nesse momento não queria pensar em nada, só sentir.

                                     You make it looks like it’s magic

                                             (Você faz parecer como se fosse mágica)

Começava calmo e devagar, fazendo movimentos lentos e rítmicos. Sua habilidade com expressão corporal era tão instigante que prendia o olhar de qualquer um.

                      I’m never confused, i’m so to beign used                        

          (Nunca estou confuso, e estou tão acostumado a ser usado) 

Outra vez YoonGi estava tão abalado com o fato de estar gostando de um garoto e ainda mais: seu melhor amigo, que tentou se livrar desse sentimento. No primeiro ano de faculdade ele mal via Jimin, o que facilitava sua intenção. Ele ia nas baladas, ficava com pessoas que nunca tinha visto e bebia até se esquecer do motivo de estar ali. Park Jimin com certeza havia causado reações em Min YoonGi. E assim como YoonGi, Jimin também sofria por amores á seu melhor amigo, só que sempre lhe faltou coragem pra contar e confiança em si.

                                                ‘Cause boy you’re perfect

                                                    You’re Always Worth it

                                                             And you deserve it

                                                          The way you work it

(Porque garoto você é perfeito

Você sempre vale a pena

E você merece

A maneira como você lida com isso)

 

De maneira erótica Jimin rebolava e deslizava as mãos pelo corpo, por partes mais erógenas e fechava os olhos com calmaria. A boca entreaberta procurando ar e o cabelo grudado na testa pelo suor que se iniciava. Chegou mais perto e mais perto de YoonGi até chegar na poltrona e se sentar no colo do maior- postas suas pernas uma de cada lado do mais velho -, que entrou no ritmo da dança e ficou ali, de prantos a tamanha sensualidade de Park.

Os variados passos contemporâneos estavam sendo feitos no colo de Min Yoongi que se observava aquilo com ternura. Não queria estragar a dança do seu dongsaeng apalpando-o, mas ele, o menino Park, não queria só uma pequena brincadeira. Ele queria uma longa noite e um longo êxtase. E quem era YoonGi pra contrariar? Ele queria tanto quanto o menor. O pequeno entrelaçou os braços no pescoço de YoonGi e o mesmo pôs suas mãos nas coxas macias de Jimin.  

                                So I love when you call unexpected

                 'Cause I hate when the moment's expected

                                       (Então eu amo quando você liga sem avisar

                             Porque eu odeio quando o momento é previsível)

Jimin um dia ligou para YoonGi, ele estava bêbado e começou a falar coisas para ele. Essas coisas fizeram o mais velho ficar confuso e sentir coisas das quais nunca havia sentido antes. Era fato de que Jimin mexia tanto com ele do jeito que ninguém conseguia. Nem mesmo as mais belas garotas. E isso YoonGi tinha experimentado. Esquecer os lábios de um com outros, porém era falho e sequer conseguia curtir coisas assim. A única curtição que ele queria era com o amigo Park.

A música cessou, talvez por ter acabado a bateria do smartphone, já que a frase fora interrompida. Só que Min nem cogitava em pensar em algo assim. Com Park ali, fazendo algo em particular pra ele, como poderia (?).

Jimin encostava as nádegas no membro por cima da calça moletom cinza, já se animando, do outro e o seu mesmo estava agitado por dentro das vestes.

Encarou YoonGi nos olhos, engoliu seco e se aproximou da boca do mesmo apenas esfregando os lábios em uma frase dita:

‘’ YoonGi, me beija’’. - disse rouco com desejo nos olhos.

O mais velho beijou a boca carnuda de Jimin em um selo quente e demorado. A fim de explorar aquela oitava maravilha, provocou o menor mordendo e sugando o lábio do alheio. Com a passagem de língua concedida se concentrou apenas no garoto. Apenas no passe de línguas que sincronizavam pelo momento. Apenas no gosto que Park tinha. Apenas nele.

A medida que o beijo se intensificou Jimin queria mais. Mais contato, mais de YoonGi e sem contradição segurou na barra da camisa que o outro vestia e foi levantando com calma, aproveitando para alisar a pele. Tirada a camisa de YoonGi, fez o mesmo com a de Park. Desceu as mãos para o quadril do amante e o levantou no seu colo, caminhando até a parte das camas. Pararam para respirar, aproveitando para se encarar olho a olho, dizendo coisas que agora não sairiam pela boca e sim pelo ato que tanto almejavam.

As pernas enroscadas na cintura de YoonGi e seu olhar felino sobre si. Ansiando mais contato encostou seu peitoral despido á do maior, sem a quebra do olhar.

- YoonGi, o que você vai fazer comigo?

- Eu deveria te perguntar Jiminie. O que quer que eu faça contigo?  – sussurrou Min, que colocou Jimin não muito delicado na cama.

O outro apenas fechou os olhos arfando quando sentiu a boca do mais velho passear por toda a extensão do seu pescoço à seus mamilos. Min YoonGi se mantinha preso no peitoral de Jimin. Ele lambia, beijava estalado e chupava o direito enquanto brincava com a mão no esquerdo.

- P-pare de me torturar. – disse Jimin em meio alguns gemidos arrastados e abafados. Na verdade, tudo estava abafado pelo calor que sentiam. Não era só o verão...

YoonGi deu uma pequena risada pela fala do menor e lhe deu um beijo molhado com direito à algumas mordidas. Se separaram do beijo pela maldita falta de ar e assim ‘Suga se aproveitou para trilhar uma pequena trilha até o cos do short apertado de Park.

‘’ Mas que preciosidade’’ – pensou YoonGi enchendo as mãos com a coxa desnuda de Park Jimin.

- Você sabe, Jimin? – perguntou baixo, já que a única coisa que se ouvia ali era a respiração descompassada e os rápidos batimentos cardíacos.

- Do quê, hyung? – disse quase mais baixo que um sussurro.

- Que eu te acho gostoso. – disse YoonGi sem esperar uma resposta atacando mais uma vez aqueles lábios viciantes de Jimin. Porém desta vez ele foi rápido e preciso, deixando uns selinhos na maciez.

O mais alto se pôs a retirar as peças inimigas dele: o short e a boxer. Não teve muita pressa e recebeu um resmungo de Park que não aguentava mais.

Vendo Jimin completamente nu passou a língua pelos lábios como se saboreasse o menino Park com os olhos.

Passou a mão pelo membro de Jimin começando uma masturbação lenta, alisando a glande com o polegar, fazendo o alheio desistir de segurar seus gemidos.

- Ooh, Y-yonGi...  – foi a conta d’água e logo Jimin sentiu seu membro ser abocanhado por seu hyung que acariciava seus testículos calmo.

A boca de YoonGi chupava com vontade o pênis de Jimin. Lambia o topo e masturbava a parte que não coube ao certo em sua boca. Podia já sentir o gosto do pré-gozo de Jimin quando o mesmo suplicou:

- Aah.. hyung, eu quero você. – ele disse irritando o lábio inferior com uma mordida lenta.

E assim a sanidade de YoonGi – que já não era muita naquele momento – se foi por inteiro.

Retirou a boca do membro de Jimin e o menor tratou de retirar o resto da roupa de YoonGi. Ele foi rápido logo dando de cara com o membro quase ereto de YoonGi. Porém, não era o suficiente para saciar Park. O menor queria provocar o mais velho, de modo que demostrasse o desejo que tinha sobre Jimin.

- Hyung, eu posso...? – não esperou Min responder, apenas lambeu a extensão com a expressão mais sexy. Uma das mãos estava no abdômen de YoonGi – que estava mais definido – e a outra deslizava aleatória no seu próprio corpo. YoonGi seguiu a mão de Jimin que parou quase em sua parte intima e percebeu o olhar pervertido de Park nele.

- Você quer me foder, Yoonie? – sibilou Jimin se afastando seguidamente se deitando e passando as mãos por suas coxas. Coxas cheias e mãos aquecidas e pequenas.

- Jimin, você me deixa louco. – diz YoonGi perto da orelha de Park que sentiu um frio perto do ventre.

Se aproximaram mais uma vez chocando os corpos, ambos sentindo o calor que invadia-os. Min pressionou seu quadril para mais perto do de Jimin, encostando as ereções.

- H-hyung... – arfou, mas buscou forças e trocou as posições ficando por cima do mais velho que riu sacana.

Sentou se no colo de tal- o puxando para se sentar, assim poderia dar alguns selos na boca dele - e rebolou contra o volume. Com movimentos bem divagares e uma expressão minimamente erótica, como toda a ação. Fez com que a parte intima de YoonGi roçasse contra sua entrada fazendo ambos gemerem sem pudor, não ligavam mais se alguém do lado escutaria.

Não aguentando mais Park se preparou enquanto masturbava o outro. Terminando, tratou de encaixar YoonGi dentro dele e foi ouvido um gemido de dor e um fio de lágrima descer nas bochechas de Jimin.

- Jiminie, vai ficar tudo bem. – soou calmo e protetor, espalhando selares no rosto pouco moreno do mais novo.

YoonGi mesmo em um momento desses, cuidava de Jimin como sempre costumava fazer. E isso Park amava. Ser mimado por ele, de forma que só ele consegue. De forma que só aceitaria se fosse Min YoonGi.

Passando um pouco a dor começou a se mexer, quicando lento aumentando a velocidade conforme a dor diminuía e o prazer predominava.

 

A noite foi preenchida por gemidos de prazer dos dois, o rosto e corpo de Park Jimin suando juntamente de suas expressões, o cheiro de sexo, que não apenas era carnal, era amoroso. Não era uma transa qualquer.

Quando os dois chegaram a seu ápice – Jimin jogado sobre a cama e YoonGi acima, depois do menor se esgotar, manuseando a entrada de ar – não apenas estavam satisfeitos, – fisicamente – estavam felizes.

Tendo uma respiração mais calma foram tomar um banho o mais rápido que conseguiam, podiam sentir o cansaço que se ausentava mais cedo.

Como um irmão mais velho, Min guiou Jimin e o lavou direitinho e depois a si. Se secaram e se vestiram. YoonGi trocou os lençóis de sua cama, por motivos óbvios.

A chuva começou a cair e em poucos minutos os raios em conjunto.

Park se sentia tão envergonhado por estar naquela situação. Mesmo com medo do temporal, ele estava recatado a não deitar com o mais velho, por mais que quisesse. Não saia dos seus pensamento que acabara de fazer sexo com o cara que gostava, que sentia amar. O a coloração avermelhada se tornou presente em suas bochechas e ele foi tímido deitar em sua cama de solteiro – diferente da de Min que era de casal.

YoonGi que já estava deitado disse:

- Não vai deitar comigo? – pareceu manhoso.

- A-acho que não. – disse e um silencio caiu sobre o lugar. Jimin, que estava de costas para YoonGi, pensou ter sido rude.

Mas aí sentiu um peso costumeiro por trás de si o abraçando.

- Boa noite, Jiminie. – ouviu num sussurro leve e se sentiu fraco para responder. O sono estava o induzindo com tamanha força. O afago que o mais velho fazia em suas madeixas, não colaboravam em deixa-lo mais tempo consciente.

- B-boa noite... – disse fechando as pálpebras, enfim dando espaço para o sono lhe consumir.

                                                                             ___________________________________

Park sempre soube que o mais velho era importante para ele, mais que isso, era uma parte dele e da sua vida. YoonGi sempre soube que Jimin merecia tudo de melhor dessa vida e estava disposto a dar a ele aquilo que conseguisse.

 

 

 

 

 


Notas Finais


Aah! E aí gostaram?
Espero de todo coração que sim.
Estou até meio receosa e com medo desse lemon, já que é meu primeiro '-'
Comentem se quiserem e repassem para os amiguinhos safados on~
Pretendo postar mais one-shot's, dão menos trabalho - FF
Beijos na bunda, até mais xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...