História Eden - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias League Of Legends
Personagens Akali, Darius, Draven, Garen, Irelia, Karma, Katarina, Kennen, LeBlanc, Master Yi, Poppy, Shen, Sion, Swain, Talon, Xin Zhao, Yasuo, Zed
Tags Darius, Eden, Romance, Yasuo
Visualizações 23
Palavras 1.141
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mil desculpas pela demora, vou tentar postar com mais frequência, mas é que o lolzin me prende demais :v

Capítulo 8 - O Teste da Sacerdotisa


Fanfic / Fanfiction Eden - Capítulo 8 - O Teste da Sacerdotisa

Águas de Sentina

O povo se juntava para ver o espetáculo. Sempre quando a sacerdotisa fazia um teste de espírito, era algo grandioso, e as pessoas adoravam ver aquilo. O samurai parecia inquieto com toda aquela atenção para si e para a sacerdotisa.

O teste funcionará da seguinte maneira – Ela começou a explicar

Arrancarei o espírito do seu corpo, espadachim – Apontou para o peito dele

Se sobreviver a todos os ataques que farei contra seu espírito, você passa no teste, compreendeu? – Ela cruzou os braços

Sim, vamos começar logo – Yasuo assentiu

Ótimo – Ela sorriu

Mas, primeiro, qual o nome da mulher que vai roubar meu espírito? – Yasuo a encarou

Illaoi – Ela respondeu o olhando de canto por cima do ombro

Voltou a olhar para frente, caminhou um pouco mais e se virou novamente para Yasuo. Ela juntou algo do chão, era redondo e dourado, o espadachim podia jurar que havia tentáculos saindo daquilo, e certamente aquilo não era coisa da cabeça dele.

Ela o encarou e jogou aquilo para frente, um dos tentáculos avançou até o samurai, ele apenas atravessou o corpo dele, nem ao menos sentiu dor, mas sentiu algo pior.

Seu corpo ficou paralisado, ele não conseguia se mexer, tudo parecia devagar a sua volta. Ele apenas conseguia olhar para a alma esverdeada a sua frente, que tinha a mesma forma que ele. Assim que chegou á frente de Illaoi, ela deu um pulo, um pulo muito alto.

Bateu com sua arma no chão, o que fez surgir vários tentáculos que saíram da água abaixo do cais em que estavam, jogando água para todos os lados, inclusive em Yasuo, que continuava parado. Abrindo vários buracos no chão e fazendo as pessoas se afastarem, mas ainda assim, assistiam ao espetáculo.

Yasuo continuava paralisado, o que era tudo aquilo? Ele nunca havia visto nada do tipo. Ela então, começou a bater no espírito do samurai. Ele sentia a dor que seu espírito estava sentido, era sufocante, não podia nem se mexer, falar. Sofria em silêncio.

O teste se estendeu por um bom tempo, até que finalmente, Illaoi largou sua arma no chão, fazendo um barulho alto quando ela se chocou com a madeira. O espírito retornou rapidamente para o corpo de seu dono, como se tivesse sido puxado.

Yasuo caiu para trás com o impacto de seu espírito voltando para o corpo, ele respirava fundo no chão, olhava em volta, estava assustado, fazia muito tempo que não se sentia assim.

Logo o sol que batia em seu rosto, foi coberto pela enorme mulher que parou ao seu lado, com as mãos na cintura. Ela o olhou e deu uma longa risada.

Você não morreu, estou impressionada, samurai – Ela estendeu a mão para ajudá-lo a levantar

Já de pé, Yasuo se apoiou nos joelhos, ainda respirando pesadamente.

Essa foi á pior experiência que já tive – Ele a olhou

Há, pode ter certeza de que coisas piores virão por ai – Ela cruzou os braços

O que... O que era aquela coisa que você segurava? Aqueles tentáculos surgindo por todos os lados? O que você é? – Yasuo

Quantas perguntas, garoto, faremos o seguinte, farei minha parte do acordo e falarei com a capitã, enquanto isso, tome um banho, está fedendo a peixe, se ela te deixar embarcar, responderei suas perguntas – Illaoi deu as costas

Yasuo a observou se afastar, respirou fundo e puxou um caranguejo que estava grudado em seu cabelo.

Noxus

Swain! – O homem abriu as portas com brutalidade

O homem apenas o encarou por cima do ombro. Logo, voltando sua atenção á janela.

Le Blanc me contou tudo – Ele parou ao pé da escada, o encarando

Ah, Darius, é bom vê-lo também – Swain virou-se para ele

Você sabia quem ela era desde o começo, e não apenas isso como também a conhece – Darius

Como conseguiu que Le Blanc te dissesse isso? – Swain

Eu á apertei um pouco – Darius

Darius, você não sabe como tratar uma dama – Swain fez sinal de negação

Não mude de assunto – Darius apontou para ele

Tudo bem, se quer realmente saber, sim, eu a conheço, a mais tempo do que imagina – Swain

Ela é o que? Uma amiga? Uma amante? – Darius

Não seja tão idiota, Darius, se quer saber, pergunte a ela, eu disse que se ela quisesse te contar tudo, ela mesma faria isso – Swain

Ela ainda está aqui? – Darius parecia mais calmo

Sim, ela tem, um compromisso hoje á noite, portanto, permanecerá aqui até que o cumpra – Swain

Preciso falar com ela – Darius saia dali a passos rápidos

Darius – Swain

O homem parou, virando-se para ele e o encarando.

Você já a assustou demais, não queira que ela tenha uma má impressão de quem ela se arriscou para salvar – Swain o encarou

Darius não disse nada e saiu dali.

Ainda em Noxus

Eden estava sentada em uma das janelas do castelo, quieta e pensativa. A missão que teria de completar hoje á noite, a preocupava, não pelo que tinha que fazer, mas sim, por quem ela poderia acabar encontrando.

Ah, irmão, espero que possa me perdoar por isso – Eden suspirou

Águas de Sentina

O espadachim esperava ao lado do barco, Illaoi estava falando com a capitã. Ele esperava que ela conseguisse a convencer de deixá-lo subir a bordo.

Não demorou muito até a sacerdotisa voltar.

E então? – Yasuo

Bem vindo a bordo, samurai – Illaoi

Yasuo suspirou aliviado e assentiu em agradecimento.

Partiremos no final da tarde, esteja aqui com tudo que tem para levar – Illaoi

Não tenho nada além de minha espada e um cantil vazio – Yasuo

Então sugiro que encha seu cantil, a viagem será longa – Illaoi

.

.

.

A noite havia chegado, todos os homens já estavam no barco, Yasuo foi um dos últimos a embarcar.

Ei! – Illaoi

O que foi? – Yasuo a olhou

A capitã quer falar com você – Illaoi

Ele assentiu e Illaoi o seguiu até o convés, abrindo a porta e dando espaço para que ele entrasse.

Foi com essa gracinha que você fez o teste, Illaoi? Se tivesse me deixado conhecê-lo antes, teria outra maneira dele embarcar conosco – Uma mulher ruiva apareceu

Ela era muito bonita, usava um chapéu de pirata, tinha curvas bem avantajadas e um corpo invejável. Foi até Yasuo, lhe estendendo a mão.

Capitã Miss Fortune – Ela se apresentou

Yasuo – Ele a cumprimentou

Você é de onde? Ionia? Não se vê muitos ionianos por aqui, seu povo é pacifico demais para Águas de Sentina – Miss Fortune se sentou na mesa que havia ali

Sim, mas estou em uma viagem, procurando por alguém – Yasuo

E isso te trouxe até mim, me diga o que posso fazer por você, já que minha querida sacerdotisa lhe fez passar pelo seu teste – Apoiou as mãos em cima da mesa

Eu preciso de uma passagem de ida para um lugar importante – Yasuo

E que lugar seria esse? – Miss Fortune

Noxus – Yasuo 


Notas Finais


Eu geralmente quase nunca faço isso mas, vou deixar umas perguntas no ar para os meus dois caçadores de teorias preferidos <3
Será que o Darius vai finalmente conseguir falar com a Eden?
Quem é o irmão da Eden?
E o que o Yasuo quer em Noxus?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...