História Edukof contra o ditador do universo paralelo - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Eduardo "Edukof" Fernando (AM3NlC)
Personagens Eduardo "Edukof" Fernando
Tags Afreim, Comedia, Danilo Crespo, Drama, Edukof, Portuga, Romance, Task Aventura
Visualizações 1
Palavras 2.419
Terminada Não
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - O primeiro contato


Fanfic / Fanfiction Edukof contra o ditador do universo paralelo - Capítulo 2 - O primeiro contato

Eles se senta na cama de edu e começa a comer, de repente uma celular começa a toca, eles se olha

Edu

-e o seu portuga??

Portuga

-não Afreim?

Afrem

-nem olha pra mim edu??

Edu

-nem o meu

Eles começa a procura de onde vem esse som, e portuga olha embaixo da cama e lá estava ele pega e vê um número restrito

Portuga

-de quem e ??

Afreim

-vc anda trazendo alguém pra cá edu ??

Edu

-não, claro que não de quem será esse celular

Afreim

-atende portuga

Portuga

-eu não vai saber quem e

Afreim

- se vc não atender ai que vc não vai saber

Edu pega o celular de portuga e atende e coloca no viva voz  

Edu

-alo

?????

-Eduardo

Edu

-quem e ??

???

- preciso saber se vc e o Eduardo??

Edu

-sim sou eu

???

-só me escute com atenção, eu que invadi sua casa, pode parecer estranho mais preciso de sua ajuda ??

Edu

-Que!! como assim, vc invade minha casa leva meu cachorro e meu carro e agora vem com essa vc e louco??

???

-me desculpe mais não tinha outra maneira pra mim conseguir fala com vc, sem eles te encontrarem primeiro

Edu

-como assim, se e louco, vou desliga se vc me liga de novo vou liga pra policia

????

-não desligue, e não ligue para polícia, eles vão te mata se souber que vc falou comigo, só quero salvar seu mundo

Edu

-como assim, meu mundo vc e da doido cara

????

- edu só me escute por um minuto. você já teve a empresa que vc pode fazer mais do que você  pode?? que vc está destinado a algo grande, que vc e diferente do que outras pessoa que vc tem de javé de coisas que vc nunca  fez .sei que não faz sentido para vc agora, mais deixe eu mostra para vc, tem certas coisas que o ser humano só acredita vende, não culpo você de não acreditar, mais me dê uma oportunidade, eu me arrisquei minha vida muitas vezes acreditando que vc poderia fazer a diferencias para nossa causa ,uma causa que só quer salvar esse mundo

Edu

- como assim não estou entendendo nada

???

- vc acredita em mundo paralelos, ou mundo alternativos ??

Edu

-não. Mais agora estou começando a pensando estou confuso quer saber vou desliga

Edu desliga e olha para portuga e Afreim que tão com os olho regalado

Afreim

-o que foi isso cara ??

Portuga

-como assim cara essa mina e louca

Afreim

-eu não disse que não erra um homem

Edu

-estava tão transtornado que nem reparei que era uma menina

Edu senta na cama e fica por um minuto tentado digeri o que tinha acabado de acontecer, ele começa apensar no que a garota tinha dito, mais portuga coloca a mão no ombro dele e ele volta para a realidade

Portuga

-se está bem edu??

Edu

-acho que sim, só estava pensando no que ela falou

Afreim

-vc não acreditou nela ne cara

Edu sem pensar duas vezes olha para Afreim e diz

-não, mais que e perturbador e a mina faz tudo isso só pra implantar um celular no meu quarto, porque ela faria uma coisa dessa para mentir  

Afreim olha para ele e balança a cabeça como não teria como contradizer o que ele diz, edu joga o celular encima da mesa do computador e volta a comer. A madrugada chega e cada um vai pro seus quarto e edu levanta da cama e começa e editar um vídeo, quando ele vai pega o fone de ouvido para escuta uma música, ele vê o celular e resolve a fuxica nele, ele não tinha nada nele o celular era novo tinha até o plástico na tela ele começa a pensar no que ela tinha dito ele solta uma risadinha e joga o celular na mesa e diz

- acho que estou ficando louco, não e possível mundo alternativo

Ele volta a editar os vídeo, e já estava quase amanhecendo quando ele vai dormir. Ele começa a ter um sonho ,ele está numa sala e muitos aparelhos computadores, ele liga um aparelho ele vê uma mulher do outro lado da sala ela parece estar feliz, ela sorri para ele ela fala alguma coisa mais não entende, ele sai da sala mais ela continua ali ,ele pega umas folha numa outra sala que parece ser um escritório quando ele vai em direção da sala que ela está um curto no aparelho se faz , e seguida de uma explosão ele cai no chão a sua vista fica turva mais ele consegue se levanta ,quando ele vai caminhando com dificuldade ele vai  até onde ela estava ele  só vê  escombros  e quando ele começa a retira os escombros ele vê a mão dela, ele dá um grito  de estremo desespero .Edu acorda assustado e todo suado, ele se levanta   já erra umas17 hs, ele   vai toma banho  e no chuveiro imagem do sonho vem em sua mente mais ele sacode sua cabeça para ver se as imagem se vão  ele volta pro quarto ele vê  o celular toca mais não erra o dele, era o celular misterioso era uma mensagem com um endereço era uma casa noturna  pedindo para ele ir dizendo

-Eduardo precisamos conversar, me encontre na casa noturna lafenikis

Ele responde imediatamente

Edu

-vc não desiste, não te conheço se vc fica insistido vou liga para polícia, não te conheço me deixe em paz

????

-não tenha medo não quero te mata, só quero salva seu mundo e só vc pode fazer isso, sei que o que te disse ontem você sabe que e verdade só me dê uma oportunidade

Edu

- não sei de nada, e não sei que e vc, mais confesso q fique com uma pulga atrás da orelha mais que não me garante que isso e armação sua ??

???

-se eu quisesse fazer algo com você, você acha que iria   maçar em um lugar público com vc

Edu pensa e vê que ela tem razão

Edu

-não vou vc não insista

??

-sei que vc vai ??.E eu estarei lá não se preocupa eu te acho como sempre eu te acho não importa em que mundo vou o destino acaba nos fazendo nos encontra  

Edu olha para a mensagem e fica sem saber o que dizer, como o que aquela garota dizia fazia algum sentido, ele esfrega os olhos e respira fundo e coloca o celular na mesa ele fica pensativo será que devo ir, será que isso realmente e real, isso e loucura mais porquê dessa dúvida insana de repente seu celular toca era mensagem do Danilo

Danilo

-sei que esse dias estão sendo insano mais acabei de receber um convite vai ter uma festa aqui em londrina só para you tube daqui de londrina, na real o produtor de evento estava tentando fala com vc mais como não teve retorno e ele descobrirão que somo primos ele disse que se conhecesse vc a ir eu poderias entra também.

Edu

-mais porque cara, vc também e you tube??

Danilo

-mais não sou uns das maiores de londrina ne

Edu

-sei não cara minha cabeça está a mil com o que aconteceu esse dias

Danilo

-ah vamos cara e a melhor de londrina sou loco pra ir lá

Edu dá um sorrisinho, fica meio sem saber como dizer não e acaba concordando

Edu

-também vamos mais só vou porque vc quer ir muito

Edu procura o que fazer e  resolver algumas coisas e volta a gravar vídeo  se perde nos pensamento e fica lembrando no que aquela garota fica dizendo ele balançava a cabeça pra  que aqueles pensamento fosse embora, a noite foi chegando quando Danilo chega ele entra no quarto de edu ele estava lá editando vídeos com o fone de olvido no último volume ,Danilo escora  na porta e edu nem vê ele chega ele espera um momento, pra ver se ele se toca mais nada acontece, Danilo aproxima e tira o fone de edu ele se assusta .

Danilo

-vamos cara vc nem se arrumou

Edu

-foi mal me perdi na hora estava mó focado aqui

Danilo

-cara vc tem que viver um pouco achar uma garota sei lá sai um pouco sessa toca que vc chama de quarto

Edu

-já vou, estamos   muito atrasado

Danilo olha pra ele com um sorrisinho e diz

-cara se vc não se atrasar não seria vc ne

Edu sente um ar sarcástico e se levanta pra se arrumar, Danilo senta na sua cadeira ele conversa o de sempre e quando Danilo fica rodando na cadeira de edu ele vê o celular na mesa de edu e pega e pergunta

-edu cadê seu celular

Edu

-está aqui

Danilo

-se o seu celular está ai, de quem e esse

Edu sai do banheiro com a escova de dente na boca e para na porta e diz meio enrolado

-e uma longa estória

Danilo olha sem entender e diz

-como assim cara

Edu respira e diz

-dá uma olhada nas mensagem

Edu volta para o banheiro e Danilo olha meio sem entender ele desbloqueia a tela e vai direto para as mensagens, Danilo fica sem reação   o que tinha acabado de ler, edu sai do banheiro e senta na cama e observava a cara de pasmo de Danilo.

Edu

-não e pra tanto ne essa sua cara só foi uma doida me atormentando

Danilo

-e eu também concordo

Edu

-então porquê dessa sua cara

Danilo

-se essa casa noturna não fosse a mesma que a gente vai hoje

Edu olha para ele como se ele tivesse de brincadeira com ele

Edu

-se tá de zoa comigo ne

Danilo

-não cara

Edu

-como assim isso e muita bizarro

Danilo

-e até demais

Edu

-então nem a pau que vou cara vai sabe se essa mina não e uma psicopata

Danilo

-agora que vamos ter que ir mesmo

Edu

-porque?

Danilo

-porque o portuga e o Afreim já tavão indo quando cheguei, eles nem sabia que vc ia

Edu

-liga pra eles não pode chega lá

Danilo pega o celular e liga pra portuga que só da caixa de mensagem Danilo olha para edu com um ar de desespero edu pega o celular dele e tenta liga para Afreim, Afreim atende e diz

-alo edu cadê vc, vc não vem ???

Edu

-Afreim sai daí agora você está me olvido ela está ai Afreim

Afrem

-edu não consigo te ouvi a música tá muito alta vem pra cá aqui tá massa  

Edu

-Afreim sai da ai Afreim

Mais Afreim não escuta e a ligação cai, edu passa as mão em seu rosto sem sabe o que fazer Danilo fica andando de um lado para outro edu senta na cadeira e olha para Danilo

-nós temos que ir portuga e Afreim não sabe o que pode acontecer com eles

Eles se levanta e edu pega seu carro e Danilo vai dirigindo edu não para de tentar liga para portuga e Afreim mais não consegue chegando perto da boate tem muitos fã lá na porta eles param um pouco depois da porta Danilo.

Edu

-vamos fazer assim Danilo, liga para o produtor da festa e diz para libera o estacionamento para nos entra, ai se essa garota for alguma dessa fá da porta não vai conseguir mi pega. Danilo liga para o produtor e o produtor libera o portão, ele passa a placa de edu para os segurança eles dão a volta no quarteirão, quando eles chega no portão o segura os vê e deixa eles entra pela lateral da boate, Danilo para o carro na vaga eles ficam em silêncio por uns segundos, edu respira e olha pra Danilo e sai do carro e Danilo vai atrás o produtor está esperando eles na porta de saída e quando ele os vê ele diz

Produtor

-tudo bem senhor edu

Edu

-tudo você viu meus amigos, portuga e Afreim eles estão aqui me esperando

Produtor

-assim um convidado Vips separou um dos nossos camarote mais chique da casa

Edu

-quem e esse convidado

Produtor

-meu querido senhor não revelamos nomes somos bem discreto quando nos pagão bem

Danilo

-edu isso não e uma boa coisa

Eles entram e caminhão por um corredor bem logo e um pouco escuro ,edu para e  chama Danilo de canto

Produtor

-algo de errado

Eles se olha por um estante e respiram fundo

Edu

-não nada de errado mais só quero pedi uma coisa para o senhor não fale nada por enquanto que estou aqui só quero sonda antes de eu entra.

Produtor

-claro senhor seja com o senhor quiser

Edu

- tá Danilo vc e mais discreto, ninguém sabe que eu vim então eu vou volta lá pra fora, vc vai chama os meninos se em 10 minuto vc não volta eu chamo a policia

Danilo

-como assim cara se ela for uma louco

Edu

-ela não está atrás de vocês, mais de mim

Danilo concorda e coloca o capuz da blusa e vai com o produtor, edu volta e sai para fora, está uma friozinho lá fora uma garoa fina, ele escora no carro e fica olhando para porta de saída que está fechada não tem ninguém lá fora, está meio silencio no estacionamento a única coisa que ele escuta e um som baixo e abafado de música eletrônica saindo da boate, um vento bate nas arvores que fica logo atrás do seu carro, sacudindo as folha que lê dá um certo medo,  ele resolve ir para porta laterão da boate  por onde ele saiu  se desencosta  da porta do carro ,ele sente que algo ou alguém está observando ,com um certo receio ele  olha  para traz mais está escuro e a  luz do poste não clareia  por causa da imensa copa da arvore que cobre a lâmpada e ele vê uma forma humanoide  escorada na lateral  da arvore, ele dá um passo para traz e com a voz trêmula diz

-quem está ai??

Mais a pessoa não responde, ele vai dando passo para traz devagar em direção a porta da boate, a pessoa   vai caminhado em direção a ele sem dizer uma só palavra, com um blusa preta e capuz não dá para identifica seu rosto. Edu novamente diz

Edu

-me diz que você, se não vou responder por mim, e serio não se aproxima cara

De repente edu ouve uma risadinha, a pessoa retira o capuz

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...