História Efeitos de uma tragédia - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Álcool, Amor, Arrependimento, Chance, Droga, Internet, Mudar, Prostituição, Sexo
Exibições 26
Palavras 1.861
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - O começo do imperio


Fanfic / Fanfiction Efeitos de uma tragédia - Capítulo 9 - O começo do imperio

...Antes...

   Foi o aniversário da Jen, ela convidou todo mundo, e graças ao meu belo e novo namorado todo mundo veio, a casa dela está completamente bagunçada e cheia de pessoas, enquanto estou no quarto dela, de porta trancada com o Harry, seus lábios não desgrudavam do meu um segundo.

-Chega! Vou ficar com o lábio inchado depois, e isso não é bonito- Falei afastando ele.

-Nossa, como esse baton vermelho não saiu?- Falou ele.

-É de marca boa- Falei.

-Você fica muito sexy com ele- Falou ele.

-Sou sexy- Falei.

-E a sua segunda vez, quando rola?- Falou ele.

-Que tarado garoto, não aceitei namorar com você pra ser sua escrava sexual- Falei- Arrume outra pra isso.

-Eu sei- Falou ele- Você ta esperando alguma coisa não tá?

   Eu acabei sorrindo e isso me entregou.

-Falaaa- Insistiu ele.

-Comecei a tomar pilula, mas no primeiro mês ainda engravida- Falei.

-Quer fazer sem camisinha? Confia tanto assim em mim?- Falou ele.

-Assim como eu não é um viciado- Falei- Não acho que tenho doença.

-Te garanto que não tenho, parece estranho isso sair da minha boca mas não durmo com qualquer uma- Falou ele- Não tem graça ser o comedor da parada.

-Fergus faz esse papel por você- Falei.

-Exatamente- Falou ele- Mas se engravidar não me responsabilizo.

-Aaah se responsabiliza sim!- Falei puxando sua orelha.

-Ai, ai,ai,ai - Ele falou- Ta bom!

-Imagina você como pai...ia ser o pior pai do mundo- Falei.

-Não me subestima tá? Sou um cara muito bom com crianças- Falei.

-Duvido- Falei.

-Algum dia vou te mostrar- Falou ele- Mas então como vai chamar nosso filho?

-Diego- Falei.

-Muito novela mexicana- Falou ele Richard.

-Não gostei, se por pra parir eu escolho o nome- Falei.

-Nossa estamos mesmo falando de filho?- Falou ele rindo.

-O que você acha que eu transar com uma garota?- Perguntei.

-Nossa, mudou de assunto muito rápido!- Falou ele.

-Responde- Falei.

-Eu deixo se me mandar um video depois- Falou ele- Você vai tranzar com quem?

-Um presentinho de aniversário para Jen -Falei.

-Podia ser alguem mais gostosa não?- Falou ele.

-Por enquanto não- Falei.

-Que presente inusitado o seu- Falou ele.

-Pois é- Falei- Vou dormir aqui, os pais dela aproveitaram essa festa para conseguir passar a noite em um hotel, e dou um jeito do Gaye cair fora.

-Acho que o Gaye gosta de você- Falou ele.

-Que dó dele- Falei- Não sabe no que ta se metendo.

     Mas tarde depois do bolo o pessoal começou a ir embora e fui atrás do Gaye, ele estava conversando com o Connor, um garoto bonitinho da minha turma...

-Gaye, será que não pode passar a noite na casa do seu amiguinho? Tenho um assunto importante a tratar com a sua irmã- Falei.

-Posso dormir na sua casa?- Perguntou Gaye.

-Que isso cara, já ta cedendo? -Falou Connor.

-Não desafio essa louca- Falou Gaye- Não sei o que ela é capaz de fazer.

-Que bom que tem consciência- Falei.

-Pode ser, assim meu primo não fica no meu pé- Falou Connor.

-Seu primo é daora, para de pegar no pé dele- Falou Gaye.

   Deixei os dois discutindo e sai andando, vi o meu namorado indo embora, só não fui falar tchau por que não tava afim de dar tchau para os seus amigos também, mais meia hora e todo mundo tinha ido embora, eu fui tomar um banho e depois fui até seu quarto.

-Olha a câmera que ganhei- Falou ela entrando no quarto.

-Deixa eu ver- Falei.

   Uma câmera de alta definição, ela gostava muito de tirar fotos.

-Dos seus pais não é? Que daora- Falei e sem ela perceber deixei a câmera na estante ligada no modo da filmadora, bem no angulo certo.

   Me sentei na cama de novo e ela deitou a cabeça no meu colo.

-E seu presente?- Perguntou ela fazendo bico- Você sempre tem alguma ideia inusitada.

   Eu me abaixei um pouco e comecei a fazer carinho no seu cabelo, ela apertou suas pernas, estava com certeza sentindo alguma coisa lá em baixo, sei mudar climas muito fácil, abri sua boca, me abaixei e a beijei, ela aceitou, levantei sua blusa o suficiente para ver os peitos, seu sutiã abri na frente, e foi bem fácil tirar, passei a mão de vagar por cada um depois comecei a apertar, tirei sua cabeça do meu colo e fiquei por cima dela, então minha boca foi para seu seio, e eu chupei cada um dele enquanto ela deixa as mãos no meu cabelo, eu fui descendo meus beijos e quando cheguei no seu short o puxei para baixo deixando só sua calcinha e comecei a passar a mão por cima, ela está molhada...ela resolveu ficar de joelhos na cama e ficamos uma de frente para outra se beijando, ela tirou toda a minha roupa, eu sentei de pernas abertas e puxei ela para sentar no meio, comecei a masturba-la e rápido ela já estava gemendo, enfio um dedo só para não machucar então reparo que ela não é virgem coisa nenhuma, coloco mais um e começo a fazer movimentos, quando ela chega ao seu ponto tiro os dedos e levo até sua boca, ela os chupa com vontade, ela se vira para mim e leva a boca até minha intimidade, nossa...ela sabe muito bem como fazer um oral, e para deixar mais intenção ela agarra na minha bunda para me segurar, quando ela para , faço deitar, me encaixou nela e começo a mexer, nós duas sentindo prazer... O Harry vai gostar muito de ver isso, quando terminamos ela se deitou por cima de mim e ficou me beijando.

-Gostou do meu presente?- Perguntei.

-Amei- Falou ela.

-Você parece experiente...- Falei- Não pude deixar de notar.

-Já me envolvi com uma mulher mais velha...- Falou ela..

-Quem?- Dou um selinho nela- Vai fala...

-A professora Sara do fundamental um- Falou ela.

-Ela é nova e gostosa, que bom gosto...- Falei -Só não sabia que ela era lésbica.

-Sempre foi- Falou ela- Vou tomar um banho...quer ir comigo.

-Não- Falei - Vai lá.

   Quando ela vai no banheiro, pego a câmera e passo o video para o meu celular e imediatamente mando para o Harry, não demorou muito ele respondeu.

"Duas horas da manhã e você me fazendo ficar excitado até de longe?"

  Então respondi.

"Já disse que sou sexy sempre"

  E logo chegou outra.

"Queria ser aluno da Sara pra santagiar ela com isso"

   A sim coisas que a Sara possa fazer por nós, é só esperar uma oportunidade surgir...

...Depois...

    Vai ter uma festa entre amigos na casa do Hinley, mas é uma fachada, o único objetivo é pedir a Evie em namoro, super apoio os dois, mas o jeito que ele inventou de pedir é brochante, pelo menos para mim, mas a Evie vai gostar muito, o Harrison acaba de businar e saiu de casa, quando entro no seu carro e ele dá um gritinho que me assustou.

-Porra Harrison!- Falei, ele olhou bem no fundo dos meus olhos e começou a deixar a respiração pesada, e comecei a ficar com agonia e bati nele- Para Harrison!

   Ele parou e começou a rir.

-Muito divertido fazer isso com você- Falou ele.

-Não to com cabeça para nada hoje!- Falei- Não começa com suas idiotices.

-Tá, me diz onde a Evie morra, fiquei de buscar ela também- Falou ele.

-Eu também não sei onde ela mora- Falei e peguei meu celular- Vou ligar para ela.

   Estava tocando, e ele ficou em silêncio até achei estranho...

-Vamos mesmo deixar de lado as maravilhas que sua boca fez?- Perguntou ele e eu ri.

-O mesmo pra você- Falei.

   Antes que eu falasse mais alguma coisa ela atendeu.

-Gracie?

-Vamos te buscar, onde você mora?

   Ela passou o endereço e falei para o Harrison e fomos o caminho conversando.

-Então... Você quer continuar?- Falei.

-Claro que sim- Falou ele.

-Deixa o clima aparecer de novo tá? Não tenta forçar...- Falei.

-O que ta acontecendo?- Perguntou ele- Você não ta bem.

-Tem um lado sangrento da minha vida que voltou- Falei -Eu exclui ele ta minha cabeça a muito tempo, até convenci a mim mesma que tinha perdido a virgindade com outra pessoa...

-Esse seu passado sangrento tem nome?- Perguntou ele.

-Vamos chamar ele de Harry- Falei -Um nome bonitinho para amenizar a ameaça.

-O Harry voltou literalmente ou ta só... Sonhando?- Perguntou ele.

-Ele voltou, voltou para ficar- Falei- Não paro de pensar um segundo na possibilidade de cair nos seus braços de novo.

-Você ama ele ou alguma coisa do tipo?- Ele perguntou isso e comecei a pensar nisso e senti um apertou muito grande.

-E-eu não sei- Falei- Ele sempre me fez muito feliz, ele não é exatamente uma boa pessoa, mas todas as coisas ruins que vivemos eu que fiz e ele me acobertou, ele é muito, muito...importante para mim, e a única certeza que tenho que não é como amigo.

-Que confuso, eu sou pior que qualquer pessoa pra dar alguma ideia do que estar acontecendo- Falou ele rindo.

-Não conta pra ninguém tá?- Falei.

-Segredo comigo é bem guardado- Falou ele.

-Olha a Evie ali- Falei apontando para ela sentada na calcada.

   Depois fomos para a festinha que acabou virando uma maratona de filmes na garagem.

-Opa- Falou Erin descaradamente jogando jogando suco na camisa do Hinley.

-Ò não! O que Irie fazer?- Falou Hinley descaramento.

-Tome essa blusa para você!- Falou Daniel descaradamente jogando uma blusa para ele.

   Ele tirou e colocou a outra blusa, a Evie não tirou os olhos dele.

-Limpa a boca que a baba ta caindo- Falei e ela caiu e eu ri.

-Idiota...- Falou Evie com vergonha.

-Gracie! É sua vez!- Gritou Amy e levei um susto.

-Calma ai...- Falei- Minha vez? Ata...é... O que eu tinha que fazer ?

-Evie, será que pode ler o que ta escrito na blusa dele?- Falou Harrison.

-Você quer...- Ia falando Evie mais interrompi.

-Que idiotice gente, isso nem chega a ser engraçado- Falei -Evie, o Hinley quer saber se aceita namorar com ele.

-Claro que sim!- Falou Evie que pulou em cima dele e foi recebida com um abraço.

-Obrigado Gracie, agora reparei que essa ideia é bem babaca- Falou Hinley.

-Ela é lerda, ela nem ia entender- Falei- Foi uma péssima ideia.

   Eles se beijaram na frente de todo mundo e ela ficou muito vermelha, na blusa dele estava escrito "Você quer namorar comigo?" e eu ri.

-Se andar com esse blusa por ai vão te entender errado- Falei e todos riram.

-Tira essa blusa agora!- Falou Evie.

-Hum...Evie quer ver o que tem por baixo- Falou Harrison com um sorriso malicioso e riram mais ainda.

-N-n-não!- Ela ficou um pimentão e abraçou o Hinley- Eu juro que não é isso...não sou tarada.

-Tudo bem se fosse também- Falou Hinley rindo e depois deu um beijo na sua testa e continuou a abraçando.

   Eles são um casal tão lindo, parece que foi ontem que estava assim com o Harry, todos olhavam para nós e viam um casal inocente dividindo os prazeres da vida, era quase isso...mas tinha um falha em tudo.


Notas Finais


Gostaram do Harry?? Ela não tem muita historia com o Gaye já que além de ela demorar para perceber que ele existia...também acabou morrendo muito cedo pra fazer historia com os dois.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...