História Ei, de amarelo! Não, ei de rosa! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Ai Scrr, Chanbaek, Tentativa De Comedia
Visualizações 69
Palavras 984
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


aq estou eu com mais um lixo e se tiver erro culpa n eh minha é nois

Capítulo 1 - Capítulo Único


Ei, de amarelo!

Baekhyun se virou e sorriu.

— Ei, de rosa!

 •

Cor de rosa: Baekhyun! Quanto tempo, né? A gente devia se encontrar como nos velhos tempos... Então, você aceita, hyung?

Baekhyun: Aceito, cor de rosa.

— Chanyeol, cadê você??

Baekhyun procurava o mais novo pelo aeroporto. Já fazia mais de meia hora que o maldito Chanyeol não aparecia! Nem sequer uma mensagem. Sacanagem mesmo, hein.

É, acho que o jeito mesmo é gritar, pensou Baekhyun.

Okay, Baekhyun não era paciente e acho que nós todos percebemos. Mas poxa, cara! Já fazia um tempinho –,ou tempão–, que o orelhudo da camisa cor de rosa não dava um sinal de vida sequer.

Quê? Cor de rosa? Que diabos?!

Calma, calma que eu contarei pra vocês, amigos.

Baekhyun e Chanyeol se conheceram pelas cores de suas camisas. Chanyeol estava caminhando na rua com suas compras. Havia acabado de sair do supermercado. E ai, sentiu alguém empurrar seu ombro bruscamente e viu; O baixinho de camisa amarela. Chanyeol viu ele passar e... pá!, derrubar todas as suas compras e quebrar os ovos ,– maldição! –, e logo depois viu Baekhyun passar por ele sem notar que havia derrubado suas sacolas.

"Ei, de amarelo! – Chanyeol gritou, a esperança do estranho ir lá e pagar seus ovos.

Baekhyun se virou e sorriu.

 Ei, de rosa! – decidiu entrar na brincadeira. Se aquilo fosse brincadeira.

Chanyeol ficou confuso e decidiu logo perguntar ao moço se ele era cego.

— Moço, você tem algum tipo de... problema? Sei lá, cego? Porque olha, você derrubou meus ovinhos! – colocou as mãos na cintura e olhou o ruivo.

Esperou, espero uma resposta vinda daquele ser ruivo que já estava pensando em ignorar o acontecimento dos ovos e ir pra casa. Bagunçou seu cabelo encaracolado e respirou fundo até que...

— Sério? Eu nem vi, moço! Mil perdões! Quer que eu vá no mercado e compre pra pagar minha dívida? Eu não demoro, espere aqui! – falou apressado e Chanyeol quase não entendeu nada, mas claro, tinha entendido. Baekhyun se apressou pra tirar a carteira do bolso e Chanyeol arregalou os olhos.

— Ei, cara! Se acalma, não precisa. Já gastei meu dinheiro e não quero que gaste o seu. Muito obrigado, mas deixa pra próxima! – Chanyeol se apressou pra responder o baixinho que insistia em tirar o dinheiro da carteira, mas Chanyeol não deixava.

Ele é gato rs, pensou Chanyeol._

— Devo agradecer? Obrigado! – se curvou, sorrindo. — Hmm, qual seu nome?

Oh, ele perguntou meu nome..., Chanyeol, Chanyeol... tsc._

— C-chanyeol... P-park Chanyeol! – conseguiu? Amém! — E o seu?

— Baekhyun, Byun Baekhyun. – riu. — Então, me dá seu número? Pra gente... sei lá, conversar. – perguntou coçando a nuca, sem graça.

— P-posso? Ah, p-p-posso sim! Desculpa... – falou embolado. Baekhyun riu.

Chanyeol anotou seu número e deu para Baekhyun.

— Então, mais tarde eu te chamo e me responde pra sei lá, quebrar uns ovos, e gritar; Ei, de amarelo! Não, ei de rosa!

Chanyeol gargalhou com a piada e assentiu._

— Claro.

Talvez desse certo.






Então, voltando aqui, né? A história já está contada!

Baekhyun contou até três e respirou fundo antes de gritar.

— CHANYEOL, SEU BOSTA! APAREÇA OU EU MESMO VOU FAZER UM ESCÂNDALO, DESGRAÇA!

Cor de rosa: Sabia que essa foto no seu perfil, esse gatinho tá mais gatinho ainda?

Baekhyun viu a mensagem e riu. Sua foto do perfil era ele com umas orelinhas de gatinho e um óculos no rosto.

— Idiota... CHANYEOL!

Todo mundo começou a olhar para Baekhyun e outras sorriam. Baekhyun não se importou e continou gritando até que...

— Ei, de amarelo!

Oh, aquela fala...

Chanyeol estava querendo mesmo brincar consigo.

Baekhyun rapidamente virou pra trás, encarando um poste com orelhas e agora ruivo.

— Ah não, cara...

Baekhyun não esperou nenhum segundo pra correr na direção de Chanyeol e pular no colo do mesmo, agarrado ao seu pescoço.

— Hmmm, você tá com aquela camisa amarela que a gente se encontrou da primeira vez. – Chanyeol murmurou.

— E você também, só muda por que ela é nova. – Baekhyun riu.

— Senti saudades. – Chanyeol falou depois de sair daquele abraço apertado.

— Eu não – riu quando sentiu um tapa na cabeça. — Ai, tô brincando. Senti muita saudades, muito mesmo.

— Verdade?

— Juro pela sua camiseta junto com a minha.

— Hm, então acredito.

— Agora que nós nos encontramos, que tal vamos dar uma volta? – Baekhyun perguntou, agarrando a mão do mais alto — Vamos com essa roupa mesmo, Chan. – vendo o outro que queria trocar de roupa, falou.

— Você sabe que eu não gosto de sair com você todo desarrumado.

— Você tá lindo, Pantera Cor-de-rosa. – brincou.

Baekhyun procurou a saída e antes que Baekhyun fosse, Chanyeol parou o mesmo e respirou fundo.

— Baekhyun.

— Hm? Oi? – o mais velho se virou sorrindo.

— Quero te pedir uma... coisa? Pera, quero sim. – riu nervoso. — Você sabe né, a g-gente se conheceu daquele jeito e...

— E...? – incentivou para continuar.

— E eu queria te perguntar se; v-você q-quer ser meu namorado? Tipo, você compra camisetas amarelas pra mim e eu rosa pra v-você? Então... aceita?

Baekhyun arregalou os olhos e riu surpreso, comprimindo os lábios. E então, sorriu.

— Aceito.


— Você vai usar essa sim! Você falou que no nosso namoro você iria comprar camisetas rosas pra mim, e eu amarelas pra você! – Baekhyun quase gritou na frente dos clientes da loja.

Chanyeol e Baekhyun foram a loja experimentar algumas roupas e xi! Baekhyun se lembrou da promessa do namorado. Foi procurando as camisas e achou uma amarela, que parecia mais um vestido. Baekhyun quis comprar para Chanyeol, mas o mesmo não quer.

— Amor... por favor, essa não. E pare de fazer escândalo, todo mundo tá olhando. – Chanyeol pediu, olhando ao redor envergonhado.

— E eu me importo se eles estão olhando ou não? Problema meu que não é! Vou comprar isso e você vai usar, entendeu?

— Ah, cara...

— Sim, ou não? Chanyeol.

— Argh!!! COMPRA LOGO ISSO, BAEK!

E logo Baekhyun saiu feliz, sem soltar a mão do namorado. E já Chanyeol... emburrado pelo aquele escândalo, mas ele amava Baekhyun.

Afinal, o que as camisetas podiam fazer por eles?

Amém, rosa e amarelo!



FIM!


Notas Finais


obg se leu iszi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...