História Eighteen - O Colegial - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 13
Palavras 3.576
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Festa, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


obrigada por ler, espero que gostem e boa leitura! <3
me desculpem por qualquer erro.

Capítulo 36 - Ferris Wheel


Fanfic / Fanfiction Eighteen - O Colegial - Capítulo 36 - Ferris Wheel

+ JungKook +

 

 

{dois dias antes, sábado}

 

Depois de muita insistência para sairmos juntos, Yoongi e Mari decidiram que até poderíamos sair, mas só depois que eles fizessem sei lá o que na casa da Mari. Que é onde estamos agora. Assim que cheguei já vi uma cara de preocupação da Mari, coisa que não é lá muito normal. Do mesmo jeito vi o Yoongi, que realmente me surpreendeu. Não fiz nenhuma pergunta, eu acho que eles andam meio irritados comigo por que eu não os deixo em paz, mas... eles vem sendo pessoas boas ao mesmo tempo, o que me faz querer ficar mais e mais com eles.

Mari e Yoongi subiram para o segundo andar depois de trocar algumas palavras e eu os segui, porque a Mari fez um sinal de vem. Nós entramos e assim a Mari sentou na cama dela e olhou para a porta do banheiro. Yoongi encostou-se à parede perto da porta do quarto e eu sentei numa cadeira que tinha ali no canto.

A porta do banheiro abriu e eu congelei quando vi a Ana, por um momento eu senti raiva, mas eu vi a cara dela de perdida.

- Mari – Ana fala – vem aqui.

A Mari entrou no banheiro sem fazer nenhuma pergunta e eu vi o Yoongi desencostar da parede e olhar atentamente para o banheiro com os braços cruzados.

- Yoongi... – eu o chamo, mas nem posso continuar porque a Mari me interrompeu.

- AI ANA! – Mari gritou de dentro do banheiro.

- Eu não sei o que fazer agora – Ana fala e eu a escuto.

Seguro no apoio de braço da cadeira. Sinto um frio na espinha.

A porta do quarto abriu e a Mari saiu do quarto meio perdida, e além dela a Ana saiu também, do mesmo jeito. Aparentando ter acabado de receber uma notícia devastadora.

- Mari? Ana? – Yoongi pergunta – O que aconteceu?

- Eu... – Ana fala e ela mostrou um negócio branco – estou grávida...

Meu mundo parou. Parecia que a cena tinha se congelado. Até o Yoongi não acreditou e olha que ele é foda-se pra tudo que não envolva ele. Não consegui nem balbuciar algo. Eu realmente congelei. Eles falavam, mas eu não escutava nada. Vi a Mari abraçar a Ana.

Vejo o Yoongi falar alguma coisa e ele depois disso ele vir até mim. Ele falou algo e eu não entendi e nem escutei. Ele me puxou pelo braço e eu levantei. Fomos até o lado de fora do quarto e o Yoongi fechou a porta.

- Vem – escuto ele falar bem ao longe, de uma maneira meio estranha.

Ele me puxou até eu descer as escadas e depois me empurrou para o sofá.

- Eu vou dar um tempo para você... – Yoongi parecia perdido.

Ele sentou-se ao meu lado e pegou o celular.

...

Depois de algum tempo em silêncio, as gêmeas apareceram e o Yoongi levantou.

- E ai? – ele perguntou e eu olhei para a Ana.

- Temos muito a pensar – Mari fala – e tem nossos pais ainda.

Ana parecia abatida.

- Eu vou pegar uma água para vocês – Yoongi fala.

- Vou junto – Mari fala.

Eles foram para a cozinha.

- É... – eu tento falar alguma coisa, mas só uma pergunta vem na minha cabeça agora – esse bebe é meu?

Ana olhou para mim e pensou.

- Não... eu não sei – ela responde.

- Me fala uma porcentagem pelo menos – peço.

Ela pensou de novo.

- Acho que pode ser vinte e cinco por cento seu e setenta e cinco por cento do Rafael – ela fala.

- Mas... – penso – eu achava que era mentira você ter pegado ele.

- Mentira? – Ana fala confusa.

- É, porque não tinha tempo o suficiente... – falo.

E eu achava que era mentira mesmo, muita coisa estava me mostrando isso. Principalmente o lado compreensivo do Yoongi. ELE NÃO É COMPREENSIVO.

- Não é mentira – Ana fala.

- Mas a gente também transou, pode ser meu então – falo.

- Mas usamos proteção, com o Rafael... não – ela fala.

- Ah Ana! – falo decepcionado – Você parecia a garota certa para mim!

Ela não respondeu.

- Eu ia te pedir em namoro... – falo quase chorando já – você... você falou para o Rafael?

 - Ainda não – ela fala – eu estou com medo da reação dele.

- Tem certeza que é dele né? – JungKook fala – Porque eu posso assumir o filho.

- Eu não sei – ela responde e o celular dela começa a tocar.

Ela o atende.

- Oi Rafa – ela fala – eu te ligo depois pode ser? ... É... Eu preciso falar com você, mas é depois porque agora eu estou meio ocupada.

ATA.

Pego o celular da mão dela.

- É o seguinte seu babaca, como você se sente sendo o pai do ano? – falo para o Rafael.

 

{atualmente}

- VOCÊ ENGRAVIDOU ELA?! – Bianca grita indignada para mim.

- Não – falo – sei lá, talvez...?

- Você tem que ter certeza Jeon JungKook, isso não é brincadeira.

- Eu acho que não é meu, porque assim como ela disse, tem o Rafael, que é um cara que ela ficou lá no hotel.

- Olha que vadia – a Bianca fala.

- Mas se é meu não foi intencional... foi sem querer – falo.

- SEM QUERER JEON JUNGKOOK?! Então você escorregou e caiu com o seu pau nela?! – ela gritou.

- Não grita essas coisas aqui! – peço – E não! Você entende o que é sem querer? E provavelmente nem é meu. Ela mesma disse que as chances são de vinte e cinco por cento.

- Eu desisto de tentar entender vocês dois, principalmente ela. Uma hora parece que ela está super apaixonada por você e na outra parece que te odeia!

- Eu também já desisti de tentar entender, por mais que eu a ame ainda – falo.

- Eu vou ir quebrar a cara dela é agora.

E ela saiu correndo igual o Flash e eu a segui com um pouco de medo.

...

No meio do caminho, que aparentemente a Bianca decidiu ir correndo até a casa da Mari e da Ana, eu a alcancei.

- BIANCA! – seguro-a.

- ME LARGA.

- PARA!

Seguro ela pelos braços.

- Não machuque ela! – peço.

- Ela te traiu, JungKook! E você ainda a protege?! Ela deu pra outro enquanto você fazia outra coisa! Ela usou você para ir na viagem, ela te usou esse tempo todo e você continua a lamber o cu dela! Você é trouxa, uma criança, e sobra para eu limpar as merdas.

Soltei-a, meio chocado com o que ela disse.

Ela voltou a correr. E eu não voltei a segui-la.

 

 

 

+ Mari +

 

 

- Olha sei que é ruim comemorar essas coisas – falo – mas ele aceitou cuidar da criança.

- Isso é péssimo Mari! – Ana fala – Coitado!

- Já chega de mentiras para ele – Yoongi fala e o celular dele faz barulho de mensagem – eu não aguento mais ele perto da gente.

Ana ri.

- Coitados.

- É – falo – coitados mesmo, nós não conseguimos passar nem dois segundos a sós. No começo era legal e tal, eu me sentia mãe dele. Mas depois o bicho pegou.

- Me sinto castigado – Yoongi fala – JungKook mandou eu tomar cuidado com a Bianca...?

Do nada escuto a porta de entrada ser esmurrada.

- EU QUERO FALAR COM A VADIA DA ANA – escuto a voz da Bianca.

- Eu acho que a Bianca já sabe – Yoongi fala.

- FODEU – falo.

- E agora?! – Ana fala.

- Eu vou ver o que a Bianca quer... o que já é óbvio – falo e vou até a porta – Bianca só vou abrir se você parar de esmurrar essa merda e se acalmar.

Ela parou e eu abri a porta. Foi um erro por assim dizer.

Bianca me empurrou para o lado e correu até a Ana, que foi protegida pelo Yoongi.

- SAI DAQUI YOONGI! – Bianca gritou.

- Jamais – Yoongi fala e tenta proteger a Ana.

- Se tu bater nele eu te quebro garota – falo para a Bianca – meu macho.

- TEU MACHO VAI FICA A SETE PALMOS ABAIXO DA TERRA SE NÃO SAIR DA FRENTE DELA. COMO ASSIM VOCÊ TRAIU MEU IRMÃO?!

- FALA PRA ELA! – Ana grita.

A Bianca se irritou e procurou algo no bolso da calça dela, e de lá ela puxou um canivete.

- VAI FALAR AGORA?! – Bianca ameaça.

- MARI! – Yoongi e a Ana gritaram juntos.

- BIANCA É BRINCADEIRA – grito – É TUDO BRINCADEIRA PARA A ANA PEDIR O JUNGKOOK EM NAMORO. PARA. ABAIXA ISSO AI.

Ela parou e olhou para mim indignada.

- É mentira? – ela falou.

- É – falo – é que a Ana queria pedir ele, não ao contrario. Nada é verdade.

- Ela não está grávida? – Bianca pergunta.

- Não – Ana fala – eu não estou grávida e também nem pretendo estar. E outra, o Rafael é meu amigo de infância, ele estava coincidentemente ali e nós pedimos para ele entrar no plano.

- Ata – Bianca falou e puxou o canivete de novo.

- BIANCA NÃO – nós três gritamos para ela.

- O que gente – ela ri – eu só vou guardar.

Nós respiramos aliviados.

- Mas – falo – isso não é para falar pro seu irmão. O plano tem que durar até o final de semana para que a gente vá ao parque de diversões e possa ocorrer o pedido.

Bianca assentiu.

- Não façam mais isso e nem inventem mais nada – Bianca fala – eu não quero ver meu irmão sofrer.

JungKook entrou na casa já que a porta estava aberta.

- Ah – ele falou parecendo que tinha corrido muito – você não matou ela.

- Não – Bianca fala – elas me prometeram algo em troca.

- Eu sou ele – Yoongi fala.

- Yoongi xiu que ela tem um canivete – falo para ele.

- Ok... – JungKook fala estranhando a situação.

- Vamos embora – Bianca fala e sai da casa.

- Eu... vou... com ela – JungKook falou e saiu também.

A Ana sentou no chão.

- EU ACHEI QUE ELA IA ME MATAR! – ela fala.

- Não só você – falo e fecho a porta – obrigada por proteger a Ana – falo pro Yoongi.

- De nada – ele responde – de acordo com as estatísticas, achei que a Bianca ia matar ela. Uma vez que o JungKook mandou a gente tomar cuidado com ela e com coisas que ela pode carregar por causa do bullying.

- Agora eu tenho realmente medo da Bianca – Ana fala e levanta do chão – Ah que droga. Estou começando a desistir disso tudo. Já pensou se acontece alguma coisa com o JungKook? A Bianca me aniquila.

- Percebi uma coisa – falo – ela não confundiu nós duas.

Eu e a Ana estamos trocadas, uma vez que nossos pais vão chegar logo logo em casa.

- Nossa – Yoongi fala – verdade. E ela nem desconfiou que era você quando eu protegi a Ana.

- E você tem um encontro – Ana fala – não esquece.

- Ah é verdade – falo.

- Encontro com quem? – Yoongi fala.

- Nós fizemos um trato – Ana explica – ela vai num encontro chato para mim, se eu fizer uma prova para ela.

- Eu aceitei é claro – falo – porque ela é melhor em matemática. Muito melhor.

- E você é melhor em encontros? – Yoongi parecia levemente enciumado.

- Ela é melhor em dar fora – Ana fala e eu assinto.

- Eu só preciso tirar o menino do meio, até porque a Ana agora vai ser, se tudo der certo, comprometida – falo.

- Eeeeh – Ana comemora desanimadamente e senta no sofá – eu ainda estou com dó do JungKook. E eu nem sei o que falar para ele ainda.

- Fala o que seu coração mandar – falo.

- Achei interessante o JungKook não estar aqui – Yoongi fala – e eu vou no encontro com você.

Olhei confusa para ele.

- Por quê? – pergunto.

- Porque vai que o cara faz alguma coisa – Yoongi fala – eu sento na mesa do lado sei lá.

- Nem vem dar uma de namorado ciumento agora não – falo – e, aliás, vamos aproveitar a falta do JungKook.

- Eu não falaria isso – Ana fala e aponta para a janela, onde eu vejo o JungKook atravessando  a rua.

- DEUS, PORQUE – falo decepcionada.

- CORRE – Yoongi falou e me puxou pelo braço.

...

 

{final de semana seguinte, sábado}

 Em fim conseguimos planejar tudo para o parque de diversões.

...

Chegamos lá e para variar, JungKook já grudou em mim e no Yoongi. Estava no final da tarde, e praticamente na hora do pedido.

- VAMOS NA MONTANHA RUSSA! – Ana falou animada.

- Querida, não esqueça que você está grávida – falo.

- Ah droga – Ana falou.

- Você pode ir no mínimo na roda gigante – Yoongi fala.

 

 

 

+ Ana +

 

 

Puxo a Mari para longe do JungKook e nós duas andamos sozinhas atrás de todo mundo.

- O que foi? – ela me pergunta.

- Eu estou um tanto nervosa.

- Vai dar tudo certo – ela fala – eu espero pelo menos... e ele gosta de você muito ainda, então vai e qualquer coisa nós fugimos e deixamos todo mundo para trás.

- Yoongi não ficaria feliz de saber que você fugiria sem ele.

Ela deu de ombros.

- Vai logo – ela fala – e faz o sinal quando for pra fazer nossa parte.

Assenti e tomei a frente do nosso grupo e me virei para eles.

- Já que não posso ir na montanha russa eu posso ir na roda gigante? – pergunto para todo mundo.

- Eu quero ir na montanha russa – Yoongi fala.

- Também – Mari fala.

- Se vocês forem, eu vou também – Lucas falou e o Coups assentiu.

- Nem preciso falar nada que eu vou – Jimin fala – e Taehyung temos nossa aposta de você cantar enquanto esta na descida.

Taehyung assentiu.

- Vamos então, Bia?

- GENTE – Ana fingiu um piti – vocês vão me deixar mesmo?

- Quem decidiu engravidar foi você querida – Mari fala.

- O JungKook vai com você – Yoongi empurra ele até mim – já que ele é o pai, eu acho.

- Isso não significa nada – falo fingindo estar irritada.

- Na verdade significa – Bianca se manifesta – se você deixou ele fazer isso, tem que deixar ele ir com você na roda gigante.

- E eu falei que ele não pode? – falo.

- Eu posso? – JungKook fala.

- Claro, é público o negócio – falo.

...

Depois disso nós pegamos a fila da roda gigante. E ficamos em silêncio até o momento que entramos e a roda gigante girou um pouco, parando na metade, não lá em cima ainda.

- Então – JungKook falou – como você está? Contou para seus pais?

Neguei.

- Não vou contar isso ainda. Porque... Porque... Porque eu tenho que contar uma coisa para você antes.

- Para mim? – ele pergunta.

- Bem, eu sei que você gosta de mim – a roda gigante girou mais uma vez e subiu até quase no topo, não lá ainda – é óbvio, mas talvez você não saiba que isso é recíproco. Eu sei que você pode estar chateado ou indignado com tudo que aconteceu, mas é tudo brincadeira. Tudo uma mentira. É, eu não estou grávida, e também não fiquei com o Rafael. Porque seria cruel de mais com você, e olha que eu já fiquei com o coração partido pela sua reação. Mas em fim – respiro fundo – JungKook, estamos aqui sozinhos para que eu possa te fazer uma única pergunta, pois eu, sendo eu não poderia deixar você fazer isso antes de mim – balanço a mão para fora da cabine da roda gigante e ai começaram a subir balões em forma de coração – você quer namorar comigo?

Ele me olhou chocado e não falou nada.

- FALA ALGUMA COISA – grito.

- Bicho – ele fala – Assim? Você enganou só para me pedir em namoro?!

- É – falo – porque você estava completamente certo de que ia me pedir, eu decidi mudar as coisas. A ideia de ficar grávida foi da Mari.

- Eu mato ela – ele fala.

- Ela que mata você – falo.

- Mas então – ele fala – eu aceito... é meio estranho, mas aceito.

- Não é estranho – falo – isso é o poder feminino.

- É tipo isso – JungKook fala – finalmente eu tenho algum tipo de significado na sua vida?

- Você sempre teve um significado na minha vida – falo – mas antes era porque eu só queria seu corpo mesmo. Agora quero você todo.

- Ana – ele fala – eu te amo.

Ele me puxou e me beijou.

...

Quando nós finalmente descemos da roda gigante. Só tinha a Bianca, o Taehyung, a Mari e o Yoongi lá em baixo.

- FOI? – Yoongi gritou.

Não respondemos nada, mas o JungKook me abraçou de lado e me deu um beijo na bochecha.

- AMÉM SENHORRRRR – Mari ajoelhou no chão e o Yoongi fez isso também – VAMOS PODER VIVER ME PAZ AGORA.

- VAMOS EMBORA DESSE LUGAR – Yoongi gritou e os dois saíram aos tropeços dali.

- Nossa – Taehyung falou – é uma bela reação essa.

- Eles estão a dias sem ficar sozinhos – falo.

- Eles podem ficar numa boa – JungKook fala – o motivo deu estar com eles o tempo todo era porque a Mari lembrava você, mas é você né, a Mari não é você.

- Ainda bem – falo – ela é muito rosinha para o meu gosto.

...

Depois disso o Lucas e a Bianca apareceram todos animados de mãos dadas, Bianca meio emocionada.

- GENTE – Lucas grita – EU LEMBRO DELA!

É gente, o Lucas não tinha lembrado da Bianca ainda.

- NA DESCIDA DA MONTANHA RUSSA EU SEGUREI NA MÃO DELA E LEMBREI – Lucas grita de novo.

Bianca sorriu e chorou ao mesmo tempo.

- EU ACHEI QUE TINHA TE PERDIDO – Bianca abraça o Lucas.

...

Nossos últimos momentos no parque foram de extremo amor, fofura e carinho. JungKook ganhou naqueles jogos de acertar a latinha um urso de pelúcia para mim, e me deu falando “para a mais linda do parque inteiro, se não do mundo”. Depois fomos para uma área que tinha jogos eletrônicos, tipo aqueles de basquete, de atirar e etc.

- Tae – Bianca chama ele – eu te desafio no basquete.

- Eu sou do time de basquete, quer mesmo me desafiar? – ele a respondeu se achando.

Bianca sorriu de lado e ela iniciou o jogo.

...

Logo depois temos uma Bianca vencedora de lavada.

- Como assim?! – Taehyung fala indignado.

- A Bia treinava basquete antes – Kook fala – ela era a minha dupla nos treinos.

- Vou mandar o Yoongi te colocar no time – Jimin fala para a Bianca – um talento desses...

- E eu? – Taehyung fala fazendo cara de coitado.

- Bianca te substitui – Kook decidiu.

...

 

{segunda-feira}

Yoongi e a Mari sumiram desde sábado, e espero que eles estejam bem já que não dão sinal de vida desde então. Jimin está acobertando a Mari, mas não sei até quando vai dar certo. Em fim, estamos aqui na porta do colégio esperando os outros. 

Vejo o Coups chegar e com ele o Lucas.

- Coups que óculos é esse? – Kook pergunta.

- Ah – Coups fala e tira os óculos.

- BOTA DE NOVO – Lucas ameaça e o garoto faz isso.

- Eu ganhei do Lucas – Coups fala.

- Ai você fica um tesão assim – Lucas fala – eu dei esse óculos super flat para ele.

- Coups ta bem frozen – escuto a voz da Mari e vejo ela vindo com o Yoongi.

- Olha só – falo – se não são os sumidos.

- Olá amigos – Mari fala.

- Onde vocês estavam que não atendiam as ligações nossas? – Kook pergunta.

- Fugindo de você – Yoongi fala – de todo mundo.

Mari assentiu.

...

{terceira aula do dia}

- EU TROUXE COXINHA HOJE! – Taehyung grita do nada vindo sentar perto de mim e da Mari.

- De carne – Taehyung fala esquecendo que nós não comemos carne.

Ele pegou uma e dividiu em dois, logo dando uma para a Mari.

- Ah, é de camarão! – Taehyung se deu conta – VOCÊS PODEM!

Nós duas rimos e a Mari dividiu a coxinha dela comigo.

- Hm, delicia! – nós duas falamos juntas.

Taehyung nos olhou assustado.

- SAI PRA LÁ – ele levantou com medo e pegou o saco de coxinha junto.

Nós damos risada.

Ele sentou perto da Bianca, que estava conversando com o Lucas.

- Não vou terminar enquanto não comer, não vou comer enquanto falar isso, não vou comer enquanto não terminar – Bianca fala.

- Que? – Taehyung fala parecendo ter sido confundido todo.

...

{última aula do dia}

Estávamos copiando algumas coisas do quadro.

- Jonas é o nome do meu pedreiro – Mari fala do nada.

Como a sala estava quieta, eles começaram a rir e eu também, claro.

- Cadê a Bianca? – Lucas pergunta.

- Bianca foi para o barra inferno – Mari fala e a Bianca entra na sala – Bianca voltou do barra inferno.

- Eu dormi na casa do Coups essa madrugada – Lucas fala – porque eu sonhei de novo que a minha casa era assombrada, foi horrível. Quero sonhar com isso mais vezes.

- SAFADO – Mari grita.

...

{de tarde}

- Celular de merda conecta na porra da internet para eu te usar no computador! – Mari fala irritada com o celular. Vejo na tela que ele conectou – AE FILHA DA PUTA. Ai, enfiei o dedo no meu olho.

Dou risada.

- Cara o dia hoje foi meio diferente – falo.

- IRMÃ – Mari fala – amanhã começa a semana de provas, então já sabe né... matemática e pá. E eu vou no seu encontro hoje.

Assinto.

- Eu vou me arrumar – ela fala.

 

 

...


Notas Finais


PREPARADOS PARA O NOVO RUMO DA FANFIC?
ESTAMOS NA RETA FINAL, ACABA NO CAPITULO 40!
MAS NADA SERÁ IGUAL AO QUE É AGORA.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...