História Eighteen - A Faculdade - Capítulo 52


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts Bangtan Boys
Exibições 28
Palavras 1.681
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


me desculpem por qualquer erro e boa leitura <3

Capítulo 52 - Europe


{já de volta à Coreia do Sul, na minha casa}

- É uma pena ter que deixar esse lugar, tem tantas memorias – minha mãe fala pra mim e me da um abraço – e meu coração fica em pedaços por ter que deixar você aqui.

- Eu vou ficar bem – falo e dou um sorrisinho amigável – vou ficar na casa da Ana de finais de semana e na faculdade durante a semana. Não tem com o que você se preocupar.

Bem, com a mudança de país dos pais do Yoongi, os mesmo pediram que nós fossemos para a Europa também. E é obvio que meus pais aceitaram, uma vez que eles trabalhavam na empresa e tal. Eu não iria, pois tinha a faculdade e coisas assim.

- Você tem certeza que não quer ir para lá de fins de semana? – minha mãe fala e passa a mão na minha bochecha – eu não quero deixar meu bebê aqui.

- Mãe – falo e tiro a mão dela com cuidado do meu rosto – eu vou ficar bem! Já tenho idade o suficiente para fazer várias coisas. Não se preocupe. Agora, eu vou buscar a Mari, o Lucas e o Jimin.

Meu pai entra em casa de novo, ele estava colocando as malas no carro.

- Você vai lá pegar eles? – ele fala e passa a mão pelo meu ombro esquerdo.

- Vou – confirmo – ai a gente se encontra no aeroporto.

- Ok então – meu pai fala – vamos amor?

- Vamos – minha mãe fala e vem até mim, apertando minha bochechas – se você ficar doente eu volto na hora!

Antes de sair, eu dou mais um olhada na casa, ela já estava comprada e sem móvel algum.

...

Assim que cheguei na casa da Mari, eu já vi o Lucas e o Jimin conversando na porta, enquanto ela mexia no celular.

Estaciono o carro e desço do mesmo, indo até eles.

- Oi gente – eu falo e cumprimento todos – como estão?

- Levando – Mari fala e pega as duas malas de rodinha que estavam ao seu lado – vamos logo.

- Alguém quer ver o Yoongi? – Lucas fala brincando.

Mari da uma risadinha e vai até o carro.

...

Chegando no aeroporto, nós nos encontramos com meus pais. O meu irmão não iria hoje por causa de uns problemas, mas iria daqui a alguns dias.

- MÃE DO KOOK! – Lucas grita e vai até ela, a abraçando.

- Oi querido! – ela o responde da mesma maneira que me trata.

- Qual é mãe, qual seu problema com a Ana? – eu falo.

- Não a conheço direito, JungKook – ela fala.

Lucas da risada.

- E você conhece o Lucas né?! – eu falo e finjo estar triste.

- Lucas! – escuto a voz do diretor.

- Pai? – Lucas fala e vai até ele – porque você ta aqui? E seu pé?

- Você esqueceu a chave, inteligente – o pai dele fala e da a chave na mão dele – a casa acabou de reformar, então ó, não destrua nada.

- Não prometo nada – Lucas fala rindo.

- Lucas – o pai dele fala sério.

- Ok! Não vou destruir.

- E juízo, os quatro – ele agora fala pra gente.

- Pode deixar, eu cuidarei deles – meu pai fala e cumprimenta o diretor.

- Você é o pai do JungKook? Eu sou o diretor – o pai do Lucas fala.

- Como você confia neles para ficar sozinhos na sua casa? – meu pai fala.

- É, até onde eu sei ninguém aqui tem relações, então... eu confio. E tem câmeras – o diretor fala com a maior naturalidade.

- Lucas! – escuto a Bianca gritar de fundo – NÃO VAI EMBORA SEM ME DAR TCHAU!

E ai o Lucas e a Bianca se abraçaram.

...

 


{Londres, seis da noite}

- BOYS LONDRINOS, CHEGUEI! – o Lucas grita.

Eu, a Mari e o Jimin damos risada e vamos até um cara que estava com uma plaquinha escrito “Jung, Evans, Miller e Park ”. Era evidentemente um motorista. 

- Oi, somos nós – Jimin fala para o motorista.

Meus pais já haviam ido embora, como nós pegamos voos diferentes, o deles chegou antes.

- Me sigam, por favor – o motorista fala e nós começamos a seguir ele.

...

Quando chegamos na casa do Lucas, eu praticamente fiquei estático com o quanto ela era gigante. Sabe a casa do Yoongi? Era bem maior. Bem, bem maior.

- Caralho Lucas – Mari fala.

- Filha da puta – Lucas fala – que arquiteto foda. Olha isso! – ele aponta para o portão de entrada – CHUPA YOONGI, MINHA CASA É MELHOR QUE A SUA – e pega seu celular, logo digitando algumas coisas e o colocando no ouvido.

- A gente ainda nem viu a dele – Jimin fala.

- Cala boca! Cala a boquinha. É melhor sim! – Lucas fala e bate na perna do Jimin e parece que a pessoa que o Lucas ligou atendeu – BIANCA, A NOSSA CASA É MELHOR QUE A DO YOONGI!

...

Nós descemos do carro.

- Pedi pro meu pai dispensar as empregadas, só deixar duas pra limpar a casa, o resto é com a gente – Lucas fala e pega as malas dele e abre a porta de entrada.

A casa era gigante. Lucas parecia que ia enfartar a casa coisa que ele via. A minha cara, da Mari e do Jimin eram de completo espanto, porque a casa era realmente muito linda. Ela era predominantemente amarela, meio bege por fora. As luzes eram de led e amarelas, dando um clima romântico para a casa.

- A PISCINA! – escuto o Lucas gritar e me dirijo para o fundo da casa, onde vejo uma piscina enorme, iluminada e saindo fumaça, dizendo que é aquecida.

Hoje em Londres estava frio. Da ultima vez que vi a temperatura no meu celular estava 10°C, então estava bem friozinho. Desejei ter a Ana aqui muitas vezes até o exato momento. Porque afinal, o Lucas tinha o Jimin (de alguma forma eles tinham um ao outro, mesmo se odiando) a Mari iria ver o Yoongi, e isso faria com que eu ficasse segurando a tocha olímpica, não é?

...

Fui até o meu quarto. Ele era bem grande, maior que o meu antigo quarto. Tinha uma cama de casal, uma televisão gigante pendurada na parede, um frigobar e um closet. Um típico quarto de hospedes. A única diferença dos outros quartos de hospedes que eu já vi foi que tinha um espelho bem no teto. Vai entender esses arquitetos de hoje em dia.

Pego minhas malas e as deixo no canto do quarto. Não estou a fim de arruma-las agora. Ah, e eu não vou para a minha casa agora. Até porque só estou aqui para me despedir dos meus pais por assim dizer, eles iriam ficar e eu voltaria para Seoul, como já disse antes.

Me jogo na cama e pego meu celular.

“Chegamos, me avisa quando estiver livre” – mando pro Yoongi.

“Não vou aguentar até estiver livre, vou falecer” – ele manda e depois manda uma carinha rindo.

“Problema seu, depois não reclama que não viu ela. Tchau, vou dormir” – falo e mando uma carinha rindo também.

“Vai se foder JungKook, seu fracote, ainda são oito da noite!” – ele manda uma foto mostrando o dedo do meio – “porque não tem emoji mostrando o dedo do meio nessa droga?”.

“Que feio! Vou falar pra sua mãe, viu? E eu estou no fuso horário da Coreia ainda, idiota. E tem emoji sim, no meu tem pelo menos”.

Ele não me manda mais nenhuma mensagem, e eu decido chamar a Ana no face time.

 

[FACE TIME]

- Oi amor – eu falo assim que a vejo na tela.

- Oi Kookie – ela fala e sua cara de sono já entrega que eu a acordei.

- Desculpa te acordar, só queria saber se está tudo bem – falo e ela sorri.

- Está sim – ela responde.

- Que bom, tá muito cedo ai? Por que aqui são tipo oito da noite e eu estou despencando de sono.

- São... – ela olha para o lado – três da manhã.

- Uau, que diferença de fuso-horário.

- Como foi de viagem? Tudo bem?

- Tudo, eu dormi maioria da viagem, Lucas tirou foto do Jimin dormindo de boca aberta, Mari tirou foto do Lucas dormindo... foi uma zoação imensa naquele voo – eu falo e dou risada ao lembrar.

- Nossa, depois me passa as fotos, preciso salva-las para usar no aniversario de vocês – ela fala rindo.

- As minhas não vou passar, mas as dos outros... – sorrio sugestivamente e vejo uma notificação de mensagem do Yoongi.

Era o emoji mostrando o dedo do meio. Começo a rir.

- Do que você está rindo? – Ana pergunta.

- Yoongi me mandando mensagem, ele é muito lento – falo rindo.

Ela ri.

- Ele é mesmo – ela confirma minha teoria – e como estão os dois? Eles já se viram?

- Ainda não. Estamos esperando o Yoongi estar livre para isso. Então... por pelo menos dez minutos eles vão se ver nesses sete dias.

- Mari disse que esta pensando em acabar com ele.

Arregalo os olhos, surpreso.

- Sério?!

- É, ela me disse que seria melhor assim, uma vez que eles iriam demorar para se ver de novo.

- E você concordou?! Eu to tentando juntar os dois e minha própria namorada quer separar eles?

- Não quero separar eles, até porque eu gosto dos dois juntos, mas é que ela tem razão, o Yoongi nem falou com ela durante esse tempo que ele está ai na Europa.

- É, olhando por esse lado...

Ela boceja.

- Aninha, eu vou deixar você dormir, me desculpa por te acordar.

- Tudo bem – ela fala e arruma o cabelo – mas acho que vou aceitar sua oferta e ir dormir.

Sorrio, e assinto com a cabeça.

- Boa noite então, meu anjo – eu falo e mando um beijo para ela.

- Boa noite então, Kookie – ela me imita e eu dou risada com isso.

- Seria bom você aqui, seria ótimo na verdade.

- Quem sabe na próxima? – ele fala e manda um beijo – boa noite.

- Boa noite – eu falo.

[FACE TIME OFF]

 

 

...


Notas Finais


Kona é vida
Lucas é possessivo e queria uma casa melhor que a do Yoongi.
Você já tem, tá feliz? uahsaus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...