História Eighteen - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Aiden, Alan Deaton, Allison Argent, Chris Argent, Cora Hale, Derek Hale, Dr. Valack, Enis, Hayden Romero, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Jordan Parrish, Kate Argent, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Marin Morrell, Melissa McCall, Meredith Walker, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Natalie Martin, Paige, Peter Hale, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Theo Raeken, Violet
Tags Allison Argent, Isaac Lahey, Kirayukimura, Maliatate, Scott Mccall, Stydia Detective, Stydia Detetive, Teen Wolf
Visualizações 13
Palavras 1.435
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


A fanfic se passará em universo sem a presença do sobrenatural, alguns personagens são de minha autoria, mas a maioria é com base em Teen Wolf. Pretendo postar dois capítulos toda a semana. Aproveitem e peguem leve, é minha primeira fic. Espero que gostem!!

Capítulo 1 - Night Out


  O som tomava conta do lugar. Os ouvidos de Stiles estremeciam a cada risada que escutava. O cheiro de bebida era forte, era possível sentir na garganta o gosto do álcool. O som da música ecoava pelos grupos de amigos que riam alto. Quase não conseguia ouvir o que Scott falava, apenas concordava com a cabeça.

- Jane! - exclamou Scott quando se debruçando no balcão do bar – Duas cervejas pros garotões aqui – pediu. A garota logo trouxe duas garrafas e a entregou para eles. 

- Não deveria estar com a namorada? - perguntou. Scott riu.

- Não - sorriu – hoje é dia de comemorar – olhou e apontou para Stiles – 25 anos do meu melhor amigo. - falou enquanto dava um soco em Stiles.

Stiles sorria enquanto se aproximava do balcão. Jane logo se aproximou e puxou ele pela camisa, beijando sua bochecha.

- Feliz aniversário Stilinski – falou em seu ouvido 

- Obrigado – murmurou

A garota piscou para ele, que por sua vez retribuiu com um sorriso. Scott levantou a garrafa como se brindasse com o amigo.

- O que?

- Nada – falou piscando para o amigo.

- Qual é Scott? Te conheço desde a terceira série - Scott queria dizer alguma coisa com aquela pequena piscadela, Stiles sabia. 

   Stiles e Scott eram amigos desde a terceira série. Sempre foi o mais extrovertido, tentava fazer amizades com todo mundo, porém era considerado um menino estranho por muitos. Quando Scott entrou na sala, Stiles foi o primeiro a chamar o mesmo para conversar. Se lembra de quando mostrou sua coleção de revistas em quadrinhos, e Scott contou que adorava os X-Mens, de certo modo, os dois sabiam que aquela amizade seria para vida toda. 

- Nunca mais? - perguntou apontando para a garota que agora servia um grupo do outro lado do bar

- Não - negou com a cabeça - só foi uma vez, ok? Uma vez e nunca mais.

- Todo mundo sabe que ela é louca por você

- E todo mundo sabe também que ela quer alguma coisa séria e eu... - Scott interrompeu.

- É... E você... - o telefone interrompe – Porra – exclamou – estava no meu bolso e eu não escutei, só um pouco.

- Oi amor – Falou Scott com um sorriso bobo no rosto - está tudo bem? 

- Oi querido, só liguei para ver se estava tudo bem? Stiles está ai? Manda feliz aniversário pra ele - disse Allison do outro lado da linha. 

    Scott e Allison estavam juntos desde o colegial. O relacionamento deles era forte, sobreviveu durante a faculdade. Quando Scott começou a cursar medicina veterinária quase do outro lado do país, Allison foi a primeira apoiar, mesmo sabendo que ficaria muito longe do amado. 

  Allison Argent era uma das meninas mais populares quando adolescente. Considerada a aluna perfeita, com um futuro brilhante. Scott era o sonhador, o cara que queria fazer diferença no mundo, apaixonado por animais desde pequeno. Aquele relacionamento tinha tudo para dar errado, duas pessoas tão diferentes, que no final, se completavam. 

- Ok, só um pouco - segurava a cerveja e o celular com a mesma mão, e com a outra chamava a atenção do amigo dando um leve soco em seu braço - Stiles, Alli te mandou feliz aniversário. 

Stiles sorriu e agradeceu.

 - Ele agradeceu – Allison, depois eu te ligo ok? Ok... Também te amo 

 Era bonito como o relacionamento dos dois, mesmo sendo improvável dava certo. Muito certo. 

- Ok, voltando a noite dos garotos – falou guardando o telefone – precisamos achar alguém hoje

- Pra mim? - perguntou o garoto, confuso. 

- Não, pra mim – retrucou 

Scott começou a olhar em volta, procurando alguém para o amigo. Stiles claramente não queria ninguém, estava cansado, tinha tido um longo dia de trabalho, e a semana ainda não tinha acabado. Sabia que precisava ficar bem para o próximo dia, já que iria conhecer o seu novo parceiro.

Seu pai, Noah Stilinski era o chefe de policia e tinha avisado o filho que ele teria que trabalhar com um parceiro.

- Seu novo parceiro é considerado um prodígio, assim como você - contou para o filho – na primeira semana de trabalho salvou uma menina de 4 anos. Tráfico humano.

- Incrível – murmurou Stiles. Não queria um parceiro. Não queria alguém tentando o controlar seu trabalho e principalmente, não teria que trabalhar com alguém praticamente 24 horas por dia.

- Stiles – falou o pai – sabe que não vai poder trabalhar sozinho para sempre. Vai chegar um dia que você irá precisar de um parceiro. Vai precisar de alguém pra te tirar das confusões que se mete.

- Pai. Eu consigo trabalhar sozinho. Eu não preciso de um parceiro, nunca precisei e nunca vou precisar. E se caso eu entrar em alguma confusão, você me ajuda. Kira pode me ajudar também.

- Kira é legista, não uma detetive. Eu não faço uma missão em campo há anos. Um dia você vai estar com uma arma apontada pra sua cabeça e não vai ter ninguém pra te ajudar, a não ser seu parceiro. Fim de conversa. Quinta, 10 horas da manhã, aqui no meu escritório. Entendido?

Stiles engoliu a saliva, não aceitava aquilo.

- Sim senhora – saiu em disparada para a porta, fechando com força.

----------------------------------------------------------------

- Então, achou alguém? - perguntou enquanto Scott ainda analisava o bar

- Ainda não 

Stiles resolveu se juntar ao amigo. Começou a olhar para os arredores, via garotas bebendo e beijando, via garotos fumando em um canto. Os olhares focaram em uma garota bebendo sozinha no balcão.

- Achei – exclamou para o amigo

- Que? - falou Scott confuso enquanto o amigo dava as costas para ele

A garota estava bebendo sozinha, Stiles pensou que ela poderia estar esperando alguém. Quando se aproximou, ela olhou e sorriu. Tirando a bolsa de cima do banco ao lado.

- Posso? - perguntou antes de se sentar.

- Claro – a garota tinha pele branca e grandes olhos verdes, os cabelos cor de morango deslizavam pelo seu ombro. Usava um batom vermelho, como uma cereja.

- Então, porque uma garota tão bonita está bebendo sozinha? - perguntou. Stiles estava tentando flertar, mas mesmo assim estava curioso para saber quem era ela.

Ele costumava ir naquele bar há anos e nunca tinha visto ela. Nunca. Por algum motivo ficou curioso no primeiro momento que viu ela do outro lado do balcão.

- Uma garota não pode beber sozinha? - ela retrucou, levantando as sobrancelhas.

Stiles riu e tomou um gole da cerveja que estava em sua mão.

- Qual seu nome?

- Camille-Grace e o seu?

- Stiles – falou enquanto esticava a mão para cumprimentar – Camille-Grace é um nome lindo. Sabe, faz tempo que eu venho nesse bar e eu nunca te vi aqui, é nova na cidade?

- Sim – Stiles estava vidrado em seus olhos e como ela sorria enquanto falava – me mudei essa semana, é uma boa cidade.

- Morava aonde antes?

A garota começou a rir.

- Ok Stiles, está parecendo um detetive, fazendo mil perguntas. O que mais quer saber? O numero da minha carteira de motorista? Talvez a minha idade e data de nascimento – falou enquanto ria

Stiles riu.

- Talvez

- Morava em Nova York. Estou aqui há 2 dias e já estou com saudades... - Jane interrompeu a garota

- Stiles! - exclamou enquanto se debruçava no balcão - estava pensando se você queria ir para a minha casa depois do meu turno, na verdade, daqui alguns minutos – sorriu

Jane olhou para a garota, sorrindo.

- Oi – falou para a Camille-Grace – desculpe, não percebi que vocês dois estavam conversando

- Sem problemas, na verdade eu já estava de saída – disse enquanto se levantava.

Stiles tentou pedir para que a garota ficasse porém ela já tinha se levantado.

Camille-Grace sorriu para Jane e para o garoto.

- Aproveitem a noite – falou enquanto sorria e bateu em retirada.

Stiles se levantou e foi atrás da garota, que já estava na porta.

- Espera – pediu, a garota por sua vez olhou para trás - vamos nos ver de novo?

  Os lábios vermelhos revelaram um sorriso.

- Talvez – disse enquanto entrava em um taxi – tchau Stiles

- Tchau Camille-Grace – sorriu.

De alguma forma, Stiles sentiu que aquela não seria a ultima vez que veria a garota de cabelos avermelhados. Não era o tipo de homem romântico. Teve namoradas mas nunca se apaixonou. Talvez nunca tenha amado realmente nenhuma mulher. Quando sua mãe morreu, seu pai sofreu por meses por ter perdido a mulher que amava. Prometeu para si mesmo que nunca iria perder alguém que amasse. Nenhuma mulher que amasse.  


Notas Finais


Muito obrigada!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...