História Eighth Capital Sin - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Seventeen
Tags Bts, Imagine, Kim Taehyung
Visualizações 8
Palavras 1.053
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sadomasoquismo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hii, como vão? Me chamo Amanda Julea (Julia), e vocês? *-*
Leiam as notas finais! <3

Capítulo 1 - Novo Morador


Narradora ON

 

South Korea – 06:00 AM


Mais um dia, mais um começo. Ah, como era difícil para S/N acordar e relembrar seu passado... Bom, nada é fácil, então a menininha machucada teria que seguir em frente. Para acabar com o climinha tenso em volta de si, S/N levantou da cama enrolada com o edredom esquentado por seu próprio corpo. Quem precisa de calor humano? – pensou distraída, assim tropeçando em algo. Nuvem, seu gatinho. O bichano nem ousou em se mexer. Enquanto sua dona fazia o maior esforço para não machucá-lo, ele estava lá, no céu, como dizia.
Maldito, nem mesmo se preocupou com a situação de S/N quando já se encontrava no chão com uma expressão nada amigável.

-Aigoo, deveria dar um aviso de que se importa comigo. Que tipo de Best Friend é você? Aliás, pessoas de modos não dormem no chão, só eu posso dormir no chão. -respirou fundo, indignada. Nuvem por sua vez, simplesmente voltou á cochilar ajeitadamente no carpete felpudo.- Gatos não prestam.

Novamente fez sua expressão de desgosto e se levantou para ver ás horas -não podia chegar atrasada, não na aula daquele professor de Inglês, não mesmo.- quase caindo, agora sem motivo.

06:10 AM

-NUM-SSI! POR QUE NÃO ME ACORDOU?! COMO VOU TOMAR BANHO, COLOCAR ROUPAR E AINDA ME MAQUIAR EM 30 MINUTOS?! –Assustada, se virou para o ser dormindo no chão. Gato malvado, gato malvado.

“Seus problemas, são seus problemas!

O animal olhou com desprezo para a garota atrasada. Como S/N odiava aquele mal amado, estava em fúria, porém, não tinha tempo a perder com ele.

~~~x~~~

S/N ON


06:45 AM

Toda desnorteada, desci as escadas sem se despedir de Nuvem. Jurei que se alguém reclamasse de cinco minutos daria um belo de um soco na cara. Como sempre, Minty, Nam e... Um garoto desconhecido. Ok, ele nunca esteve na sala me esperando. Ignorando sua presença, fiz um sinal com a cabeça para irmos finalmente á escola, assim, todos saíram junto a mim, nada surpresos com minha educação. Minty se aproximou lentamente quando andávamos. Sabia que a garota queria dizer algo, então fiz um breve aceno com as mãos para que começasse.

-Bem...você já viu o menino bonitinho, não viu? - sem esperar minha afirmação, continuou a falar- Ele se chama Kim Taehyung, e é o novo morador! TCHARAM!

A mais velha abriu um sorriso radiante enquanto eu a olhava sem expressão. Sua beleza era impressionante, Namjoon tinha uma puta sorte de tê-la. Foco S/N, foca no assunto.

-O que achou? Ele é amigo do Nam, voltou para Seul a pouco tempo, então oferecemos um quarto. Um garoto gentil, fofinho e bonito, além da carisma elevada. Super combina contigo. Também poderia dar um “rolês” com ele,vai que você esquece o... –Sem precisar avisar, sua voz travou. Odiava tocar no assunto. Jay. Meu primeiro e único amor. Infelizmente tudo acabou em 2016 quando chegaram as notícias de seu suicídio. Tudo mesmo, até mesmo minha vida. Com sua morte, deixou cartas me ajudando a como caminhar sem seu ser, coisas que não consigo seguir, conselhos como “ache uma pessoa especial que te faça sorrir” são despejados no cantinho do esquecimento quando lembro de suas risadas, seu cheiro doce, suas mil formas de levantar minha autoestima. Nada mais é feito por mim, além de lamentar.

Observei uma Minty com um rostinho triste se afastar. Não a culpava por querer servir de anjo da guarda, sabia que ela só desejava o bem para qualquer alma viva, mas, ainda não estava pronta para andar sozinha.


Com um certo peso na consciência, coloquei meus fones.

 Essa horrível  sensação esmagadora de dor, sofrimento. Até mesmo ao imaginar em como Jay lidava com o mundo... Ah, como dói.
(Linkin Park- Heavy)


I’m Holding On

Why Is Everything So Heavy?


Holding On


So Much More Than I Can Carry


A música falava por si mesmo…
Suspirei, desviando os pensamentos ruins, voltando á realidade.

----


09:30 AM
 

A sorte, aquela traidora. Não citarei nomes, mas a dica é que começa com Shang e termina com Sejin. Recordo muito bem o que o demô... Digo, Professor me disse.

“Se continuar assim, vai terminar como as pessoas a sua volta, vai afundar igualzinho. S/N, eu dei aula pra toda sua família, e não quero esse gene de... desgraça caia em você também, então por favor, acorde mais cedo, combinado? Eu não sou um ótimo professor ao se preocupar com minha aluna preferida?”

O tom de ironia e falsidade em sua voz me matava de raiva, algum dia atiraria em Sejin. Provavelmente se Jihoon estivesse presente, não hesitaria ao dar uma má resposta para o senhor, nem em ir pra coordenação acompanhado com gritos histéricos. Deixei um sorriso de canto iluminar minha face ao pensar na possibilidade. Meu algodão doce era realmente adorável.
Ao barulho do sino soar, andei rapidamente ao refeitório, onde sempre nos encontramos. De longe confirmava a presença dele -com aquele cabelo rosa, quem não percebe?-, seu olhar se encontrava fixado em Kwon SoonYoung, o senpai supremo de todas as galáxias, mais conhecido como Hoshi. Ao chegar mais perto do garoto chamativo, cutuco suas costas em uma tentativa falha de assustá-lo.

-Cuidado pra não engolir o coitado com os olhos.-pisquei e sorri de soslaio para Jihoon, agora irritado.


-Nada exagerada, não é mesmo?. Eu só estava... Apreciando. Deveria me dar os parabéns por ser diferente de você que só sabe apreciar as paredes do seu quartinho escuro.

-Opa, opa, vai com calma, me respeita, eu não te criei assim. Onde está os agradecimentos por todos os Toddynhos que te comprei durante essa vida? Eu não pari um mal educado.

-Eu sou um oppa! Seu OPPA. –O rosto do garoto ficou vermelho em questão de segundos, seu jeitinho extrovertido havia sido esmagado.Tentando entender o que havia deixado-o assim, olho para os lados nada discretamente. Hoshi encarava Jihoon sem parar.

Só faltava essa. “O que esse embuste perdeu aqui? A dignidade?”. Soonyoung sabia perfeitamente sobre os sentimentos do meu anãozinho,, nunca perdia uma única oportunidade de provocá-lo. O que me deixava com dúvida era: Hoshi nera hétero?. Ninguém compreende o “gostar” do famosinho. Se apostar ele pega até o ar.
Após soltar um suspiro nada curto, peguei na mão do menor para tirá-lo dalí, porém, fui impedida por um poste que ousou em me segurar pelos ombros.

Continua...


Notas Finais


Bem, eu sou muito insegura com meu português. Aceito todo tipo de crítica construtiva (adoro que me corrijam ^-^).

As palavras em negrito são para destacar mais, como se o personagem ficasse surpreso em saber de algo ou falar, também pra decorar, fica um máximo. Já as em itálico, uso para dar mais ênfase á palavra ou citar pensamentos.

Essa é minha terceira fanfic, a segunda postada. Sempre desisto no primeiro capítulo por achar que está um completo pote de esterco (talvez estivesse, enfim). Espero muito que minha satisfação, tempo e imaginação não me bloqueiem de escrever a fic.

(Agradeço a Mariazinha do Grau por me doar seus desenhos maravilhosos e me apoiar. Ela tem uma página maravilhosa onde expõe suas "obrinhas", se quiserem dar uma passadinha lá rs https://www.facebook.com/TheAiram2/?fref=ts)

Por favor, comentem, me importo bastante com opniões e adoraria saber a de vocês! :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...