História Ela - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 1
Palavras 531
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais um capítulo, queridos. Não vou poder postar todos os dias, pois estou resovendo alguns problemas. Mas sempre que der, irei postar, não se preocupem. Boa leitura!❤

Capítulo 30 - Capítulo 30


Fanfic / Fanfiction Ela - Capítulo 30 - Capítulo 30


Duas semanas depois.

Ao acordar em um lugar diferente de sua casa, Aly assustada, tenta sair dali o mais rápido possível. 

- Ei, ta indo pra onde ? Haha! - Aly esbarra em Roger, que caminhava em sua direção. 

- Roger ? Onde estou ? - Pergunta ela, assustada.

- Calma! Você está no casarão, não lembra ? 

- O quê ? No casa... eu não estou lembrando de nada! Não mesmo.

- Mas é claro, depois de ontem não ia lembrar mesmo. Hahaha! 

- E o que aconteceu, ontem ? Me explica. - Aly senta na poltrona velha.

- Ué, saimos por aí, na madrugada, você bebeu pra caramba e fumou bastante. Haha! Então, eu te trouxe pra cá. 

- Sério ? Caramba, preciso de um banho. 

- Você quer se refrescar em minha casa, ou prefere a sua ?

- Não, obrigada. Eu preciso ir para minha casa. Me deixa lá ?

- Claro. Vamos lá.

Aly ao chegar em casa, deita em sua cama, e tenta lembrar vagarosamente o que se passou, na noite passada. Veio algumas memórias, e essas memórias não eram tão legais, quanto parecia.

As nove horas da noite, Aly recebe uma ligação de Roger, estava querendo passar a noite juntos, mais uma vez.

- Quando você vai me convidar pra passar a noite aqui, outra vez ? Haha! - Pergunta Roger. 

- A... quando você quiser. - Os dois conversam e entram no carro, Alex observava.

Os dois pararam no centro da cidade, desceram do carro e sentaram no capô, enquanto observavam o movimento da cidade.

Horas depois, um grupo de caras mascarados se aproximam, Roger levanta e tenta proteger Aly.

- Roger, vamos embora! - Diz Aly, assustada. 

- O seu namoradinho tem conta, com a gente, então... viemos cobrar. E aí, qual a desculpa, dessa vez ? - Pergunta um dos caras mascarados.

- Eu já expliquei a vocês que eu já estou quite, não entenderam ? - Diz Roger.

- Você acha que a gente é otário? Ein? Acha que ta falando com um bando de babacas ? É isso ? 

- É, é isso mesmo!!! Um bando de babacas, é isso que vocês são! Haha! 

Sem pensar duas vezes, um deles socou o rosto de Roger, enquanto todos se aproximavam para soca-lo. Aly ameaça e tenta ligar para a polícia, mas os capangas saíram depressa e entraram nos carros.

- Você está bem ? - Aly pergunta, já aflita.

- Tô, eu tô bem sim. Só meu rosto que está dolorido, minha boca também. Eles vão me pagar, e como vão. Bando de inúteis. Vamos sair daqui. 

- Ta, vamos. É melhor mesmo. Não sei porque você insiste em viver desse jeito.

- Não é opção, Aly. Eu já te expliquei várias vezes. Vamos indo. - Roger entra no carro, limpando o sangue de sua boca. 

Enfim, chegaram a um determinado local, uma rua, sentaram na calçada onde havia um poste e Roger tirou do bolso, algumas ervas.

- Sim ? - Ele pergunta, oferendo um cigarro que acabara de preparar. 

- Ta, mas só um pouco. - Aly aceita o cigarro e o traga.

Passaram se algumas horas, Roger e Aly estavam viajando, literalmente, todas as coisas estavam turvas, então, os dois adormeceram, naquela rua vazia e escura.


Notas Finais


Até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...