História Ela deve ser minha - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Em Família, Glee
Personagens Blaine Anderson, Brittany S. Pierce, Clara Fernandes, Kurt Hummel, Marina Meirelles, Mercedes Jones, Noah "Puck" Puckerman, Quinn Fabray, Rachel Berry, Sam Evans, Santana Lopez, Sue Sylvester, Will Schuester
Tags Dramas, Revelaçoes, Romance, Violencia
Exibições 53
Palavras 2.247
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente desculpa, eu sem querer coloquei terminada, mas ainda não terminou. desculpa mesmo

Capítulo 1 - "Aqueles olhos que reflete, luz no meu coração"


Judy: Quinnie acorda que você está atrasada pra ir ao colégio. Gritou minha mãe.

Quinn: Já vou. Grito da porta.

Olá meu nome é Quinn Fabray Corcoran, tenho 16 anos moro com minhas mães Judy e Shelby, tenho duas irmãs Frannie a mais velha e Charlie minha irmã gêmea. Sou loira de olhos verdes assim como minha mãe, assim como eu Frannie e Charlie também são loiras, porém Charlie por rebeldia pintou seu cabelo de rosa o que deixou mãe Judy de cabelos em pé. Sou a capitã das Cherrios ou seja sou uma cheerleader, ao meu lado tenho minhas duas melhores amigas Santana e Brittany que além de serem minhas amigas são um lindo casal, assim como elas eu e Charlie somos lésbicas assumidas, minha irmã e eu já passamos o rodo no colégio inteiro. Charlie é uma garota rebelde, desde que mãe Judy se casou com Shelby Charlie se revoltou porque não aceitava que minha mãe tenha deixado meu pai por Shelby até descobrir que o mesmo batia nela quando eu, Charlie e Frannie não estávamos em casa, ela era loira como eu, somos praticamente iguais a diferença é que ela tem algumas tatuagens no corpo.

Coloco meu uniforme, meu tênis e desço com a mochila em um dos ombros, vejo minhas mãe trocando carinhos, Charlie mexendo no celular assim como Frannie:

Quinn: Bom dia Família. Saudei animada.

Judy/Shelby: Bom dia Quinnie. Falaram juntas e riram fazendo Charlie revirar os olhos.

Charlie: E aí. Falou sem importância.

Frannie: Bom dia Quinnie Lion. Sorriu e voltou a mexer no celular. Sentei perto de Frannie e ataquei o bacon a minha frente, nossa como eu amo bacon, depois de comer fui ao banheiro escovar meus dentes e entrei no opala de Charlie que tinha me esperado. Não que eu não tenha um carro, porque eu tenho, só que ele está no conserto. Chegamos no colégio e logo Santana e Brittany se junta a mim e minha irmã que vestia uma camiseta preta do Link Park, calça jeans preta colada rasgada no joelhos, all star preto e óculos escuro. Abrimos o mar de gente no corredor até chegarmos ao nosso armários que obvio Santana obrigou ficar todos ficarem perto do dela já que os armários são em ordem alfabética:

Britt: Bom dia Quinnie, Bom dia Charls. Saudou saltitante como sempre.

Quinn/Charlie: Bom dia. Respondemos sorrindo pelo jeito de Britt.

San: Bom dia Fabray 1 e 2, estão sabendo que entraram três novatas gostosas aqui no Mackinley? Perguntou maliciosa.

Quinn/Charlie: Não. Respondemos juntas novamente.

Charlie: Para com essa merda de falar o mesmo tempo comigo Quinn. Falou irritada.

Britt: Então estão preste a conhecer porque elas estão vindo logo ali. Apontou e todas no viramos para ver quem era as novatas e uau elas são muito linda, principalmente a menorzinha, percebi que Charlie prestava atenção na morena de cachos e eu me prendi na morena baixinha, ela é linda.

Xx: Olá vocês podem nos ajudar? Perguntou a garota de cachos.

Britt: Olá, meu nome e Brittany, mas podem me chamar de Britt em que podemos ser útil?

Xx: Desculpa nem me apresentei, meu nome é Victoria e essas são Rachel e Ashley ou podem chamar de casal grude-grude. Sorriu.

Rach: Não é pra tanto PandGirl. Sorriu e nossa é o sorriso mais lindo que eu já vi em toda minha vida.

Ash: É verdade, não é pra tanto Vick. Sorriu e deu um selinho na morena de lindo sorriso o que me deixou incomodada, mas eu não sei porque.

Vick: Queríamos saber onde fica a sala de filosofia e o laboratório de biologia.

Britt: Quem vai pra filosofia e quem vai pro laboratório?

Rach: Eu e Ash vamos pra filosofia e a PandGirl vai pro laboratório. Falou.

San: Então vocês duas vão com a Charls e Britt e você morena vem comigo e com a Quinn. Falou prestativa? Desde quando Santana é prestativa?

Rach: Tchau PandGirl nos vemos na última aula. Deu um beijo na bochecha da amiga e passou por mim dando uma piscadela.

Quinn: Meu Deus, que mulher é essa. Sussurrei.

Depois das aulas teóricas, fui ao treino das Cherrios e de lá pro Clube Glee, entro na sala do coral e vejo Rachel e Victoria sentadas em umas das cadeiras e nasce uma interrogação em minha cabeça:

San: Britt convidou elas para fazerem parte do Clube Glee. Brotou perto de mim respondendo minha pergunta mental. – O que me impressiona é sua irmã estar aqui. Falou e apontou com a cabeça para Charlie que afinava o violão, ela olhou pra mim e pediu pra eu me aproximar e foi o que eu fiz, no meio do caminho senti os olhos de Rachel me olharem.

Quinn: Porque está aqui? Odeia o Clube Glee. Perguntei curiosa.

Charlie: Quero cantar uma música. Voltou a dar atenção ao violão. – Nunca disse que odiava o Clube Glee. Deu de ombro. – Quero que cante uma música brasileira comigo. Falou sem rodeios.

Quinn: Qual? Sabia que não adiantaria negar a ela.

Charlie: Aqueles olhos do Dom M. falou me encarando.

Quinn: Gostou da garota de cabelos cacheados não é? Perguntei e Charlie deu de ombros.

Charlie: Só vamos ensaiar logo. Falou e eu me sentei ao seu lado, ensaiamos até Mr. Shue apresentar Rachel e Vick e foi ai que eu percebi que a tal da Ashley não estava lá com elas.

Mr. Shue: Bom crianças essa são Victoria Fernandes Medeiros e Rachel Berry e elas vão cantar para nós então se comportem o lugar é de vocês meninas. Sorriu e logo ouvimos a voz de Victoria ecoar pela sala.

Vick: Bom como serei a primeira vou cantar Clarity do Zedd com a Foxes. Falou e começou a cantar.

Vick

High dive into frozen waves 
Where the past comes back to life 
Fight fear for the selfish pain 
It was worth it every time 
Hold still right before we crash 
'Dause we both know how this ends 
A clock ticks till it breaks your 
Glass and I drown in you again 

Cause you are the piece of me, I wish I didn't need 
Chasing relentlessly, still fight and I don't know why 
If our love is tragedy, why are you my remedy? 
If our love's insanity, why are you my clarity? 

Hey eh eh eh eh eh 
Hey eh eh eh eh eh 

If our love is tragedy, why are you my remedy? 
If our love's insanity, why are you my clarity? 

Walk on through a red parade 
And refuse to make amends 
It cuts deep through our ground 
And makes us forget all common sense 
Don't speak as I try to leave 
‘Cause we both know what we choose 
If you pull, then I'll push too deep 
And I'll fall right back to you 

Cause you are the piece of me, I wish I didn't need 
Chasing relentlessly, still fight and I don't know why 
If our love is tragedy, why are you my remedy? 
If our love's insanity, why are you my clarity? 

Hey eh eh eh eh eh 
Hey eh eh eh eh eh 

Why are you my clarity? 
Why are you my remedy? 

Hey eh eh eh eh eh 
Hey eh eh eh eh eh 

If our love is tragedy, why are you my remedy? 
If our love's insanity, why are you my clarity?

Terminou e todos a aplaudiram, principalmente Rachel que correu para lhe dar um abraço:

Rach: Você cantou muito bem Vick, quem vê pensa que canta todos os dias. Zombou da amiga.

Vick: Obrigada Rach, mas agora é a sua vez. Falou e foi se sentar.

Rach: Bom espero que gostem, eu vou cantar Firework da Kate Perry. Falou e começou a cantar.

Rachel

Do you ever feel
Like a plastic bag
Drifting through the wind
Wanting to start again

Do you ever feel,
Feel so paper thin
Like a house of cards
One blow from caving in

Do you ever feel
Already buried deep
Six feet under screams
But no one seems to hear a thing

Do you know that there's
Still a chance for you
Cause there's a spark in you

You just gotta
Ignite the light
And let it shine
Just own the night
Like the 4th of July

Cause baby you're a firework
Come on show 'em what you're worth
Make 'em go "Ah, ah, ah!"
As you shoot across the sky "Ah, ah!"

Baby you're a firework
Come on let your colors burst
Make 'em go "Ah, ah, ah!"
You're gonna leave them all in "awe, awe, awe"

You don't have to feel
Like a wasted space
You're original,
Cannot be replaced

If you only knew
What the future holds
After a hurricane
Comes a rainbow

Maybe a reason why
All the doors are closed
So you could open one that leads
You to the perfect road

Like a lightning bolt,
Your heart will glow
And when it's time, you'll know

You just gotta
Ignite the light
And let it shine
Just own the night
Like the 4th of July

Cause baby you're a firework
Come on show 'em what you're worth
Make 'em go "Ah, ah, ah!"
As you shoot across the sky "Ah, ah!"

Baby you're a firework
Come on let your colors burst
Make 'em go "Ah, ah, ah!"
You're gonna leave them all in "awe, awe, awe"

Boom, boom, boom
Even brighter than the moon, moon, moon
It's always been inside of you, you, you
And now it's time to let it through

Cause baby you're a firework
Come on show 'em what you're worth
Make 'em go "Ah, ah, ah!"
As you shoot across the sky "Ah, ah!"

Baby you're a firework
Come on let your colors burst
Make 'em go "Ah, ah, ah!"
You're gonna leave them all in "awe, awe, awe"

Boom, boom, boom
Even brighter than the moon, moon, moon
Boom, boom, boom
Even brighter than the moon, moon, moon

Mr. Shue: Uau meninas vocês arrasaram. Bateu palmas.

Quinn: Mr. Shue eu e Charlie queremos cantar uma música. Falei olhando para Rachel que me deu um sorriso.

Mr. Shue: O lugar é todo de vocês. Se sentou, Charlie pegou uma cadeira pra ela tocar com o violão e começou a dedilhar.

Charlie

Aqueles olhos, aqueles olhos

Aqueles olhos que refletem luz no meu coração

Quinn

Amor, verdade

Brilho, saudade

Me encontrava ali pensando

Mano, e sem maldade

Meu remédio contra o medo

Me deixa sem estresse

Teu olhar, tudo o que eu preciso

A luz que me aquece

 

Entre becos e vielas

Entre a paz e o perigo

Você ali sorrindo

De mãos dadas comigo

A gente se abraça

Minha mão no seu cabelo, eu ponho

Mas adivinha, eu acordei, era só um sonho

Charlie

No meu pensamento eu sei que vai ficar

A todo momento, sei que vou lembrar

Do brilho dos teus olhos

Fecho os olhos, não consigo te esquecer

Tem alguém comigo, mas não é você

Tenho até medo de dormir, pra não lembrar

 

Daqueles olhos (aqueles olhos), aqueles olhos (inconfundíveis olhos)

Aqueles olhos, que refletem luz no meu coração

Aqueles olhos (aqueles olhos), aqueles olhos (inconfundíveis olhos)

Aqueles olhos, que refletem luz no meu coração

Quinn

Despertava, levantava, não te via, voltava pra cama

Pra ver se sonhava com aquela fita que eu imaginava

Aquela que me motiva, aquela que me faz seguir em frente

Aquela que quando eu fecho os olhos, te enxergo na minha frente

Sua boca, seu olhar, seu sorriso, seu cheiro doce

Afrodite da quebrada, ela "chique" como se fosse

Várias "fita" acontecendo, e eu no meio, sofrendo junto

Se aparecia numa função, mas eu conseguia tranquilizar tudo

 

Esquecia do mundo, me paralisava, só queria ir alto e avante

Esquecia dos mano e das mina, com você, eu só queria adiante

Te via lá de cima do morro, aumentava mais meu desejo

Pergunta pra Deus, o diretor, quando vai ser nossa cena do beijo

Seu olhar me intimida, seu cheiro, seu jeito simpático

Não sei mais o que eu faço, posso ser um anjo ou mágico

Te olhava, "cê" disfarçava, depois me olhava de relance

Mas meu sonho se realizaria se você me desse uma chance

Charlie

Aqueles olhos, aqueles olhos

Aqueles olhos que refletem luz no meu coração

Aqueles olhos, aqueles olhos

Aqueles olhos que refletem luz no meu coração

Uh, uh, uh, uh

Toda as vezes que era a minha parte eu olhava para Rachel, tenho que confessar que além daquele sorriso, o que mais me chamou atenção foi aqueles olhos chocolates.

Mr. Shue: Uau meninas vocês foram ótimas. Sorriu para nós duas, falou mais algumas coisas e nos dispensou.

Rach: Vocês cantaram muito bem. Falou quando eu pegava minha mochila pra ir embora.

Quinn: Vocês também. Sorri e ela corou e mordeu os lábio. “Não faz assim que eu gamo morena”. Pensei.

Vick: Vamos logo Rach, não quero a Ash fazendo escândalo já cedo. Falou na porta.

Rach: Já vou. Avisou. – Adorei a música aposto que as namoradas de vocês devem adorar, bom eu tenho que ir tchau Quinn. Me deu um beijo na bochecha e foi embora. Uau o toque dela me deixou quente e despertou um amiguinho lá embaixo. Oh! Desculpa esqueci de dizer, mas eu e Charlie somos hermafroditas por parte de pai já que a tia do meu pai também é, sou tirada dos meu pensamentos por Charlie.

Charlie: Vamos logo Quinn, quero dar uns pegas na Tiffany da aula de culinária. Falou.

Quinn: Vamos. Falei e fomos embora. 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...