História Ela é de aquário - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aquário
Exibições 7
Palavras 1.530
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Novos lados...


Fanfic / Fanfiction Ela é de aquário - Capítulo 7 - Novos lados...

Eu não podia acreditar no que acabara de escutar, aquilo não podia ter acontecido de verdade, com certeza é uma brincadeira do Scott, não é possível.

Eu sai da casa da Gabi desnorteada, sem rumo ou direção, tinha que chegar em casa o quanto antes, mas eu tinha que caminhar, pensar e encontrar uma forma de convencer meus pais a deixarem eu ir para Califórnia, nem que fosse por um dia.

Chegando em casa, minha mãe correu pra me abraçar, não aguentei, desmoronei naquele mesmo instante.

- Calma querida, ele vai ficar bem, foi só um acidente.

- Mãe, o acidente foi sério, ele ta em coma, a Sra. Benson disse que as chances dele sobreviver são poucas.

- Meu amor, temos que pensar positivo, Scott sempre foi uma rapaz forte, ele vai sair dessa... Você sabe como foi o acidente? a Sra. Benson só me falou do acidente,ela ligou mais cedo pra cá te procurando.

- Ela só me disse que ele tava bêbado e dirigindo em alta velocidade.

Paramos de falar assim que ouvimos o barulho da porta batendo.

- Vim o mais rápido que eu pude Sol.

- Eu quero aproveitar a presença de vocês dois aqui e pedir pra vocês deixarem eu ir pra Califórnia, só pra ver ele, por favor, pode ser a ultim...

Eu não consegui completar a frase, comecei a chorar, como se o mundo acabasse ali e agora.

- Sol, eu adoraria deixar você ir, mas não, você é menor de idade, não pode viajar assim, sozinha.

- Por favor...

- Querida, a gente tem que pensar, temos que ver alguém pra ir com você, alguém responsável, eu e seu pai não podemos largar nossos empregos assim, de última hora.

Eu saí correndo, porra, por que eles não tentam me entender?

- AH, E EU NÃO QUERO VER NINGUÉM! NINGUÉM!

Meu celular tinha umas 50 mensagens, tudo do idiota do Lucca ou do idiota do Gustavo. Eu fui fechar a cortina do quarto e me deparo com o Lucca na janela, não pensei duas vezes, fechei na mesma hora, enquanto eu tava me agarrando com esse retardado, o Scott estava sofrendo um acidente e tudo por culpa dele, eu sou tão burra,burra,burra...

- SOL, O CELULAR NÃO PARA DE TOCAR, É MELHOR VOCÊ ATENDER.

- EU NÃO QUERO FALAR COM NINGUÉM!!

...

- Desculpa Lucca, ela ta passando por um momento difícil agora.

- A senhora vai se importar se eu tentar entra pela janela? Eu sei que isso é estranho, mas preciso muito falar com ela, fiz algo horrível ontem.

- Acredite, esse não é o melhor momento pra vocês conversarem, mas sinta-se á vontade, agora se você sair machucado, eu te avisei.

- Obrigado!

No meio do choro, eu acabei pegando no sono, só acordei porque escutei um barulho na minha janela e tive um susto.

- Olá marrentinha... Nossa, eu não sabia que você tava tão mal assim, isso tudo foi por causa do jogo?

- MÃEEEEEEEE, UM PSICOPATA ENTROU NO MEU QUARTO, SOCORRO!!!

- Calma, eu só quero conversar contigo, pedir desculp...

- MÃEEEEEEE, ELE VAI ME ESTUPRAR. PAIIII TEM UM GAROTO NO MEU QUARTO, O SENHOR NÃO VAI FAZER NADA?

- Deixa de criancice, eu ó quero te pedir perd...

- PAIIIII ELE TA TIRANDO A ROUPA, ME AJUDA

...

- Sabrina. você tem certeza que não devemos socorrer nossa filha?

- Tenho Paulo, eu acho que esse rapaz pode ser bom pra ela.

- Mamãe, a Sol ta gritando, acho que toda vizinhança ta ouvindo...

- Luna, minha filha, sua irmã só está brincando, vamos, tenho que te levar pra creche.

- Mas hoje é domingo.

- Então vamos passear.

- Obaaaa.

- Sabrina, você ta louca? vai deixar nossa filha só com esse menino em casa?

- O que você acha que vai acontecer, Paulo? ela acabou de receber uma notícia e tanto, você acha que nossa filha vai sair dando pra qualquer um?

- Dando???

- Foi só o jeito de falar, vamos Luna, vai se ajeitar, SOL, NÓS VAMOS SAIR, VOCÊ ESQUENTA QUALQUER COISA PRA ALMOÇAR DEPOIS.

...

- É INACREDITÁVEL! MINHA MÃE VAI ME DEIXAR SÓ COM VOCÊ?!

- DEIXA DE SHOW SOL, CALA ABOCA E SENTA, VOCÊ VAI ME ESCUTAR QUERENDO OU NÃO.

- QUEM VOCÊ ACHA QUE É PRA FALAR ASSIM COMIGO? SAI DAQUI!

...

- É, você tem razão meu amor, com certeza não vai acontecer nada aqui, talvez um assassinato, mas  isso é relevante.

...

- Olha aqui...

- Olha aqui você, enquanto você brincava de "todo poderoso" comigo, meu namorado, "ex", estava se embebedando, agora está internado, em coma, entre a vida e a morte, então faz o favor de sumir da minha frente antes que eu te jogue pela janela.

- Eu não sabia...

- Claro que não sabia, você só se importa com seu próprio umbigo.

- Também não é assim Sol, por favor, vamos conversar.

- NÃO!

- E se eu te contar algo meu, que ninguém sabe, você me dá 5 minutos ?

- Talvez, vamos ver...

Ele fechou os olhos e soltou tudo rapidamente

- Eusouvirgem...

- Assim,se você falar mais devagar, lhe garanto que eu entendo.

- Eu sou virgem, respira, inspira, respira, inspira...

- Como? mas e ontem? e a Amber? e porque a vergonha disso?

- Pelo visto consegui meus 5 minutos.

- Vai, fala.

- 1° Eu ainda sou virgem, pois como eu te contei ontem anoite, eu não sou apaixonado pela a Amber e eu quero esperar a garota certa, 2° Eu quero lhe pedir perdão, eu sei que fiz algo errado, eu te forcei a algo que você não queria, acredite, eu n sou tão machista quanto pareço ser.. e sobre o que tu me disse, se tiver algo que eu possa fazer...

- Se você fazer teu pai viajar pra Califórnia urgentemente, se não... não, você não pode fazer nada.

-hm,eu vou indo então, não faz besteira agora marrenta.

Ele falou indo em direção a porta.

- O que você ta fazendo?

- Indo embora...

- Veio pela janela, sai pela janela...

- Caramba, nem nessas horas tu deixa de ser chata.

- Tchauzinho...

...

- FILHA, DESCE PRA JANTAR!

- EU NÃO QUERO!

- VOCÊ NÃO COMEU NADA O DIA TODO.

- ACONTECE.

- SOL VERAS DE SOUZA!

- TAAA!

...

- Nossa minha filha, você ta péssima.

- Obrigada pai, o senhor é um amor!

A conversa adorável de família foi interrompida pelo som da campainha.

- Desculpe interromper Sr. Veras, mas eu fiquei sabendo o que aconteceu com o namorado de sua filha, eu quero conversar com o senhor, a sós...

- Oh,claro Augusto, entre por favor, a Sol está na cozinha Lucca, pode ir lá.

- Boa noite, Sra. Veras, pequena Luna, Sol...

- Se junte a nós querido, senta ali do lado da sol e da luna.

Depois de um bom tempo escutando minha irmã falando do progresso dela na escola, meu pai saiu da sala com o senhor Augusto e se juntou a nós.

- Sol, você tem muita sorte em ter o Lucca como amigo.

 Eu olhei pra cara do meu pai com uma expressão de "fala sério?", sem entender nada. 

- O senhor Augusto vai levar você e o Lucca amanhã para a Califórnia, as passagens já foram compradas, espero que você seja eternamente grata a essa família.

Eu dei um abraço no senhor Augusto, como eu nunca dei em ninguém da minha família, ele retribuiu e chegou a encher os olhos d´água.

- Muito, muito, muito obrigada Sr, sou muito grata, eu tenho umas economias, quanto lhe devo?

- Nada minha querida, só em ver seu rosto assim, como eu nunca vi, já me anima.

Eu o abracei novamente, dessa vez não conti o choro, ele limpou minhas lágrimas e foi se despedir dos meus pais, enquanto isso eu aproveitei pra conversar com o Lucca.

- Você? Como você convenceu teu pai a levar uma estranha pra Califórnia?

- Você não é uma estranha pra ele, ele diz que lembra da mãe quando olha pra ti, ele diz que ela tinha esse espirito "rebelde".

- Mas o que você disse a ele?

- Eu contei a verdade, disse tudo que aconteceu naquela noite e o quanto eu me sentia culpado. Primeiramente levei um esporro, depois ele se acalmou e perguntou o que eu pretendia fazer pra te pedir perdão, então contei o que aconteceu com o seu namorado e o que você me "pediu".

- Eu não acredito que você fez isso...

- Desculpa de novo Sol...

- Vamos Lucca, sua irmã odeia ficar na vizinha.

Eu não ia deixar o Lucca sair assim, porra,olha o que ele fez por mim!

- Espera!

Então eu abracei ele, chorei novamente kkkk to bem manteiga derretida mesmo...

- Obrigada!

Eu falei baixo no ouvido dele,ele deu um sorrisinho de canto.

- Bom, deixa de chorar garota! vai arrumar suas malas, vamos sair amanhã cedo. Até amanhã marrenta!

Eu saí correndo, com um sorriso largo no rosto.

- BOA NOITE Sr. AUGUSTO, FAMÍLIA E MAURICINHO!

Estava muito ansiosa para o outro dia, mas a noite parecia que não passava...

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...