História Ela e Eu 2° temporada - Capítulo 55


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Lésbica
Visualizações 154
Palavras 953
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Orange, Romance e Novela, Saga, Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


mais um capitulo pronto espero que gostem! comentem

Capítulo 55 - Você estar doente?


                                                KARINA

Esqueço meus produtos dentro do guarda roupa,saio do banheiro pra pega e acabo vendo uma caixa de baixo da cama da safira. Pego,abro a caixa e tinha alguns remedios estranhos, fecho a caixa e coloco no mesmo lugar.
Entro faço a minha higiene matinal, coloco o uniforme e desço pra toma café.

– Cade a Safira? - Pergunta meu pai assim que me sento na mesa.

– Já foi pro colegio! - Digo e ele tenta ligar pra ela,mas não consengue.

Termino de toma café e vou pro colegio junto com meu pai.
Chego no colegio entro na sala de aula e as meninas já estavam lá menos a Leticia ela sempre chega atrasada.

– Estou morrendo de dor de cabeça. - Digo deitando a minha cabeça na mesa.

– Tenho remedio aqui você quer? - Pergunta Amanda.

– Já tomei. - Digo com dor.

Depois de um tempo a Leticia entra, e senta ao meu lado.
Ela fica toda atenciosa prentando atenção na aula e eu acabo dormindo dentro de sala.

– Karina?? - Chama Leticia.

– Ham?. - Digo  ainda com os olhos fechados.

– Karina olha pra mim. - Diz Leticia e eu levanto minha cabeça.

– Fala amo. - Digo.

– Você estar domindo na sala Karina! Saiu ontem por um acaso? - Pergunta olhando em meus olhos.

–  Sai! Eu estou morrendo de dor de cabeça.  - Digo e ela olha em meus olhos.

–  exagerou na dose como sempre. - Diz Leticia.

– Ai Leh não enche.-  Digo.

– Eu me preocupo com você. - Diz segurando meu braço e olhando em meus olhos.

– Eu sei. - Digo e ela segura a minha mão.

– Para de beber karina, faça isso por você entendeu. - Diz Baixo alisando a minha mão.

– Entendi! vou fazer isso por mim. - Digo e ela sorri e volta a presta atenção na aula.


Tivemos longos tempo de aula de português e eu estava morrendo de dor de fato tudo que eu queria era ir pra casa e deita na minha cama,mas infelizmente e teria que fica no colegio até tarde.


                 HORAS DEPOIS...

Fomos pro intervalo e a Leticia fica o tempo todo na merda do celular conversando com a Safira.

– Leticia meu amo desliga esse celular.- Digo.

– A Safira cabulou aula ela não estar no colegio, ela disse que foi fica com a avó  dela que estar com febre. - Diz Leticia olhando pra mim.

– Meu pai vai surta se souber disso. - Digo.

– Só você não conta pra ele. - Diz Elena.

– Eu não vou fala! - Digo e volto a come.

– Leticia a Karina tem razão desliga esse celular. - Diz Elena.

– Ok. - Diz Leticia e Delisga. – Vocês são muito chatas. - Diz colocando o celular sobre a mesa.


O intervalo termina, chamo a Leticia pra ir no banheiro comigo, fomos para o banheiro fecho a porta.


– Leticia eu acho que a Safira esta mentindo. - Digo.


– Ela não mente pra mim. - Diz e tenta sair.

– Eu estou falando serio Leticia, ela saiu cedo de casa sem dar santisfações e eu mexi em algumas coisas dela e vi alguns remedios estranhos. - Digo e Leticia revira os olhos.

– Eu não acredito em você. - Diz olhando em meus olhos.

– Ok. - Digo e abro a porta deixando ela sair.

Saio do banheiro, e volto pra sala de aula, e a Leticia me olha acho que ela estava chateada comigo, mas eu estava falando a verdade.


                   HORAS DEPOIS....

O sinal final toca arrumo as minhas coisas e saio do colegio conversando com as meninas, pego um taxí e chego em casa abro a porta do quarto e a Safira estava conversando com uma pessoa ao telefone, fico na porta escutando e ela falou que foi pra uma sessão de quimeoterapia e eu fico um pouco assutanda, ela fala com a pessoa que ela não pode deixa de viver por causa da doença dela.

– Como assim? você esta doente? - Pergunto entrando no quarto e ela me olha assutada e se despede da pessoa.

–Finga que você não ouviu nada. - Diz.

– Eu não vou simpliemente fingir que eu não ouvir me diz o que você tem Safira. - Digo e ela passa a mão na cabeça. – Safira talvez não pareça mas eu to ficando preocupada com você. - Digo e ela olha pra mim.

– Eu estou morendo Karina, eu tenho leucemia eu tive que falta aula pra ir na sessão de quimioterapia! não conta pra Leticia porfavor. - Diz e eu paraliso.

–Sua palides, aqueles remedios, as suas reclamações de madrugada é por causa da sua doença? - Pergunto

– Sim! só não fala pra Leticia. - Diz.

– Ela tem direito de saber. - Digo.

– Eu sei! mas não quero assusta-la. - Diz sentando na cama.

– Eu vou cuidar de você e te ajudar com as suas fugas secretas para a sessão de quimioterapia. - Digo e ela ri.– pelo visto meu pai é o unico dos seus responsaveis que não sabe. - Digo.

– Ele não é meu pai! - Diz Safira e eu rebato.

– Querendo ou não ele é seu pai! E nós somos irmãs, mas eu sou a mais velha. - Digo fszendo gestos e ela ri.

– E a mais inrresponsavel.- Diz Safira sorrindo.

– Infelizmente tenho que concordar com você. - Digo rindo. – quero ler as búlas e  ve a receita médica também. - Digo e ela me olha.

– Minha mãe estar morta. - Diz com ironia.

– Mas sua irmã mais velha estar viva e eu sou a unica nessa casa que sabe que você estar doente  - Digo e ela revira os olhos.

– Karina menos você só  é um dia mais velha que eu. - Digo.

– Porém continuo sendo mais velha que você. - Digo e vou para o banheiro.




















Notas Finais


obrigado por leem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...