História Ela e Eu 2° temporada - Capítulo 56


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Lésbica
Visualizações 115
Palavras 1.657
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Orange, Romance e Novela, Saga, Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


mais um capitulo pronto!!comente, daqui a pouco eu respondo os comentarios de vocês dos capitulos anterios.

Capítulo 56 - Ciúmes ou preocupação?


                                             SAFIRA

Nunca pensei que eu iria se dar bem com a Karina, ela era irresponasavel e super idiota as vezes, mas parecia que ela estava preocupada realmente comigo, ela estava lendo a receita medica e as bulas de cada remedio.

– Karina para você já leu o suficiente agora me devolva.- Digo e ela apenas me olha e volta a ler. – você e bem teimosa. - Digo pegando as bulas de suas mãos.

– Você também. - Diz Karina. – Vou toma um banho depois a gente conversa. - Diz karina indo em direção ao banheiro.

Meu telefone começa a toca, e era a Leticia deixo toca mas ela insiste  tanto que eu atendo.
 
                       Ligação On

Eu: Oi meu amor.

Leticia: Posso ir na sua casa te ver?

Eu: pode sim!

Leticia: Estou morrendo de saudades de você.

Eu: Eu também

Leticia: Pede seu pai pra mim dormi ai

Eu: Melhor não! Eu estou dividido quarto com a Karina.

Leticia: ta bom! Estou indo ai.

 Eu: Estou te esperando beijos.


              Ligação Of


          MINUTOS DEPOIS...

A companhia toca deixo as bulas dos remedios e a receita encima da cama , e eu saio do quarto para atender, Abro a porta e ela me abraça antes de entra.


–  Eu estava morrendo se saudades de você. - Diz me dando um selinho com as mãos em meu pescoço enquanto eu a segurava pela cintura.

– Eu também! você linda sabia? - Digo ela sorri.

– Vamos sair pra algum lugar hoje? - Diz ze eu fico pensando o que falar.

–  Aonde você quer ir? - Pergunto.

– Eu também não sei! -Diz com a mão ainda no meu pescoço.

– Então eu escolho! vou te leva no meu resraurante favorito.  - Digo e ela sorri.

– Ok. -  Diz.

A karina desce coloca em um filme, fica conversando com a Leticia enquanto eu fazia sanduiche e suco com pouca açucar por causa da karina.
Karina vai até a cozinha me olha e fala pra mim te cuidado com as minhas coisas.

– Toma cuidado com os seus medicamentos, é dificil menti pra Leticia então seja cuidadosa. - Diz Karina baixo.

– Eu vou ser cuidadosa. - Digo  e ela sorri saindo.

Pego os lanches e me sento no lado da leticia ficamos vendo, o quarto do jack, e do nado o celular da Karina toca, e a  Leticia olha pra ver quem é já que o celular estava perto dela.

– Sua amiga estar te ligando. - Diz Leticia e a Karina levanta e pega o celular. – Essa beatriz ainda vai fuder com a vida da Karina. - Diz leticia indignada.

– isso é ciumes ou preocupação? - Pergunto e ela me olha.

– Preoupação ela quase matou a karina. - Diz e eu a observo em silencio. – Odeio essa garota. - Diz me fazendo ri.

– Porque você a odeia tanto? - Pergunto e ela me olha ficando em quieta por um momento.

– Não sei explicar! As pessoas sempre me trocam ou vão embora.E a Karina me trocou por ela então eu sempre acho, que você vai fazer o mesmo comigo, a Beatriz é muito bonita e ela sempre me provocava por isso eu trouxa não sabia o porque até a Karina me trair com ela. - Diz me fazendo percebe que ela era muito insegura, e que não via propria beleza.

– Eu  nunca vou te trair com ninguém, e para de se limitar achando que você é menos bonita, quantas vezes eu tenho que te dizer que você é linda leticia? Além de ser linda é educada, inteligente, carinhosa, atenciosa e tem um carater e tanto eu me apaixonei pelo seus aspectos e não pela sua beleza você é a garota mais linda e mais incrivel que eu já conheci em toda minha vida. - Digo e ela chora e me da um abraço apertado em seguida.

– Eu te amo, você me faz se senti especial. - Diz me abrançando.

– Eu também te amo linda. - Digo e ela me beija em seguida.

– Safira daqui a pouco meu pai vai chega diz pra ele que eu fui na casa da Elena eu preciso resolve algumas coisas então diz isso a ele. - Diz Karina imterrompendo o nosso beijo.

– Mas você vai realmente na casa da Elena? -Pergunto.

– Não! Eu vou me encontra com uma pessoa. - Diz Karina mexendo no  cabelo.

– Vai se encontra com a Beatriz? - Pergunta Leticia.

– Vou sim ela precisa de uma ajuda minha. - Diz Karina e a Leticia da uma risada ironica.

– Vai servi de mula pra carregar as drogas? - Pergunta Leticia ironicamente e a Karina sai bufando.
                                                              LETICIA


Eu não acredito que a Karina ainda fica dando ideia pra Beatriz! essa garota quase a matou e ela ainda se encontra com ela sinceramente eu não entendo a Karina.
Saio do apartamento e atras da dela  e antes que ela entre no elevador eu a puxo.

– Não consigo te entende Karina! - Digo estressada.


– Não consegue entende o que Leticia? - Diz Karina olhando em meus olhos.

– Essa garota quase te matou e você vive saindo com ela, pra cima e pra baixo. - Digo e a karina da uma sorriso ironico.

– Crise de ciumes agora? você é comprometida Leticia somos apenas cunhadas agora. - Diz Karina me deixando super puta.

– Somos amigas Karina eu estou preocupada com você. - Digo e ela entra no elevador dizendo pra mim não se mete na vida dela.

As vezes eu acho que a karina faz o que faz pra chama atenção, e as vezes eu me sinto culpada por tudo que acontece com ela, eu sei que ela gosta de mim ainda eu também gosto dela ainda, mas é diferente o amor que eu sinto pela Safira cresce a cada instante e o amor que eu sinto pela Karina diminui a cada dia.


                                                               KARINA

Entro no elevador e começo a chora, que droga, eu amo a Leticia demais  e eu sinto que ela também gosta de mim, mas também sei que ela ama a Safira o que me deixa mais confusa ainda, e pra piora a situação a Safira é minha irmã e estava doente eu precisava amadurece de alguma forma e esse era o momento de amadurecer, eu nunca pensei que me preocuparia com a Safira, mas eu não queria que ela estivesse doente, eu preferia peder o grande amor da minha vida pra ela do que ver a leticia sofrendo pela doença de uma pessoa que tanto a ajudou.

Saio do elevador limpo as minhas lagrimas e pego um taxí.
Chego na praça que a Beatriz estava, e ela estava com um pacote de cocaina.

– Oi linda. - Diz Beatriz dando um selinho em mim.

– Oi, aqui é um pouco deserto né. - Digo.

– Preciso de um favor seu. - Diz beatriz.

– Se for relacionado a essa droga que você esta segurando eu estou fora. - Digo e ela sorrir.

– Não sou louca de te envolver nisso. - Diz passando a mão no meu rosto.

– Fala logo você esta me preocupando. - Digo.

– Minha tia cortou a minha mesada eu preciso de três mil reais. - Diz e eu a observo.

– Pra que você quer esse dinheiro?  - Pergunto.

– Eu estou devendo um cara ai e ele me ameaço de morte. - Diz Beatriz chorando.

– Denovo Beatriz que droga. - Digo. – Vou no caixa eletronico fazer o saque do dinheiro pra você me espera aqui. - Digo e saio em seguida.

Vou no caixa eletronico que tinha na rua seguinte pego o dinheiro e dou a ela que agradece.

– Obrigada Karina, fico te devendo essa. - Diz guardando o dinheiro.
 
– Só me deixa fora dessas suas borradas. - Digo e dois caras estranhos se aproxima.


– Duas garotas gatinhas sozinhas por aqui uma horas delas. - Diz um dos caras se aproximando da gente eu me afasto.

– Isso é um pacote de cocaína? - Pergunta um outro cara puxando o pacote da mão da Beatriz eu estava super assustada.

– Pelo visto elas gosta de usar drogas. - Diz eu puxo a Beatriz e corremos.

Ele consegue me segura e pega a beatriz também, ela nos segura com tanta força que eu tive dificuldade em me solta de seus braço eles nos leva pra um lugar super sujo eu começo a grita e ele me da um tapa na cara me fazendo fica assustada, olho pra Beatriz que estava em panico.
Eles toca em mim,me fazendo fica em panico, levanta o meu vestido eu começo a grita e pesso pra eles pararem de me toca, eles riam e a Beatriz começa a grita pedindo socorro e o homem que estava de touca da um tapa na cara dela e rasgo a sua camisa me fazendo chora, vejo que tinha uma faca perto da minha mão e corto a corda que estava em minhas mãos pego uma pedra e bato em sua cabeça pego a faça e dou rapidamente pra beatriz e corremos em seguida pegamos um onibus qualquer em seguida saio do onibus chorando horrores e pego um taxí e vou  pra casa.


                CHEGADA EM CASA...

Chego em casa e saio correndo pro quarto meu pai grita milhares de vezes perguntando aonde eu estava, mas tudo que eu queria era entra no banheiro e toma um banho longo.

Entro de baixo chuveiro e fico ali chorando até que a Leticia e a Safira entra perguntando se eu estava bem.


– Você estar bem Karina ? - Pergunta Safira mas eu só sabia chora.

–  Eu estou me sentido um lixo. - Digo chorando.

– Pode me fala o que aconteceu? - Pergunta Leticia se aproximando de mim abrindo a porta do boxe.

– Eu não quero fala sobre isso agora, só quero que vocês fiquem aqui comigo. - Digo  pegando um roupão ainda chorando e a leticia me abraça e da um beijo no meu rosto, e a Safira me abraça em seguida eu choro em seus braços.
Elas me leva até a minha cama e ficam ali até eu dormi.




Notas Finais


obrigada por leem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...