História Ela e Eu 2° temporada - Capítulo 58


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Lésbica
Visualizações 105
Palavras 1.919
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Orange, Romance e Novela, Saga, Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente estar a cabando a 2° temporada porem a 3° temporada estar a caminho!

Maratona começa hoje em pessoal kkkkkkk que a maratona começe kkkkkkkkkk

leiam e comentem o que acharam

Capítulo 58 - A Leticia descobriu!


                                                 LETICIA

Fico acariciando os cabelos da Karina até ela pega no sono,eu estava muito preocupada com ela.
Dou um beijo na testa dela e um selinho na safira e vou pra casa.

Chego em casa e minha mãe me entraga a lista das universidade que ela pretende me colocar, mas eu não estava muito afim de sair do país.

– Mãe eu mudei de ideia! - Digo pra minha mãe Juliana.

– Como assim você mudou de ideia filha. - Diz minha mãe sentando no sofá e eu me sento em seguida.

– Não quero mais me formar em outro país. - Digo e ela fica me observando.

– Mas já decidiu qual universidade você vai querer ? - Pergunta.


– Sim, PUC! no Rio de Janeiro eu teria que sair de são paulo. - Digo e minha mãe me olha atenciosamente.

– Eu vou ver um apartamento pra você! Sera seu presentinho se você passar no vestibular. - Diz minha mãe Camila fazendo eu e minha mãe juliana olha pra ela.

– Serio? pergunto e ela afirma que sim.

– O bom que tem seus avôs e suas avós pra cuidar de você. - Diz minha mãe Camila.

– Eu posso escolher o partamento mãe? - Pergunto animada.

– Sim! mas você só pode escolher quando eu souber da noticia que você passou. - Diz minha mãe eu a abraço.

Vou pro quarto e tomo banho, coloco o pijma e a Ana entra no meu quarto perguntando pela Karina.


– Que dia a Karina vai vim aqui em casa? - pergunta ana.

– Eu não sei Pequena.- Digo.

– Você nunca mais vão voltar a ser namoradas? - Pergunta.

– Não! eu amo a Safira.- Digo e a ana se aproxima de mim  e pega o anel que estava perto do abaju.

– Mas você ainda guarda o anel que a Karina te deu! eu sei que você ama a Safira mas você também ama a Karina. - Diz.

– Pequena eu estou muito cansada que tal a gente conversar sobre isso amanhã. - Digo e ela sai segurando o seu urso.

– Você mudou de assunto pra não me responder. - Diz Ana antes de sair do meu quarto.

Deito na minha cama e fico pensando em tudo que aconteceu e pego no sono em seguida.


               AO AMANHECER...


Faço minha higiene matinal,me arrumo e desço pra toma café.
Me sento sobre a mesa e pego o notebook,  faço a minha inscrição pro vestibular. Termino de toma café, pego minha motocicleta e vou para escola.
Chego no colegio entro na sala de aula e as meninas já tinham feito suas inscrições todas vão cursar fora do menos eu.
Percebo que a Karina falou pouco, e que eu pergunto o que tinha acontecido ontem.

–  Karina meu amo o que aconteceu ontem? -Pergunto baixo.

– Eu não quero fala Leticia agora não! - Diz sem olha pra mim.

–  Karina olha pra mim. -Digo e ela olha. – quando você quiser conta saiba que eu estarei aqui.-Digo e ela me olha e volta a
prestar atenção na aula.

 A codernadora entra em sala e libera os alunos das aulas especias para assistir suas repectivas aula.
Entro no vestiario,coloco a roupa de banho e vou para a beira da piscina e sinto a ausencia da Safira,chamo a professora maura pra pergunta sobre tal ausência.


– Professora porque a Safira não estar aqui?-Pergundo.

–  Ela saiu da Equipe! -Diz e eu me preoculpo.

– Ata obrigada.-Digo e volto para o meu lugar.

– Meninas eu estou muito feliz pelo desenpenho de vocês na competição parabens! Tenho uma noticia ruim pra dá a você, a Amigas de vocês Safira não faz mais parte da equipe de nado.- Diz a professora e todos a observa. –  meninas hoje eu quero que todas vocês controle a respiração e façam nado costas, grupo A primeiro e depois eu quero o grupo B dentro da piscina vocês tem 10 minutos pra se dividirem.


Ficamos um bom tempo se dividido, controlamos nossas respirações de baixo da agua e fizemos nado costa.
 A professora pede pra mim fica por mais um tempo eu fico, Depois de um longo periodo ela me libera pra ir pro intervalo.


Troco de roupa rapido,vou para cantina pego minha comida e me sento ao lado da Safira.

–  Porque você não me disse que sairia da equipe de nado?.- Pergunto e ela me olha.

–  Porque você iria me fazer mudar de ideia.-Diz.

– Ok! - Digo um pouco chateada.

–  Leticia tenho que ir agora, vou sair cedo do colegio.-Diz me dando um selinho,saindo deixando cair um frasco de remedio, pego e leio o nome do remedio e volto a come.
Vou para o assim que termino escovo os dentes e ligo pro meu avô, ele não demorou muito pra atender e eu pergunto pra que servia o remédio que a safira deixou cair ele diz que é pra tratamento de leucemia diz me fazendo surta dizendo que não pode ser.

Eu não estava querendo acreditar então eu limpo as lagrimas retidas nos meus olhos e vou para sala de aula eu tinha certeza que a Karina sabia de alguma coisa.
Entro na sala me sento ao lado da karina e ela olha pra mim.

–  O que a Safira tem? - Pergunto com os olhos cheio de lagrimas.

–  O que? - Pergunta dando uma de desentendida.

–  Não dar uma de desentendida! O que a Safira tem me fala por favor. - Digo chorando e ela passa a mão na cabeça.

–  Porque você desconfia que ela tem algo ? -Pergunta limpando minhas lagrimas.

– Eu encontrei isso. - Digo amostrando o franco do remedio. – Eu sei pra que serve mas eu quero sabe se é verdade ou não. - Digo chorando e a Elena se vira.

–  Aconteceu alguma coisa Leticia. - Pergunta.

– Não estar tudo bem. - Digo.

–  Eu vou ir na direção pergunta o seu pai o que estar acontecendo. - Digo saindo de sala.


                                                          KARINA

A leticia descobriu que a Safira esta doente mas ela quer ouvir a confirmação do que ala descobriu da minha boca! já que eu não quis fala ela sai da sala para pergunta pro meu pai fazendo eu levanta e corre atrás dela.

–  Ei, por favor não chama meu pai. - Digo segurando seu braço.

–  Me fala o que esta acontecendo com ela Karina. - Diz limpando as lagrimas.

–  Ela estar com leucemia, só os pais dela biologioco sabem disso e eu. - Digo e ela começa a chora.

–  Porque ela não me contou? - Pergunta.

–  Ei por favor não chora. - Digo e ela corre até a mim e me abraça forte chorando em meus braços.

Ela chora tanto que quase cai no chão eu a seguro e fico ali sentada no chão com ela, a Cordernadora a parece e ve a gente ali, e briga conosco até que ela percebe que a Leticia estar chorando.
Nós levantamos e a Leticia ainda estava muito mal e acaba desmaiando, os seguranças do colegio ajuda a leva na enfermaria e a codernadora manda eu volta pra sala.

Entro em sala e fico coversando com a Safira por mensgens.

         MENSAGENS ON

Eu: Safira a Leticia descobriu! você pedeu um frasco do seu remedio.

Maninha:  O que? serio que ela descobriu e agora Karina?

Eu: Ela queria que eu afirmasse pois ela não estava acreditando na possibilidade de você estar doente! Ela iria pergunta o papai.

Maninha: Ela reagiu bem karina?

Eu: Não  ela chorou muito até desmaiou.

Maninha: Leva ela pra nossa casa e eu vou conversa com ela.

Eu: ok se cuida.

Maninha: Obrigada "irmã"

Eu: Retire as aspas!

Maninha: obrigada mesmo irmã nem sei como te agradecer.

Eu : mais eu sei!

maninha: Como?

Eu: Lutando pra conseguir vencer essa doença.

Maninha: Eu vou  lutar! beijos até logo.

Eu: Até.

           MENSAGENS OF

As meninas começa a pergunta pela  eu digo que ela passou mal e foi para na emfermaria


              HORAS DEPOIS...

                                                               LETICIA

Entro em sala pego as minhas coisas e saio,assim que chego  lado de fora lego minha motocicleta e a ligo karina se aproxima dizendo que a Safira que conversar comigo na sua casa, peço pra ela subir e formos para o apartamento.

Entro junto com a Karina no apartamento, e assim que entramos a Safira estava desmaiada fazendo eu a Karina entra em desespero, ligamos pra ambulancia que demorou muito pra mim então pedimos ajuda para os vizinhos que a pego e a coloca no carro e a levou pra o hospital!

Ligo pra os pais dela biologicos que no mesmo instante atende e vão no hospital e a Karina liga pro pai dela soltando a bomba completa por telefone.

Não demorou muito os pais da Safira chega e o diretor do colegio também os dois começa a descutir por causa do desmaio da Safira e a Karina se estressa.

–  EI VOCÊS DOIS PAREM POR FAVOR MINHA IRMÃ ESTA DENTRO DAQUELA SALA NÃO TEMOS INFORMAÇÕES DELA E VOCÊS DOIS SE COMPORTANDO DESSE JEITO? QUE DROGA! - Grita Karina chorando e o pai dela abraça ela.

             HORAS DEPOIS...

                                                                SÉRGIO 

O médico se aproxima me chama no canto e  diz que a sessão de quimioterapia não esta surgindo efeito e que minha filha tem menos tempo de vida do que eu imaginava.

 –  Como assim minha filha já estar morrendo? - Pergunto.

–  Sim sua filha estar morrendo! Se as sessões de quimioterapia surgisse efeitos possitivos ela teria um pouco mais de vida mas os efeitos são bem negativos. - Diz o médico.

–  ela estar acordada? - pergunto e ele sorri.

–  Sim! E ela pediu pra vê a namorada se ema estiver aqui. - Diz o médico sorrindo e eu chamo a Leticia que logo entra na sala.


                                                          LETICIA

Safira estava querendo me ver entro na sala e ela sorri pra mim.

–  Acho que alguém quer me matar do coração. - Digo antes de dar um selinho em sua boca.

–  Me desculpas por não ter ti  contado antes sobre a minha doença é que eu descobrir derrepende e eu ainda não me aceitei com a doença entende? Eu não quero morre não agora! eu não me sentia preparada pra ti fala porque eu não aceitava isso até hoje eu não aceito saber que a qualquer momento eu estarei morta, isso é dificil pra mim, logo agora que eu conheci a pessoa mais incrivel do mundo, logo agora que eu descobrir que eu tenho uma irmã e um irmão? logo agora que finalmente estou me dando bem com a Karina eu fico doente! mas sabe o lado possitivo nisso tudo? é que ninguém se afastou de mim por causa disso. - Diz Safira com um sorriso nk rosto.

–  Eu não quero te perde. - Digo chorando e ela limpa as minhas lagrimas.

– Você não vai me perder. - Diz tocando no meu rosto. – Eu te amo muito e sempre estarei com você nem que eu vire um estrela pra iluminar a sua noite eu estarei com você. - Diz sorrindo eu devolvo cada gesto de amo.

–  Eu te amo Safira. - Digo.

–  Se eu parti você também tem a Karina! e tem suas melhores amigas pra te ajudar a supera a minha perda. - Digo. –  Eu não quero morre, mas talvez a minha unica missão era te fazer enxerga o mundo da forma correta! fazendo você te amor proprio, fazendo se senti especial pois você é especial e é por isso que eu amo. - Diz Safira me fazendo chora.

–  Promente pra mim que vai lutar até você não tiver mais força? - Pergunto esperando respontas.

–  Prometo. - Responde  e o médico diz pra mim sair pois ela precisava descansar.








Notas Finais


obrigada por ler...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...