História Ela é um mistério - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cara Delevingne, Nat Wolff
Exibições 25
Palavras 1.037
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oii
Vamos chegar em 50 favs logo???
Não demorem!
Vão deixar uma garota muitíssima feliz!
Feliz dia das crianças p quem n ganhou presente (eu)

Capítulo 37 - Seja bem-vinda Raquel!


Fanfic / Fanfiction Ela é um mistério - Capítulo 37 - Seja bem-vinda Raquel!

Acordei 11:53. Olhei para meu corpo e vi a mesma roupa de ontem. Eu apaguei bonito. Levantei da cama e fui na janela ver como o tempo estava. O céu estava sem nenhuma nuvem. Fui em direção ao banheiro para tomar um banho.  

       Saí do banho e procurei por uma roupa que não me deixasse com calor. Troquei de roupa e fui para a sala ver tevê.

 -------------------------------------------------

      Estava sentada na mesa da lanchonete á espera de Thomas. Será que ele vem? Ah vem sim!

      Depois de uns minutos Thomas chegou e se sentou na mesa. Pedimos um Milk Shake.

     – Precisamos de uma faixa escrito Seja bem-vinda Raquel. - falei

     – Posso arranjar a faixa ainda hoje. Amanhã vou na casa dela e começo a arrumar, você chega cedo e terminamos de arrumar enquanto a mãe dela vai ao hospital buscá-la.

     – Quem vamos convidar?- perguntei

     – Não sei, aquele outro garoto que estava com você no hospital...

     – Harry e Juliana.

     – Está bem, somente eles?

        Me peguei pensando se chamaria Nat, ele é amigo dela, e ajudou ela no dia do acidente, não seria justo se eu não o chamasse.

      – Nat também, ele socorreu ela no acidente.

      – Está bem, mande mensagens para eles.

      – Então tudo certo. - respondi

      – É, espera o bolo! Eu compro se quiser.

      – Sério? Eu posso comp...- antes que eu terminasse de falar o loiro me interrompeu.

      – Eu compro, pode deixar!

      – Ok então.- sorri

      – Nos vemos amanhã Cah!

      – Até amanhã Tommy, obrigada por vir.

     – Por nada. - disse ele sorrindo e eu me levantei para ir embora, ele ainda ficou por lá fazendo deveres do seu curso.

  ----------------------------------------------

    Mandei mensagem para Harry e Juliana. Só faltava para Nat. Então mandei á mensagem para ele.

    Nat

[Visto por último hoje ás 16:57]

Eu: Oi, amanhã vamos fzr uma festinha de boas vindas p Raquel, aparece lá meio dia

  Whatsapp off

      Mandei a mensagem, e ele visualizou depois de uma hora e não respondeu. Bem, a minha parte eu fiz.

    Domingo, 11:22

       – JULIANA! Cadê os cupcakes que você inventou de fazer?! - falei

       – Está aqui, calma mulé. 

       – É porque você inventou tudo de última hora! - respondi

       – Crianças tenho que ir buscá-la, Cara, sua mãe está vindo com o nosso almoço? - perguntou tia Simone

       – Sim, ela me mandou mensagem e disse que já está a caminho.

       – Então está tudo certo, vou buscá-la, quando estiver saindo do hospital mando uma mensagem para você.

       Rapidamente Juliana foi pela milésima vez ver a mesa onde estava o bolo que Tommy comprou e os seus sagrados cupcakes.

  Sentamos no sofá grande da casa de Raquel e Juliana nos chamou para tirar uma foto. Rapidamente Harry me pegou no colo. E Juliana tirou a foto de nós quatro juntos.

       – Deixa eu ver, deixa eu ver! - falei e Juliana me mostrou a foto. – Ficou incrível!

       – Eu sei, vou postar no Instagram!

         Ficamos conversando por uns minutos, até que a campainha tocou, nos entreolhamos perguntando mentalmente quem poderia ser.  

       – Eu não vou atender! - falei me sentando ao lado de Harry

       – Eu atendo, pode deixar.- Juliana disse

     {Nat}

          Respirei fundo antes de tocar a campainha, eu sabia o que me esperava quando entrasse dentro da casa de Raquel. Só vim por causa dela, só por que briguei com a Cara não quer dizer que a Raquel não seja a minha amiga. Toquei a campainha e demoraram pra atender, toquei novamente e Juliana atendeu.

      – Oi Nat! Entra aí, a mãe da Raquel foi buscá-la no hospital, logo, logo ela chega.

      – Oi, hum. Tudo bem.- respondi

         Adentrei a casa e Juliana veio na minha frente chegamos na sala e vi Cara e Harry sentados um do lado do outro. Não falei com ninguém só cumprimentei um garoto loiro, que se apresentou como Thomas. Sentei afastado dos dois e rapidamente peguei meu celular. Vi que Margo me mandou uma mensagem, estamos ficando demais, ela é muito gostosa, mas nada a mais que isso. Percebi que Cara não gosta dela. 

      Nunca vi o clima tão pesado. Cara não olha para minha cara por nada, é como se eu não estivesse ali, ela está conversando com Harry e troca vários sorrisos com ele. Isso é ridículo. Oh céus, Raquel chegue logo, quero ir embora, por que eu vim pra cá aliás? Nem sei mais se foi por causa da Raquel, em parte sim, mas a outra parte me diz que foi por causa da Cara...

     {Cara}

       Não olho para Nat por nada. Estou focada em conversar com Harry. Juliana reparou isso. Toda hora estou olhando o celular para ver se chegou alguma mensagem. 

       Finalmente tia Simone me enviou uma mensagem. Ela disse que está saindo do hospital agora com Raquel. A campainha toca e eu vou correndo atender, é minha mãe. Ela entra e coloca a nossos almoço em cima da mesa, lasanha. Delícia!

      Avisei á todos e nós desligamos a luzes de casa e permanecemos sentados no sofá. Ju está ansiosa demais...

    – Garota sossega o cu, credo. - falei para Juliana e minha mãe me repreendeu com o olhar, não gosta que eu fique xingando. Harry riu.

    – Me deixa Cara! - ela respondeu

       Depois de uns 30 minutos em silêncio ouvimos o barulho da porta sendo aberta, levantamos rapidamente e gritamos surpresa todos juntos! 

    Na faixa estava escrito: Seja bem-vinda Raquel!

      – Eu sabia que vocês iram fazer isso, bem a cara de vocês, obrigada! - ela disse toda sorridente – Um bolo! Cupcakes, aí sério obrigada, já podem ir embora.

      – Não obrigada.- falei rindo – Me dá as suas coisas que eu vou colocar no seu quarto

      – Toma empregada.- ela disse me entregando suas malas e eu ri

      – Vai sonhado monamour.

       Subi as escadas e fui no quarto de Raquel guardar suas coisas. Acabei encontrando uma foto nossa  e com uma menina quando estavámos no terceiro ano. Tinha um X vermelho no meu rosto, embaixo escrito com canetinha vermelha também: -Kisses

    Ela esteve aqui. Peguei a foto e guardei dentro do bolsa de minha calça jeans. Desci rapidamente as escadas e fui falar com tia Simone que estava na cozinha sozinha.

     – Tia Simone, alguém esteve aqui sem ser nós?- perguntei 

     – Uma amiga da Raquel apareceu aqui bem cedo.- ela respondeu

     – Qual o nome dela? - perguntei aflita

     – Acho que é...


Notas Finais


Mistério no arr...
E aí vcs acham q essa amiga é o número desconhecido?
Bjus, comentem aí


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...