História Ela é um mistério - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cara Delevingne, Nat Wolff
Exibições 23
Palavras 1.327
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá
Tudo bem?!
Eu tô bem!
Olha.... leiam as notas finais! Importanteeeee
Boa Leitura!

Capítulo 39 - Deixe de ser orgulhosa


Dois meses depois

     – FINALMENTE FÉRIAS! UHUL! - Gritei e Raquel comemorou com um “uhuuul”

        Estávamos quase saindo da escola quando um garoto do terceiro ano nos chamou.

       – Hey meninas! - disse o garoto

       – Oi! - eu e Raquel falamos juntas

       – Sábado vai ter uma festa na minha casa estão convidadas! - ele disse e nos entregou um papel com o endereço de sua casa

       – Estaremos lá! - Raquel falou toda animada, o garoto é bonito.

       – Vou esperar! - ele disse e jogou uma piscadela para Raquel.

         Ela esperou ele se afastar e começou a tagarelar.

        – VOCÊ VIU AQUILO?! - ela praticamente gritou

        – Sou mais o Thomas.- falei

          Ela revirou os olhos e continuamos andando em direção a minha casa. Ela vai dormir aqui hoje.

         Muita coisa se passou nesses dois meses. Raquel melhorou e saiu da cadeira de rodas, ela já não aguentava mais. Harry e eu estamos bem, mais ou menos. Semana passa uma garota ficou dando em cima dele, a gente brigou, mas estamos bem. Ás vezes me pergunto se existe amor nesse relacionamento. Eu gosto dele, mas sei lá. Acho que a minha ideia de esquecer o Nat colocando Harry no lugar dele não deu muito certo.   

        Bem, sobre Nat sua aparência física está horrível. Ouvi dizer que ele ficou de recuperação em duas matérias. Toda vez que o encontrava reparava que sempre estava com sono e tinha umas olheiras. Falei com Daniel e fiquei sabendo que ele ficou mal quando soube do meu  relacionamento com o Styles. Depois do dia da salinha do zelador ele nunca mais ousou tentar algo. Vez ou outra tia Paty aparecia lá em casa perguntando o porquê de eu ter sumido, a minha sorte era que Harry estava comigo então, acho que ela compreendia o por quê. Convenhamos que ela saiba que o filho goste de mim. Todos sabem.

       O número desconhecido sumiu por um tempo. Bem, conversei com Raquel e expliquei tudo o que aconteceu. Principalmente o motivo de seu acidente. Ela me explicou que uns quatros meses atrás conheceu uma garota que se chama Beatriz, que prefere ser chamada de Bia. Elas conversaram, saíram para passear e por fim viraram amigas.

       Sim eu suspeito que essa tal de Bia tenha a ver com tudo. Mas eu não posso tirar essas conclusões sem saber o por que ela faria isso comigo. Eu nem sei o que eu fiz para ela. Vou passar a investigar mais.  Preferi não contar á Raquel sobre a foto do dia de sua festinha de boas vindas. Muito menos contei a meus pais sobre isso. Não tenho provas de nada. Nem sei quem é essa Bia.

     Afastei esses pensamentos da minha cabeça e abri a porta de casa, já que havia chegado. Raquel entrou primeiro e se jogou no sofá.

     Fui na cozinha procurando minha mãe, porém não a encontrei e sim um bilhete escrito as seguintes palavras:

   Fui no shopping com Patrícia, ela passou aqui mais cedo e me convidou. Comida na geladeira, só esquentar.

    Tia Paty está muito estranha. Acho que ela ficou inconformada quando eu comecei a namorar. Ela meio que já me considerava como nora, quando isso aconteceu ela ficou mega surpresa.

    – Raquel, ta com fome? Com certeza né, você sempre está com fome.- falei

    – Ei! Não, nem toda hora! Por que?

    – Minha mãe foi ao shopping com a tia Paty, aí ela escreveu em um bilhete que é pra esquentar a comida, tô com preguiça

    – Ah depois nós comemos. Agora me diz, você não ta achando estranho essa aproximação das duas? Elas se falavam, mas não chegavam a sair para ir ao shopping que eu me lembre.

    – Eu sei que é estranho, estava pensando isso...

    – Bem, como vai você e o Harry?

    – Ér... estamos bem. Na verdade nem sei o que está acontecendo, acho que o Harry já percebeu que eu não gosto dele do jeito que é pra gostar, compreende?

    – Todo mundo sabe disso. Vocês não foram feitos para ficarem juntos. O Harry é um amor de pessoa, mas vocês dois só servem para ser amigos.

    – Está querendo dizer que eu deveria terminar?

    – Sim.

    – Mas, o Harry pode estar gostando de mim... Posso acabar magoando ele.

    – Vocês precisam conversar.

    – Vou fazer isso viu, obrigada mona. - falei e continuei – Olha, estou impressionada com você viu!

    – Porque?

     – Sua situação amorosa é uma merda e vivi dando conselho para mim. - rimos

     – Fazer o que né.

     – Maratona de séries? 

     – Tô dentro.- Raquel respondeu e fomos para o quarto 

            Eu arrumei o colchão e Raquel colocou a série Teen Wolf.  A hora passou rápido e quando fui ver já eram 18:13 e nada de dona Ana chegar em casa. Não vi Hazza hoje, já que ele faltou aula. Entrei no Whatsapp e vi que ele havia me mandado uma mensagem. Olhei pro lado para falar com Raquel, vi que ela cochilou no colchão. 

 Harry 

[ online ]

Harry: Cara precisamos conversar

Eu: Acho que já sei do que se trata, mas por via das dúvidas adianta o assunto

Harry: ãn... nosso namoro?

Eu:  hm, vc quer terminar?

Harry: Cah, olha vc deve estar me xingando de todos os nomes possíveis, eu sei que eu sou um completo idiota, nss eu nem sei oq dizr!

 Eu: Hazz, tudo bem

Harry: desculpaaaa, pode me xingar d tudo, tem até o direito d me bloquear

Harry: Oi? Como assim tudo bem?

Eu: acabei pensando q namorando c vc me faria esquecer o Nat, mas isso n aconteceu.

Harry: Esses dois meses foram legais, mas eu acabei conhecendo uma garota (EU NÃO TE TRAI Q ISSO FIQUE BEM CLARO),ela é legal, e vc andou mt afastada, sabe?

 Eu: Talvez seja melhor terminar...

 Harry: é

 Harry: migos?

 Eu: c ctz 

 Harry: vc é a melhor ex namorada q eu já tive love u

 Eu: hahaha, love u Hazz

Eu: bye, vou ver série, Raquel ta apagada aq no colchão

Harry: manda a footooo

Eu: [Imagem] 

Harry: KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK 

Eu: ela vai me matar KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK bjss

Harry: bjss

  Whatsapp off 

   Voltei a ver a série e Raquel continuava no mesmo lugar. Ouvi o barulho da porta abrindo e saí do quarto devagar para não acordar a dorminhoca e encontrei minha mãe cheia de sacolas de lojas em suas mãos. Ela jogou as sacolas no chão e se sentou no sofá. Ela estava exausta. 

– Oi pra você também mãe!

– Você e Raquel comeram o almoço que eu mandei esquentar? 

– Ãn... no

– O que vocês comeram então?! 

– Besteiras...

– Ah dona Cara... 

– Ah mãe esquece isso, estamos sem fome! Agora me diz, o que você e a tia Paty foram fazer no shopping ein?! - perguntei mudando de assunto

– Passear oras.

– Não me venha com essa desculpa, vocês podem até ser amigas, mas do nada ela te chamar para ir ao shopping? Sei não ein.- falei abrindo uma das sacolas das compras vendo o que tinha ali dentro. Chocolates, oba!

– Está bem, você venceu. Patrícia queria conversar sobre Nat.

– Ãn? Seja mais específica mãe.

– Ela queria a minha ajuda. Nat anda trancado no quarto. Não sai de casa para nada. Os amigos deles vivem lá tentando animá-lo, mas é difícil, Patrícia até disse que ele ficou de recuperação em duas matérias. Suspeito que tudo isso esteja acontecendo por conta do seu namoro com o Harry. 

– Ex namoro.- murmurei

– O quê? - ela perguntou boquiaberta

– Terminamos.- falei e ela continuou boquiaberta

– Não esperava que fosse tão rápido assim.

– Acho que foi só de momento. Harry gostou de mim, na época eu queria esquecer Nat, então tomei essa atitude. Umas semanas atrás fomos nos afastamos. Terminamos á uns minutos atrás. Mas continuamos amigos! 

– Ah que bom! Cara, você podia visitar o Nat, ele é seu amigo á um tempão... está numa fase difícil filha.

– Nossa amizade não é como antes, muitas coisas mudaram. Acho melhor deixar do jeito que está. Cada um na sua. 

– Deixe de ser orgulhosa.

– Isso não é orgulho! - falei saindo da sala e indo para o quarto 


Notas Finais


Gente a fic tá em reta finalee.
Como vcs viram, Carry terminou. Na emoção do momento ela aceitou, para tentar esquecer Nat, porém falhou.
Acho que agr todos já sabem quem é o número desconhecido né! Tá na cara já né. Só a Cara que não se toca! Deixem sua opinião aí de quem é o número desconhecido.
Bem, sobre o Nat: Ele entrou na deprê pela Cara. A Cara podia visitar ele né? O que vocês acham? Quero os coments aq, se vcs quiserem eu faço ela visitar ele, se não quiserem eu não faço.
Então é isso pessoal!
Por favor, favoritem a fanfic! Eu vejo muitos colocando na biblioteca e cara, sinceramente é mt triste! Favoritem pelo amor de Deus! Vou ficar chateada se a fic acabar e não chegar em pelo menos 30 favoritos.
Obrigada pela atenção, desculpa qualquer coisa, e nos vemos no próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...