História ELA MUDOU - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lucy Heartfilia
Tags Horadagerra
Exibições 141
Palavras 2.290
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oeeeeeeee má gente

NÃO ME MATEM PELO AMOR DAS HISTÓRIAS NALU/STINCY

(Mas eu tlgd q na maioria das histórias vcs torcem pra nalu... -.-)

Gente...eeeeeeuuu sei oque todos estavam esperando para esse cap maaaaaaaassss...olha, vejam por si só suahsuahshsuahsua

Me desculpem dnv

Eu podia ta matando,eu podia ta crianco histórias nali, mas eu estou aqui umildimente fzd histórias pra vcs então pfv tenham pena de mim ♥ sem mais enrolações...

O cap ta uma merda, adimito q foi o capítulo q mais me doeu escrever...maaasss ele foi necessário kkkk

Boa leitura

Capítulo 17 - Nada será como antes


Fanfic / Fanfiction ELA MUDOU - Capítulo 17 - Nada será como antes

Sting.pVs.on


me aproximo de lucy que tinha o olhar perdido em desejo,eu estava louco para fode-la até não aguentar mais, me aproximo dela como um predador faminto pronto para devorar sua presa.


mas antes que eu a tocasse, escuto passos rápidos pelo corredor e então uma silhueta feminina que eu conhecia como a palma de minha mão surge tapando parte da luz que vinha de fora do quato.


puta merda...


- EU SABIAAAAAA -angel acende a luz do quarto, sua voz estava esguiniçada e tinha fúria, mas ao mesmo tempo estava embargada como se pudesse se desmanchar em lágrimas a qualquer momento- EU TE ODEIO STING EUCLIFFE!!!! TRAIDOR! DESCARADO SEM VERGONHA!!!CAFAGESTE! -ela pega um vazo que estava na mesinha próxima a porta de entrada- MALDITO! !! -ela arremessa o vazo que por pouco não acerta Lucy. 


- LOUCA!! PARE! -grito me levantando da cama.


a esse ponto Lucy já estava encolhida em um canto da cama abservando tudo assustada.


Angel coloca sua mão dentro da pequena bolsa que trazia pendurada em seu ombro e tira de dentro dela um revolver preto calibre 38, na mesma hora meu sangue gelou e senti medo como nunca senti antes, por incrível que pareca...não dela me ferir, mas sim ferir a Lucy...


o quarto é tomado por um silêncio pertubador,Angel lentamente ergue a arma a apontando para mim, o barulho dela recarregando a arma ecoa pelo quarto causando arrepios.


- eu te amei...eu te amei Sting -ela diz e arqueei minha sombrancelha, mas não iria correr o risco de discutir com uma louca armada.


- Angel. ..pensa na sua carreira, pensa na sua vida, pensa em tudo que passou pra chegar onde ta hoje -levo lentamente minhas mãos a frente de meu corpo e avanço um passo.


- PRA TRÁS! ! -ela coloca o dedo no gatilho e eu elevo minhas mãos ao ar recuando o passo- eu te dei tudo que nenhuma mulher jamais daria, você era tudo pra mim...e é assim que me agradece? -as lágrimas descem em seu rosto o inundando.


- Angel. ..me perdoe porfavor eu--ela me interrompe.


- OQUE VOCÊ FEZ NÃO TEM PERDÃO -ela começa a mirar em meu rosto como se fosse atirar, e tenho certeza que ela ia.


sua mão não estava tremula e seu olhar era decidido, eu nunca a vi assim...tão determinada a algo.


senti o medo tomar conta de mim e meu corpo congelar totalmente, era como se já soubesse oque o aguardava e não conseguisse reagir.


- suas últimas palavras...? -diz com um sorriso sádico surgindo em seus lábios, mesmo em meio a tantas lágrimas. 


- pro chão! !!! -Lucy surge atrás dela a agarrando em um mata-Leão e fazendo a mesma cair no chão.


autora.pVs.on


angel solta a arma com o susto a deichando cair no chão,e foi como se pra Lucy, tudo ficasse em camera lenta.


a arma cai no chão disparando uma bala que acaba atingindo Sting na costela, ele cai no chão imóvel na mesma hora , LUCY sente o desespero em seu peito mas não perde o foco e imobiliza Angel que se contorcia no chão tentando se soltar mas a loira era visivelmente mais forte.


- você me paga loira -angel fala entre os dentes.


Lucy empurra a cabeça de angel contra o chão e segura um de seus braços o torçendo até grudar nas costas em forma de a imobilizar mas a mesma continua a rosnar.


- não me faça apagar você Angel -Lucy avisa.


- eu só vou parar,quando você me matar, ou eu matar você -nesse momento Lucy teve a certeza que aquela mulher não tinha o juízo certo.


- Angel pare, chega...entenda que ele não te ama -ela diz a Angel rosna se ódio. 


- eu só vou parar, quando você me matar, ou eu matar vo--antes de ela termina Lucy pucha seus cabelos e choca sua cabeça contra o chão com força suficiente para apaga-la temporariamente, Lucy a olha fria sem nem um pingo de compaixão ou arrependimento.


- eu ouvi da primeira vez -diz soltando Angel e saindo de cima da mesma que não demonstra nenhum sinal de sanidade


Lucy limpa as mãos e corre até Sting, ela tira o pulso dele e estava batendo...

ela leva um susto ao ver o loiro abrir os olhos e a encarar com um sorriso fraco.


- Sting! -ela abre um enorme sorriso e o abraça arrancando um gemido de dor do mesmo, oque a fez se afastar novamente.


- foi só de raspão -ele tira a mão que estava sobre a ferida parando o sangramento.


- vou ligar para a polícia e chamar uma ambulância. ..-diz ela pegando o celular do loiro.


Sting observa angel apagada no chão. 

- A matou??? -ele levanta olhando Lucy como se não acreditasse.


- não. ..-ela da uma última olhada- só coloquei ela pra dormir um pouquinho...


Sting vê a expressão no rosto de Lucy e estranha por não saber identificar. 


- se vista...eles chegarão logo -ela diz desligando o celular.


*



*



*

Lucy.pVs.on


- vamos logo para casa -falo saindo do hospital acompanhada por Sting. 


não houve nada demais, apenas um ferimento superficial que ficaria bom em algumas semanas, Sting se apoia em mim e começamos a caminhar para fora do hospital, e eu até já sábia oque nos aguardaria do lado de fora...


a porta se abre e flashs saiam de todos os lados, repórteres tentavam chamar nossa atenção e faziam perguntas sobre o acontecido, que claro, já estava na boca da mídia, estampado em cada jornal e revista daquele país, e provavelmente...do mundo, eu já estou até me acostumando com isso.


nosso caminho até o carro foi muito difícil, e precisamos de escolta dos seguranças até o carro, onde alguém muito furioso nos esperava...


entramos no carro e ela imediatamente passa a nos encarar, retira seus óculos escuros dando a visão de seu olhar de reprovação. 


- é melhor começarem a se explicar... -diz minha tia, eu nunca a vi daquela forma, sua áurea estava por todo carro.


eu e Sting nos entreolhamos como se falassemos"fudeu" e voltamos a olha-la.


- bem tia... -expliquei a ela oque aconteceu desde o início entre eu e Sting. 


- mas porque diabos não me falaram isso antes? -pergunta indignada.


- é-é que mãe. ..a gente descobrio a pouco tempo -fala nervoso.


- minha sobrinha e meu filho juntos, se vocês fossem parentes de sangue isso seria incesto -ela diz ainda indignada.


- se fossemos parentes de sangue isso jamais teria acontecido tia -falo tentando nos justificar mas ela me olha em reprovação e eu abaixo minha cabeça. 


- isso não é hora pra brincadeira Lucy, inclusive, ainda faltam outros assuntos para resolvermos, estou muito decepcionada com você, mocinha... -fala e começo a soar frio, mas não por saber que seria castigada...sim porque havia decepcionado a pessoa que me tirou do inferno, me deu uma vida digna, e a minha família também. 


- mãe. ..eu e Lucy vamos para casa? -ele pergunra e a minha tia ainda me encarando responde.


- não, irão para a impresa...temos que tratar de negócios -fala e então corta nosso contato visual- só mais uma coisa, espero que saibam que oque fizeram não prejudicou só vocês, mas também a impresa, a carreira dos dois, e arruinou a carreira de minha melhor modelo...e isso trará punições graves a vocês -fala seca e coloca novamente seus óculos escuros passando a olhar a janela com sua pose séria denovo.


eu e Sting nos olhamos uma última vez antes de cortamos contato visual pelo resto do caminho.


logo chegamos a impresa, e eu nunca me senti tão mal encarada,eu nunca senti tantos olhares de reprovação sobre mim, e eu via Sting desconfortável pelo mesmo motivo, formos direto pra o elevador, ignorando todos os olhares, comentários e cochichos direcionados a nós, entramos na sala de minha tia e a mesma senta em sua cadeira de couro preto, aumentando ainda mais seu ar de superioridade, eu realmente me sentia péssima com aquilo tudo.


- primeiro, Lucy me explique oque foi isso -ela me mostra uma foto que foi tirada na balada, na imagem eu estava assustada e Sting me segurava por trás com um de seus braços cobrindo meus seios e uma mão tentando impedir os paparazzis de tirarem as fotos,oque foi inútil.


- i-isso...? -olhei para Sting pedindo ajuda mas nem ele sabia oque fazer.


- ande...desenbuche -ela faz pressão. 


- mãe! não fale como se apenas a Lucy tivesse culpa, eu também tive -fala e ela o olha repreendendo.


- Sting não se meta .


- me meto...pois...se não fosse por minha causa a Lucy nem estaria naquela festa -diz irritado.


- ok...não vou mas discutir com vocês sobre isso porque já vi que não irá dar em nada...-ela suspira- agora...uma boa notícia em meio a tantos desastres -diz acendendo uma faísca de esperança em mim- Lucy. ..você vai começar oficialmente no mundo da moda, faltam duas semanas para o próximo fashion show e você está dentro -ela diz e eu não pude deichar de sorrir.


- eu to dentro!!! -me levanto da cadeira animada.


- sim, porém. ..-esse porém drenou minha animação- você tem que se lembrar dos ensaios Lucy -fala e eu suspirei aliviada.


- pode deichar tia, não vou te desapontar -falo determinada.


- qual será nossa punição mãe? -Sting pergunta e eu me sento novamente na cadeira.


- ora, oque posso eu fazer...tudo que vocês tem vocês conseguiram com o esforço e trabalho de si próprio, apenas não voltem a aprontar porfavor -ela diz com a mão na cabeça- já podem ir...estou com dor de cabeça e não aguento mais lidar com isso -fala em um suspiro.


eu e Sting nos levantamos e saimos da sala, eu não podia deichar de ter um grande sorriso no rosto, de alegria...eu estarei no aquatic angel's!


- vamos para casa...


*



*



*


eu e Sting passamos a noite toda sem comentar sobre o acontecido,porém ambos desconfortaveis, vi meu rosto e meu nome estampado em cada revista que tinha naquela casa, e aquilo já estava me enchendo, mas eu estava me acostumando.


nesse momento estou em meu quarto, lendo uma das revistas que falava sobre o acontecido.


- Lucy. ..-a voz de sting vem da entrada do quarto me fazendo levantar o olhar a ele.


- sim..


- podemos conversar? -diz Já entrando e fechando a porta.


- não precisa fechar a porta, estamos sozinhos...lembra?.


- costume...


- hum...enfim, fale oque tem pra dizer



- na verdade perguntar...como nós vamos ficar? -pergunta e eu corei.


fecho a revista me sentando nervosa na cama e ageitando minha postura.


- bem....Sting -limpo a garganta- oque tivemos eu não sei se deveria chamar de algo sério mas...podemos tentar sabe... -falo sorrindo fraco.


- ficar...?


- sim...ir ficando...e...se for pra ter algo sério, teremos...


- é. ..podemos fazer isso...-ele parecia meio tristonho mas aceitou.


autora.pVs.on


a amizade de Lucy e de Sting a partir daquele dia não foi mais a mesma, eles mudaram...não se sentiam mais tão intimos mas também não se afastaram, eles satisfaziam um ao outro mas não chegavam a tranzar, mesmo ambos querendo Isso. ..prefiriam não se apegar tanto, pois sabiam que daqui a alguns anos Lucy voltaria a sua cidade levando junto o coração do loiro, e aquilo que era pra durar pra sempre não duraria mais nenhum dia...


natsu.pVs.on


faz quase duas semanas que ela sumiu sem deichar rastro, estou começando a me preocupar...


eu sinto tanto sua falta loira...


nesse momento estou indo para casa de Gray onde teria uma festa só para os parceiros, não demorou muito para eu chegar e começarmos a bebe...porém eu prefiri não exagerar.


- caaaaras...hoje...estamos comemorando, meu oficial termino com Levy McGarden -diz Gray rindo alto.


- porque terminaram? -gajeel o fita curioso.


- eu não aguentava mais ela...ai trai fui pego choro bla bla bla terminamos -ele diz e Gajeel bufa irritado.


- sério isso...se fosse pra trair não namorasse a garota -fala Gajeel.


- sinceramente...se fosse pra namorar alguém, eu namoraria era aquela gostoza da lucy...aaaah se eu soubesse que por baixo daquele casaco tinha uma mina daquelas -diz rindo.


- por falar em lucy...vocês não vão acreditar nisso aqui -jellal olhava a tela do celular boquiaberto.


todos corremos para perto dele.


-"nova modelo da grande impresa V.S, é pega em flagrante com o filho da dona e fundadora da grande impresa de moda,Sting Eucliffe, flagrante foi feito pela atual namorada do rapaz no momento, Angel, e os dois quase são mortos em uma troca de tiros com a garota, mas não ouveram nada além de lesões superficiais"-jellal lê e senti meu mundo cair.


eu aqui feito troxa esperando ela voltar...e ela lá curtindo com um filhinho de mamãe qualquer. 



involuntariamente acabo deichando algumas lagrimas teimosas escaparem, eu me senti despedaçado por dentro.


- cara?...-Gajeel me chama.


- acho que o bagulho sobre a Lucy mecheu com ele...-diz Jellal.


- eu amava aquela vadia... -falo seco.


- eu amo a pinga, porque não ama ela também? -Gray me estende uma garrafa de uísque. 


olho a garrafa...eu não bebo, mas fasso qualquer coisa pra esquecer a dor que to sentindo.


pego a garrafa de sua mão a virando por completo, sinto minha garganta queimar e meus olhos esquentarem...


eu vou te esquecer, Heartphilia!...



autora.pVs.on


o tempo passou, Lucy aprendeu da forma mais difícil e dolorosa a ter ambição no ramo em que estava, ela aos poucos estava se tornando uma pessoa ambiciosa, competitiva, estava perdendo a beleza e a inocência que um dia já foram suas maiores e melhores qualidades,nas semanas de ensaio para o desfile ela ensaoiu mais que todas, fez dietas, se focou completamente e totalmente naquilo, queria estar perfeita...e conseguiu! 


lucy.pVs.on


"-Lucy você entra depois de Alessandra"


a voz de minha tia soa clara como cristal me dando a deicha para estar pronta quando me fora ordenada, dou uma última conferida do grande espelho do camarim.


perfeita!...


hoje a noite o show seria apresentado pela Marron five, cara como eu amo eles...mas agora que sou estrela, eu não peço autografo, eu dou autografos...


vou para a fila e então me dão a deicha...


- hora de brilhar blondie... -diz Sting. 


sorri confiante e então subo ao palco...


a partir de agora...minha vida jamais será a mesma!!


e eu finalmente te superei...


Dragneel...


Ente eu e você. ..nunca será como antes!



                FIM DO CAPÍTULO








Notas Finais


PFVVVVV N ME MATEM EU GOSTO TANTO DE VCS·♥♥♡♥♡EU SEI Q QUERIAM HENTAI MAS...senti q n tava na hr de nossa loira perder a virgindade ;-; ainda mais com uma paixão meio...incerta sabe...n sei se é besteira minha mas ta feito kkkk

A partir do próximo cap vai começar uma nv fase na fic, espero q gostem...

Bjs da dy

Link do desfile: https://www.youtube.com/shared?ci=L0c-Q9nw5fo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...