História Ela se foi - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carter Reynolds, Magcon, Matthew Espinosa
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Carter Reynolds, Magcon, Matthew Espinosa, Romance
Exibições 101
Palavras 1.604
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Onde está você agora que eu preciso


Fanfic / Fanfiction Ela se foi - Capítulo 11 - Onde está você agora que eu preciso


     Ele dirigia focado para a estrada,seu rosto inchado e vermelho,eu não sei quem é essa Emilly,mas uma coisa é certa; eu nunca vi Matt nesse estado,tomei coragem para me pronunciar,levei minha mão até sua perna

Eu:Hey! ~ele não me olhou,mas mesmo assim continuei~ Eu não quero ir pra casa
Matt:Lucy...eu não sou uma boa companhia para você agora
Eu:Mas eu sou ~disse passando a mão em seus cabelos,ele me encarou e forçou um sorriso torto
Matt:Pra onde quer ir?

Estamos caminhando pelo parque esta completamente vazio,Matt não dizia uma palavra seu olhar vagava sem um ponto fixo,ele parecia distante,ou melhor ele realmente estava distante,nos sentamos em frente ao lago que refletia perfeitamente o reflexo da lua,senti minha visão embaçar,porém fiz questão de ignorar,escorei minha cabeça no ombro de Matt,claro que eu queria saber oque estava acontecendo,porém eu sabia muito bem que aquele não era o momento

Eu:Matthew...~sussurrei~
Matt:Eu
Eu:Eu estou aqui ~ele apenas sorriu colando nossas testas~
Matt:Obrigado! ~ele sussurrou e o silêncio se fez presente ali novamente~

(.....)

Na segunda feira Jacob me deixou na escola,eu procurei por Matthew e nada,digitei uma mensagem mas logo depois eu apaguei e joguei o celular na mochila,as coisas não pareciam nada boas,eu queria ligar para ele ou até mesmo aparecer de surpresa na sua porta e espancar a mesma até que ele resolvesse me atender,nenhum dos meninos tinha noticia dele,nem mesmo Pietra,a maior informação que consegui ao longo da semana foi que ele não saia do quarto e havia quebrado seu celular,esperei que ele aparece na semana de provas,mas sua cadeira estava vazia como continuou estando o resto do mês

Eu:Ele não vem hoje também não é? Eu realmente estou preocupada com ele

Pietra:Eu entendo que esteja, mas ele precisa desse tempo, não posso te dizer o queaacontece entre ele e Emile, mas foi muito intenso e quem tem que te contar é ele

Quanto a mim?! Bem eu queria que minha maior preocupação fosse o sumiço de Matthew ou até mesmo o fato de não ter trocado uma palavra se quer com Carter desde aquela noite.Porém existem longos mares ruins se aproximando,eu aumentei as doses dos meus medicamentos,por conta própria claro!! Os meus desmaios por "exaustão" estão acontecendo com uma certa frequência,minha fraqueza tem sido tanta a ponto de fazerem meus banhos longos acabarem,eu tentei manter em segredo meu estado horrível.
Eu sei como minha mãe ficaria e isso sim acabaria comigo,mas na real, eu tenho medo,eu apenas sei que as coisas não estão boas e isso já me assusta o suficiente,mas eu fui tola de achar que podia levar isso por muito tempo.

(.....)

Acordei com a inquietação em meu estomago,corri para o banheiro me jogando no chão e colocando para fora tudo que pude,senti alguém segurar meus cabelos para trás e torci para que não fosse minha mãe,a mesma tem chorado o mês todo,desde a visita ao médico e eu não aguento mais vê-la desse jeito,tampei o vaso e senti braços firmes me reerguerem,suspirei aliviada ao perceber que era Jacob

Jacob:Você esta bem? ~eu o encarei e ele suspirou percebendo o quanto sua pergunta foi estupida~...Posso dormir com você ~eu ri~
Eu:Não quero tirar você da Lox
Jacob:Carter...sumiu
Eu:É!
Jacob:Eu sei
Eu:O que?
Jacob:Sobre vocês
Eu:Desde quando?
Jacob:Desde quando eu tinha 12 anos ~ele disse rindo~
Eu:Tudo mudou ~Mordi os lábios eu queria muito continuar fingindo que não dou a minima,mas Jacob me conhece tão bem,não conseguiria~...Eu sinto falta
Jacob:Eu sei! ~
Ele me abraçou e eu desabei no meu choro abafado em seus ombros,eu me sentia segura ali,segura o suficiente para chorar como se não houvesse amanhã

Sempre sinto falta de quem
Eu não deveria sentir

Às vezes você precisa queimar

Algumas pontes para criar
Uma certa distância

(......)

Acordei com uma melodia sendo cantada no meu quarto,junto com o acompanhamento de um violão,me revirei na cama e me forcei a abrir os olhos,vendo Lox,Jacob e minha mãe cantando parabéns para mim,eu realmente havia esquecido dessa data,sorri para os três a minha frente e me levantei soprando a vela do bolo que Lox segurava

Eu:Vocês são incríveis

Um ser humano normal reclamaria por ser acordado tão cedo,somente por um bolinho e música de festividade,mas pra mim isso vai além do que só isso,eu realmente amo essas pessoas e eu sei que o tempo ao lado delas será curto,desci toda descabelada e ainda de pijama me sentei na mesa e comi o famoso bolo de Lox junto com eles,confesso que senti falta de Carter,aquilo era quase um ritual do meu anivérsario e ele sempre esteve lá,ajudando a me acordar,enfiando o dedo no bolo enquanto Lox fazia um barraco por isso,senti meus olhos lacrimejarem,me apoiei na sacada do quarto de Jacob e Lox

Jacob:Qual o motivo desse riso tristonho? ~ele perguntou me abraçando por trás~
Eu:riso tristonho?
Jacob:Lucy,eu conheço você, talvez ele só teve alguns imprevistos essa manhã
Eu:É...talvez...

Eu sabia que não era isso e Jacob também,Carter apenas não quis está ali,ouvi a campainha tocar,suspirei e desci deduzir ser Pietra ou Peh,mas a figura do loiro a minha frente me surpreendeu

Eu:Matt
Matt:Feliz aniversário pequena!!!

Ele me envolveu em um abraço aconchegante,eu apenas retribui eu sabia que ele não estava aqui somente pelo meu aniversário,mas sim porque era hora de esclarecer as coisas

Matt:Eu vim te levar pra fazer um passeio
Jacob:Pra onde? Como? Que horas volta? Qual seu interesse Matthew Lee Espinosa?
Matt:Hey Bro ~Matt riu,levantando a mão para um toque porém Jacob continuou sério,deixando a mão de Matt no ar~
Lox:Amor,sua irmã esta bem grandinha e afinal é o Matt,nosso Matt
Jacob:Mas..
Lox:Cala boca Jacob ~ela sai tirando Jacob dali e eu percebi Matt agradece-la com o olhar~
Matt:Realmente tenho pena dos seus futuros sobrinhos
Eu:Eu tenho pena de mim

Respondi e ele riu,logo ele entrou e eu subi pra me trocar,coloquei um vestido azul claro bem confortável,uma botinha preta,fiz um coque e peguei meus óculos de sol para esconder minhas olheiras,adentrei seu carro fomos o caminho todo conversando e rindo,tentando cantar todas as músicas que tocavam na rádio,ele parou em frente a um áquario,olhei para ele com sorriso enorme no rosto,com certeza o dia de hoje seria incrível

Eu:Não acredito que você correu ~eu estava vermelha de tanto rir~
Matt:Era um tubarão
Eu:Um filhote! No áquario!!
Matt:Ele focou em mim!

Minha barriga doía de tanto rir,nos sentamos em uma pracinha enquanto eu me lambuçava com cup-cakes,Matthew me encarou sério e eu torci para que o assunto a seguir não estragasse meu dia

Matt:Sobre aquele dia...sendo mais especifíco,sobre Emily
Eu:Vocês tiveram algo né? ~ele assentiu~
Matt:Foi antes do verão quando nos conhecemos,eu morava no canada nós tivemos 3 anos e meio de namoro. Tinhamos planos,se casar,compramos um apartamento,mas... ~ele encarou o céu por um longo instante~
Eu:Mas?
Matt:Ela me deixou,eu estava no altar com meu terno,me sentindo o cara mais sortudo,e então ela deixou um bilhete
Eu:E você nunca mais a viu? Desde aquela noite ~ele assentiu~
Matt:Agora ela aparece,como namorada de um dos meus melhores amigos
Eu:E quem sabe disso?
Matt:Somente os jack's eu ainda não conhecia os meninos

Peguei sua mão entrelaçando nossos dedos,queria que ele soubesse que eu estava ali por ele,com ele,conversamos bastante e foi mais que decido que seriamos amigos!! Pelo menos por esse tempo,ele gosta de mim,mas ela foi um amor,um amor de verdade e eu sei bem como ele se sente.
Voltamos para minha casa,adentrei a mesma e tudo estava escuro senti um arrepio percorrer meu corpo.

Eu:Mãe? Lox?~gritei sem reposta,fui até a escada e acendi as luzes,sendo surpreendida por vários gritos em um coral~
Todos:SURPRESAAAA!!!

Eu fiquei sem reação,mas logo eu sorria incontrolavelmente,abracei todos ali e não pude deixar de notar a ausência de Carter,eu checava meu celular com uma certa frequência,mas nem um sinal de vida dele,será que...ele esqueceu?! Eu prefiro acreditar que ele tem esquecido do que pensar que não veio por não se importar

Carter Reynolds

Acordei com a luz do sol em meu rosto,logo me veio a  mente que dia é hoje,peguei meu celular entrando no bloco de notas,o texto havia ficado enorme,mas eu ainda não havia dito nem metade do que queria,encarei meu porta retrato mais uma vez e somente bloquei o celular o jogando na cama

Eu sei que eu controlo meus pensamentos
E eu deveria parar de relembrar
Mas eu aprendi com meu pai
Que é bom ter sentimentos

Olhei para o relógio,eram exatamente 09:00hrs eles devem estar acordando ela agora,como é que chegamos a esse ponto,eu sentia falta do seu sorriso,do seu cheiro,do perfume de seus cabelos,eu sentia falta da Lucy, a minha Lucy,ouvi meu celular tocar e meu coração acelerou atendi rapidamente,mas logo minha empolgação acabou ao ouvir a voz de Maggie

Maggie:Já contou para eles?
Eu:Bom dia pra você também
Maggie:Carter,eu quero tornar isso público logoo
Eu:Falo com eles assim que der,preciso desligar

Desliguei o celular e peguei a aliança de noivado em cima do criado mudo,suspirei, talvez essa sim seja a oportunidade de construir minha vida,não tive coragem de coloca-lá no dedo,deixei a mesma onde estava e fui tomar um banho

(.....)

A casa parecia está lotada,havia música e eu ouvia a risada de Cameron de dentro do carro,suspirei eu queria está ali com ela,mas eu sei que minha presença ali, sei que quanto mais próximos continuamos,mais magoados ficamos,escorei minha cabeça no volante,observei mais uma vez a casa e acelerei pegando o caminho de volta,mandei algumas mensagens para os meninos,uma pequena reunião na casa de Cameron amanhã,para acabar logo com oque Maggie quer.

Eu não tenho certeza que estou fazendo o certo, porém eu não podia passar a vida inteira pensando em Lucy, eu a perdi e eu me odeio por isso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...