História Eldarya - As Aventuras De Ashaley - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Eldarya
Personagens Ezarel, Jamon, Keroshane, Leiftan, Mery, Nevra, Personagens Originais, Valkyon
Tags Ação, Agnes, Ashaley, Eldarya, Ezarel, Freya, Leiftan, Lobisomen, Louca, Luta, Nevra, Romace, Valkyon, Vampiro
Visualizações 40
Palavras 2.117
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLAAAAA DE NOVO!

AQUI ESTÁ A NOVA PERSONAGEM! ASHALEY!

ESPERO QUE GOSTEM!

MUITO OBRIGADO PELAS PESSOAS QUE ME APOIARAM NA PRIMEIRA TEMPORADA ELDARYA - AS AVENTURAS DE FREYA!

AGORA VAMOS LÁ!

Capítulo 1 - Prolóngo


Fanfic / Fanfiction Eldarya - As Aventuras De Ashaley - Capítulo 1 - Prolóngo

Estou indo para casa depois do trabalho, já devem ser umas onze horas. Trabalho de medica, é o mais próximo de alquimia que ajuda os outros. Sou uma das melhores que existe, não vou mentir.

 

 Chego no condomínio e passo pelo porteiro, ele até é gato e gosta de mim, por isso adoro provoca-lo. Entro na minha casa, que por sinal é toda branca com vários vidros, linda... Jogo a bolsa no sofá e tiro o jaleco.

 

- Que cansaço, ser medica é bem difícil...

 

Subo as escadas para minha suíte, tiro minhas roupas e vou para o banheiro. Ligo a banheira e entro nela. Depois dela encher desligo, fecho os olhos e mergulho. Pisco algumas vezes acostumando com a luz. Na onde eu estou?!

 

- Ashaley...

 

- Oráculo?! O que você está fazendo aqui.

 

- Precisamos de sua ajuda...

 

- Onze anos... E agora você vem até a mim... PRECISANDO DE MIHA AJUDA?! SEM VERGONHA! ME DEIXE IR, NÃO IMPORTA. EU TE ODEIO, ODEIO ELDARYA E ODEIO TODOS!

 

Sinto uma falta de ar, então levanto em busca de ar. Abro os olhos vendo meu banheiro, começo a tocir um pouco de água. Nossa que vadia... Vem me pedir minha ajuda... Aposto que era para devolver o pedaço de cristal... Não posso, ele me impedi de seguir o tempo e as regras desse mundo...

 

Tiro o tampão que prende a água e saio da banheira, pego o roupão e vou para o quarto. Me deito na cama e começo a mexer no celular, vejo um gatinho voando até mim desorientado por me ver. Abro os braços, ela se choca contra mim e me fez cair na cama rolando até janela.

 

- Essa doeu, você está forte hein... - Dou um carinho em seu pelo macio - Espera que eu preciso fechar as cortinas - Coloco na cama e fecho as cortinas - Os humanos não pode te ver, se ele vão nós pegar! - Ela se esconde na coberta e dou uma risada - Não precisa ter medo, eu vou te proteger!

 

- Tchi! - Ela fica voando em minha volta - Tchi! - Ela lambe meu rosto.

 

- Pa-para - Começo a rir - Eu acabei de tomar banho.

 

Pego umas adagas na parte de baixo da cama e jogo no canto do quarto, olho para lá brava e a Tchi vai para de baixo das cobertas. Pego mais adagas e fico mirando lá, tinha uma presença sombria... Eu conhecia muito bem quem era...

 

- O que você está fazendo aqui? - Nevra se revela das sombras, jogo uma adaga, mas o mesmo segura pouco centímetro de seu olho.

 

- Vim te levar de volta para Eldarya - Viro para ele e começo a rir.

 

- Que engraçado sua piada, agora saía da minha casa!

 

- Já te falei, vou te levar de volta.

 

- Não! - Jogo as adagas de minhas mãos, pego a Tchi e vou para porta, mas sinto sendo levantada e colocada em algo. Resumindo, Nevra me colocou em cima do ombro igual um saco de batata! - MALDITO! IDIOTA! VAGABUNDO! ME SOLTA! - Fico me debatendo.

 

- Pare com isso Ashaley!

 

- VOU CHAMAR A POLICIA! ME SOLTA VAGABUNDO! BABACA! VOU TE MATAR!

 

- Você nem consegue proteger a si mesma, como vai me matar? - Ele me tira de casa e vai me levando.

 

- SÓ PRECISO TREINAR, SOCORRO! UM TARADO ESTÁ ME SEQUESTRANDO!

 

- Você não pode ficar quieta?!

 

- EU NÃO QUERO VOLTAR!

 

- Não é você que decide! Vamos logo! Quem diria que Eldarya precisaria de sua ajuda...

 

- IDIOTA! ELDARYA GIRA MAIS RÁPIDO QUE A TERRA, OU SEJA, SE VOCÊ ESTÁ AQUI UM DIA LÁ É DOIS DIAS! - Ele para de andar - AGORA ME SOLTA, SE QUISER VOLTAR PARA AQUELA RUÍNA PODE, MAS EU NÃO VOLTAREI! MAS SE VOCÊ QUISER FICAR AQUI NA TERRA FIQUE, MAS NÃO SE APROXIME DE MIM! - Ele começa andar novamente - QUE RAIVA ONDE ESTÁ O POVO DESSE CONDOMINIO?!

 

- Desmaiei todo mundo, ninguém vai te ajudar apenas fique quieta. Você não se preocupa com seu irmão? - Me-meu irmão... Não... Eu não quero voltar para Eldarya! Ele dá um cotovelada em sua cintura me soltando - Quer para com isso?!

 

- Eu não voltarei para Eldarya! - Vejo seu olho fica vermelho e só vejo tudo preto.

 

Freya On*

 

Onde estará Nevra? Ando muito preocupada... Já fazem duas semanas que ele não dá sinal... Agnes tomou conta de tudo e me tortura por não ter o poder, mas parou desde que descobriu que estou grávida. Ela pensa que meu filho que este filho é o primogênito e que ele que fez meus poderes... Estou com medo que o que ela fara se descobrir que ele não irá ter nenhum poder...

 

 Ouço novamente os gritos de dor da mesma mulher, não sei quem é. Mas sempre vem alguém tortura-la e fazer várias coisas. Sinto muito por não ajuda-la, mas nem consigo me ajudar, que dizer nós dois... Não sei que aconteceu com Miiko e Valk... Ezarel... Os gritos não para!

 

- Por favor pare de fazer isso com ela! - Chego nas grades tentando ver quem é - PARE!

 

- Cale a boca sobrinha! Quanto esse filho nascer, esse será seu dia-a-dia! Sabe o que é interessante, na onde será que está Nevra e Leiftan?

 

- Você não presta Agnes...

 

- E agora que você percebeu?

 

- PARE! - A menina grita.

 

- Espera se você não está torturando ela, quem está? - Ao ver a pessoa arregalo os olhos - Você?!

 

Nevra On*

 

Essa menina realmente me enche o saco! Odeio ela! Porque Freya me mandou para ela?! Mas ela dormindo parece um anjinho, pena que acorda e vira aquela mulher idiota e egoísta! Dei um soco nela que desmaiou ela direto. Ela está muito fraca... Como ela vai ajudar Eldarya?!

 

- Seja paciente, agora vá para direita e siga reto, você achará um circulo de cogumelo. Depois dê a ela o poder.

 

Não posso dar os poderes, se não possivelmente ela irá fugir e Eldarya irá se governada pelo esse al mal. Pensando bem ela pode até está mais fraca que o normal, mas até que é fortinha... Nem acredito que preciso atura-la, eu podia muito bem mata-la...

 

Chegamos no círculo, entrei nele e tudo ficou branco, voltamos finalmente para Eldarya, mas em outro lugar... Se conheço bem, estamos no Reino dos Vampiros... Que merda! Vai demorar chegar na guarda de Eel! Cristal inútil! Vou para uma taverna espera-la acordar e enquanto isso vou procurar notícias.

 

Ashaley On*

 

Que dor de cabeça... Não acredito que o Nevra me bateu, que puta! Espera... Onde eu estou? Não... Estou em Eldarya! Mas... Eu ainda estou com o cristal... E que eu me lembre, os quartos da Guarda de Eel não são assim... Mas onde eu estou?! E o pior, de roupão!

 

Levanto da cama um pouco zonza, minha cabeça realmente doía, Nevra me acertou bem forte. Vou mata-lo, agora preciso de uma roupa e uma arma, vou matar ele e voltar, não sei o porque dele querer eu voltar!

 

Abro a porta com cuidado olhando para um lado e para o outro, ninguém aparente, vou com cuidado para não fazer nenhum barulho e olho para os arredores. Mas que merda, onde eu estou? Não tem base com o Nevra, mas eu deveria fugir. Não, vou mata-lo se não ele irá me buscar.

 

Me choco com alguém, olho para cima para ver quem é. Uma mulher com aparência jovem, seus cabelos são vermelhos, olhos azuis esverdeados, dava para ver seus dentes pelo seu sorriso. Ela deve ser uma vampira, então devo está no reino dos vampiros. Só Nevra e sua irmã moram em Eel. Fico em posição de luta.

 

- Então você deve ser a novata elfa que viria? - Que? Novata? - Vejo que já está de banho tomado, vem, irei te mostrar seu uniforme e depois quero que desça - Ela pega minha mão e me leva para um quartinho, tinha um uniforme - Pensei que você seria mais magra - Ela me chamou de gorda? - E tivesse menos peito e bunda... - Nossa gostei dela! - Por isso vai ficar apertado, mas depois vou arrumar um maior.

 

- Tá, espera... Onde estamos mesmo? - Ela me olha desconfiada - Eu dormir um pouco sabe...

 

- Sim, eu também sou igual - Ela ri e eu acompanho - Em Setgns, o Reino dos Vampiros! - Sabia! - Agora vai se vestir, estamos com a casa cheia.

 

Começo a me vestir a roupa, era tipo um vestido, sua saia era vinho com fitas brancas, e em cima é branco, tinha um casaco preto com fitas brancas. Era bem apertado e curto. Pelo menos eu já arrumei a roupa... Agora é a arma. Saio do quarto e desço, chego em um bar onde tinha várias pessoas. E elas tinham armas.

 

- Ficou linda! Acho que nem vai precisar arrumar um maior! Vem você vai ser uma garçonete - Ela me leva para trás do bar e enche uma caneca de cerveja, ela me da uma bandeja com a cerveja - Leve para o rei. Interessante... O príncipe está aqui, ou seja, sua incrível espada está junto.

 

- Sim! - Vou com um sorriso malandro até o príncipe, ele é igual o Nevra, mas pouco mais velho. Examino ele procurando a espada enquanto eu sirvo o mesmo, dei um sorriso quando achei - Boa cerveja - Dou um sorriso e eu volto servindo os outros. Preciso que ele se distraia.

 

- Ashaley, sirva o príncipe.

 

- Estou ocupada, sirva você Fally!

 

- Mas ele quer você - Uma oportunidade!

 

- Estou indo - Pego a bandeja e sirvo com um sorriso, quando vou sair sinto algo segurar meu pulso - Sim?

 

- Você me olha...

 

- Você é o príncipe, e além do mais é bonito - Vai da merda, vai da merda... Ele descobriu...

 

- Você não me olha com desejo...

 

- Senhor, me desculpa. Preciso servi as pessoas - Solto meu pulso de sua mão e vou indo.

 

- Ashaley, mesa dezoito!

 

- Sim! - Pego a cerveja e vou para mesa - Nevra?!

 

- Parece que você se divertiu, não vai precisar da roupa que eu comprei né - Saio de lá rápido e ele me segura o pulso - Precisamos voltar para Eel.

 

- PRÍNCIPE NEVRA OU MELHOR RAVEN! - Todos ficam em volta dele, principalmente o outro príncipe. Aproveito pego as roupas que Nevra comprou e a espada do outro. Que bom, obrigado Nevra.

 

- VOCÊ VAI VER ASHALEY!

 

Saio de lá correndo, me afasto da taberna até pegar uma certa distancia. Vejo as roupas que Nevra comprou. Que idiota, ele sabe que eu odeio branco... Preciso arrumar uma outra roupa! Procuro uma loja de roupa até achar, pego algumas roupas que eu gosto e saio de lá correndo sem que o dono perceba. Corro para a floresta perto. Preciso de algumas ervas que esconde o cheiro e depois trocar de roupa...

 

Procuro uma planta azul com folhas grande e grosas, tiro a roupa. Pego as folhas e começo a passar no corpo, depois visto as roupas. Um vestido vermelho rodado com ombros amostra e decote. Depois uma capa vermelha. Corro e começo a espalhar as roupas que eu usei pela floresta e cidade. Pronto, agora preciso achar alguns ingredientes para voltar o mundo humano...

 

------------------ Relaxa --------------- Apenas uma pausa --------------- Mentira ------- Dez dias ------------

 

Achei todos os ingredientes, na verdade quase todos, agora só preciso de sangue de vampiro. Mas tem que ser real, ou seja, de reis, rainhas e príncipes... Agora só preciso achar o Nevra e mata-lo. Finalmente irei voltar para a Terra... Nevra, na onde você está? Preciso de uma isca.

 

Pego meu roupão que eu escondi e deixei na floresta, me escondi atrás de algumas árvore. Se eu não estiver enganada, com esse vento. Ele virá o mais rápido possível. Em Três, dois, um e lá ele, Nevra você caiu que nem um patinho.

 

Pego a espada e corro até ele, o mesmo se vira assustado. Espera ele não é o Nevra, mas sim o irmão dele! Agora eu preciso mata-lo! Vou enfiar nele, mas o mesmo apenas estica as mãos e a espada voa de volta para ele. TRAIDORA!

 

- Finalmente te achei ladrazinha - Sinto seus braços me envolverem.

 

- Se você conseguia ter de volta sua espada, por que não fez isso a dez dias atrás?

 

- Queria te achar e descobrir quem era a tal mulher...

 

- Vampiros são realmente traiçoeiros...

 

- Você nem imagina - Minha cabeça dói e vejo tudo preto.


Notas Finais


ESPERO QUE TENHAM GOSTADO!

ATÉ O PRÓXIMO EPISÓDIO!

BJOSS!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...