História Ele é o amante certo. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias TVXQ (DBSK) (Tohoshinki)
Personagens Hero Jaejoong, Max Changmin, Micky Yoochun, Personagens Originais, U-know Yunho, Xiah Junsu
Tags Homin, Yunjae
Visualizações 19
Palavras 617
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi,tive vários imprevistos e por isso sumi. 😭
Mas cá estou eu com mais um capitulo dessa fic para vocês📖😻😻.

Obrigada pelo apoio e carinho de vocês. 🌹🌹🌹


Amo vcs💙💙💙💙💙

Capítulo 3 - Traido mais uma vez.


Fanfic / Fanfiction Ele é o amante certo. - Capítulo 3 - Traido mais uma vez.

Depois da noite terrível que passara com o marido,Yunho parecia bem mais assustado com ele. Se o mais velho olhasse para si,sentia um medo descomunal o atingir.

Estava traumatizado.

Jaejoong era a pior pessoa que alguem poderia imaginar. Ele era cruel e sem coração. E nada do que Yunho falasse adiantaria em alguma mudança.

O mais velho era lindo por fora,mas por dentro era podre até os ossos.

Cansado,Yun apenas chorava em sua cama. Não sabia o que fazer para sua vida conjugal com Jae mudar.

A bebida tinha destruído suas vidas. Mas o mais velho não sofria naquilo,era só ele. 

Só Yunho chorava. Só Yunho sentia dor e agonia. Só Yunho tentava lutar para ver algo bom acontecer.

Seis e meia,Yunho colocava a mesa. Tudo perfeito para seu marido. O melhor vinho,a melhor comida.

Casa limpa e organizada. Tudo do jeito que Jae gostava.

E as sete em ponto Jaejoong chega. Bêbado, mais uma vez. Em seu rosto,no canto de sua boca,marca de batom,um beijo de alguma perua que era sua amante.

Yun chora em silencio.

Aquilo o machucou demais.

Jae o traiu mais uma vez.

Se falasse,apanhava.

Era sofrer calado.

Jaejoong passa pelo esposo reto,indo direto para o quarto. Tira as roupas e vai para o banheiro e ao ver a marca de batom, pragueja alto.

JAE — Aquela filha da puta me paga por isso!

E reclamando se banha. Depois de limpo e vestido,desce para a janta. Yunho o acompanhou sem dizer nada. 

Quando fora traido pela primeira vez,e foi reclamar,Jae o tinha feito sofrer muito. Ficou vinte dias com o olho direito roxo. Isso era algo que ele jamais esqueceria.

JAE — você esta quieto demais. O quê foi? Fiz algo de errado? — Yunho negou com a cabeca segurando as lágrimas. — Yunho, você está chorando...?

YUNHO — D-Desculpa.... Licença. — E sem suportar a dor sai chorando dali. — ... Por quê...? Por quê fui te amar? — E como um garoto perdido,colocou a cabeça entre os joelhos chorando entre soluços. 

Não existe nada pior que a traição. É algo que jera a violência e até a morte para uns,e dor e sofrimento para outros.

Um tempo depois,Yunho acabou por dormir onde estava. Jae ao ver ele o sacode vendo seu rosto meio úmido pelas lagrimas. Suspirando,cruza os braços na altura do peito e encara o outro muito serio.

JAE — Olha,eu sei que viu a marca em mim. E sim te trair outra vez. Mas não precisa chorar,a vadia que peguei é tão rasgada que não senti nada.— Yunho só o olhava.— Você é mil porcento mais lindo e gostoso do que ela. Yunho, eu amo você, tá?

YUNHO —...Tá. — Respondeu baixinho com lagrimas rolando pelo seu rosto.

JAE — Vai dormir,Yunho. Não posso te ver chorando o tempo todo.

Yunho obedece,mas não se deita na cama, e sim no carpete do quarto,enrolado em seu edredom.


No dia seguinte,Yunho leva um susto ao se ver na cama ao lado do marido que o olhava atentamente.

YUNHO — .... Por quê eu...?

JAE — Dorme.— Pediu paciente.— E nunca mais faça isso. Não precisa ter nojo de mim só porque o traí.

YUNHO — Jae,por quê me faz sofre tanto assim? Você me odeia?

JAE — Dorme.— Ordenou vendo o mais novo se encolher de medo.— Daqui a pouco vou trabalhar. Mas não se preocupe,vou voltar tarde. Nesse caso,não me espere para a janta.

YUNHO — S-Sim...

JAE — Não chora,eu só vou trabalhar. Prometo não te trair desta vez.

Depois de um tempo Yunho adormeceu e Jae sorriu ao vê-lo tão vulnerável a ele daquela forma.

Jae  sentia prazer em magoar o esposo. Ele amava ver o outro destruído. Era gostoso o deixar como  nada. Para ele,Yunho era apenas sua propriedade,um objeto qualquer.

Mas de uma coisa ele tinha certeza somente ele poderia ter Yunho. Ele era seu,e nada mudaria este fato.



Notas Finais


Nossa como o Jae é estranho.... Tipo coitado do Yunho.
Vou bater no Hero por isso.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...