História Ele não é você - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, V
Tags Jikook Oneshot
Visualizações 20
Palavras 762
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


DESCULPE

Capítulo 1 - Capitulo único


Fanfic / Fanfiction Ele não é você - Capítulo 1 - Capitulo único

"Jeon.

Já faz um ano. Acho que ainda não superei.

Sim isso mesmo. Park Jimin não superou a perda do seu grande amor.

Isso soa tão clichê. Mas ao mesmo tempo é o que sinto.

Me desculpe Jeon por não conseguir sustentar a promessa que lhe fiz. Mas é que o seu cheiro ainda esta nas minhas narinas, no meu lençol, e principalmente, no casaco com o qual você me cobriu quando eu estava com frio.

Não posso negar, desde que você se foi, não sei mais o que é sorrir.

A minha promessa de arranjar alguem que me fizesse feliz tanto quanto você me fazia, talvez também não tenha sido cumprida. Eu sinto muito.

Eu ate conheci alguem, seu nome é Taehyung, ele é bonito, mas não como você era, ele me consegue arrancar sorrisos, mas não são verdadeiros sorrisos de felicidade aos quais eu soltava quando estava com você.

Não e fácil, esquecer e simplesmente deixar que nossas lembranças abandonem o meu pensamento todos os dias.

Conversar com Taehyung é realmente muito bom, com ele nunca me falta assunto, mas não se compara a quando nos sentávamos no terraço da escola e ficávamos em completo silêncio até a hora de ir embora, era naquele silêncio, no qual eu me perdia, que as melhores juras de amor eram ditas entre nós dois.

Jungkook quando ele sorri, seus lábios moldam seus dentes formando assim um sorriso retangular, mas quando eu os olho não vejo os dentes de coelhos que tanto me faziam suspirar toda vez que você me sorria.

Ainda me lembro do nosso primeiro beijo, foi no deposito de vassouras da escola. A adrenalina percorria o meu corpo, não por estarmos nos escondendo da aula de educação física, e sim porque o beijo que dávamos era calmo e sereno, mais por dentro eu sentia que haviam correntes elétricas de demasiadas forças dentro de mim. E sempre que nos beijavamos era assim, como se fosse da primeira vez, calmo e sereno, era como se nossos lábios fossem perfeitos um para o outro. Era tudo conhecido, mas ao mesmo tempo tudo novo.

Mas quando Taehyung me beijou debaixo daquela chuva de Novembro, foi um beijo rude, grosso, sem sentimentos, mesmo que ele fizesse carinho em minha bochecha e sussurrase um " Eu gosto de você Park Jimin" meus olhos se enchiam de lagrimas, por que a voz que eu estava ouvindo não era a sua, não era a voz que eu queria ouvir.

Eu sentia nojo de mim, Jungkook, eu tentei cumprir te a promessa, mas quando eu senti os braços dele envoltos na minha cintura, e sua pélvis encostando na minha, eu chorei, eu chorei por que não era a pessoa que eu queria que estava ali, não era você, Jungkook infelizmente ele não pode cobrir o espaço vazio no meu peito, por que ELE NÃO E VOCÊ.

Quando isso aconteceu, ele se desesperou, e eu sem forças, parecendo uma criança, chorei em seu colo, sem vergonha de colocar tudo para fora. Pedi para ele nunca mais me tocar daquele jeito de novo.

E depois de contar tudo o que aconteceu a um ano atrás, ele me aconselhou a voltar ao lugar onde eu sentia tua presença e te entregar essa carta com meus sentimentos.

E nessa carta, que eu te deixo as coisas que me aconteceram e meus sentimentos junto.

Jeon, decidi, que não irei te esquecer, que a partir de agora, virei aqui sempre, te atualizar da minha vida, e também renovar nossas juras de amor.

Não estarei me magoando mais, estarei deixando a chama do nosso amor vivo dentro do meu coração, a renovando cada vez mais, da mesmo forma em que te prometi quando nossos lábios ainda se tocavam, e nossos corpos ainda se amavam fisicamente, por que agora eu tenho certeza, de que estarás vivo no meu coração."

Jimin colocou a carta junto com as rosas que havia comprado, na lápide de seu amado.

A lápide cinza continha apenas uma frase.

"Kookie, a pessoa da qual nunca esqueceremos"

Um sorriso se formou nos lábios do loiro.

O menor se ajoelhou a frente da lápide colocando os dedinhos gordinhos e pequeninos no nome que também estava gravado em seu coração.

Uma lágrima caiu pelo rosto do garoto.

O vento que batia o confortou ele sorriu mais ainda. O vento que batia trazia consigo a voz familiar, e fazia seu peito se encher de alegria.

 O vento trazia consigo a presença de Jungkook e o reconfortou, o vento trazia juras de amor das quais ele tanto sentia falta. E ele pode ouvir a voz de seu amado mais uma vez

" Jimin, não importa onde esteja, eu sempre estarei com você"


Notas Finais


FAVORITEM
OQ ACHARAM?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...