História Ele tá tão na sua! - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Sasusaku
Visualizações 142
Palavras 1.260
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yo, demorei? Pakas né? Kkk desculpem gente.. Tive bloqueio pra essa história, mas tá tudo baum e aqui está mais um capítulo. Espero que gostem.

Gente eu estou apaixonada na capa nova kkk tem muito rosa? Sim mais eu amei kkk Feita por mim mais os créditos é do DeviantArt.

Beijos

Capítulo 2 - Odeio Eucação Física


Fanfic / Fanfiction Ele tá tão na sua! - Capítulo 2 - Odeio Eucação Física

– Olá, me chamo Uchiha Sasuke, e espero me dar bem com todos. – Disse sério, uma frase ensaiada como se tivesse dito isso por muitas vezes, seus olhos correram por toda a sala e pararam justo em mim, por exatos dois segundos, mas logo se desviaram como se não tivesse notado nada de interessante. Normal isso.

Normalmente as pessoas nem me olhariam, acho que ele é um turista e se espantou com meu cabelo rosa, o que é mais normal ainda. O professor Kakashi mandou ele procurar um lugar pra sentar, e ele sentou no fundão, porque só lá tinha espaço mesmo. Hoje tivemos aula teórica, o que foi ótimo - pelo menos pra mim. - eu odeio aula prática, sou sedentária. Logo as duas aulas passam e recebemos a trágica notícia que nosso professor de línguas não pode vir, ah cara ele é legal. Mas o povo comemora mesmo assim, povo ruim. Viro para trás e vejo o novato entretido com o celular, suspirei e me voltei para Tenten que fala algo que eu não tava entendendo, mas como uma boa amiga, fingi entender.

– ... Dai ele me beija e... – Tenten gesticulava com as mãos tudo o que imaginava – Ai Saky, isso só acontece em sonho – ri amarelo assentindo, mesmo sem saber de nada.

Mas minha amiga tinha razão, caras perfeitos só existiam em sonho, pelo menos como eu imagino, vejamos, o meu cara perfeito é alto, forte, bonito, tem olhos pretos como carvão, cabelos da mesma cor, pele clara e...

– Sasuke, da licença! – Tenten pede irritada e ele arqueia uma sobrancelha e sai da frente dela. O cara só tava pansando! – Girafa. – ri e suspirei, caras como o Sasuke a gente não vê todo dia.

Deixei Tenten terminando de fazer a atividade e sai da sala, arrumei a farda da escola enquanto caminhava, sinceramente, eu odeio essa farda, me pergunto porque diabos não podemos ser igual a escolas americanas, onde não se usa uniforme, mas enfim. Fiquei em frente à sala esperando a Ten sair já que íamos na tia da cantina perguntar o que era o lanche hoje. Ao longe vi Ino abraçando suas novas amigas, elas me parecem felizes. O novo grupo de amigas de Ino é composto por; Shion, a prima de Ino, é uma puta. Karin, uma chata mal amada que dá em cima de Deus e o mundo, e Konan, uma garota quieta, legal e que é a representante de turma. A Konan depois que começou a namorar o Nagato até que ficou legal. Ah, o Nagato é a coca que pensamos ser fanta.

A Ten saiu da sala e passamos a andar pro refeitório, no caminho passou o carinha que inundou meus sonhos de novata nesse inferno, Neji Hyuuga, o popular da sala.

– Me nota senpai – Tenten gritou quase voando nele, e o mesmo nem ligou.

– Você deveria parar de fazer isso, é ridículo – falei sentando em um banquinho qualquer do pátio

– Não é não. – Ela sentou-se ao meu lado – tenho certeza que ele gosta de mim, só se faz de difícil – falou jogando o tufo de cabelo pra trás.

– Aham. – Fiz pouco caso.

A Ten é louca pelo Neji, diz ela que ele a ama, só que ainda esta confuso, e eu bom... Não ligo - ótima amiga. Ah qual é, eu sou insensível mesmo, nunca fui uma pessoa de dar conselhos, afinal quem vôs fala é Haruno Sakura, uma garota que nunca nem beijou direito, agora me digam, como eu vou dar conselhos amorosos a uma garota iludida que é pior que eu?

– Você é tão chata as vezes. – Ela se levanta do banco e vai embora, isso sempre acontece mas não tenho culpa, só sou eu mesma.

Pego meu celular do bolso e abro no joguinho que achei ontem quando não tinha nada pra fazer. Levanto o olhar e vejo Naruto caminhando com Hinata, são um casal tão bonitinhos, quem dera eu namorar assim.

Logo o intervalo acaba e eu tenho que voltar pra sala, e não vi a Tenten em nenhum momento dele, então das duas uma; ou ela ta irritada comigo, ou ta aprontando alguma por ai. Voto na segunda. Entro na sala e ta uma algazarra, sinceramente, somos terceiro ano, e agimos como primeiro ano do primário. Desvio de três bolinhas de papel, um caderno que voa e um estojo. Na mesa do professor os meninos estão vendo alguma revista - play boy - e as meninas do fundo estão tirando selfie, enquanto o resto só grita como se fossem animais libertos do zoo. Depois minha mãe reclama quando digo que não quero mais vir a escola.

A Ten não apareceu nas duas últimas aulas e isso me faz ter certeza que ta aprontando alguma, e isso envolve menino, ou comida. Eu voto na segunda opção.

[...]

Na hora da saida eu estava mais feliz que nunca, guardei minhas coisas e até fui a primeira a sair da sala, mas como felicidade de pobre dura pouco, tombei com a Shion no corredor, e se tem uma pessoa que eu odeie naquela escola é a Shion. Não sei porquê, só sei que sempre foi assim.

– Arg, olha por onde anda chiclete mastigado – ela resmungou enquanto me olhava com aquela cara de vaca que ela tem.

Eu bem que podia falar alguma coisa para aquela vaca oxigenada, e até falaria se um certo moreno não tivesse passado ao nosso lado e roubado toda a atenção da loira. Revirei os olhos e passei fui embora, a Shion tava tão ocupada tentando chamar a atenção do Sasuke que nem notou. Não demorou muito e logo eu estava em casa, como sempre não tinha ninguém. Fui para o meu quarto e me joguei na cama enquanto lia algumas mensagens e logo adormeci.

~°°°~

– Beleza pessoal, formem duplas e venham até aqui – Kakashi começou a falar sem ânimo enquanto olhava a prancheta, a quadra virou feira e todos corriam atrás de suas duplas enquanto eu estava sentada na arquibancada com cara de sono e de casaco, e isso porquê? Simples, eu burra sai de casa tão apressada que nem sutiã lembrei de por -eu pensei que já estava com um! - Sorte era que o casaco estava na mochila.

Rezei a todos os santos para que Kakashi não me notasse ali, eu era péssima em esportes e hoje era um "daqueles dias" eu estavam sem "negocinho" e não queria fazer atividades que envolvesse correr, ou um rio de sangue sairia de mim. E não seria uma coisa bonita de se ver.

– Haruno Sakura! – Sabia que Hades me odiava. – Já pra cá – fui para a quadra sem ânimo algum e pude ver a expressão irritada do professor – Vai fazer dupla com o Lee! – É o apocalipse.

Olhei para o garoto estranho que sorria de orelha a orelha e só faltou lágrimas sairem de meus olhos. TenTen sorria enquanto acenava pra mim, a vaca fez dupla com o Neji que não estava satisfeito. Ino lixava a unha e ao lado tinha um Naruto emburrado que olhava pra Hinata que estava envergonhada, tendo Sasuke ao lado que nem ligava pra sua dupla. Suspirei e deixei o professor amarrar minha perna direita à de Lee e logo o mesmo passou o braço pela minha cintura, pedi aos deuses pra não me deixar cair e nem pra deixar o rio jorrar e segurei nas mãos de Atena e fui.

Odiava essas corridas, nunca conseguia dar dois passos que já caia, e pra piorar minha dupla era bem eufórico e queria correr como se eu não existisse ali. Óh Kami, que essa aula acabe.


Notas Finais


Deem uma olhada na minha fic nova: https://spiritfanfics.com/historia/sim-ou-nao-9143759

Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...