História Electus - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce, Eldarya
Personagens Alexy, Armin, Castiel, Ezarel, Kentin, Keroshane, Lysandre, Miiko, Nathaniel, Nevra, Personagens Originais, Valkyon
Exibições 30
Palavras 232
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Fantasia, Magia, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá!
Sou uma viciada em Amor Doce e Eldarya, haha. A tempos queria escrever algo desses universos, mas nunca me vinha uma ideia boa o suficiente. Mas, nesses últimos dias pós encerramento de TCC, a criatividade voltou e eis que surgiu Electus.
Só quero lembrar novamente que os acontecimentos dessa fanfic vem depois do episódio 11, ou seja, existem personagens que o servidor BR ainda não introduziu. E a "docete/guardiã" ainda não tinha escolhido o paquera em AD. Ou seja, ainda não temos o shipp oficial nessa fanfic, haha. Mas, vamos dizer que a preferência é os garotos de Eldarya ^~ (nada que não possa ser mudado).

Capítulo 1 - Prólogo


Electus


 

Prólogo

A traição abriu um buraco em meu peito, transformando os bons sentimentos em uma dor latente, raivosa. Quem imaginaria que algo do tipo poderia acontecer? Era impensável que algum dia aquela pessoa se voltasse contra Eldarya e mandasse seus amigos para um mundo desconhecido a eles.

O soldado que segurava-me grunhia pelo esforço, pois eu esperneava e tentava a qualquer custo desvencilhar-me de seu abraço para correr até o grupo amarrado no centro da sala. Nevra ergueu seu olhar até mim e esboçou um breve sorriso. Era de se esperar que fizesse um gesto assim, gostava de tirar nossas preocupações. Naquele sorriso ele queria transmitir que ficaria bem.

Valkyon e Ezarel encaravam a figura vestida de negro a frente deles com ódio, revolta e dor. Miiko mantinha o rosto abaixado, segurando as lágrimas com forças. Sabia que ela não deixaria que aquela pessoa visse sua dor pela traição, principalmente pelos sentimentos que ela nutria por ele.

— Espero que aproveitem a viagem – ele saudou, dando as costas e saindo da sala, não sem antes comandar com um gesto de mãos que me tirassem dali.

— Não! Me soltem! - berrei, usando o que ainda tinha de forças para me soltar.

Nada do que fiz adiantou, assisti impotente a porta se fechando enquanto os quatro amarrados eram enviados por um portal criado pelo traidor.

Eles estavam sendo enviados ao meu mundo.

Sem memórias.


Notas Finais


E então, o que acharam desse gostinho da história?
Pretendo postar o primeiro capítulo até domingo!
Vejo vocês em breve.
Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...