História Elemental - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Anime, Busca, Lutas, Mistério, Shounen
Exibições 7
Palavras 1.503
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Comédia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Elemental - Capítulo 1



Um dia normal na cidade de Tóquio. O dia amanhece ensolarado, com pássaros cantando as 9:00. Em um ponto a leste de Tóquio, vai acordando o jovem Bluejin, com seus 16 anos, que busca pelo seu irmão. Foi abandonado pela família em um vulcão por ser fraco. Busca seu irmão pois tem meras lembranças deles juntos. Queria poder ver aquele que te deu ao menos um pouco de carinho. Chegou em Tóquio faz 1 ano, e domina o elemento fogo. Foi treinado por Yaki e cuidado por Jana.


-Ei, Bluejin! Acorde!
-Uaaargh... bom dia, Jana-san.
Uma mulher com seus 36 anos, que cuida de Bluejin desde que abandonado. Tem um cabelo preto e veste a roupa de uma dona-de-casa.
-Bom dia.
-O que vai ter pro café da manhã?
-Você está se importando com isso? Não lembra que dia é hoje?
-Hoje? Hum... ah, sim! Hoje começo minha busca pelo meu irmão.
-Ainda bem que lembrou.
Então, Jana olha pra Bluejin se segurando pra não chorar.
-Sentirei muita falta de você, Bluejin.
-Também sentirei, Jana-san.
Eles vão tomar café. Bluejin come torradas com manteiga e toma um pouco de leite. Jana já tinha tinha tomado. O relógio bate 10:30, e Bluejin começa a se despedir de Jana.
-Tchau, mãe!
-Tchau, sentirei saudades. Me mande mensagens!
-Sim, pode deixar!
Bluejin sai de casa, com seu cabelo branco, uma jaqueta azul e uma camisa branca por baixo. Usa uma calça jeans. E então, sai de casa e pensa:
-Por onde começarei?
Então lembra de seu 'avô', o homem que o treinou para ter seus poderes. 
-Não se esqueça. Se quer ver seu irmão, deve procurar pistas e aliados para te ajudarem a o encontrar.
-Ok, vovô!
-Ok então, dicas e aliados. Mas, para ter aliados eu precisaria de fama! Como posso ganhar fama? Hmm...  JÁ SEI! Caso eu consiga derrubar o governo corrupto eu consiga me tornar. Mas como conseguirei isso? Eles são muito fortes...
Bluejin vai caminhando pelas ruas, pensando no que pode fazer, até que entra em um beco meio escuro. No fundo, consegue ver um homem com um terno, e o pequeno traço de uma tatuagem nas costas. Esse homem parece estar assaltando o outro, que é apenas uma pessoa normal.
-Máfia? -Pensa Bluejin.
Nesse momento, o homem olha pra trás e o vê.
-Hm? Visitas? 
-Droga! Me viu. -Pensa. -Acho que terei de lutar com você, velho.
-Lutar comigo? Quer se suicidar?
-Não, apenas quero ajudar aquele ali.
Rapidamente, o homem consegue criar uma rajada de vento muito forte pra cima de Bluejin.
-Acha que para parar meu fogo apenas vento basta? -Diz, enquanto incendeia a mão e consegue se segurar pra não ser jogado pela corrente de vento criada.
-Parece ser forte, moleque.
Com a mão incediada, Bluejin parte pra cima do homem tentando dar um soco nele. Se aproxima e consegue dar um soco poderoso na barriga dele. O mafioso cospe sangue.
-Menino...!
-Qual seu nome? Fala se não leva mais um.
-Huka.
-Qual sua máfia?
-Yweurkf.
-Quê?
-Yweurfk.
-Soletra.
-Y-W-E-U-R-F-K.
-Não tem como falar de maneira mais fácil não?
-Chame de Yurk.
-Ah, ok.
Bluejin parte pra cima do homem. Ele finge o socar na barriga novamente, mas rapidamente levanta seu punho e dá um soco no queixo dele.
-Cof...!
-Se renda, não quero te machucar.
-Ok, eu me rendo!
-Bom mesmo.
-Agora, vou lhe pedir uma coisa.
Enquanto conversavam, o outro homem já havia corrido.
-O quê?
-Olhe pra trás.
Bluejin olha, e na hora, leva um chute nas costas que parecia ter sido dado por água.
-Lutador de água? -Fala enquanto caído no chão e mão nas costas.
-Com dois de nós, você não ganha. -Diz Huka, orgulhoso.
-Parece que o jogo virou, né, moleque? -Diz o outro mafioso, que observou Bluejin atacando Huka.
-Seus...! -Bluejin levanta rapidamente, e se aproveita da sua velocidade pra tentar derrubar Huka com um chute nas pernas. Ele tenta, mas Huka rapidamente pula e o joga no chão.
-Renda-se. 
-N-Não...
-RENDA-SE!
Bluejin desmaia.
Acorda em um lugar que se parece como um centro de mafiosos. Todos com tatuagens nos braços.
-Onde estou?
-Acordou? -Diz um menino com uma idade parecida com a dele, presos em uma sala, um ao lado do outro, com uma janela que dá acesso a todo um corredor.
-É, sim
-Também foi sequestrado pela máfia?
-Pelo jeito...
-Como foi?
-Encontrei um homem chamado Huka em um beco, ele parecia estar assaltando um homem indefeso e eu tentei ajudar. Até consegui, mas um amigo dele apareceu e eu desmaiei.
-Eu tentei parar um assalto ao banco, mas não deu certo. Tinha uns 6 mafiosos lá, e eu não dominei nenhum elemento e luto corpo-a-corpo, minha derrota era certa.
-Corpo-a-corpo e nenhum elemento? Desafiou a máfia? Você parece ser BEM forte.
-Até queria, mas...
-Qual seu nome?
-Aron.
-O meu é Bluejin. Prazer.
-Tenho 15 anos, você quantos?
-16.
Conversaram por um longo tempo, até que um homem grande com uma grande barba e cabelo branco, lá pros seus 50 anos apareceu, e disse:
-Aproveitando seus últimos momentos de liberdade?
-Até parece. -Diz Aron, parecendo o desafiar. -Quem é você?
-Sou o líder dessa máfia aqui. No Japão, foram criadas outras máfias atualmente. Sou o líder da Yweurfk, que se localiza mais pro centro, com um pouco de norte e sul. No norte, a que lidera é Yu. No Sul, é a Io.
-Por que se ousou a nos dizer isso? -Diz Bluejin, desconfiado.
-Não terão com quem falar isso mesmo, dane-se.
-Então, se é assim, qual o objetivo de vocês?
-Dominar todos os estados do centro do Japão.
-E começaram por Tóquio? Logo o mais difícil?
-Ninguém disse que somos fracos.
-Eu acabo de dizer. Vocês são fracos.
O Homem soca a cara de Bluejin.
-Todas as máfias tem o mesmo objetivo. Dominar sua região.
-Vocês são aliados um do outro?
-Depende. Agora, por exemplo, podemos nos ajudar, mas em algum momento, podemos brigar pelo controle de alguma cidade ou estado, algo do tipo, e desfazermos a aliança.
-Entendo.
-Já contei demais, vou colocar vocês na cela logo.
O Homem põe uma algema nos dois. Os leva para a cela, onde encontram um outro menino.
-Ficarão aqui até eu dar ordens. Se saírem, serão esmagados e mortos.
-Ok, né -Diz Aron, pensando em como sair daqui.
-Novos aqui? -Diz o outro menino.
-Como assim, novos? -Aron se questiona.
-Todo dia chega alguém novo que ousou desafiar Soka e se deu mal. Estou aqui faz um mês tentando sair, mas é realmente difícil.
-Hm... prazer. Eu sou Aron.
-Eu sou Bluejin.
-Prazer, Tai.
O Homem, que não havia se identificado fecha a cela deles.
-Como funciona isso aqui? -Pergunta Bluejin.
-Ah, saímos pra almoço e janta. Meia-hora cada.
-Só? O que faz durante o dia?
-Nada.
-...ok...
-Ah, você domina algum elemento? -Pergunta Aron.
-Eu? Sim, domino a areia.
-Sabe alguma coisa sobre a lógica dos tipos? Eu queria saber como funciona isso.
-Não, desculpe.
-Eu sei! -Diz Bluejin, entusiasmado.
-Me explique, por favor?
-Claro. Funciona assim: Pra conseguir dominar um elemento, deve ter vivido em alguma área cujo ele é presente. Eu, por exemplo, treinei em um vulcão.
-Não era pra ter dominado a lava ao invés do fogo?
-Não. A lava desse vulcão nunca subia, então, se eu tivesse que esperar sempre que ela saísse, eu treinaria uma vez por ano. Optei por fogo, era mais fácil. Mas bom, voltando: Há 7 tipos de elementos: Fogo, água, terra, raio, areia, lava e planta. Eu e você, Tai, somos lutadores de um tipo. Só dominamos um tipo de elemento. Os outros tipos são: Dois Tipos, Três Tipos e All Type. Como o próprio nome sugere, o Dois e Três tipos dominam dois e tres tipos de elementos. O All Type, que é uma pessoa única no mundo, o líder de Noxus, dominou todos os tipos e é considerado o homem mais forte da terra. Lógico, pra ele ter todos esses poderes, treinou em todas as condições possíveis por um tempo. E última coisa: para se tornar um Dois Tipos ou Três tipos, deve se treinar nas condições que quer dominar, mas não um sem o outro, entende? Primeiro, vire um Lutador de Dois Tipos e depois um de três. E sempre procure dominar algo que seja próximo com o que você tem. Eu, que dominei o fogo, o mais apto pra mim era treinar o raio, por exemplo. Água não combina, areia não seria tão útil, e por aí vai.
-Complexo. -Diz Tai, surpreso. -Com quem aprendeu tudo isso?
-Com meu professor, Yaki. Ele me ensinou a controlar o fogo e a lutar.
-Interessante.
-Aliás, qual o objetivo de vocês?
-O meu é simplesmente derrotar quem não faz os outros felizes. Como a máfia faz. -Diz Aron.
-O meu? O mesmo que o Aron.
-Gostei de vocês. Querem me ajudar?
-No quê?
-Encontrar o meu irmão.
-Sabe quem é ele? 
-Não. Apenas tenho lembranças do rosto dele, nada mais.
-Pode nos contar mais da sua história?
CONTINUA!
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...