História Elemental - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Hunhan, Kaisoo, Sulay, Taoris, Xiuchen
Exibições 45
Palavras 2.130
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Hentai, Lemon, Magia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaaaaaaaaaaaaaaaaa
Sou nova no Spirit , e em todos os meus anos lendo fanfics , nunca escrevi uma , então um belo dia pensei , porque não? :3
Tive a ideia e estou pondo em prática , não liguem se minha escrita for uma bosta :) to começando agora e vou evoluir , então tenham paciência comigo <3
Espero que gostem e se divirtam
Ate as notas finais '3'

Capítulo 1 - Capítulo 1


Grieh corria pelos enormes corredores da mansão do conselho , segurando Dyeli em seus braços , passára pela sala do secretário , pela de treinamento , até pela sala de aparelhos de limpeza , precisava achar a saída o majs rápido possível , tropeçava nos próprios pés e as vezes fazia Dyeli tropeçar , já avistava a porta da mansão , mas antes mesmo de encostá-la , já ouvia as vozes raivosas a sua procura , não podiam encontrá-los , não agora , teria que seguir outro caminho.

Seguio até uma escada que levava até o andar mais alto da mansão , esbaforido e perdido por causa do cansaço , so se deu ao trabalho de entrar em uma sala vazia que possuía uma vista para a cidade , caminhou mais um pouco até alcançar a sacada , olhou para baixo e avistou o amontoado de pessoas o caçando , não acreditava no poder de persuasão que ele possuía , mas acertaria suas contas depois , tinha que cuidar de algo mais importante agora.

Dyeli

Imediatamente a tomou em seus braços , subiu no pequeno muro da sacada e como um amanhecer , um par de asas brancas e luminosas se abriram , era a visão mais majestosa que Dyeli ja havia presenciado , e de fato sabia que ele era majestoso , sem que pudesse continuar admirando as belas asas do outro , sentiu seu corpo começar a flutuar , ele havia levantado vôo , e agora sobrevoava a enorme cidade , que ao perceber o enorme feixe de luz no céu , começaram a segui-lo com gritos e ataques de pedras e lanças , seria inútil aquela altura , mas quando a raiva se apodera de você , não consegue pensar direito , muito menos distinguir o que vai ou não dar resultado

Já estavam longe o bastante da multidão enfurecida , quando um raio é acertado em cheio nas costas de Grieh , ao sentir o impacto , se encolhe de dor e continua planando até a entrada da floresta , pousa em meio a uma roseira e larga Dyeli nas mesmas , encara a mulher e sorri , ela estava chorando

- Não é nada agradável uma moça tão linda chorar - Passou delicadamente os dedos pelas bochechas macias da outra limpando as lágrimas que caiam

Sem precedência , Dyeli se atirou em seu companheiro para um abraço , as lágrimas já não cessavam , precisava descarregar toda sua tristeza 

- Como p-pode estar tão c-calmo? - Dizia com a voz embargada pelo choro - Não q-quero te perder , não posso! - Apertava os braços em torno do percoço do outro que retribuía a apertando pela cintura como forma de consolo

- Não irá me perder , uma parte de mim estará sempre com você - Beijava o pescoço de Dyeli para acalma-la - Preciso que vá , Dyeli!

Dyeli se separou do abraço apenas para encarar o homem com os olhos arregalados e já molhados excessivamente , iria chorar novamente

- Ir? Mas...mas...ir como? Ir para onde? Ir sem você? - Questionava desesperada , e seu desespero so aumentou ao ver o outro acenar positivamente - Não! Não! Eu não...não posso Grieh , não posso simplesmente deixar você aqui , não posso correr o risco de le perder como já perdi eles , por favor não me peça para ir - Abraça-o novamente enquanto mais lágrimas desciam pelas bochechas - Não me deixe 

- Eu nunca vou te deixar , nunca - A apertou contra si , também estava aflito e até desesperado , não queria simplesmente deixar seu amor , não suportaria vê-la sozinha - Quero que fique a salvo , quero que seja forte e esperta , bem como era quando a conheci , mas para isso , precisa ir sem mim - Já não se aguentava , a dor em seu peito era maior até que a dor de seu ferimento , lágrimas salgadas e brilhantes já molhavam seu rosto por completo - Por favor , fique bem , vá para um lugar distante e encontre seu lugar lá , não volte para me procurar , não deixe que saibam de sua existência , faça isso por mim e por você , por favor , viva! - Antes que Dyeli pudesse protestar , as vozes , o fogo , e a presença de magia entregava que eles estavam próximos , Grieh virou-se para sua amada , a beijou na testa de sorrio - Vá , por favor vá!

Dyeli , com os olhos e bochechas enxarcados , deu um último beijo no amado e levantou-se , mas antes de correr para a floresta , sentiu seu pulso ser segurado por Grieh que levantou também , de frente  para a outra , juntou as mãos e da pequena fenda entre as palmas , viu-se uma luz branca e cintilante , quando a luz cessou e Grieh abriu as mãos , havia uma pequena pedra braca em formato de cone , com detalhes azuis e uma cordinha de couro segurando-a , era um colar , lindo e brilhante , Dyeli olhou curiosa para o homem , este que apenas sorrio e colocou o colar em seu pescoço

- Esta pedra contém um pouco do meu poder , sempre que eu estiver por perto , ela irá brilhar , então saberá que eu estou chegando , mantenha sempre com você e a proteja - Dyeli acenou positivamente e recebeu um beijo na testa do maior - Cuide do Baekhyun por nós!

A mulher acenou e com os olhos marejados , correu para a enorme floresta , ao olhar para trás , so viu a multidão aparecer por detrás das moitas junto com o conselho , não seria páreo para eles , queria ajudar Grieh , queria salva-lo , mas era encapaz , a única coisa que poderia fazer para não deixar ele se apagar da existência era cuidar de seu fruto , que já estava a 9 meses em seu ventre

🍃🍃🍃🍃🍃

A gritaria da multidão enfurecida , o trincar de espadas , lanças , forcados , o queimar das tochas , era uma imagem do caos , e tudo isso por um único homem , um homem que quebrou as regras , um homem que burlou as suas próprias leis , um homem que de acordo com Claugus , era um corruptor do sistema e da sociedade Elemental , se pôs de frente a Grieh e ergueu o braço como forma de silenciar a multidão , encarou Grieh por uns instantes , este que o retribuía com um olhar calmo e sereno 

- Você é bem discreto em questões do conselho , Claugus - Grieh ironizou 

- Não creio que infringir as leis que foram feitas para toda a população seja um assunto somente do conselho - Ditou com o pouco de calma que possuía em seu tom de voz - Eles tem o direito de saber que seu líder é um traidor e que deve ser julgado pela sua traição - Virou de costas para Grieh que mantinha o olhar em si

- Assumo que quebrei as regras , assumo que sou um "traidor" - Fez aspas com as mãos - Mas uma coisa que eu nunca direi é que me arrependo , por que não seria a verdade 

- Tem orgulho de ter se relacionado com um ser tão inferior e corrompido? Você é uma desgraça para toda a sua raça - Virou-se ditando com raiva na voz - Não merece o título que tem muito menos as habilidades , como algo como você herdou o porder divino? Repugnante! - Cuspiu no chão formando uma expressão de nojo na face 

- Ela é totalmente o contrário de tudo que você acha que sabe sobre os humanos - Continuou a afrontar Claugus que já se mostrava impaciente - Ela foi a melhor coisa que já me aconteceu , foi meu amor , minha razão de querer abrir mão de tudo , até de meus poderes , somente para passar o resto de minha vida ao seu lado - Colocou a mão sobre o peito - Ela me fez sentir o que é ser completo , por que ela me fez sentir! 

- Esses sentimentos que sentiu , valeram o sacrifício que esta fazendo? Valeu toda a sua vida? Seu futuro? Seu orgulho? - Questionava com elevação na voz

- Eles me fizeram passar por cima de tudo , do meu orgulho , minha arrogância , minha ignorância , até de minha própria razão - Claugus empunhou a espada de ouro que seu ajudante segurava , passou seus dedos pela mesma a enchendo de faiscas - E sei que eles continuaram a passar por cima de tudo que me impede de manter-me perto dela , até mesmo a morte! - Ditou retirando a camisa que usava deixando seu dorço nú - Um dia , irá se arrepender de ter duvidado de um simples humano! - Abriu os braços sabendo que chegára o seu fim 

- Esse dia irá demorar a chegar meu caro - E com um golpe certeiro , a espada de raios de Claugus atravessou o peito de Grieh na região de seu coração , o que fez o portador da luz morrer instantaneamente - Não se preucupe , ela estará com você em pouco tempo - Claugus guardou a espada e fez sinal com a mão para que seus discípulos dispersassem a multidão - Encontre a humana , não podemos correr o risco de que a criança herde o poder dele - Ordenou para seu capataz que acenou indo até o corpo de Grieh e o erguendo - Jogue no mar , ele não merece um enterro a esta altura - O capataz acentiu e levou o corpo para longe 

🍃🍃🍃🍃🍃

Dyeli já estava cansada , seus pés doiam e sua vista escurecia , não conseguia mais dar um passo sequer , era difícil se locomover com sua barriga volumosa , sem falar que se preucupava com a saúde da criança que estava alí , não queria que se machucasse com seus movimentos rápidos , ja pensava em desistir de andar , quando avista uma luz em meio as árvores e arbustos , espreitando entre elas enchergou uma pequena vila , se alegrou de imediato , segui pela rua que encontrára  observando o que havia alí , havia uma pequena feira que possuía barracas de frutas , verduras e vegetais , vendedores de animais , roupas , calçados , bijuterias , acessórios , havia uma casinha em que se produzia armas , prédios de pedra e cabanas de madeira , e muitas pessoas pelas ruas 

Chegando ao final da cidade , se depara com uma casa um tanto quanto grande , achou peculiar e curiosa , póis era afastada da cidade e parecia ter sua própria fonte de renda , deduziu isto a partir da visão que teve de um cercado que possuía gado , e de um galinheiro ao lado , podia-se notar também um belo jardim na estrada , o que dava um ar de leveza e calma ao ambiente , curiosa , se aproximou da cabana e observou mais de perto , a porta era de madeira de carvalho , com um vidro na parte superior para visualizar o interior da casa , era bonita e chamativa , mais deduziu que possuía dono , se não , quem alimentaria aqueles animais e quem cuidaria do belo jardim? Decidida a continuar a caminhada , deu meia volta , esbarrando em um corpo que era quase de seu tamanho , caindo no chão 

Observou a figura a sua frente , estava encapuzada e com um cesto de maçãs na mão , Dyeli se pôs a encarar o semblante e pela comprimento do cabelo , que estava jogado no ombro direito , percebeu se tratar de uma mulher 

- O que a senhorita faz aqui? - A desconhecida falou o que fez Dyeli sair de seu transe e ir se levantando

- Desculpe a intromissão na sua propriedade , eu estou perdida e não tenho onde ficar , eu so achei sua casa interessante e me aproximei , mas ja estou indo e... - Dyeli sentiu neste momento uma fisgada em seu ventre , seguido de um líquido quente escorrendo pelas pernas , o que a fez segurar sua barriga com força e se curvar para baixo - Ah! ... E-Ele...Ah! - Já sentia contrações , estas que a impediam de gesticular a fala

- Espere , esta dando a luz! - A mulher jogou o cesto no chão e segurou Dyeli pelo braço e pela cintura - Vamos , vou te ajudar - Puxou Dyeli para dentro da casa deixando o cesto para trás 

E naquela noite , em meio a escuridão , uma luz se acendeu !


Notas Finais


AEEEEEEE FOI ISSO!!! :3
Gostaram? Não? Tudo bem eu convivo com isso :')
Brincadeira , digam que gostaram T-T
Como estou escrevendo pelo celular pq não tenho recursos para escrever uma fic (nem Noot nem PC :p) meus dedos estão doendo cara :') mas valeu a pena , ficou muito melhor do que o esboço que eu fiz no caderno
Espero que tenham gostado , irei postar os capítulos de madrugada ou a noite , depende de que parte do dia eu tenho tempo , é , do dia :3 postarei diariamente , olha como sou legal :3
Bom foi isso , amo vcs
~XOXO~ *3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...