História Elephant - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Kai, Kris Wu, Lu Han, Sehun
Tags Abo, Baekyeol, Chanbaek, Exo, Hunhan, Kray, Xiubaek, Xiuchen
Exibições 867
Palavras 1.811
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Nem era pra eu estar postando a essa hora haushsu

BOA LEITURA ❤️

Capítulo 19 - Ousado e confusão


 Quarta-feira 20:14


Park realmente se divertia com toda a situação, sabia que não deveria ter feito aquilo e nem mesmo estar gostando, mas ele estava. Os gritos agudos e os pedidos de socorro desesperados eram como uma melodia para seus ouvidos. E a risada macabra de Kyungsoo podendo ser ouvida nos fundos enquanto o mesmo fritava a ômega na cadeira elétrica parecia que ficava mais perfeito ainda.

Seguiram ela até sua casa depois da escola e quando ela ficou sozinha durante o percurso, foi apenas preciso Kyungsoo chegar por trás de fininho - a burra ouvia música com fones de ouvido-, com um taco de beisebol que conseguiu apagar a bicha na hora. Nem sabia como ela não havia quebrado o nariz, a mesma tinha ido de cara no asfalto.
De onde ele tinha tirado aquele taco? Nem Chanyeol sabia, e particularmente também preferia não saber.
Jongdae apenas observava tudo, vez ou outra se arrepiava apenas com os olhares insanos do baixinho. Tudo mundo dizia que ômegas são submissos, fofos, delicados, calmos, e etc.. 

Pera..
O pequeno D.O era mesmo um ômega ou filho de um demônio?

Voltando.. 

Chanyeol conseguira também brincar um pouco, porém nada demais ao seu ponto de vista. Havia raspado um lado da cabeça de Tiffany enquanto a outra estava toda suja de cola e grama por ter sido arrastada no asfalto, se divertiu com seu corpo com o ferro quente, - "marcador de gado".
Tiffany só sabia chorar, se debater e gritar. Chen não aguentou no início e colocou uma mordaça em sua boca reclamando que a bicha não calava a boca e parecia uma arara. O que deixou Soo irritado consigo por ter ofendido a linda ave. 
 

Depois de tudo isso e algumas coisas a mais, algumas queimaduras feias, cortes profundos, banhos extremamente gelados e choques, ela caiu desmaiada no chão. Kyungsoo apenas deu de ombros indo buscar um saco para colocar o corpo e larga-la em qualquer lugar por ai.

 ~*~* 

Depois dos três se despedirem quando festinha acabou, Chanyeol foi para sua casa junto de Chen deixando todo o trabalho para o menor, este que acabou por reclamar por ter aceitado fazer aquilo. Sua sorte era que tinha uma ponte perto de sua casa e todos os vizinhos já deviam estar em suas devidas casas jantando. Maldade, queria poder estar vendo filme enquanto comia alguma besteira mas não, ele tinha que jogar a baleia de volta pro mar. 

Ao sair de casa pelas portas do fundo observou a rua, silêncio total. Pegou o corpo e foi arrastando-a pela calçada resmungando, suas costas já estavam doendo. 

– Kyung? - escutou uma voz soando baixa porém o suficiente para reconhecê-la e fazer seu corpo travar. Se virou pra trás devagar ainda segurando o saco desejando que fosse coisa da sua cabeça, e infelizmente não era.

– Kai? - sorriu forçado largo, pensando em que desculpa daria. Não poderia sair dizendo "Ah só to indo jogar essa inútil no mar pra ver se ela some, pelo o menos servir pra isso e afundar no rio". 

– O que está fazendo? - perguntou enquanto dava passos largos na direção do menor com as mãos dentro do bolso e com um pirulito na boca. Ele ficava até sexy fazendo coisas simples, balançou a cabeça afastando tais pensamentos.

– Indo jogar o lixo fora..? - falou incerto mas qualquer jeito não era mentira mesmo.

– Quer ajuda? - perguntou parando ao lado deste vendo o saco.

– Minhas costas agradecem, obrigado. Ela é magrela mas é tão gorda! - resmungou baixo e arregalou os olhos quando percebeu que tinha deixado escapar.

– Ela vive comendo tanto na escola como já vi ela devorar um depósito de comida inteiro. - gargalhou enquanto jogava o saco por cima dos ombros.

– Você a conhece? Não está.. hã..

– Só de vista, e eu só estou chateado com você. - murmurou baixo fazendo bico, para o menor dava vontade de mordê-lo.

– Chateado? 

– É ué, nem me convidou pra ir ver o show. - sorriu largo ao vê-lo pasmo. O pequeno nunca pensará que diria aquilo. E por puro impulso, Jongin roubou deste um selar calmo e logo depois saiu disparado no meio do asfalto com medo de apanhar.

Automaticamente sem perceber  levou a ponta de seu indicador até seus lábios passando por cima lentamente ainda sentindo o toque dos lábios do moreno, era macio e cativante. Corou um pouco ao se pegar parecendo como uma garotinha que foi notada pelo crush. Saiu dos seus devaneios correndo pela rua atrás do beta que já a essa altura estava parado no fim da mesma lhe esperando debaixo de um poste sorrindo largo debochado. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Jongin só não sabia que havia roubado o primeiro beijo de Kyungsoo.

 

 

~*~* 

Sábado 14:23

Baekhyun acabara de sair de casa acompanhado por Yifan, o chinês havia ido lhe buscar em casa para passearem juntos - depois de muito insistir para sua omma deixar-.

– Aonde vamos hyung? - perguntou eufórico de tão animado que estava, ao ponto de ficar pulando em volta do alfa enquanto andavam pela rua.

– Calma Baek, como pode ter tanta energia? Vamos na praça, o que acha de alguns sorvetes..? - disse sorrindo de lado vendo-o parar em sua frente com um sorriso largo, dessa vez sem sumir os olhinhos.

– De baunilha? - umedeceu os lábios só de pensar, não ficaria surpreso se estivesse já babando ali mesmo no pé do maior.

– Tudo que você quiser! - pegou em sua mãozinha entrelaçando os dedos voltando ao caminho para a parque. 

– Você vai acabar me mimando.. - murmurou baixo se lembrando de quando seu omma brigava com seu appa por viver mimando-o.

– É o que eu mais quero. - disse simplista olhando seus traços delicados do seu rosto.

 ~*~*

Depois de comprarem sorvete para ambos, ficaram sentados em um banquinho no meio do parque apreciando em volta. 
Era início de primavera e tudo parecia ficar mais bonito, mesmo prefirindo o inverno. Ah o inverno, Baekhyun diria que seria a melhor estação do ano para si. Não tinha gente soada, não se derretia no sol e nem sofria por causa do calor, o que era um pouco difícil de acontecer às vezes. Porém, ao contrário poderia ficar debaixo das suas cobertas quentinhas felpudas vendo filmes enquanto comia bolos e bebia chocolate quente com marshmallow para acompanhar, ou até mesmo um pão de queijo.

– Baek, seu nariz está sujo de sorvete. - disse olhando para o nariz do menor. O mesmo ficou olhando-o também fazendo com que ficasse vesgo, colocou a língua pra fora e ficou tentando lamber, causando umas risadas no mais velho. 

– Bobão.. - sussurrou pegando um guardanapo e limpando seu nariz.

O pequeno Byun era adorável, e no passeio conseguirá ficar mais ainda. Usava um suéter caramelo, um short jeans cor de pêssego e um tênis preto - que até então no seu pé era pequeno e deixava mais fofo ainda-. E para melhorar tinha algumas flores que caia das árvores em seu cabelo, ficava balançando os pezinhos para frente e para trás por não conseguir alcançar o chão ainda quando ficava sentado, a pontinha de seu nariz suja de sorvete, suas mãozinhas ficavam escondidas pelas longas mangas do suéter, aparentemente um pouco maior que si e para fechar com chave de ouro seu lindo sorriso largo. 
Yifan achava que ia morrer de fofura por causa do Byun.

– Vai ficar todo melado de sorvete..- disse vendo ele sujar todo o rosto de sorvete, não aguentou e acabou por dar uma mordida em sua bochecha. O lobo do menor ronronou com o contato e ficou corado.

– Você vai continuar comendo o seu? - fitou o sorvete do mais velho e o encarou com os olhos pidões piscando.

– Comilão.. - entregou seu sorvete e o mesmo bateu palmas feliz e agradeceu.

  ~*~* 

Durante o caminho de volta, Baekhyun foi andando no meio fio com os braços abertos se equilibrando e Kris ao seu lado vigiando o menor para que não caísse e se machucasse. Havia prometido para o alfa Oh Sehun que cuidaria dele, e cumpriria sua promessa, e mesmo que não tivesse prometido cuidaria dele.

– Hyung.. que cheiro bom é esse? - murmurou baixo fitando a rua enquanto tentava farejar mais do cheiro que havia sentido.

– Deve estar vindo da cafeteria. - desviou seu olhar para a loja perto, diziam que lá vendia os melhores doces de Seul.

– Ah.. Hyung.. - chamou manhoso.

Nem foi preciso dizer pra saber o que já queria, Kris apenas assentiu pegando em sua mão indo até a loja. 
Escolheram uma mesa no canto e fizeram seis pedidos. Admitia que Baekhyun apesar de ser pequeno comia bastante, imagina quando ficasse mais velho? Nem o imperador da China iria aguentar.

– Já volto vou ao banheiro. - pediu licença para o mais velho e se levantou indo em direção a um funcionário da cafeteria para saber aonde era.

Yifan ficou alguns minutos esperando enquanto batucava os dedos na mesa até que o viu saindo do banheiro. Viu ele passar reto por si saindo da loja, pegou os pedidos e saiu logo atrás, já havia pagado antes enquanto o esperava.

– Baek me espera! - reclamou se aproximando observando ele parar e lhe olhar confuso.

– Desculpa eu te conheço? - agora era ele que estava confuso.

– Baek.. - foi interrompido pelo alarme de seu celular, sendo programado para lembra-lo da hora que havia marcado de levá-lo  para casa. – Vamos, tenho que te levar pra casa.. - pegou na mão dele e puxou pela rua. O mesmo se debateu no início tentando se soltar de seu aperto mas no final parou de lutar e deixou o alfa lhe arrastar pelas ruas.

Deixou o mesmo em frente ao seu portão e se despediu, não querendo incomodar muito. O ômega assim que viu o alfa sumir virando a esquina bufou frustado indo para sua casa. 

– Chinês maluco.. - murmurou baixo colocando o capuz do casaco e guardando suas mãos no bolso do moletom enquanto andava até o ponto de ônibus mais próximo.

 

 

 


 

 

 

 

Kris só não percebeu as roupas diferentes assim que o ômega saiu do banheiro, nem sua altura que parecia um pouco maior, nem na sua voz menos melodiosa e nem seu rosto com os traços menos infantis. 

 

 

~*~*

Baekhyun saiu do banheiro e foi em direção à sua mesa, chegou perto e viu que estava vazia, parou para pensar ainda fitando o local.

Aonde Yifan havia ido? 

Ficou algumas horas sentado esperando o mais velho voltar, mas este nem sequer apareceu. Sua salvação foi Luhan que havia ido comprar alguns doces para mimar seu namorado. Tinha esquecido que ele sempre iria ali neste horário quando podia para comprar alguns lanches para mais tarde

– Baekkie? O que você faz aqui sozinho? - perguntou vendo o pequeno correr em sua direção abraçá-lo com força, retribuindo.

– Eu não sei.. Kris sumiu.. - resmungou manhoso.

– Oras.. - o que havia acontecido? 


Notas Finais


Sobre o próximo cap? .. Vou pegar pesado!..

BJUS DA OMMA!❤️ 222 favoritos?😍💕👌🏻

VOCÊS SÃO OS MELHORES!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...