História Elfen Lied um pouco diferente (Hiatus) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Elfen Lied
Personagens Bandou, Director Kakuzawa, Kouta, Kurama, Lucy (Nyu), Mariko Kurama, Mayu, Nana, Yuka
Tags Elfen Lied
Visualizações 31
Palavras 1.516
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Luta, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror
Avisos: Nudez, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom...Pra quem achou que eu morri, voltei!

Fiquem com o capítulo!

Capítulo 3 - Aniquilação! part 2


Fanfic / Fanfiction Elfen Lied um pouco diferente (Hiatus) - Capítulo 3 - Aniquilação! part 2

Pov´s Kouta

-Quem...São vocês?! Kouta pergunta para os homens que como resposta lhe apontam uma arma algo que o deixa assustado. –Hahaha! (Finja que isso é um riso) Por acaso disseram que poderíamos matar testemunhas? Satou? Falava Bandou. –N-não recebemos tal ordem! Devemos falar com o QG antes. –M-matar? Falava Kouta assustado. –Você não entendeu? Imbecil! Sabe, matar significa puxar o gatilho. E quem estiver na mira irá, de fato, morrer. Após Bandou falar isso,Kouta se levanta e diz :

-Nyuu! Fuja! Falava a puxando.

-A menina é minha presa! Falava Bandou atirando o que deixou Kouta paralisado.

Bandou, então começa a se aproximar rindo malignamente e para completar diz a Kouta: -Não atrapalhe! Antes de chutar Kouta e o fazer cair no chão ,e novamente Nyuu em uma tentativa inútil tenta chamar ele sem resposta alguma.

Enquanto Lucy em sua personalidade passiva tenta acordar Kouta, é surpreendida por uma arma sendo apontada para sua cabeça. –Então...Você vai me deixar me divertir não é? Falava Bandou ainda com a arma sendo apontada para a garota.

Pov´s Kanae

Eu acabei decidindo ir procurar Nyuu por conta própria, que o Kouta me perdoe...Uma delegacia! Vou perguntar se viram uma garota perdida!

-Perdida? Quantos anos ela tem? Perguntava o policial para Kanae.

-Bem...

Enquanto falo um homem ao telefone fala a seguinte frase: -Sim. Entendo... Quando terminou a frase, uma memória de Nyuu apareceu em minha mente, a dela quebrando a concha de Yuuka.

-Entendo! Ah, lembrei de um lugar que ela pode estar! Desculpe ter incomodado! Falava já indo a praia.

-Sinto muito por ter interrompido a conversa. Falou um dos policiais para os outros.

-Não, não foi nada. Dizia um dos policiais/detetives que apareceram para Kouta. Então o outro diz: - A nossa menina perdida pode ser uma bela encrenqueira né? E recebeu como resposta do outro: - O SAT está procurando na praia. Caramba! O que aqueles caras estão pensando? Falava um dos homens.

-Queria que eles não agissem de forma tão suspeita...Bom, deixaremos com você. Falava para o policial que respondeu com um certo.

Então em um corte de cena, encima da mesa, pode ser vista uma imagem de procurada de Lucy, ou Nyuu.

-Uma criminosa fugiu hoje. Falava o policial ao observar a foto de Lucy. Uma garota assim?

Pov´s Kanae

Eu já havia chegado na praia e a observava. Virei minha cabeça um pouco para o lado e vi Kouta jogado na areia fria por conta da noite. –Kouta! Kouta! O chamei, estava tão preocupada que acabei soltando meu guarda-chuva para ver se meu irmão estava bem. –Kouta! Está me ouvindo? Dizia cada vez mais mas sou surpreendida ao ver Kouta mover a cabeça em minha direção. Eu perguntava o que aconteceu, mas não obtive resposta, continuei a perguntar até que ele diz: -A Nyuu! A Nyuu está--- Antes de acabar a frase Kouta desmaia e vou chamar uma ambulância.

Pov´s Lucy (Eu vou contar o que estava acontecendo com ela)

Nyuu tinha acabado por ser capturada, ela foi colocada em uma “maca” e levada até um lugar mais distante na praia. –Ela pode ser a pessoa errada! Falava um dos subordinados de Bandou. Ele continua...Ela não aparenta ser a pessoa que nos passaram...Líder! Então Bandou responde: - Você já viu alguém com chifres? –M-mas... Ele para de falar, tira um daqueles gravadores de voz para se comunicar (Eu esqueci o nome) e diz: -Aqui é o grupo do Bandou. Satou falando. Confirmamos uma pessoa que bate com a informação da Lucy. Estamos em Yuigahama... Antes de terminar de falar, ele é acertado pela arma que Bandou segurava e caí no chão. –Não aja por conta própria! É agora que começa a diversão. Falava Bandou andando em direção a Lucy, quando a segurou pelo cabelo falou: -Você cometeu assassinatos brutais, não foi? Vamos duelar! Um duelo! Após Bandou falar isso, Nyuu se assusta e se solta assim correndo para longe mas é jogada novamente no chão. –Qual é o seu problema!? Você é assassina não é!? Pode vir! Venha! Ei...Espera um pouco. O que foi que você escondeu?! Mostre para mim! Nyuu ainda se recusava a mostrar a concha, mas como os homens lá presentes não sabiam que era apenas uma concha inofensiva começaram a falar coisas como: -Não é aquela arma mortal, é!? –Não fale coisas idiotas! Se tiver uma arma daquelas, mostre! Anda! Falava Bandou ameaçando Lucy, que se jogou dentro de um barco atracado para não ter que mostrar o que escondia. Bandou perdeu a paciência e bate em Lucy com a arma empunhada em suas mãos o que a fez cair. –Ah, esqueça. E-então... Líder! –Satou, pode mata-la. –Anh? Falava Satou. –Eu falei para matar. É seu trabalho não é? Falava Bandou dandoas costas. –Mas... Antes de acabar a frase, Bandou fala: -Atire nela. É uma ordem. Falava tirando sua máscara. –Entendido. Falou Satou. –Desculpe. É apenas meu trabalho, tá? Falou Satou para Lucy que ainda estava deitada no chão.

Quando se preparou para atirar, uma grande quantidade de sangue foi jogada para todos os lados, mas não era o sangue de Lucy, e sim de Satou, pessoa na qual tentou mata-la. Um buraco foi aberto em seu peito algo que fez com que Bandou olhasse para ver o que estava acontecendo e foi surpreendido por ver aquela cena. Logo após, todos os homens começaram a serem desmembrados, indo de braços a pernas, assim só sobrando Bandou inteiro. Lucy ainda estava sentada, abraçando suas pernas, mas aos poucos começa a se levantar, ela encarava Bandou com um olhar assassino, um olhar que era normal para Lucy. Então rapidamente Bandou pega sua arma e dispara contra a diclonius, mas que não sofre dano algum, pois as balas estavam sendo desviadas do corpo de Lucy. Bandou se assustou quando a menina destruiu o barco onde estava e começou a andar para perto do homem que ainda estava assustado. Ele continuou a atirar fazendo perguntas como: -Que diabos é você!? Coisas assim, Lucy nada respondia só caminhava calmamente até o homem que ainda estava assustado com o que estava acontecendo, ele fala algo como: -Só pode ser brincadeira! E a cena é cortada para Lucy levantando sua cabeça para encara-lo ainda com um olhar assassino. Quatro braços invisíveis saem das costas da diclonius indo direto ao ataque para acertar o homem. Ele desvia mas se assusta com seu capacete sendo esmagado. Ele se pergunta: -Mãos?! E sai correndo de novo. Ela começa a jogar coisas no Bandou, como barcos, pedaços de metal entre várias outras coisas. Ela então cemeça a atirar no homem, logo em seguida.

Ela então diz: -Está se divertindo? Então ela começa a arrancar os membros de Bandou, começando pelos braços, cada machucado que ela fazia no homem, era um xingamento diferente vindo dele, Então como último ataque, Lucy com seus braços invisíveis fura os olhos de Bandou no qual grita fortemente. –Acabou? Falou Lucy com uma voz extremamente fria. Se referindo aos xingamentos de Bandou. Enquanto o homem se contorcia de dor, um de seus braços bate na mão de Lucy que estava fechada. Ela abre para ver o que estava segurando e vê a concha, ela começa a ter uma forte dor de cabeça e volta a ser a Nyuu.

Pov´s Mayu

Eu estava saindo de uma barraca onde eu moro e vejo uma garota de cabelos rosa correndo para longe, me assusto mas continuo a andar com Wanta em meus braços, ela olha para o lado e vê Bandou no chão gritando por Lucy que já não estava mais no local ela pega o guarda-chuva esquecido por Nyuu e chama uma ambulância para atender Bandou.

Pov´s Kanae

Eu estava no hospital, esperando meu irmão acordar, até que ele começa a se mexer e eu o chamo. –Kouta? Kouta? É a única coisa que consigo falar. –Anh? Kanae? Falava se virando para mim. Eu preocupada pergunto o que aconteceu, então ele começa a falar, mas é interrompido por dois detetives que foram fazer perguntas para Kouta. Eles pedem para eu ficar do lado de fora, e assim faço.

Pov´s Kouta

Eu acordei na cama de um hospital, e agora aqueles detetives vieram me perguntar coisas como o que havia acontecido, eu expliquei o melhor possível eu me lembro de Nyuu, eles começam a me fazer uma série de perguntas que respondia com mentiras, eles me liberaram para ir para casa e assim fiz junto a Kanae.

Quando entramos em casa, vejo Nyuu sentada na porta, esperando na chuva, ela me encara e logo após, ela abre a mão e me mostra a concha que havia pegado, ela havia começado a chorar, eu larguei meu guarda-chuva e a abracei, me desculpei por tudo e agradeci a concha, então nós três entramos em casa, Kanae ajudou Nyuu a colocar uma roupa seca, pois a que usava estava molhada. Depois que estava com outra roupa, pergunto a ela o que ela é...Ela como sempre me responde com um Nyuu. Então eu e Kanae decidimos ajudar Nyuu. E a partir dali, ela morava com a gente e era parte da família.


Notas Finais


Bem foi isso! Espero que tenham gostado e até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...