História Elo - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~NanyAlmeida

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Atena (Sasha), Hades, Hypnos, Manigold de Câncer, Pandora, Thanatos
Tags Hentai, Romance, Saint Seiya, The Lost Canvas
Exibições 40
Palavras 1.401
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - O perigo vive entre nós ( parte 1)


Uma garota de longo cabelos castanhos ondulados caminhava rumo ao santuário, a mesma estava em estado de choque, não conseguindo enxergar o caminho por qual andava, pois apenas via a cena aterrorizante que havia presenciado mais cedo,a moça de  branco e cabelos negros como a noite, o corpo sem vida da sua irmã e ainda podia ouvir os gritos de agonia dos cavaleiros. Uma forte chuva começa, raios iluminavam os céus, a garota estava tão abalada quem nem se importou com a tempestade, a garota por sorte consegue chega ao local que desejava e fica parada por alguns segundos enquanto alguns pessoas corriam por conta da chuva. 

-Sai da chuva menina , vai se resfriar. - Disse uma moça que passava por perto. -Ei está me ouvindo... -A mulher percebeu que a menina provavelmente não havia a escutado e repetiu. A morena não disse nada por alguns segundos observando o santuário com aquela imagem feminina em sua mente. 

-A morte anda pelo santuário. – Sussurrou a morena, aquelas palavras soaram sem sentido para a outra. 

-O que disse? - Pergunta a dama querendo saber se havia entendido corretamente. 

-A guerra Santa começou desde quando ela colocou os pés aqui.- A morena falava sem parar de olhar o templo de Atena. 

-Você não deve estar bem... Provavelmente está louca.- A moça sai deixando a jovem . 

-Louca...-  Diz a morena abrindo um leve sorriso-... Antes de virmos para cá , eu disse que não seria uma boa ideia , mas você estava tão empolgada pois iríamos trabalhar e ajudar nossa família...

.....On flashback..... 

-Não vejo a hora de irmos para Grécia, finalmente teremos um trabalho bem melhor – Disse Calli bastante contente com a nova oportunidade que prometia melhorar sua vida. 

-Não acho que seja uma boa ideia, sou muito agradecida ao senhor El Cid, mas algo me diz para ficarmos, estou com um péssimo pressentimento. -Com essa fala os pelos de seu corpo se arrepiaram. 

-Não me diga que você está ficando igual a mamãe tendo premonições, Jade... Louca. -Aquela frase foi quase um deboche discreto. 

.......Off flashback..... 

-Louca ! – Diz novamente a morena. O sorriso que estava em sua face desaparece e Jade cai de joelhos em prantos ,enquanto a forte chuva caia sobre si . No grande salão Atena estava sozinha e um trovão soa forte a assustando , a mesma sente um calafrio e esfrega as mãos nos braços, quando a grande porta se abre. 

-Hoje a chuva está castigante. -Diz Sage entrando no salão, ele estranha a expressão da deusa e logo se pronuncia – Algum problema Atena? 

 -A chuva nunca me trouxe medo, mas hoje ...–Começa a deusa. -O céu chora como não chora a muito tempo, como se algo  o tivesse irritado. 

-A Srta. está muito preocupada, principalmente com Hades ,ou melhor dizendo Alone. -Concerta o patriarca, pois sabia que para Atena, Hades ainda era Alone e nada mudaria isso. 

-Também, mas sinto que algo de ruim aconteceu. -Mas um trovão soou e novamente, e o medo dela não passou despercebido por Sage. A porta é aberta novamente e dois dourados adentram no grande salão. 

-SÍsifo, Regulus, aconteceu alguma coisa? - Pergunta a deusa - O que foi?...falem! -Ela já estava impaciente, pois sabia que seus maus pressentimentos nunca eram á toa, mas queria ouvir da boca de seus cavaleiros. 

-Estávamos de prontidão, porém quando chegamos perto do coliseu vimos Thalia...- O dourado de leão não terminou seu dialogo pois foi interrompido pela deusa que pergunta extremamente preocupada: 

-Thalia ?O que aconteceu com ela? 

-Ela foi atacada por um espectro. - Sasha coloca umas das mãos na boca assustada ao ouvir o sagitariano falando o que havia acontecido com sua amiga. Ela vira ficando de costa para os três homens. 

-Eu disse que aqui ela ficaria segura, mas minhas palavras foram vazias, ela estava de baixo do meu nariz e eu não consegui protegê-la. 

-Atena!- Chama Sage enquanto a escutavam chorar. 

-Srta Atena ela está sobre os cuidados de Manigold, ela ficará bem não aconteceu nada de grave com ela ,mas...-O sagitariano não quis terminar, Sasha vira o encarando. 

-Fomos até o local onde Thalia foi atacada e quando nos aproximamos, tinha quatro pessoas que haviam perdido a vida neste incidente...- Diz o Leonino completando a fala do tio. - Três delas eram cavaleiros de prata: Dio de mosca, Sirius de cão maior e Misty de lagarto e a outra vítima foi uma de suas servas ... A Calli. 

                                                                                                            *** 

Jade ia subindo as escadarias das doze casas mas ao chegar na casa de escorpião a jovem sente uma fraqueza em seu corpo e acaba desmaiado. Bem próximo dali o dourado de escorpião seguia rumo a sua casa quando avistou uma jovem caída no chão e o mesmo foi até a moça. 

-O que será que aconteceu ...Caramba você está gelada- Quando o dourado debruça a garota se surpreende ao ver quem era, logo o dourado coloca a jovem em seus braços e a leva para casa de capricórnio . 

El Cid estava sentado em frente a lareira ,o silêncio só era interrompido pela a tempestade que caia do lado de fora da casa e pelos pequenos estalos que as lenhas faziam por conta das labaredas, quando o silêncio foi também  interrompido por uma voz masculina: 

-El Cid! 

O dourado logo reconhece o dono da voz que incomodava seu momento de tranquilidade e para descobrir o motivo da perturbação ele vai até a sala e encontra Kardia com Jade em seus braços . 

-O que houve?- Pergunta o capricorniano com sua voz fria mas muito preocupado ao ver Jade pálida e desacordada. 

-Eu não sei ,quando a encontrei já estava desacordada em frente à minha casa. -Responde o escorpiano entregando a jovem a El Cid. 

-Bom preciso ir ,estou encharcado. 

Quando o dourado de escorpião se retirou, El Cid levou a garota até a suíte onde a colocou no chão, mas com um dos seus braços apoiando nas costa da morena desacordada, começa a tirar as vestimentas encharcadas para poder enxugá-la. Depois do ato ele a coloca novamente em seus braços a levando para cama onde é deitada, pega uma camiseta e a veste, ajeita ela na cama a enrolando, depois indo até a lareira colocando mais lenha para deixar o ambiente ainda mais aquecido, em seguida pega a cadeira para se sentar .El Cid observa Jade ainda desacordada, ele pega uma das mãos da jovem e acaricia como se estivesse a esquentando. 

-O que será que aconteceu? - Perguntava o capricorniano para si mesmo, e deposita um beijo na mão da garota. 

- Me leva para casa. -Uma voz fraca e sonolenta alivia o dourado. 

-Que bom que acordou...está bem aquecida? - Pergunta ele calmamente se aproximando ainda mais da jovem. 

- Por favor El Cid me leve de volta para Espanha... Por favor, não quero mais ficar aqui. – Suplicava Jade entre lagrimas. 

-Shiii , primeiramente se acalme e me conte o que houve – Falava o dourado alisando com carinho os cabelos da bela jovem. 

- A Calli está morta 

- o quê?- 

- A Calli morreu e ela não foi a única, mais três cavaleiros foram assassinados...foi tudo tão horrível, eu vi a morte de perto El Cid ,nós todos aqui no Santuário corremos perigo,principalmente Atena ...A assassina está aqui, ela não é espectro é algo muito pior .

- Você tem certeza do que está dizendo , é uma acusação muito grave. 

- El Cid olha para mim e vê se eu inventaria uma coisa dessa gravidade... Ela é o estopim da guerra... o joguinho dela que perdeu a família é tudo armação... 

- Espera ai, não me diga ... 

- Um dia sem querer ouvi a conversa dela com Atena , falavam de relacionamentos, e ela disse que tinha perdido o primo onde os dois tinham uma paixão proibida, era tudo mentira ,ele esta bem vivo...E o pior, esse primo é um deus El Cid ... Um... deus ,sabe a noção do perigo que estamos ...perdi minha irmã não quero perder você - A garota abraça o dourado muito forte que retribui o abraço. 

El Cid sempre foi duro e nunca demonstrará suas emoções perante outras pessoas, sempre é muito frio, mas a sós com Jade ele não se importava em mostrar seu lado carinhoso e gentil, mas claro, não perdendo seu jeito que o deixa ainda mais forte perante outros olhos .



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...