História Eloísa e Laura brigam por Tommy - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adam Lambert
Exibições 1
Palavras 782
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Capítulo final


 O tempo foi passando e a barriga (falsa) só aumentando. Eloísa não deixava ninguém se aproximar para querer passar a mão, pois ela alegava mal - humor pelos hormônios da gestação. Ela estava até planejando se casar com Tommy e depois do casamento fingiria um
grave acidente para que perdesse o bebê e ninguém desconfiar da farsa.
 - Assim eu continuarei com Tommy. Depois a gente tenta engravidar de novo e dessa vez de verdade. Mas tenho que fazer tudo direitinho se não quiser perdê - lo. Com um bebê de verdade á caminho ele nunca vai querer voltar para Laura, aquela idiota.
 Laura, um dia achando Eloísa um tanto estranha com um papo, resolveu procurar Tommy.
 - Tommy. Eu sei que seu casamento com ela já está perto mas eu estou duvidando de que algo não esteja certo nessa história de vocês. Ela está sempre de mal - humor e com uns papos estranhos.
 - Eu não sei. Mas agora que falou eu também achei estranho ela não querer minha companhia para ir no médico da última vez e eu acabei
aceitando esperar em casa.
 - Pois é. Eu vou ficar de olho bem aberto com ela. Trate de tentar descobrir algo também.
 - Eloísa, eu sei que você foi ao médico sozinha. Tem alguma coisa errada com o bebê que não quer contar para mim ou para o Tommy?
 - Com o bebê? Não. Nada. ele está crescendo super saudável. Pretendo que nosso filho espere o casamento porque quero entrar linda na
igreja com esse barrigão de fazer inveja. E olhou confiante para Laura.
 - Ok. Qualquer coisa me procura. 
 Certo dia, Laura chega mais cedo em casa e surpreende Eloísa com uma barriga falsa, daquelas que imita perfeitamente a textura de uma
pele. 
 - O que estou vendo aqui? Você nunca esteve grávia e nos enganou esse tempo todo. Então é por isso que ninguém podia te tocar. Deixa só Tommy saber.
 - NÃO Laura! Tommy nunca poderá saber. Nosso casamento é semana que vem. E começou a chorar desesperada.
 - Por isso mesmo que ele deve ficar sabendo porque não haverá mais casamento algum depois que contar toda a farsa para ele. Ele tem o 
direito e o dever de saber.
 - Não. Eu te imploro. Não conte nada. Eu o amo e serei muito feliz ao lado dele se você não estragar tudo. 
 - Estragar? Olha que está falando. Você estragou meu namoro com ele e agora eu vou contar sim. Não aguento vê - lo ser feito de trouxa. 
 Laura saiu e deixou Eloísa enfurecida.
 - Tommy tenho algo muito sério para te contar e tem que ser agora. Você pode vir aqui? Aconteceu algo que Eloísa precisa lhe falar.
 - Ok. Vou correndo.
 Tommy ao chegar encontrou Laura muito séria e Eloísa com cara de quem esteve chorando muito.
 - O que está acontecendo aqui? Por que vocês estão com essas caras? É alguma coisa com o bebê?
- Sente - se, Tommy. Eloísa tem algo muito sério para te contar. 
 - Agora estou mais preocupado ainda. O que você tem para me falar?
 Eloísa não queria dizer nada e continuava com ódio de Laura por ter estragado todos os planos dela de ficar com Tommy para sempre.
 - Se não contar conto eu...
 - Tommy, é muito difícil o que tenho para te contar. Eu não estou grávida.
 - Como? Você perdeu? É por isso que não quis que eu soubesse?
 - Eu nunca estive grávida. Eu fiz tudo isso para separar você de Laura e finalmente tê - lo para mim.
 - Como pôde me enganar desse jeito? Nós íamos nos casar. Disse Tommy com muita raiva e tristeza.
 - Se não fosse por isso, eu é que estaria planejando nosso casamento. Disse Laura.
 - Você é muito baixa. Nunca mais quero vê - la. E não venha atrás de mim. Tommy foi embora muito magoado.
 - Viu o que aconteceu, sua irresponsável!
 - Eu fiz tudo isso por amor. Vocês tinham que acreditar que eu tinha me deitado com ele e tinha que ser convincente. Daí pensei na barriga 
falsa.
 - Mas não ia conseguir enganar para sempre. Como ia fazer para contar depois?
 - Eu ia forjar um acidente e depois eu ia tentar engravidar de verdade dele para ele nunca desconfiar de nada e nunca mais perdê - lo mas
você tinha que atrapalhar tudo. Você é uma desgraçada mal - amada que nunca aceitou perder o Tommy para mim.
 - Eu fiz o que é certo. E o certo era contar toda a verdade para ele.
 Tommy e Laura com o tempo acabaram reatando e um dia se casaram.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...