História Em busca de um namorado - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jin, Namjin, Namjoon
Exibições 37
Palavras 937
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Eu te amo


    Estava tão preocupado com o que iria acontecer a nosso futuro. Nam tem uma relação muito forte com a mãe e dependendo do rumo de nossa conversa, talvez seja que nunca poderei toca-lo novamente.
     Só de pensar que nunca irei ver aquele olhar malicioso percorrendo por meu corpo, suas mãos em meus fios de cabelo e seus lábios nos meus.... fico em estado de choque. Meu corpo nunca será mais instigado, nunca terá o prazer que ele me proporciona. 
     As vezes ela terá piedade e irá reconhecer nosso caso, talvez a cima de todo seu pensamento, que até agora não sei se será conservador, pense na felicidade de seu filho.
     Posso estar sendo precipitado em meus pensamentos, mas vejo que mesmo querendo tira-los de mim os mesmos seguem o rumo de nosso trajeto naquela escada.
     Cada passo dado era uma tortura,  olhar Nam quase a chorar, fazia meu corpo todo sangrar. Nossa relação é de muito tempo, sempre concreta e especial. Mas só agora vejo o sentimento mais forte que já senti: à dor de talvez pender alguém que ama. 
     Quando terminamos de descer à escada olhamos logo de primeira à face séria da mãe de Nam. Ela estava sentada em uma cadeira que ficava bem ao lado do sofá, sua roupa em tons pastéis contrastava com a estampa alegre do local. 
      Eu a encarava com medo do que sua voz poderia proferir. Mulher misteriosa, sua feição era minuciosa e não revelava o que passava em sua mente.
      Eu estava sobre caos total, meu corpo não reagia aos meus comandos e nesse momento não sei se teria voz para proteger Nam. Meu coração palpitava a mil por hora, até doia. Meu rosto queimando e minha cabeça doía . Não sei se estou pronto para aguentar.

-Então, garotos! Tenho algo a conversar com vocês. - Seria, ela falou... o fato que já era óbvio para nós.

" Ahhh!! Meu corpo não vai aguentar, não tenho forças para ficar de pé"

    Eu ia tentando chegar até o sofá, eu ia tentando aguentar aquele momento horrível, eu ia tentando não demonstrar minha fraqueza... Eu apenas ia

"Desmaiei"

    Cai humilhado, minha dignidade que restou foi embora junto a queda. Essa era a pior reação que meu corpo podia ter... isso não poderia ter acontecido. 
     Acordei com Nam colocando um pano gélido em minha testa.  Sua mãe com o rosto aliviado ao me ver abrindo os olhos estava. 

- E... E... Eu não quis fazer isso! -falei. 
- Xii.. - Nam colocou uma de suas mãos sobre meus lábios. - Não estrague o meu serviço de médico, paciente Jin.

     Ri por dentro e ao mesmo tempo me perguntei: Será que as coisas estão bem? 
- Você está com febre, não faça muito esforço. - A mãe de Nam finalmente disse alguma coisa.
   
      Após algum tempo a mãe dele sai do quarto. Finalmente não me sentiria tão vulnerável. Nam me olhava fixamente e cuidava de mim como se fosse sua propriedade.

-Pronto,  Jin. Acho que está bom, sua febre caiu bastante de temperatura. - Assim que terminou de falar, sorriu pra mim e saiu do quarto,  assim como sua mãe.  Fiquei sem entender absolutamente nada. 

   Não demora para que eu ouça vozes exaltadas. Nam parece discutir com sua mãe, seriamente. Não conseguia identificar com clareza as palavras, mas se tratava de mim. O meu pesadelo estava se concretizando.
    Abre-se à porta. Lá estava os dois, e os mesmos olhavam para mim de um forma que me deixava ainda mais agoniado. Caminhavam em minha direção. A mãe de Nam agora sentar-se ao meu lado e em breve sinto que irá dizer alguma coisa. 

- Então, Jin. "Isso" para mim e minha família não é muito comum. - Engoli em seco, seria agora que perderia Nam? - Mas..

" Meu deus! Uma contradição na frase. Ainda bem que não faltei as aulas de redação para saber disso. Ainda se existe esperança. Como eu fiquei feliz por uma esperança... talvez, minha esperança esteja certa. Quanta esperança! "

Ter Nam na minha vida sempre foi essencial, sempre me apoiei nele em todos os momentos. Quando estou triste ele me consola e acha uma maneira de arrancar meus sorrisos. Quando estou feliz ele contribui para mais alegrias.  Nos sempre contamos um com outros , de forma que nunca conseguirei viver sem ele. 

" A mãe de Nam continua então sua fala. "

- Mas... antes de completar queria saber quais são realmente seus sentimentos sobre meu filho. - Fico perplexo com a pergunta, arrepio todos meus fios de cabelo por receio. Sei o que sinto por Nam, meus sentimentos e desejos, mas expor para alguém.. principalmente para mãe dele, eu não sabia lidar.

     Eu sabia que era preciso dizer tudo que estava guardado e todos meus sentimentos para então ela me entender. Nam ja sabia sobre, mas nunca disse da forma que iria falar. Era complicado, mas vou me esforçar ao máximo para controlar meu emocional e fazer de tal forma que possamos ter uma relação. Então comecei... quase caindo em lágrimas comecei, sem nem mesmo uma pausa.

- Meus sentimentos por Nam começaram a partir do momento que soube que nenhuma pessoa me completaria como ele. Nenhuma pessoa me faria tão feliz quanto ele faz, nenhuma pessoa me trataria como ele, nenhuma pessoa me traria tantas emoções boas. Seu filho, me torna uma pessoa melhor, revela meu melhor lado. Não sei explicar o que sinto por ele, mas entendo que o amor não pode ser explicado. Eu amo você Namjoon.





Notas Finais


Podem me xingar pela demora e pelo capítulo estar ruim.. kkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...