História Em busca de um sonho - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Knightwalker, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Elfgreen, Gale, Gruvia, Jerza, Lislow, Lyju, Nali, Nalu, Rokagu, Rovy, Stinlu, Stinyu
Exibições 95
Palavras 1.156
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yooo, hoje não irei trazer um capitulo dramático, até porque hoje é um dia especial para mim, acabei de descobrir que talvez vou jogar no Grêmio, cara to felizão memo ein.
peço que continuem a acompanhar essa fic por que amanhã irei trazer mais um personagem para vocês huehuehu (Risada maligna)
TENHAM UMA BOA LEITURA!!

Capítulo 8 - Uma grande ajuda


- N-não é isso – fala ela mais vermelha que um pimentão

-Você mesmo disse que gostou de mim

-S-sim, eu até que gostei um pouco de você mas é diferente – ela fala quase suando

-E diferente como ? – falo com meu sorriso malicioso

-C-como amigo – Que dor

Friendzone, Friendzone, Friendzone, Friendzone, Friendzone, essa palavra ia entrando na minha mente

-E-e desculpa, tenho que resolver uns assuntos – eu digo e saio correndo. Eu não acredito que fiquei na Friendzone com uma menina daquela

-Aaah eu tenho que ir embora, mas antes tenho uma surpresinha

POV NATSU

As aulas tinham acabado e eu no momento estava indo com Gajeel e um tal de Bicksolw para o campo, hoje eles iriam relacionar quem iria disputar as eliminatórias, eu quero muito jogar já que nosso primeiro jogo é contra nossa mais nova rival, Sabertooth

-Ei Natsu, você acha que iremos ser convocados, cara eu quero muito jogar, você também não quer Natsu ? Será contra nossa escola rival, vai ser um jogão, que maneiro – Falava Bickslow, esse cara é uma maritaca, quando ele começa a falar ele não para mais

-todos estão né seu idiota – Gajeel finalmente se pronuncia

-Hm, mas é claro que estou com vontade, estou pegando fogo- sério, eu quero muito jogar, nada me anima mais do que jogar contra gente forte, já estava muito animado:- eu que...

-Cara saca só a ruivinha peituda – Bickslow maldito me interrompe apontando para uma ruiva a frente, eu me lembro dela, ela é aquela garota do primeiro dia. Medo

Estávamos de frente ao portão do campo, o que ela esta fazendo ali ? era a gerente ?

-Oi gatinha, poderia me dizer seu nome – Chega bickslow até ela

- Cai fora, eu namoro – disse ela

-Hehe, aposto que sou muito melhor que esse seu namoradinho, que tal ? – ele ainda insiste

- Bom saber que alguns calouros não vão treinar hoje, acho melhor avisar o treinador – Sinto uma aura ameaçadora atrás da gente:- avisar que Natsu e Bickslow estão com as pernas quebradas- falava o capitão Jellal

-Mas e o Gajeel – seu idiota cala a boca, pêra, cadê o Gajeel, MALDITO!

- Calma amor, eles só estavam brincando – Fala a ruiva pra nos ajudar eu acho

-sim hehe, esse Bickslow, brincalhão hehe- digo tentando amenizar a situação, faltava um pouquinho para Jellal avançar em nós

-Amor?! Então o Capitão namora a ruivinha gostosa ? que sorte – Adeus mãe

-Você ta morto- disse ele antes de avançar pra cima do outro azulado (Acho que o cabelo dele é azul, não sei direito).

Eu estou feliz, porém muito cansado, por conta da boca aberta do Bickslow eu tive que correr 50 voltas pelo campo

 -Os jogos irão acontecer na sexta, ou seja, daqui a dois dias, descansem para podermos ir bem contra a Sabertooth, disse o treinador (que no caso é o Macao. Desculpe esqueci de apresentar ele kkkk), principalmente os jogadores titulares, será um jogo difícil

-Se é um jogo difícil com certeza terão olheiros de times profissionais la, tenho que jogar bem- penso

-Dispensados e bom descanso – amanhã não teria aula já que os organizadores iriam vir ao colégio inspecionar o campo para ver se realmente iria agüentar um jogo daquele porte

Nesse momento eu estava na esquina de casa

-Espero que meu pai tenha recebido o pagamento hoje, eu estou morrendo de fome – penso antes de abrir a porta:- Cheguei  - anuncio

- Yoo princesa jujuba – GRAY?!!, o que ele esta fazendo na minha casa e como entrou aqui

-O que você esta fazendo aqui e como entrou ? –sou direto

-Ah meu filho, esse jovem garoto veio aqui nos oferecendo muitas cestas de alimentos, veja se não é uma pessoa gentil – minha mãe fala apertando as bochechas de Gray, cestas de alimentos ? . Foi ai que eu percebi varias cestas espalhadas pela sala

-Imagina senhora – fala ele meio sem graça

-Como você sabia onde eu morava e por que fez isso ?

-Filho, isso é jeito de falar com um amigo seu ?- minha mãe me repreende

-Eu tenho meus contatos rosinha e eu apenas queria ajudar um amigo meu – amigo ?

-Ah, só aceitarei por que estou morrendo de fome – falo abrindo uma das cestas e me deparando com vários, vários alimentos mesmo e todos de qualidade, maldito

-Jaé chefia – ele fala tomando um café que minha mãe fez:- Isso ta muito bom tia Dine – Tia Dine ? ein

- muito obrigada Gray- kun – Kun ? o que aconteceu enquanto eu estava fora ?

- Não vou nem perguntar. O Igneel já chegou ? – eu pergunto a minha mãe

-Sim, seu PAI já chegou, mas esta no quarto, esta muito cansado – Eu já estava acostumado com isso, meu pai acorda mais cedo que eu e chega tarde, cansado, acho que faz alguns meses que não converso com ele, ele nunca procurou saber se eu estava bem ou não, tudo se resumia a um simples “oi filho”

-Ah, como sempre – e o clima fica meio pesado na sala, Gray não estava sabendo o que fazer

Meu celular toca, é uma mensagem

“Ei rosinha, eu e alguns amigos vamos ir ao shopping amanhã só pra descontrair, tu vai querer ir ? Leve o Gray também, aquele cara é uma piada hahahaha, enfim, se arrumem, minha prima também vai e vai levar algumas amigas, vai que vocês conseguem perder o Bv kkkk” By Sem sombracelha

- Ei FullBesta, ta afim de ir ao shopping amanha- falo com Gray

- Amanhã, claro, que horas ? – ele fala de boca cheia com sua famosa “paçoquita”, não respondo e digito

“Fala Gajeel, vamos sim, nos passe as informações certas que iremos” - Respondo

“Vamos nos encontrar as 13:00 em frente ao colégio, apareçam la sem atraso, minha prima odeia esperar”- ele responde muito rápido

-Amanhã 13:00 em frente ao colégio, sem s e atrasar – falo para Gray

-Pode deixar que eu passo aqui. Bom já esta na hora de ir embora, já esta ficando tarde – Ele se levanta e se espreguiça

- Tem certeza, não quer jantar aqui – diz minha mãe o acompanhando até a porta

-Desculpe tia Dine, mas vamos ter que marcar para outro dia, tenho uma coisa a fazer hoje

- Ah okay então, nos visite mais vezes – minha mãe da um sorriso. Ah não ser que você queira fazer paçoca assada no dia que ele vir aqui eu não me incomodo

-Pode deixar, Falou rosinha, até amanhã – ele fala antes de sair. Minha mãe fecha a porta e se vira para mim

-Você fez um ótimo amigo- Ela fala

-É, ele é uma boa pessoa

Eu janto, tomo um banho e vou para o meu quarto me deitar

-Boa noite mãe- falo antes de atravessar a porta e deitar na minha cama

-Boa noite – ouço ela gritar, ela estava feliz hoje, querendo ou não tenho que agradecer ao FullBosta

- shopping é ?- me pergunto antes de apagar


Notas Finais


Até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...