História Em Busca de Uma História - Camren - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Ian Somerhalder, Originais
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Exibições 8
Palavras 573
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Fim do Resguardo


Fanfic / Fanfiction Em Busca de Uma História - Camren - Capítulo 11 - Fim do Resguardo

 

 

Os dias passaram assim. Mas Lauren dormiu com Tomás só no primeiro dia, logo foi comprar uma babá eletrônica e passou a dormir comigo, e sinceramente, era mais fácil ter ela no quarto do lado e não poder fazer nada do que tê-la na mesma cama e ainda não poder, mas ela estava muito rígida com os 3 meses de resguardo.

Um mês passou, cabelo de Lucca começou a cair e ele estava quase careca, mas continuava loiro, os olhos eram mel, iguais aos meus.

Um mês depois e ele já estava cabeludo novamente. Estava com 5 kilos em 2 meses. E grande. Muito grande. Todos os dias Ann trazia algum presente novo, as vezes pra mim, mas normalmente era mais para o Tomás, e eu admito que mesmo sendo pra ele, era um grande presente pra mim. Eu nunca, nunca consegui fazer ele rir da forma que Lauren conseguia. Ela o fazia dar gargalhada, ás vezes ele até perdia a voz no meio da risada.

            Sempre, e eu repito, sempre brigávamos a noite, ela sempre queria que ele dormisse com a gente na cama porque ele dormia muito melhor agarrando o dedo dela.

            O caso do meu pai saiu. Um homem realmente tinha batido no nosso carro de propósito por causa de uma revista... Ainda era difícil aceitar isso, mas agora ele estava preso e eu me sentia melhor com isso. Lauren visitou comigo o tumulo dos meus pais e deixei uma foto de nós duas com Tomás junto com as rosas.

            E então, hoje finalmente Tomás faz 3 meses, convoquei seus padrinhos quase que inúteis a passarem a noite com ele em outra casa, ou seja, na da Dinah, pois de hoje eu não passo desse resguardo.

            Preparei um belo jantar, com o prato preferido dela, e ainda bem que eu já tinha perdido todo o peso que ganhei com Tomás. Preparei a bolsa dele, com muito mais que o necessário para a noite. Tirei bastante leite de peito e mandei ele e as bagagens com Dinah para a casa dela. Não desliguei o celular por caso de imprevistos e tomei um bom banho, passei creme e vesti uma lingerie que ela já tinha me dado antes e esperei. Ouvi ela estacionar o carro e vesti meu robe.

            Ela entrou em casa.

-Oi amor, nossa, você tá linda.

-Obrigada.

            Abracei ela.

-Sabe que dia é hoje?

-Sei. Lucca faz 3 meses e você sai do resguardo hoje.

-Exatamente. Ainda bem que você sabe.

-Sei sim. Mas eu te comprei duas coisas antes de tudo. Estou morrendo de fome.

- De mim? – Falei brincando e ela ficou séria.

-Exatamente.

            Ela pegou duas sacolas, tirou uma caixa da primeira.

-Estamos juntas a três meses e... Eu pensei em comprar uma aliança –Nossa... coração já acelerou até quase sair pela boca.- mas achei muito clichê. –Rimos juntas- Então comprei dois colares.

            Ela abriu, dois colares um com um pingente do sol e outro da lua.

-Você é minha Lua- Eu falei.

-Sou sua Lua e você é meu sol. –Ela sorriu pra mim e eu me virei. Prendi o cabelo e ela colocou o colar em mim, fiz o mesmo com ela. E ela pegou a outra sacola.

-Agora vamos pra melhor parte. Ela tirou da sacola uma cinta peniana. Agora meu coração salta da minha boca como se estivesse de paraquedas com certeza.

-Ta vendo essa cinta?

-Sim.

-Vou te fuder com ela.

 

 


Notas Finais


Fim :)

Se tiver comentários eu talvez volte para escrever esse hot :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...