História Em Dobro - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Mulher Maravilha, Superman
Personagens Alfred Pennyworth, Bruce Wayne (Batman), Canário Negro, Clark Kent (Superman), Diana Prince (Mulher Maravilha), Dick Grayson, Donna Troy (Troia), Dr. Thomas Wayne, Martha Wayne, Personagens Originais, Rainha Hipólita, Selina Kyle (Mulher-Gato), Steve Trevor
Tags Batman, Brucewayne, Clark, Clois, Confusão, Dianaprince, Dinah, Donnatroy, Lauriver, Loislane, Roy Harper, Universoalternativo, Wonderbat
Visualizações 95
Palavras 1.854
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Não, não é uma pegadinha! SURPRESA!! Estava muito ansiosa para postar esse capítulo, não iria conseguir fazer vocês esperarem até quinta de propósito. Espero que gostem!
(Gente quem tem nojo da cara da Dinah na série -sei que acontece- por favor releve. Ela é uma personagem incrível nos quadrinhos que Arrow fez questão de estragar -Não me xinguem 😂- eu só achei legar "caracterizar" e a atriz é linda, sejamos sinceros!)
Aproveitem a história e até às notas finais 💓😗

Capítulo 6 - Capítulo Seis


Fanfic / Fanfiction Em Dobro - Capítulo 6 - Capítulo Seis

“Uma festa pequena, só para os mais chegados.” Foi isso que Donna disse, um total eufemismos da parte da moça. Mas Diana já deveria saber que modéstia não era uma palavra que fazia parte do dialeto de um figurão podre de rico.

 

A festa era em um dos hotéis de Oliver, o salão era enorme e a decoração era digna de um Plaza, toda ornamentada na cor verde, ele deveria gostar muito. Realmente não era o que ela esperava quando pensava que a festa era de Oliver Queen, parecia que finalmente ele havia tomado jeito.

Havia uma área de flecha ao alvo e logo ela pôde ver a irmã ao lado de uma loira, ambas com maçãs na cabeça. Elas riam junto com Oliver e Roy, que pediam para elas ficarem paradas. Ela se aproximou sem ser notada, logo viu os irmãos acertarem as flechas nas maçãs com perfeição, um dos hobbies em comum de ambos eram arco e flecha. Ela admirava a coragem das duas, e não era só por confiar naqueles dois malucos ...

- Di, que bom que veio! – Donna disse animada assim que viu a irmã, ela correu para lhe dar um abraço apertado.

- Eu disse que viria, não disse? – Logo Diana pôde ver Roy e os outros se aproximarem, ele parecia bem melhor do que a última vez que ela o viu. O ruivo a cumprimentou com um abraço, ele descansou o braço no ombro de Donna que colocou a maçã em sua boca quando ele tentou a beijar.

- Pessoal, essa é Diana Prince, irmã da Donna. Esses são meu irmão Oliver e sua noiva, Dinah. – Roy ia dizer algo mais foi interrompido por Oliver, ele ria de uma maneira que ninguém entendia. Diana começou a imaginar que ele fosse maluco ou algo do tipo. Até que Dinah o deu uma cotovelada em uma das costelas.

- É um prazer te conhecer, ouvimos muito sobre você. – A loira disse gentil.

- Muito, muito mesmo. Você não faz ideia. – Oliver disse sem escrúpulos, todos ali continuavam confusos até que o loiro fez questão de esclarecer as coisas. – E lá está o chorão, olha só quem achamos aqui Bruce. – Oliver gritou, a menção do nome fez o estômago de Diana se revirar. Naquele momento ela teve certeza que não estava pronta para encarar aqueles olhos.

- Se me dão licença, eu preciso ir ao toalete. – A mulher disse educada, puxando a irmã junto a si e saindo dali o mais rápido possível.

- Você diz como se ele fosse te agarrar a qualquer momento. – A jovem disse rindo, não que ambas não duvidassem daquilo. Porém, Donna também sabia mais que ninguém que a irmã poderia cuidar de Bruce Wayne ou qualquer um que entrasse em seu caminho.

A porta se abriu e Diana pôde ver a mulher loira entrando, Dinah sorria para as duas irmãs de maneira calorosa. Ela se aproximou e cumprimentou Diana novamente.

- Peço desculpas pelo ocorrido no salão, Ollie pode ser bem inconveniente às vezes. – A loira disse sorrindo.

- Tudo bem, mas ... O que ele quis dizer com chorão? – A mulher perguntou curiosa e viu a loira rir.

- Tudo que tenho a dizer é que você fez um ótimo trabalho quando deixou suas digitais marcadas no rosto dele. – A mulher deu uma singela piscadela a Diana, que riu. Bruce acabou os “visitando” e quando o fez Oliver despejou um arsenal de piadas sobre a situação do amigo.

- Como assim meu nome não está na lista?, Eu vou mandar te demitir. – A ruiva fazia um escândalo enquanto seu noivo suspirava. – Checa de novo. – Disse desinteressada, era a terceira vez que insistia para o homem checar um nome que se quer estava lá. – Vocês são todos uns imprestáveis ... Charme o gerente! – A mulher gritou histérica, assim que os homens se afastaram Shayera jogou seus saltos em cima de John.

- Amor o que pensa que está fazendo? – O homem gritou enquanto ela corria para dentro do hotel.

- Vou salvar minha amiga de cometer um enorme err... – A gritaria cessou quando ela colidiu com o que parecia ser uma parede, mas não. Era um dos seguranças do local ...

A loira a chamou para se sentar junto com os outros e Diana agradeceu aos deuses por Bruce não estar incluído neste grupo. Assim que se sentou a mesa viu o bilionário sozinho no bar, apesar de várias mulheres o abordarem o homem optava por estar só e isso chamou a atenção de Diana, o bilionário Playboy era vivia sempre rodeado de mulheres. Tudo bem que agora teria que evitar tal feito, já que fora um dos pontos principais que abordou para que a imagem de Bruce melhorasse na mídia. Mas aquela era uma festa fechada, ele não precisava.

A festa passava rápido de mais para a sorte de Diana, cada minuto ali era um martírio para mulher, mesmo com a hospitalidade de Dinah e as piadas inconvenientes de Oliver, por mais que tentasse não conseguia evitar de se sentir perdida, sabia que Bruce não havia tirado os olhos de si durante a noite toda. Mas se quer fez menção de aborda-la em momento algum, isso para sua sorte. Apesar de estar bem com isso, a morena ainda sentia algo estranho dentro de si e não fazia ideia do que era.

Observou Roy tirar Donna para dançar, eles sorriam apaixonados um para o outro enquanto o ruivo a enlaçava com os braços e a guiava em uma dança lenta. A baixa iluminação e a música lenta fez com que todos os casais ali se reunissem para a última dança da noite, um advogado bem tagarela e insistente foi o sortudo que convenceu Diana a ser sua dama. Pelo canto do olho ela pôde ver Bruce rejeitar várias mulheres enquanto não fazia questão nenhuma de ouvir o que o homem com quem dançava falava para si.

- Já tentamos de tudo, não vão nos deixar entrar. – John e Shayera estavam sentados na calçada, a mulher estava uma pilha de nervos por não ter conseguido entrar na festa.

- Eu preciso entrar naquela festa e impedir o Bruce de chegar perto da minha amiga. – A mulher disse convicta, John franziu o cenho quando a viu sorrir. Sabia que nada de bom sairia daquilo e constatou sua certeza quando sua noiva o puxou para os fundos do hotel. – Esses edifícios chiques sempre tem uma falha, uma saída de ar bem na parte de trás do prédio?, Estão pedindo para serem roubados. – A mulher tagarelava enquanto pisava no rosto do noivo. – Desculpe amor. – Dizia ao ouvi-lo resmungar, John a segurava pelos tornozelos enquanto a mulher tentava entrar pelo escapamento. Logo ela recebeu uma rajada de ar que só não a fez cair por pelos motivos óbvios, seu noivo. Que a segurava tentando ignorar seus gritos estéticos.

- Eu deveria estar assistindo o jogo. – John suspirou assim que viu a noiva entrar.

Diana esperou todos estarem distraídos para se aproximar, ela agarrou o braço de Bruce e o puxou para longe dali. Ele a fitava confuso mas nada dizia, ela parou quando saíram do salão de festas. Fechou a porta grande atrás de si e olhou para o homem, que estava confusamente lindo. Só então ela pôde perceber seu rosto de perto, Bruce parecia incomodado com a aproximação, como se não a quisesse por perto.

- O que você quer Diana? – Perguntou direito, surpreendendo a mulher.

- Como assim o que eu quero?, Você quem está jogando seus joguinhos achando que vai me atingir. – A mulher disse mecanicamente, vendo a feição de Bruce ficar ainda mais confusa.

- Joguinhos?, Foi você quem pediu para me afastar e tudo que fiz foi aceitar. Por que?, A ideia de que eu não esteja interessado em você não te deixou dormir? – O homem disse prepotente, fazendo Diana se irritar.

- Seu brutamontes. – A mulher levantou a mão no ar para o acertar no rosto, ultimamente parecia ser a única coisa na qual fazia sentido. Mas Bruce agarrou seu pulso o segurando com firmeza, ela o olhou com raiva e puxou seu braço para longe seu toque quente. Ela olhou para ele durante um tempo, sem saber o que dizer, não conseguindo agir. Aquele homem fazia sua mente nublar e tudo que ela conseguia pensar era que seu cheiro inebriava sua mente de maneira que ela se via mais perdida que o habitual. Ela não pensou em consequências, não pensou em motivos ou explicações.

Diana juntou seus corpos e levou a mão que ainda tinha o rastro quente do toque de Bruce até a nuca do homem, tocando aqueles fios negros com certa liberdade. Eles tinham as testas unidas e suas respirações se misturavam, a ideia de misturar o gosto amargo do whisky de Bruce com o de menta de Diana parecia irresistível. Ela fechou os olhos quando ele fez a aproximação entre eles se tornar nula, seu coração batendo forte no peito enquanto tinha o corpo todo sendo abraçado pelo homem, sumindo em meio às trevas que eram aquele corredor escuro e o próprio que a envolvia em seus braços.

Sua cabeça virou para o lado, ela teve a visão de seus olhos na noite, todas diziam que eram escuros e indecifráveis. Ela podia ver sua alma agora, as orbes azuis brilhavam e olhavam para ela com um olhar que há tempos ela não via, seu estômago gelou e seu coração se aqueceu. E ele sabia que não precisaria muito para cair em seus feitiços novamente, ele estava decidido a deixá-la ir. Nunca seria digno dela, mas sabia que era só ela estralar os dedos e ele voltaria, a sua mercê. Os lábios formigavam, tão próximos. Ele se perguntava se ela tinha o mesmo gosto, se ela sentia tanta falta quanto ele, saudades.

Sentiu o corpo da mulher se arrepiar em seus braços assim que as bocas se tocaram em um singelo beijo, não era carnal ou superficial. Uma dose pequena de uma explosão de sentimentos, algo tão pequeno que tomava proporções tão grandes. Ela sentia seu corpo ser abraçado com força, como se ele temesse que ela fosse embora. Mas como poderia?, havia escolhido isso e mesmo que se arrependesse depois não iria negar que estava exatamente onde queria estar. Porém, não longe dali Shayera procurava já aflita a amiga. Após notar o sumiço da morena e Bruce, a ruiva viu a silhueta do que parecia um casal abraçado e teve certeza de que aqueles cabelos negros pertenciam a Diana. Ela andou até a amiga e segurando seu braço a mulher puxou a melhor amiga das garras do bilionário. Eles olharam confuso para ruiva toda suja com cabelo desengrenhado e desça.

- Fique longe da minha amiga. – Disse séria, olhando para Bruce com um olhar que arrepiava qualquer um.

Sem poder fazer nada o homem viu a ruiva afastar Diana de si, após a mulher ir embora o bilionário se viu sozinho e as lembranças do que aconteceu o atingiram com toda força de forma que o fez sorrir e balançar a cabeça em descontentamento.


Notas Finais


E ENTÃO??
Eu estava louca para postar esse capítulo, eu me diverti muito escrevendo e espero que tenham se divertido lendo. Já que fiz a felicidade de vocês, vocês poderiam fazer a minha?, Sabe que adoro ler comentários. Ajudam muito, e se houver um fantasma aí, apareça! 😄 Por que estou amando toda essa participação de vocês irei fazer o meu melhor para voltar com um capítulo novo ainda na quinta!
Beijos 💓😗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...