História Em Nome Do Amor - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga
Tags Acidente, Amor, Bangtan Boys, Bts, Drama, Kpop, Shipp, Sope, Yaoi, Yoonseok
Visualizações 18
Palavras 1.133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie, voltei!

Vim com um cap, que irá deixar alguns com raiva u.u
disculpinha ~

Boa leitura <3

Capítulo 4 - Game


Fanfic / Fanfiction Em Nome Do Amor - Capítulo 4 - Game

Quarto Capitulo.

'' 경기 '' 

 

 

    A visão ficou turva, sentiu seu corpo ficar mole e sem nem poder se agarrar a alguém ou algo, foi de encontra ao chão, aquele chão frio e semelhante a de um banheiro.

    Viu pessoas, que não sabia quem eram, lhe tocarem e gritarem por ajuda e outras coisas, ás quais não conseguia entender mais. 

    Sua visão ficou negra, deixou de sentir seu corpo e todos os sons foram desaparecendo calmamente.

 

 

    Um sorriso… Um sorriso sincero, que mostrava parte de sua gengiva rosada. Um sorriso, contornado por um par de lábios finos e avermelhados. 

    Um sentimento, que não sabia explicar direito, lhe invadiu o peito e fez seu rosto abrir um sorriso largo, que nem sabia o porquê de o fazer.

    

— Porque ainda está me olhando, Hobi? — Aquele sorriso se desfez levemente, seus lábios se moviam e uma voz um pouco grossa lhe entrava na mente, como uma melodia.

 

— Eu… Eu não sei… — Respondeu abobado.

 

— Aigoo… — Uma risada fraca. — Você é tão bobo. — Xingou sorrindo.

 

 

[…]

 

    Seus olhos se abriram lentamente, seu corpo estava pesado e sentia seus braços doloridos. Viu a cabeleira loira, que logo reconheceu, andar de um lado para o outro, no ambiente claro.

 

— Oh, acordou. — Escutou e sua visão foi voltando ao normal. — Você pregou um susto em todos nós, Hoseok. — A voz saiu como um choramingo, logo depois um suspiro.

 

— Desculpe… — Foi a única coisa que saiu de sua boca, numa voz quase inaudível.

 

— Bom… Eu lhe fiz uns exames, enquanto dormia e a razão mais… — Pausoua  pensativo. — A razão que parece fazer mais sentido, foi exaustão. — O moreno franziu o cenho em resposta. — Você estava sendo medicado, tinha remédios fortes na lista e, não podemos esquecer que hoje fez diversos exames. Isso lhe provocou a tal exaustão. — Explicou.

 

— Eu me relembrei… Eu recuperei um pedaço da memória com Yoongi. — Disse e o Seok mais velho o olhou surpreso. — Eu estava tendo uma conversa com ele, mas como em todas as outras lembranças, só via do nariz para baixo, o resto estava desfocado. — Explicou e suspirou cansado.

 

— Talvez devesse marcar uma ida ao psicólogo, se quiser, é claro. — Disse, sentado sobre a cama do moreno, esse que encarava um ponto especifico, com uma expressão cansada.

 

— Talvez devesse ir… Me sinto á beira da morte, pelo cansaço. — Falou e passou as mãos pelos cabelos. — Ah, merda! — Praguejou baixo, chamando a atenção do médico. — Meu cabelo tá uma autentica vassoura. Meu Deus, odeio esses produtos de hospital. — Disse irritado, passando as mãos pelos fios bagunçados.

 

— A comida também não ajuda. — Acrescentou sincero, revirando os olhos.

 

— Vou estrangular esse ser que trata dos produtos para o cabelo. Escreva o que estou dizendo! — Ameaçou estreitando os olhos, o Kim apenas riu baixo.

 

— Fale com sua família e diga que acordou. — Pausou. — Eu falei por telefone, com sua mãe e disse que você iria lhe falar quando acordasse. — Se levantou.

 

— Certo. — Retrucou. — Irei descansar mais um pouco… — Avisou, se arrumando na cama.

 

    O Kim pegou o celular de capa chamativa e ergueu na frente do moreno, que o olhou com preguiça. 

 

— Aigoo… Estou cansado. — Disse sôfrego. 

 

— Primeiro a mensagem. — Ordenou sério.

 

— Mas eu— Foi cortado.

 

— Sem mas, senhor Jung. — Disse e saiu do quarto.

 

 […]

 

    O Jung, acordou, sentindo algo pesado sobre suas pernas. Desviou o olhar para o teto, bocejando e procurou saber quem estava por cima de si.

 

    O medo se instalou sobre Hoseok, ao perceber que quem ali estava, em cima de si, não era alguém conhecido. Esse alguém, tinha sua mão esquerda, entrelaçada nos dedos do moreno, isso o assustava mais.     Estava com seu rosto oposto ao do outro, assim impossibilitando saber quem era. A única coisa que via daquela pessoa, era suas roupas simples e aquela cabeleira vermelha, que de longe continuaria a ser a coisa mais colorida, entre aquelas quatro paredes, se não o hospital inteiro.

 

    Foi tirado de seus devaneios, ao sentir sua mão ser levemente apertada e o ruivo se sentar, ainda com o rosto virado para o outro lado. Os olhos curiosos e receosos do Hoseok, já estavam sobre todos os movimentos e detalhes aparentes daquele alguém.

 

    Será ele? Será o Yoongi? - Ele se perguntava.

 

    O rosto se virou lentamente e suas perguntas foram respondidas. Não era Yoongi, ou outro alguém que não conhecesse. Era seu recente amigo, Taehyung. 

 

— Taehyung…? — Sua voz saiu num tom frustrado, seu coração doía ao ver que não era seu amado.  

 

— H-hyung! — Exclamou nervoso, arrumando os fios, agora, ruivos e olhando o chão, constrangido. — Acho que adormeci… — Murmurou e suas bochechas ficaram levemente rubras.

 

— Você… — Os olhos alheios estavam fixados nas orbes negras do Jung. — Você parece outra pessoa, Tae. — Disse e viu o outro sorrir.

 

— Afinal, eu acabei mudando a cor… As moças do salão, sabem como convencer alguém. — Disse e riu sem graça.

 

— Ficou bonito. — Elogiou baixo.

 

— Minha avó disse que estou igual a um tomate. — Comentou e rio nasal, negando com a cabeça.

 

— Tem semelhança. — Riu Hoseok. — Você parece mais velho, assim. — Falou e a expressão do Kim se tornou num surpreso não muito agradável. — Parece um homen mais velho, mas está bonito. — Terminou.

 

— Hmm, certo. — Retrucou baixo e se levantou.

 

    As esferas escuras, vulgo olhos, do ainda deitado, estavam grudadas no corpo de Taehyung. Agora que havia notado, o Kim tinha um corpo bonito… Coxas, bunda, ombros largos e músculos visíveis, isso chamava a atenção de qualquer um. 

    O Kim apenas havia se levantado para despir o casaco de ganga azul, que usava, ficando com um moletom branco e vermelho. 

 

— Não babe, Hobi hyung. — Falou malicioso, com um sorriso ladino nos lábios.

 

— Aish! — Exclamou, desviando o olhar para o monte de revistas, em cima da mesa de vidro.

 

    Sentiu seu rosto queimar de leve. Pelo canto do olho, podia ver e sentir, o Kim o encarando… Com aquele maldito sorriso ladino, que transbordava a segundas intenções.

 

— Hoje, enquanto minha avó estava sendo medicada. — Começou o ruivo. — Eu pensei num jogo, que eu e meus colegas de classe jogávamos dantes. — Riu sem humor. — Um jogo que talvez não fosse algo tão inocente, mas nós jogávamos bastante. — Terminou.

 

— Coisa boa, não deve ser. — Hoseok disse simplista e o outro riu.

 

— Depende. Gosta de desafios? — Perguntou baixo e de um jeito que fazia sua voz engrossar mais.

 

    O moreno apenas o encarou, soltou uma risada e tombou a cabeça para trás. Voltou a olhar para o Kim, esse que o encarava de um jeito desafiador. Então Hoseok pensou…

    O que ele teria a perder? Os jogos de adolescentes não eram tão pesados, eram? O que iria acontecer? Iria ter que paquerar algum médico, no máximo. Não seria nada de mais, ele pensava.

 

 

 

 

 

— Adoro. — Respondeu com um sorriso malicioso. — Que o jogo comece. — Disse.

 

— Vamos a isso. — Retrucou com a voz sexy, Taehyung. 

     


Notas Finais


O que acharam??? Espero que tenham gostado!!
Vou me esforçar bastante para o próximo capitulo :3

Obrigada por esperarem e compreenderem o que aconteceu... Estou melhor das dores, mas ainda tenha algumas, mas está tudo bem!

Bjjs fique bem, amores <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...