História Em sintonia perfeita - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Gaston, Jim, Luna Valente, Matteo, Miguel, Monica, Nina, Pedro, Personagens Originais, Ramiro, Simón, Tamara, Yam
Tags Amor, Compasso, Gastina, Gaston, Luna, Lutteo, Matteo, Melodia, Musica, Nina, Notas, Orquestra, Pedro, Piano, Ramiro, Romance, Sintonia, Sou Luna, Violoncelo, Yam
Exibições 45
Palavras 781
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite
E
Boa leitura!

Capítulo 4 - Me fale tudo sobre ele


POV LUNA:

Quase surtei quando vi ele. E mais ainda quando vi que ia sentar do meu lado. Calma Sol. Você nem conheçe ele.
Me repreendo por ter me chamado desse jeito. Agora o meu nome é Luna.

Eu sempre pensei que mudar de identidade iria ser difícil. E de você sem querer escrevesse o seu nome de uma outra maneira? Ou alguém estivesse me chamando mas eu não percebesse ? Mas eu estou me acustumando bem à usá-lo. Eu gostei, achei um nome melhor do quê Sol.

Matteu me olha e dá um sorriso que me estremeçe por dentro. De novo volta a sensação de quê eu não devo confiar nele. Ele senta do meu lado.

Matteo : Oi baixinha. Então você invadiu a minha orquestra e a minha turma? Você por acaso está me seguindo? E ainda estamos lado a lado nos dois.

Eu : Eu tenho um nome, sabia? E ele não é baixinha.

Matteo : Bom, mas Baixinha combina muito com você. Pense no caso se quiser fazer uma identidade falsa e não souber um bom nome para isso.- OMG. O rumo desta conversa está se tornando perigoso. Quase me engasguei quando ele fala isso.

Eu: Pois me chamo de S...Luna!- Olho para a frente e vejo Pedro nos olhando junto com o resto da sala e interrompo Matteu antes de ele falar - E o maestro está esperando nós terminarmos a nossa conversa para começar.

Ele olha também e ficamos segundos de silêncio.

Pedro : Assim está melhor. Continuando antes de o Sr. Balsano e a Srt. Valente nos interromper. Eu vou entregar para cada um as músicas do semestre. Em agosto nós iremos fazer uma grande apresentação no maior teatro da cidade o Jam and Music, junto com os solos e grupos instrumentais da escola.

Pedro : As músicas que nós vamos tocar serão:
           A dança da fada açucarada
           Yellow Submarine
           Paradise
           Marcha Imperial de Star Wars
           Tarantela Italiana/Napolitana
E se vocês forem bem nessas vamos tocar também:
            A morte do cisne

Eu presciso ir bem nelas porque eu amo a morte do cisne. Mas é bem triste, na primeira vez que eu ouvi eu chorei. A morte do cisne é a música de um solo de ballet muito lindo que eu já dancei quando tinha treze anos. Mas eu preferi deixar o ballet de lado e me concentrar no piano.
           
Pedro: Escolhi vários estilos para todos vocês gostarem. Embora eu sei que alguns aqui - ele olha para o Ramiro - provavelmente não ficarão satisfeitos com nada, como sempre.

Ele fica falando o resto do tempo todo, dá as nossas partituras e depois nos libera. Eu sou bem demorada para guardar tudo e quando vejo só restou eu naquela sala. Eu e o Matteo.

Matteo: Finalmente! Você estava demorando demais.

Eu: O quê você ainda está fazendo aqui?

Matteo: Te esperando. - Ele chega mais perto de mim, só estamos agora há uma mão de distáncia - Afinal, eu tenho que fazer favores as minhas fãs, como você, ou elas se esqueçem de mim.

Luna: Eu não sou sua fã Matteo Balsano.- aproximo os meus lábios de sua orelha-  Eu nunca serei. - Digo em um tom meio sexy e me afasto deixando ele atônimo.

Calma, de onde surgiu essa garota dentro de mim com coragem suficiente para chegar tão perto assim de um garoto? É tudo culpa desse nome, eu acho que ele está me dando uma nova personalidade.

Saio da sala e vou andando até a minha casa. Eu tenho que saber mais sobre o Balsano. Mas quem pode me falar sobre ele?

Fico o caminho todo pensando sobre isso. Em casa, quando estou arrumando a mochila sai um papel. Eu o desdobro e aparece um número de telefone. Já sei quem vai ne ajudar!
A Nina.

- Alô, Nina?

- Oi, quem é?

- É a Luna.

- Oi, Luna. Já ligando? Acho que nós realmente somos amigas para ficarmos nos falando o tempo todo. Eu ia te esperar depois da orquestra, mas eu tenho Kombie e o motorista é muito brabo.

- Ei! É claro que somos amigas! Tudo bem. Eu gostaria de ir de Kombie contigo, a minha casa é meio longe.

- Que legal! Eu não tenho amigos na kombie, seria bom ter você por lá.

- Me ajuda, Nina? É que eu quero saber mais sobre um garoto da nossa orquestra, o Matteo.

- O Matteo? Hum... Ta interessada nele?

- Não, mas ele ficou me incomodando, então eu gostaria de saber mais sobre o meu novo "inimigo"

- Ok, eu vou te contar tudo que eu sei sobre ele.




Notas Finais


Finalmente um capítulo com um tamanho razoável!
Sorry pelos erros.
Eu mudei a sinopse dessa fic, agora a Luna e o Matteo tem 17 anos.

Boa noite!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...